S.O.S. VERDE GRANDE
7.494 dias
O Verde Grande agoniza, e o Velho Chico está morto graças à
insensibilidade dos governos
JO...
ResponsabilidadeFiscal,atravésdas
já famosas “pedaladas” no ano de
2014.Emqualquerpaísminimamente
sério,o
governoestaria
d...
JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIAS MONTES CLAROS, SEXTA-FEIRA, 24 ...
JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASMONTES CLAROS, SEXTA-FEIRA, 24 D...
JORNAL DE NOTÍCIAS MONTES CLAROS, SEXTA-FEIRA, 24 DE ABRIL DE 2015 CIDADE - 5
“Só existem duas formas
de viver a vida. A p...
JORNAL DE NOTÍCIASMONTES CLAROS, SEXTA-FEIRA, 24 DE ABRIL DE 201566666 ----- ECONOMIA
Minas vai priorizar a agricultura fa...
JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIAS MONTES CLAROS, SEXTA-FEIRA, 24 ...
JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASMONTES CLAROS SEXTA-FEIRA, 24 DE...
“Sete Vidas”
Globo - 18:00
Alto Astral
Globo - 19:00
HORÓSCOPO
Receitas culinárias
Malhação
Globo - 17:00
Babilônia
Globo ...
Jn 24 03
Jn 24 03
Jn 24 03
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jn 24 03

614 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Jn 24 03

  1. 1. S.O.S. VERDE GRANDE 7.494 dias O Verde Grande agoniza, e o Velho Chico está morto graças à insensibilidade dos governos JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASO GRANDE PORO GRANDE PORO GRANDE PORO GRANDE PORO GRANDE PORTTTTTA-VA-VA-VA-VA-VOZ DO NOROZ DO NOROZ DO NOROZ DO NOROZ DO NORTE DE MINTE DE MINTE DE MINTE DE MINTE DE MINASASASASAS ----- wwwwwwwwwwwwwww.jnnoticias.jnnoticias.jnnoticias.jnnoticias.jnnoticias.com.com.com.com.com MONTES CLAROS-MG - SEXTA-FEIRA, 24 DE ABRIL DE 2015 - ANO XXVI - Nº 6.892 - R$ 1,40 PROPINOBRAS PROPINAS DE R$ 100 MILHÕES OpresidentedaSe- tal Engenharia e ex- conselheiro da Toyo Setal,AugustoMendon- çaNeto,afirmouontem (23),durantedepoimen- tonaCPIdaPetrobras, que,noperíodoemque manteve contratos com a estatal, repassou mais de R$ 70 milhõesaoex-diretordeServiços,RenatoDuque,ecercade R$30milhõesparaPauloRobertoCosta,quecomandavaa DiretoriadeAbastecimento. “Paraodinheirosairdenossascontasechegaràscontas indicadaspelaDiretoriadeServiços,precisavadeumaforma contábil”,explicouoempresário.Segundoele,foramindica- das quatro ou cinco empresas que seriam usadas para os repasses,alémdosrecursossolicitadosparadoaçãoaoPT oufirmadospormeiodecontratoscomagráficaresponsável pelapublicidadedopartido. EMPREGO VOLTA A CRESCER Depoisdetrês mesesconsecuti- vos em queda, a geração de em- pregosformaisno Paísvoltouacres- cer em março, com a criação de 19.282 postos de trabalho formal.Odadorepresentacrescimentode0,05%emrelação aomêsanterior,quandohaviasidoregistradofechamentode 2.415vagas.OsdadosdoCadastroGeraldeEmpregadose Desempregados (Caged) foram divulgado ontem (23) pelo MinistériodoTrabalhoeEmprego.Noacumuladodoano,o resultadoficounegativo(-0,12%)comquedade50.354. FIES GANHA NOVO PRAZO O Ministério da Educação (MEC) prorrogou para 29 de maiooprazoparaosaditamentosdoprimeirosemestrede 2015 do Fundo de Fi- nanciamentoEstudan- til (Fies). O prazo para as renovações termi- narianodia30deabril. Para a adesão de no- voscontratos,noentanto,oprazofoimantidonodia30.Se- gundo a pasta, o MEC tomou essa decisão, em conjunto com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE),"paradarmaissegurançaetranquilidadeaosestu- dantesqueaindabuscamaditarseuscontratosnosistema”. DÓLAR ABAIXO DE R$ 3 O dólar fechou em queda pelo terceiro pregão seguido nestaquinta-feira(23),terminandoasessãoabaixodeR$3 depois de quase 2 meses sendo negociado acima deste piso.Amoedanorte-americanarecuou0,89%,cotadaaR$ 2,9816navenda.Aúltimavezqueodólartinhafechadoabai- xo dos R$ 3 foi em 4 de março (R$ 2,9807). Na noite da véspera,aPetrobrasdivulgouobalançoauditadode2014, mostrandoprejuízodeR$21,6bilhões,afetadoporperdasde R$ 6,2 bilhões por corrupção e queda em mais de R$ 44 bilhõesnovalordeseusativos. Diemerson Gonçalves da Silva (19 anos) entrou para as estatísticas como 28ªvítimadehomicídiosem Montes Claros neste ano, commédiade7mortesvio- lentasmensais,faltandoain- daumasemanaparafindarabril.Ojovemjáhaviaescapadode umatentadopelamanhã,masporvoltadas21horasdequarta- feira(22/4)eleacabousendoexecutadoquandoestavanaRua QuincasSouto,naVilaAtlântida. Trêspistoleirossilenciaramorapazatiros.Entreossuspei- tos,umhomemde63anosconhecidocomoPapaiNoel.Com maisestecrime,subiupara9onúmerodehomicídiosemMon- tesClarosnesteabrilvermelho,chegandoaototalde28mortes no ano, um aterrorizante aumento de 47,37% em relação ao mesmo período do ano passado, quando 19 pessoas foram assassinadas.PÁGINA11 ABRIL SANGRENTO Homicídiostêmaumentode47,37% Jovemescapadamortepelamanhã,masacabasendoassassinadoànoiteportrêshomens TabeladoSUSdevepararnaJustiça AComissãodeSaúdeda Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) pre- tende sugerir ao Ministério Público Federal (MPF) que entre com ação na Justiça para forçar o governo fede- ralareajustaratabeladoSis- temaÚnicodeSaúde(SUS). Alémdisso,pretendeviabili- zar empréstimos junto ao BDMG a juros baixos, para que os hospitais saiam do sufocofinanceiroemquese encontram,hojepagandoju- rosde20%nosfinanciamen- tos,oqueoslevaaoriscode fechamento. As propostas foram de- fendidasnaaudiênciapúbli- ca realizada na tarde dessa quinta-feira(23/4),noPlená- rio da Câmara Municipal de Montes Claros. Presidente da Comissão, o deputado Arlen Santiago (PTB) apre- sentou uma síntese do tra- balhodesenvolvido,emque constata que a situação da saúde pública é das mais complicadas, com risco de tornar-secrítica,casomedi- da urgentes não sejam pro- videnciadas. PÁGINA 3 Cidade Administrativa pode gerareconomiadeR$3,7mi AviabilizaçãodaCidade Administrativapoderágerar uma economia de R$ 3,7 milhões anuais para a Pre- feitura de Montes Claros, uma vez que pretende cen- tralizar todas as atividades em um só local. É o que foi divulgado por representan- tes da municipalidade, na manhã dessa quinta-feira (23), na Câmara Municipal, durante audiência pública para discutir a proposta de aquisiçãodeterrenoetrans- ferênciadasedeadministra- tiva para o imóvel onde fun- cionavaaCoteminas. AssimcomoUberlândia, Uberaba e Betim, onde os serviços da administração pública se concentram num único local, Montes Claros poderáterasuaCidadeAd- ministrativa,casooLegislati- vo aprove, na próxima ter- ça-feira(28),oProjetodeLei autorizando o Executivo a adquiriroimóvel,novalorde R$ 48 milhões. PÁGINA 3 IMAGEM da audiência pública para debater sobre a Cidade Administrativa QUADRILHADETONA CAIXASELETRÔNICOS EROUBADINHEIRO EMCAPITÃOENÉAS PÁGINA11 DIVULGAÇÃO PM Programa Água Doce terá Capacitação em M. Claros Coordenado pelo Minis- tério do Meio Ambiente, o Programa Água Doce (PAD) terá oficina de capacitação em Montes Claros, nos pró- ximos dias 28, 29 e 30. Inte- grante do conjunto de ações do Plano Brasil sem Misé- ria, ele tem como objetivo estabelecer política perma- nente de acesso à água de qualidade para o consumo Comércio otimista com vendas do Dia das Mães OSindicatodoComércio Varejista de Montes Claros (Sindcomércio) trabalha comaexpectativadequeas vendasreferentesaoDiadas Mães apresentem um cres- cimento de até 5% em rela- ção ao ano passado. Esta é a segunda melhor data em termos de vendas. Presidente da entidade, Glenn Andrade acha que mesmo diante de um cená- rio de retração nas vendas, endividamentodoconsumi- dor e insegurança quanto à estabilidade econômica, as pessoas não deixarão de consumir, de presentear as mães. PÁGINA 4 humano, por meio do apro- veitamento sustentável de águas subterrâneas. Em Montes Claros, a capacitaçãoreuniráprefeitos dos 85 municípios do semi- árido, além de secretários municipais, técnicos e con- sultores em saneamento e representantes das comuni- dades atendidas pelo Água Doce. PÁGINA 7 PROGRAMA viabiliza água potável no semiárido DIVULGAÇÃO MMA PANORAMA da mesa de trabalho da Comissão de Saúde da ALMG instalada ontem na Câmara Municipal de Montes Claros WILSON MEDEIROS ARTHUR JÚNIOR
  2. 2. ResponsabilidadeFiscal,atravésdas já famosas “pedaladas” no ano de 2014.Emqualquerpaísminimamente sério,o governoestaria dando satisfa- ções à socieda- de e ao Parlamento. Mas o Planalto, em vez de se explicar, negaceia.Cria umacortinade fumaçaaorepetiracansativa cantilena de que é mais uma conspira- ção da oposição. Não estamos diante de um fato isolado. A irresponsabilidade - fiscal e gerencial - tem sido uma constante na gestãoDilma.Játivemosvárioslances de “contabilidade criativa” e se o Congresso não alterasse, na bacia das almas e por estímulo do executi- vo, a LDO de 2014, o enquadramento da presidente na lei de Responsabili- dadeFiscalseriainevitável.Mesmo com a boca torta, o governo Dilma não largou o cachimbo. Arrisca-se a pagar um preço alto pelo vício. (*) Professor e membro do Conse- lho Estadual de Educação (SP). Lecionou na Escola Politécnica da USP e no Colégio Bandeirantes e foi secretário-adjunto de Educação do Governo do Estado de São Paulo Asmatériaspublicadas são de responsabilidades dos editores, conforme o artigo 28, Inciso 1 da Lei 5. 250/67. Os artigos assinados não expressam, necessariamente, a opinião do jornal e são de responsabilidades de seus autores. Geral: (38) 3213-3761 Redação - (38) 3221-1404 Comercial - 3221-1090 / 3213-3761 Site: www.jnnoticias.com EDITOR: GEORGE NANDE JN Artes Gráficas Ltda - ADI - Associação dos Diários do Interior Email: comercialjn@yahoo.com.br / redacaojn@hotmail.com Telefone s: (38) 3221-8516 - Assinatura: 3222-2731 FAX - (038) 3221.4592 Assinaturas Trimestral: (primeira parcela em 15 dias). 01 entrada + 01 parcela de R$ 51,00 (total R$ 102,00). Ou à vista R$ 95,00 (pagamento em até 15 dias). Assinatura Semestral: (primeira parcela em 15 dias). 01 entrada + 03 parcelas de R$ 45,00 (total de R$ 180,00). Ou 01 entrada + 4 parcelas de R$ 36,00 (total R$ 180,00). Ou à vista R$ 159,00 (pagamento em até 15 dias). Assinatura Anual: (primeira parcela em 15 dias). 01 entrada + 03 parcelas de R$ 86,25 (total de R$ 345,00). Ou 01 entrada + 4 parcelas de R$ 69,00 (total R$ 345,00). Ou à vista R$ 307,00 (pagamento em até 15 dias). 24DEABRIL 1880–Emrelatórioqueodr.GracillianoAristidesdoPradoPimentalapresenta,aopassar aadministraçãodaProvínciadeMinasGeraisao2ºVice-Presidente,cônegoJoaquimJosé deSant’Anna,constaoseguinte: “Escolas Normais “Funcionamregularmente,ecomproveito,paraoensinopúblico,asEscolasNormaisde Ouro Preto, Campanha, Diamantina e Montes Claros, faltando ser instalada, o que se realizarábrevemente,adeParacatu”. 1913 –NasceemErvália,Minas,JoséComissárioFontes,filhodeAugustoLourenço ComissárioedonaZulmiraQueirogaFontes.Apósserviajantecomercialde1936a1941, exerceuosseguintescargos:TesoureirodaAssociaçãoComercialdeMontesClaros,Presi- dentedoSindicatoVarejista,Diretor-TesoureirodaCompanhiaTelefônicadeMontesClaros, 1ºVice-PresidentedaAssociaçãoComercial,PresidentedoRotaryClubedeMontesClaros, DiretordaCompanhiaTelefônicaparaoperíodode1960a1962,ProvedordaSantaCasa NossaSenhoradasMercêsdeMontesClaros,de1960a1962,eDiretor-Superintendenteda CAEMC.ÉcomerciantenacidadedeMontesClaros,desde1942. -Nasce,emMontesClaros,odr.WaldyrBessonedeOliveiraAndrade,filhododr.José BessonedeOliveiraAndradeedonaMariaFróisdeOliveiraAndrade.Fezocursoprimário emsuacidadenatal,noGrupoEscolarGonçalvesChaves,osecundárionoInstitutoGram- bery,deJuizdeFora,diplomando-sepelaFaculdadedeDireitodeBeloHorizonteem1941. Temexercidoasprofissõesdeadvogadoefazendeiro. 1935–Pelodecreton.º25,oGovernadordoEstadodeMinasGeraisautorizaoPrefeito MunicipaldeMontesClarosacelebrarocontratodeconcessão,porcincoanos,doprivilégio paraexploraçãodoServiçoFuneráriodacidade,comAntônioFábioLeão. 1937–A“GazetadoNorte”destadatanoticiaquefoiinaugurada,emMontesClaros,no prédio n. º 116, da rua Simeão Ribeiro, esquina com a atual rua Governador Valadares, a agência do Banco Mineiro do Café, que seria o futuro Banco Mineiro da Produção, tendo comoseuprimeiroagente,nestadata,oSr.BenevenutodeSousa. 1942–Pelodecreton.º63,oPrefeitoMunicipaldeMontesClarosregulasobreohorário de venda de gasolina na cidade. Foram nomeados para a comissão de racionamento do produtoJairOliveira,ChrispimFelicíssimo,AristidesMaiaeArmênioGraça. HUBERT ALQUÉRES (*) Custou muito ao país a conquista de um sistema nacional de controle dascontaspúblicas,comummínimo decredibilidade.Saímosdoregime militarcomumaherançamaldita:a enormebagunçanascontas.Naquele períodochegamosatertrêsorçamen- tos, o fiscal, o monetário e o das estatais.E,pasmem,gastosdo governoquenãoentravamem nenhumacontabilidadeeramchama- dosdeOperaçõesExtraorçamentoe OperaçõesSem Limitede Orçamento. Se o governo quisesse realizaruma grande obra ou umnovo programa,eraa coisamaisfácil do mundo. Bastava rubricar“recursosadefinir”.Existia ainda outro monstrengo, a conta- movimento.Eraumacontaconjunta do Banco do Brasil e do Banco Central através da qual se financiava a gastança pública e de setores priva- dosacostumadosamamarnastetas do Estado. Comaredemocratização,passoa passo as contas foram sendo reorga- Dilmaeairresponsabilidadefiscal nizadas e modernizadas; uma obra de váriosgovernos.Deu-secredibilidade e substância ao Orçamento da União e a LDO, criou-se a Secretaria do Tesouro e foi enterrada a famigeradaconta- movimento do Banco do Brasil,assimcomose impôs disciplina ou foramprivatizadosa maioriadosbancos estaduais. Ocoroamentodesse processoveio com a Lei da Responsabili- dadeFiscal que, ao lado de outros funda- mentos- superávit primárioemeta inflacionária -, foiessencial para a estabili- zação da economia.Poisbem,essaengenharia vemsendodesconstruídanosseis últimosanos,particularmenteno primeiromandatodapresidenteDilma Rousseff. Em seu lugar, surgiu a irresponsabilidade fiscal, a falta de credibilidade das contas públicas. ParecerunânimedoTribunalde Contas da União informou a nação que o governo infringiu a Lei da JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASMONTES CLAROS, SEXTA-FEIRA, 24 DE ABRIL DE 20152 -2 -2 -2 -2 - OPINIÃOOPINIÃOOPINIÃOOPINIÃOOPINIÃO GIZ-“Oestadonãopodeserausente. Deveaplicarinvestimentomaciçoemedu- cação,investirnoprofessorparaqueesse profissionalcumpraplenamenteafunção quelhecabe,manterescolasdeexcelên- cia.Vaiseraeducaçãoquemudaráesse país,fomentandooconceitodecidadão, mantendovaloreséticosemoraisquedig- nifiquemoserhumano.”Adeclaraçãoé do delegado Marcelo Eduardo Freitas, chefedaDelegaciadePolíciaFederalno NortedeMinas.Aoafirmarqueacorrup- çãopraticadapelogestorpúblicoouem- presáriotambémocorrenoseiodasocie- dadequesaiàsruasparaprotestarcon- traacorrupção,“masdeveaprendertam- bémadizernãoparaacorrupção,como exemplo de vida”. O delegado foi entre- vistadonoprogramaComandodasSete, naRádioEducadora(AM670). PESO - Conforme o delegado Marcelo EduardoFreitas,umexemplodacapilarida- dedacorrupçãonasociedadefoiaOperação Tempo de Despertar, em que cidadãos co- muns,empresários,profissionaisdesaúdee asautoridadespoliciaisseuniramnopropósi- todedesviarrecursosdosegurodeaciden- tesdeveículos.Paraele,aaçãodaPolícia Federal,queatuaemparceriacomoMinisté- rio Público, Receita Federal e Estadual em algunscasos,temefeitopedagógico,quando apontaparaasociedadeumnortenocomba- teàcorrupção;efeitoreparador,quandobus- caresgataropatrimôniopúblicodesviado,e emterceirolugarmobilizaapopulaçãopara dizer não à corrupção e aos corruptos. “O cidadãotambémtemquesabervotar,esco- lhercomconsciênciaesemsevender.” AGIR-APolíciaFederaltemváriasfren- tes de investigação em curso, “mas a hora,quando,comoissoocorreráapenas nóssabemos,”afirmouodelegadoMar- celoFreitas,completandocomum“muito anda há que fazer”. Criticou também a faltadepolíticaspúblicasadequadaspara aspopulaçõesmarginalizadaseapontou paraquehajamaiorautonomiaparaaPo- líciaFederalnosâmbitosfuncional,admi- nistrativo e financeiro, sem aumento de qualquerdespesa. LUZ-Roubaramfiosdaredeelétricano Parque Municipal Milton Prates. Um trator também,aredeeosfiosdesapareceram.O COMENTÁRIOS BENEDITO SAID - bene.said@bol.com.br local está servindo para uso e consumo dedrogas,alémdaprostituiçãoànoite.No diaPrimeirodeMaio,DiadoTrabalhador, háumafestatradicionalnaquelaárea.De- verásernabasedoblecaute. MACA-Ótimaainiciativadodepu- tado Arlen Santiago (PTB) de iniciar debatesobreasituaçãodasaúdepú- blicanoestado,especialmentenoNor- te de Minas. O caos bate na porta do setor,umdosmaisabandonadospe- los gestores. Ontem, ocorreu debate inicialnaCâmaraMunicipal,conforme proposta do deputado, que preside a ComissãodeSaúdedaAssembleiaLe- gislativa.Osistemadecogestãoéum doscaminhosapontadosparadiminuir dasdoresdessaárea,masénecessá- riofortaleceroshospitaisdemicrorre- giões, que hoje estão nas costas das prefeiturasemcrise.Hospitaisdegran- deporteestãosemrecursoseatabela doSUSéamesmahámaisdedezanos. FEIRA -Alho, batata-doce, cenoura, morangaepepinoforamosúnicosprodu- tosquesubiramdepreçoontemnaCentral deAbastecimentodoNortedeMinas.O alhosubiumais,25%,ficandoacaixade 10 quilos em R$ 100,00. A maioria dos produtos ficou com preço estável. Mas menosassim,nossacolõesdacidade,os preços ficaram mais altos para o consu- midorfinal. FOCO - O grupo Consil, de cons- truçãoeadministraçãoimobiliária,in- vestiráR$70milhõesparaerguerum outletemFeiradeSantana,asegunda maior cidade da Bahia. O empreendi- mentoficarálocalizadoaseisquilôme- trosdocentrodomunicípio,nasmar- gensdarodoviaBR-324."FeiradeSan- tana tornou-se um polo de negócios queinfluenciaumapopulaçãodequa- sedoismilhõesdepessoas",dizFabi- ano Lebram, sócio da companhia. O outletcontarácomcemlojas.Nosseus 14milm²deárea,tambémserámonta- doumparquedediversões.Aobraestá previstaparaserentregueaindaeste ano.DosR$70milhõesinvestidos,60% foramfinanciados.Ogrupochegoua sondaroNortedeMinasparaimplan- tarempreendimento. MOCSEMLEI–Oassassinatodo agentepenitenciárioWesleyFabrício Ribeiro, de 25 anos, com um tiro na cabeça,apoucosmetrosdopresídio onde trabalhava em Montes Claros, nessasegunda-feira,eaprisãodedois homensquefilmavamosepultamen- toecomemoravamamortedoprofis- sionaldasegurançasoamcomode- safiosdocrimeorganizadoaopoder público.Mortocomumtirocerteirona cabeçaquandopilotavaumamoto,o agentepenitenciárioteriasidovítima decrimepremeditadoparaintimidar todaumacategoria. TRAIÇÃO–Denadaadiantoutentar responsabilizarseusantecessores.Na entregadaMedalhadaInconfidência,nes- se21deabril,emOuroPreto,ogoverna- dorFernandoPimentel(PT-MG)foivaia- doechamadodetraidorporprofessores vinculadosàCentralÚnicadosTrabalha- dores(CUT),deconhecidaligaçãocom oPT. ENGANAÇÃO – Durante a cam- panha,noanopassado,FernandoPi- mentelprometeumelhoriassalariaise outrasvantagensagoranegadasaos professoresdaredeestadual.Polici- aiscivis,militareseagentespenitenci- áriosestãonamesmafila.Tambémpelo não cumprimento de promessas de campanha,apalavramaisleveparaa presidentepetistaDilmaRoussefftem sido“mentirosa”. MEDALHASEMVALOR–Enquantoho- menageadosemediçõesanterioresdecidiram devolverahonraria,emrejeiçãoaonivelamento comquemnãoconsiderambenfeitor,aoposi- çãonaAssembléiaLegislativadeMinasGe- raisqueranularaMedalhadaInconfidência dadanestasemanapelogovernoFernando PimentelaoagitadorJoãoPedroStédile,líder doMovimentodosTrabalhadoresSemTerra (MST),acusadodeincitardestruiçãodebens públicosecomandarinvasõesviolentas.Que essaindignaçãoacordeosdesatentosvaido- sosquevivemdividindoopatrocíniodehome- nagens,festasepublicaçõesemquesãopos- tosemigualdadecomquemnãotemmérito, só poder de compra de origem duvidosa e necessidadedeapareceraoladodosbons. RIOSAMEAÇADOS–AblogueiraDei- vaniceAzevedonãoparadedenunciarque aPrefeituradeClarodosPoçõesdespejae atéfazaterrosirregularescomlixoàsmar- gensdosriosTraíraseSãoLamberto,que separamaquelemunicípiodeMontesCla- ros.“Semcontarqueoaterrosanitáriode ClarodosPoções,elogiadopeloMinisté- rioPúblicoquandofoiconstruído,hojeé umlixão.Atélixohospitalartransportado inadequadamenteemumacarroçaédeixa- doacéuaberto”,reclamaDeivanice,que fazregistrofotográficodaquiloquedenun- cia. BARRAGENSROLANDO–Ablogueira acrescentaqueduasbarragensmalconstruí- dasanosatrás,comrecursosrepassadospela CodevasfàClarodosPoções,estãoder- retendo e só servem para assorear o RioTraíras.“Pequenosprodutoresque dependem do rio estão ficando sem água”,acrescenta.“Meusonhoéqueo MinistérioPúblicodoMeioAmbientee outrosórgãosdeproteçãoambientalfa- çamvistoriasali,antesqueoriomorra”. ROMPIMENTOEMPIRAPORA– Novasdemissõesdealiadosdoex- prefeitoWamillonBraga(DEM)sela- ram o rompimento do prefeito Léo Silveira(PSB)comseuantecessore avalista político. Léo Silveira ainda levouparaaadministração,ouabriu vagasnaCâmaraMunicipalparaan- tigosadversáriosdogrupoqueven- ceuastrêsúltimaseleiçõesmunici- paisemPirapora.Fala-seemaproxi- maçãoatécomosirmãosGroselhae IndalécioGarcia,doPSDB.Porsua vez,os“excluídos”ensaiamapresen- taroutronomenaseleiçõesde2016. TORNADO DO CARMELO – Pra senhoraterumaidéiadadevastaçãoque doistornadosfizeramemSantaCatarina nestasemana,nãoprecisairaoSuldo País.AlimesmonoBairroCarmelo,en- treanãoconcluídaAvenidadoCórrego dasMelancias,eoBairroInterlagos,tem umcenáriodedestruiçãoeabandono. Muitomato,lixoacumuladoeruasnão asfaltadasesburacadaseintransitáveis. TEMMAIS–CriançasdoCarme- losãoobrigadasairestudarnaEsco- laMunicipalSimoneSoares,noBair- roEsplanada.Pelocaminho,ospe- quenos“brincam”desaltarburacos eatravessamumapinguelasobreo CórregodasMelancias,ondeafalta dedrenagem,asfaltoemanutenção daobrainacabadaestácarregandoo aterro e placas laterais de concreto docanalesquecidopelossucesso- resdoex-prefeitoMárioRibeirodes- de 1996. Quando chove, a pinguela escorregadiasemcorrimãoficaintran- sitáveleameninadatemque“rodear pela Lagoa do Chimarrão”, aumen- tandoadistânciaentresuascasasea escola. PARÓDIA–Mas,comodiriaosan- foneiroZettiMeloRego,quemmexecom meninosaimijado.AmolecadadoCar- melofezumaparódiadoforró“Issoaqui tá muito bom”, de Nando do Cordel e Dominguinhos.Quandoalguémcainos buracos,elescantamafinadinhos:“Olhe issoaquitamuitoruim/Issoaquitaruim demais/Olhaquemtaforapracair/Que quemtadentronãosai”. SOBRE A NOTÍCIA JOÃO BRAGA JÚNIOR - jbjr@bol.com.br BARRAGENS mal feitas e sem manutenção derretem, viram lama e estão matando o Rio Traíras, em Claro dos Poções “Não estamos diante de um fato isolado. A irresponsabilidade - fiscal e gerencial - tem sido uma constante na gestão Dilma”.
  3. 3. JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIAS MONTES CLAROS, SEXTA-FEIRA, 24 DE ABRIL DE 2015 POLÍTICA - 3POLÍTICA - 3POLÍTICA - 3POLÍTICA - 3POLÍTICA - 3 A aquisição de prédio da antiga fábrica da Coteminas, na Avenida MagalhãesPinto,porR$48milhões, para instalar a nova sede adminis- trativa do Município, foi discutida em audiência pública na manhã dessa quinta-feira,noPlenáriodasedepró- pria da Câmara Municipal e divide opiniões. Embora o negócio esteja concretizado entre as partes, há ne- cessidade de o Legislativo aprovar projeto que autoriza o Executivo a oficializá-lo. O projeto deve constar dapautadareuniãoordináriadapró- ximaterça-feira,compedidoderegi- medeurgência,combaseemdispo- sitivo da Lei Orgânica Municipal (LOM). Autor do requerimento que origi- nou a audiência, o vereadorAntônio Silveira, do PTN, espera que não seja votado logo, para permitir o de- bate com mais profundidade, com outrossetoresdasociedade.Elenão sedeuporsatisfeitocomestaprimei- radiscussão,emfunçãodaausência de vereadores, que participam de CongressoemBrasília-DFesinaliza que pretende estendê-la. Contudo, a previsão é de que seja votado na próxima reunião, com perspectivas OprefeitoRuyMuniz,doPRB,dei- xouclaroqueamudançadasedead- ministrativaéindispensávelparame- lhoraraprestaçãodeserviçosàpopu- lação.Equefoiumdoscompromissos de campanha que pretende cumprir, semquehajaprejuízodeoutrosproje- tosquebeneficiamapopulação.Além deBeloHorizonte,elecitououtrasci- dadesqueimplantaramaCidadeAd- ministrativa com sucesso, casos de UberlândiaeUberaba.EMontesCla- ros,comopoloregionalnãopodefugir àregra,porqueoprédioemquefunci- onaaolongodosanos,nãoofereceas devidas condições. Lemba que nele será montado o Centro de Especiali- dadesMédicas,paramelhorarapres- taçãodeserviçosdesaúde. Duranteaaudiênciapúblicaficou constatado, mais uma vez, que a proposta de transferência da sede administrativa para o antigo prédio dafábricadaCoteminasenfrentare- sistência da bancada de oposição e recebe apoio da base de sustenta- ção da administração municipal. Quemprimeiroexternouposiçãocon- trária, por não considerá-lo priorida- de, foi o vereador Antônio Silveira, do PTN, autor do requerimento que originou a audiência. Para ele, a pri- oridade é concluir obras físicas que vão beneficiar diretamente e melho- rar a qualidade de vida da popula- ção. Para o vereador Raimundo do INSS,doPDT,oprojetoéimportante e deve ser viabilizado, como forma de dar mais conforto aos servidores eàpopulação,comotambémdeva- lorizar os imóveis na região. O vere- ador Edmílson Magalhães, do PP, retroagiunotempoparalembrarque o visionário ex-prefeito Toninho Re- bello recebeu críticas na época em decidiu construir oTerminal Rodovi- Depois de promover audiênci- as públicas nas regiões do Estado e constatar a gravidade da situa- ção da saúde, a Comissão de Saú- de daAssembleia Legislativa de Mi- nas Gerais pretende sugerir ao Mi- nistério Público Federal que entre com ação na Justiça para forçar o governo federal a reajustar a tabe- la do SUS. Além disso, quer viabi- lizar empréstimos junto ao BDMG a juros baixos, para que os hospitais saiam do sufoco financeiro em que se encontram, hoje pagando juros de 20% nos financiamentos, o que os leva ao risco de fechamento. Es- tas foram algumas propostas defen- didas na audiência pública da Co- missão, realizada na tarde dessa quinta-feira, no Plenário da sede própria da Câmara Municipal de Montes Claros, com a participação da deputada federal Raquel Mu- niz, do PSC, do prefeito Ruy Mu- niz, do PRB, além de prefeitos, se- cretários de saúde e vereadores de municípios da região. Ao abrir a reunião, o deputado Arlen Santiago, do PTB, presidente daComissão,apresentouumasínte- se do trabalho desenvolvido até o momento,emqueconstataqueasi- tuação da saúde pública é das mais complicadas, com risco de tornar-se crítica,casomedidaurgentesnãose- jamtomadasparaamenizá-la.Opar- lamentar repetiu que registra-se um TTTTTaaaaabela do SUSbela do SUSbela do SUSbela do SUSbela do SUS ComissãovaisugeriraçãojudicialaoMPF viços à população. “A União se mostra omissa, valoriza outro seto- res e deixa de lado a saúde públi- ca, que deve priorizar”, desabafa o pedetista, ao lamentar o fato de que as pessoas simples recorrem aos postos de saúde para mendi- gar os serviços. Ao londo de cinco mandatos consecutivos e iniciando o cumprimento do sexto, o parla- mentar lembra que sempre cobra do governo do Estado, indepen- apagão no setor no País, em função daresistênciadogovernofederalem liberar mais recursos para o financi- amento.Dissequeasprojeçõespara ofuturonãosãonadaanimadoras,a partir do momento em que o Con- gresso Nacional aprovou Proposta de Emenda à Constituição (PEC), prevendoinvestimentosdemenosre- cursos na saúde em 2015 em rela- ção ao aplicado ano passado. TABELA – Para Arlen Santia- go, não se pode perder o foco da tabela do SUS, que sem qualquer reajuste ao longo dos anos, está totalmente defasada. Por ela, paga- se valores irrisórios pelos procedi- mentos, prejudicando hospitais e os profissionais. De acordo com o de- putado, a Comissão pretende se reunir com o Ministério Público Fe- deral para sugerir que proponha ação judicial com a finalidade de obrigar o governo federal a rea- justar a tabela, em pelo menos cem por cento. Embora, afirma, esta ma- joração não seja tão expressiva, tomando por base o tempo em que está defasada, serviria para ame- nizar o quadro. Vice-presidente da Comissão, o deputado Carlos Pimenta, do PDT, afirmou que o setor se tornou uma vergonha nacional, devido à omis- são do governo federal, que se re- cusa em destinar mais recursos para melhorar a prestação de ser- Deputados ralizam audiências e buscam alternativas para melhorar os serviços de saúde pública em Minas ARTHUR JÚNIOR dente de quem seja o gestor, a apli- cação dos 12% na saúde como determina a Constituição. Quem paga pela omissão do governo, de acordo com Carlos Pi- menta,sãoasprefeituras,que,mes- mo com dificuldades financeiras acabam investindo mais para aten- der à população, o que não é jus- to. “As prefeituras fazem das tripas coração para atender à popula- ção”, garante.Além de exaltar o tra- balho dos gestores no tocante à aplicação dos recursos, o vice-pre- sidente da Comissão defendeu o fortalecimento dos hospitais micror- regionais como forma de desafo- gar os hospitais de Montes Claros, referência para toda a área minei- ra da Sudene. TRAUMA – Embora não seja in- tegrante da Comissão de Saúde, o deputado Gil Pereira, do PP, desta- cou o trabalho que ela vem desen- ProjetodeR$48mimovimentaaCâmara Vereadorespodemdefinirnapróximaterçaseautorizamounãoacompradoimóvel reaisdeaprovaçãopelabancadade sustentaçãodaadministraçãomuni- cipal. Representante da Coteminas, João Gustavo de Paula foi sintético aoafirmarqueadecisãosobreoem- preendimento é do Município, no to- cante à necessidade e prioridade. Segundo ele, a localização do imó- veléfavorávelàconstruçãodanova sede administrativa da Prefeitura. Além do que, a compra está sendo feita aquém do valor do mercado. Responsável pela elaboração do projeto da nova sede administrativa, o engenheiro Pedro Henrique mos- trou que o atual prédio é ideal para sediá-lo e que há necessidade ape- nasdepoucasadaptaçõesparaaten- der bem às necessidades. O prazo para a conclusão das obras, garan- te, é de apenas seis meses. Presidente da Associação dos Servidores Municipais, Luiz Ernani de Oliveira Azevedo, considera o projeto ousado e inteligente, mas aponta a necessidade de discuti-lo mais com a sociedade. Para ele, o ideal seria fazer uma pesquisa junto à população, para saber a posição oficialdamaioria.Disseterfeitopes- O público acompanhou atentamente as discussões sobre a mudança da sede administrativa NASCIMENTO SILVA quisanaPrefeituraeconstatadoque amaioriadosentrevistadosmanifes- tou-se contrária à mudança. “Quem mora nas proximidades e será mais beneficiado, é favorável”, sustenta. PresidentedoSindicatodosSer- vidores Municipais, Flávio Célio Oli- va disse que é preciso saber se a mudança é prioridade e se trará be- nefíciosconcretosàcomunidade.Ele chama atenção para o fato de que o investimento é elevado e, por este motivo, precisa ser melhor debatido com os diferentes setores da socie- dade.“Éprecisoatentarparaospos- síveis transtornos”, concluiu o sindi- calista. Na palavra aberta ao públi- co, o empresário Edílson Torquato, presidente daAssociação Comerci- al, Industrial e de Serviços (ACI) ex- ternou posição favorável ao empre- endimento,masfezquestãodedizer que a manifestação é pessoal. Já o secretáriodeArticulaçãoPolíticaeAd- ministração Regional, Farley Mene- zes, o advogado Odorico Mesquita, diretor daAmasbe e o diretor do Co- demc, Walter Abreu defenderam o projeto, apontando-o como funda- mental para o desenvolvimento de Montes Claros. volvendo, no sentido de buscar al- ternativasparamelhorarasaúdepú- blica no Estado.Para o parlamentar, o financiamento é o principal proble- ma da saúde. Ele reclamou da de- mora do governo do Estado em tirar do papel o projeto de construção do Hospital Regional do Trauma, licita- do no final do governoAlberto Pinto Coelho e com recursos de R$c 122 milhõesgarantidosnoOrçamentodo Estado para este ano. Prefeitoapontabenefíciosdasede Além de a nova sede contar com instalações adequadas ao conforto dos servidores, que poderão aten- der melhor a população, que poderá resolver seus problemas no mesmo físico,RuyMunizchamaatençãopara o fato de que o empreendimento vai contribuir de forma significativa para odesenvolvimentodaquelaparteda cidade,amaisprejudicadanestepar- ticular. O reflexo, garante, ocorrerá de imediato com a valorização dos terrenos. Segundo ele, esta valori- zação será mais acentuada com a construção do Hospital Regional do Trauma, nas proximidades, em ter- renodoadopeloMunicípio.Também será construído shopping e hotel. Oatualprédio,lembraRuyMuniz, édeapenas7.500metrosquadrados, suficienteparaabrigarquatrosecreta- riasealgunsórgãosesparsos,enquan- toasdemaispastasfuncionamempré- diosalugados,emdiferentesregiões, constituindo-seemmaisdespesaspara oExecutivo.Oprefeitoapontadeficiên- cias,comoafaltadeacessibilidade,o que prejudica, inclusive, os vereado- resValcirdaAdemoc,doPTBeRodri- go Cadeirante, do PTN. Se não bas- tasse,oantigoelevadorsempreapre- senta problemas, afirma. Para Ruy Muniz,onovoprédiocontarácomes- paçosuficienteparaatenderatodose ainda vai sobrar terreno para vender aqueminteressar,comaperspectiva defaturar,comacomercialização,re- cursosdaordemdeR$80milhões. Proposta divide opiniões ária no bairro Cidade Nova e pouco tempo depois constatou-se que ele estavacerto.Omesmo,segundoele, ocorre agora com a proposta de transferênciadasedeadministrativa da Prefeitura. Um dos mais ferrenhos oposito- res da administração municipal, o vereador Gera do Chica, do Soli- dariedade, reconhece que o pro- jeto é importante para o futuro, mas hoje não é prioridade. Segundo ele, a prioridade deveria ser oferecer saúde de qualidade, como também concluir obras reclamadas pela po- pulação. O vereador Irmão Waldi- ney, do PTN, manifestou apoio à iniciativa e seu voto favorável ao projeto que autoriza o município a concretizar o negócio. Emborareconheçaquehádiver- gência em relação à iniciativa, o ve- reador Edwan do Detran conside- rou-a importante por diversos fato- res, entre eles, o de retirar o intenso tráfego de veículos da área central, como também pela valorização dos imóveis em seu entorno. Presidente da Câmara Municipal, o vereador MarcosNem,doPSD,foienfáticoao exaltar a relevância do projeto, que será fundamental para a população ter acesso aos serviços no mesmo espaço físico. Para ele, é preciso deixaraspicuinhaspolíticasdelado, a tese do quanto pior melhor, para pensar na evolução e em projetos que agreguem valor ao povo. O vereador Eduardo Madureira, do PT, considerou a audiência im- portante para se debater o projeto, mas não o vê como prioridade. De acordocomopetista,ogovernomu- nicipal deve concentrar esforços em executar obras que atendam às re- aisnecessidadesdosmontes-claren- ses. Vice-presidente da Câmara Municipal, o vereador ProfessorAn- dré Ricardo, do PV, exaltou a impor- tância da discussão para se tomar umaposiçãomaisbalizada,masen- tende que a prioridade teria que ser educação e saúde. O vereador Oli- veira Lega, do DEM seguiu a linha de raciocínio dos colegas com o ar- gumento que a sede administrativa não deve ser prioridade.
  4. 4. JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASMONTES CLAROS, SEXTA-FEIRA, 24 DE ABRIL DE 201544444 - CIDADE- CIDADE- CIDADE- CIDADE- CIDADE ADIFLA DOS SANTOS SISILIO com 73 anos. Nasceu em 20 de Maio de 1941 em Caculé . Filiação Adinina Rosa dos Santos e Flaviano de Almeida Sisino .Faleceu no último 22 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. ARGEMIRO PEREIRA DO NASCIMENTO com 72 anos . Nasceu em 28 de Junho de 1942 em São Francisco.Filiação Belarmina Rodrigues dos Santos e José Pereira do Nascimento . Faleceu no último 10 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. GABRIELA MESSIAS MACHADO com 56 anos . Nasceu em01 de Março de 1959 em Alvação . FiliaçãoGeralda Messias Fonseca e José Soares Rêgo .Faleceu noúltimodia 17 deAbril de2015 em MontesClaros MG. JERÔNIMO GONÇALVES LIMA com 54 anos . Nasceu em 09 de Maio de 1960 em Coração de Jesus . Filiação Samancia Gonçalves de Lima .Faleceu no último dia 21 de Abril de 2015 em Montes Claros MG. JOÃO PLINIO DIAS DE SOUZA com 52 anos. Nasceu em 30 de Março de 1963 em Coração de Jesus .Filiação Maria Sebastiana Dias de Souza . Faleceu no último dia 16 de abril de 2015 em Montes Claros MG. JOÃO ROSÁRIO SANTANA com 85 anos . Nasceu em 08 de Setembro de 1929 em Coração de Jesus . Filiação Amélia Ruas de Magalhães e Ciriaco Fernandes de Santana .Faleceu no último dia16 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. JOSÉ GONÇALVES DA SILVA com 82 anos . Nasceu em19 de Março de 1933 em Francisco Sá .Filiação Juliana Gonçalves da Silva e Leopoldino Dos santos Cardoso . Faleceunoúltimo dia21 deAbril de2015 emMontes Claros-MG. JOVINO SOARES DA FONSECA com 79 anos . Nasceu em 14 de Agosto de 1935 em Mirabela .Filiação Luzia Antonia da Fonseca e Manoel Bento Soares . Faleceu no último 22 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. LEVI FERREIRA DE SOUZA com 57 anos. Nasceu em 18 de Outubro de 1957 em Montes Claros . FiliaçãoMaria Ferreira de Souza .Faleceu no último 19 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. MARA LETÍCIA ALMEIDA MENDES NEVES com 37 anos . Nasceu em 08 de Setembro de 1977 em Montes Claros .Filiação Mercês Eliana Almeida Mendes e Miguel Angelo Guimarães Mendes . Faleceu no último 22 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. MINERCINA CARDOSO DA SILVA com 68 anos . Nasceu em 15 de Setembro de 1946 em Brasilia de Minas . Filiação Domitilde cardoso da Silva e Faustino Cardoso de Moura .Faleceu no último dia 22 de Abril de 2015 em Montes Claros MG. TEREZINHA DA CRUZ SOUZA COSTA com 60 anos . Nasceu em 22 de Maio de 1954 em Taiobeiras . Filiação Jesuina da Cruz Souza e Teodoro de Souza .Faleceu no último dia 21 deAbril de 2015 em Montes Claros MG. A PUBLICAÇÃO NESTE ESPAÇO É GRATUITA. BASTA ENVIAR OS DADOS – INCLUSIVE FOTO – PARA A PORTARIA DO JORNAL DE NOTICIAS - FONTE: CARTÓRIO DE REGISTRO CIVIL 22 de Abril de 2015 OFICIAL DO REGISTRO CIVIL DIA DAS MÃES Comércioaindaestádevagarparaadata Apenas um dos shoppings tem campanha para motivar o consumidor a ir às compras; Dia das Mães pode ser à base de lembrancinha A ornamentação ainda inci- piente de vitrines no comércio de Montes Claros, nessa quin- ta-feira, não lembrava a proxi- midade de uma das principais datas comemorativas do Brasil, o Dia das Mães, festejado no segundodomingodemaio,por- tantoamenosde20dias.Asen- sação é de que este ano a data será menos calorosa, mais po- bre de presentes, o que é ruim para as mães e péssimo para o comércio. A situação reflete a retração dasvendasnovarejo,motivada pelo aperto no cinto do consu- midor,inseguroquantoaorumo da economia e do emprego. Isso tem sido notado no dia a dia da atividade comercial e foi sentido com dissabor em outra data bastante apreciada pelo comércio, a Páscoa, que não rendeuosfrutosesperados.Daí o certo desânimo de muitos lo- jistas, que em anos anteriores já estavam em francos prepa- rativos para a data. Os indicadores são de que o Dia das Mães este ano se li- mite às lembrancinhas, com o valor médio do presente não passando de R$ 100,00. 5%MAIS Contudo, o Sindicato do Co- mércioVarejistadeMontesCla- ros (Sindcomércio) trabalha com a expectativa de que as vendas apresentem um cresci- mento de até 5% em relação ao ano passado, levando em consideração que o Dia das Mães é a segunda melhor data em termos de vendas para o comércio varejista. Glenn Andrade, presidente da entidade, acha que mesmo diante de um cenário de retra- ção nas vendas, endividamen- to do consumidor e inseguran- ça quanto à estabilidade eco- nômica, as pessoas não deixa- rão de consumir, de presentear as mães. A data tem um forte apelo emocional, o que leva pais e filhos às compras com a intenção de demonstrar amor, carinho e atenção às mães. Porém, ele alerta que este ano os consumidores estão mais exigentes e cautelosos quanto ao valor dos produtos e também mais dispostos a ne- gociar descontos, além de si- nalizarem a preferência por itens mais em conta. Levantamentos do Sindco- mércio indicam que não há uma grande variação de um ano para outro: os produtos mais procurados este ano de- verão ser os mesmos do ano passado - confecções, calça- dos, perfumaria, cosméticos e flores, havendo ainda grande movimentação nos restauran- tes, bares e salões de beleza e estética. Em 2014, esses seg- mentos apresentaram uma ex- pansão nas vendas em torno de 10% a 12%. MAIS ATENÇÃO Andrade destaca que é im- portante o empresário estar mais atento às oportunidades geradas pelo Dia das Mães, principalmente neste momen- to de crise. É preciso disponibi- lizar um atendimento diferenci- ado,oferecervariedadesdepro- dutos e preços, focar nas novi- dadesedardescontosnascom- prasàvista.Issopodefazeradi- ferença para um bom fatura- mento. “A ornamentação de vi- trines e investimentos em publi- cidadegeralmentesãoaçõesde sucesso na busca pelo cliente. Manter a equipe de colaborado- res da loja otimista e proativa nesta data é outro fator que cer- tamente garantirá boas vendas e fidelização dos clientes”, dis- se Glenn. SHOPPING O Montes Claros Shopping, que inicia nesta sexta-feira sua tradicional Campanha do Dia das Mães, repetirá a fórmula de sortearumfelizconsumidorpara motivar as vendas. Este ano, a cada R$ 200,00 em compras o cliente ganhará um bilhete para participar da promoção que sor- teará um cartão viagem da em- presa CVC, no valor de R$ 10 mil, que poderá ser gasto em vi- agens para qualquer lugar do mundo. Há outras premiações: o cli- entequeprocuraropontodetro- ca, além do bilhete para partici- par do sorteio da viagem rece- berá uma raspadinha que vai premiar, diariamente, um sortu- do ou uma sortuda com uma jóia. O sorteio da viagem aconte- cerá no dia 10 de maio, Dia das Mães. REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ESTADO DE MINAS GERAISMARIA DE LOURDES CHAVES Oficial do Registro Civil Faz saber que pretendem casar-se: 16433 - WESLEY RODRIGUES CARDOSO, solteiro, maior, FARMACÊUTICO, natural de Montes Claros-MG, residência RUA MELO VIANA. N°439, Montes Claros-MG,filho de ANTONIO EUSTAQUIO CARDOSO DE ALMEIDA e IVO- NILDE RODRIGUES E CARDOSO; e LILIAN MARTINS BOTELHO, solteira, maior,AUXILIARADMINISTRATIVO, natural de Montes Claros-MG, residência RUA JOÃO REBELO,N°312, Montes Claros-MG, filha de GERALDO BOTE- LHO RODRIGUES e MARIA HELENICE MARTINS BOTELHO; 16434 - WASHINGTON NUNES DOS SANTOS, divorciado, maior, POLICIAL CIVIL, natural de MONTES CLAROS-MG, residência RUA "E'',N0114,89, Mon- tes Claros-MG,filho de ULISSES RIBEIRO DOS SANTOS e TEREZA NUNES DOS SANTOS; e ALBERTINA RIBEIRO DA CRUZ, divorciada, maior. PRO- FESSORA, natural de ESPINOSA-MG, residência RUA "E",N°114,89, Montes Claros-MG, filha de JUVENAL RIBEIRO DA CRUZ e RAIMUNDA ROSA EVANGELISTA DA CRUZ; 16435 - JOSÉ OSMANI RODRIGUES DA SILVA, solteiro, maior, VIGILANTE DE CARRO FORTE, natural de MONTES CLAROS-MG, residência RUA MAR- COS RIBEIRO, N° 396, Montes Claros-MG, filho de JERONIMO RODRI- GUES CORDEIRO e MARCIANA PEREIRA DA SILVA; e MARIA DE FÁTIMA MENDES SANTOS, solteira, maior. DOMÉSTICA, natural de MONTES CLA- ROS-MG, residência RUA MARCOS RIBEIRO, N° 396, Montes Claros-MG, filha de CICERO ANTONIO DOS SANTOS e ANA MARIA MENDES DE OLIVEIRA; 16436 - SERGIO FELICIANO FERREIRA, divorciado, maior, REPRESENTAN- TE, natural de MONTES CLAROS-MG. residência R. HERCULANO MIRAN- DA, 57t, Montes Claros-MG, filho de HERMINO FELICIANO FERREIRA e LUCIENE DOS SANTOS SOUZA; e JÉSSIKA CRISTINA PEREIRA GO- MES, solteira, maior, MANICURE, natural de TAIOBEIRAS-MG, residência R. HERCULANO MIRANDA, 571, Montes Claros-MG, filha de JOSÉ GOMES e MARIA NEUSA PEREIRA GOMES; 16437 - MICHAEL FERNANDO DA SILVA, solteiro, maior, VENDEDOR, natural de ARAPIRACA-AL, residência AV. TRINTA E UM, 1134, Montes Claros-MG, filho de GIVALDO JOSÉ DA SILVA e CICERA QUITERIA DA SILVA; e NÚBIA MARCIA PEREIRA DA SILVA, solteira, maior, DIARISTA, natural de PORTO CALVO-AL, residência R.DEZOITO "A", 22, Montes Claros-MG, filha de CICE- RO PEREIRA DOS SANTOS e ANTONIA MARIA DA SILVA; 16438 - JACKSON THIAGO NUNES DOS SANTOS, solteiro, maior, AUX. DE SERVIÇOS GERAIS, natural de MONTES CLAROS-MG, residência R.GUANABARA. 1184, Montes Claros-MG, filho de AUTO DOS SANTOS GERMANO e MÁRCIA FERREIRA NUNES; e JACKELANE CARDOSO DE LIMA, solteira, maior, SECRETARIO, natural de MONTES CLAROS-MG, resi- dência R. C, 149, Montes Claros-MG, filha de CARMELITO CARDOSO DE SÁ e LUCILIA BEZERRA DE LIMA SÁ; Apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei. Lavra o presente para ser afixado em cartório e publicado pela imprensa. Montes Claros, 23 de abril de 2015 OFICIAL DO REGISTRO CIVIL Engana-se quem pensa que as donas de casa têm uma vida monótona e sossegada, por passarem o dia inteiro em casa. Dei- xar todos os aspectos do lar organizados, cuidar dos filhos, fazer as refeições, levar e trazer os filhos na escola dá mais trabalho do que algumas outras funções exercidas pelos assalariados. Contudo, mesmo trabalhando muito e sem direito a alguns be- nefícios, como por exemplo, a carteira assinada, é possível pagar o INSS e garantir um rendimento por mês. De acordo com a advogada Ligia Pascote, da ASBAP – Associa- ção Brasileira de Benefícios aos Aposentados, Pensionistas e Ser- vidores Públicos, as donas de casa precisam procurar a agência da Previdência, fazer o cadastramento para recolher como faculta- tivo e pagar mensalmente as contribuições no banco ou casas lotéricas. “A dona de casa só terá direito a aposentadoria por idade, tendo a mulher 60 anos, e contabilizado pelo menos 180 contribuições, ou seja, 15 anos, quando tiver completado a idade e com o carne provando as contribuições” disse Pascote. Outro quesito que gera bastante polêmica é o melhor momento para dar início às contribuições. “A idade mínima é de 18 anos para começar a contribuir e 60 para se aposentar. Uma boa idade é a partir dos 45 anos, pois aos 60 terá contribuído com o tempo exigi- do de 15 anos” afirmou. BPC Contudo, apesar do grande avanço para as mulheres que se dedicam ao lar, ainda ocorre de muitas não conseguirem levantar o valor para pagar mensalmente a previdência. Entretanto, ainda há uma alternativa. “As mais carentes podem ao completar 65 anos de idade pleitear o Beneficio de Prestação Continuada para idosos carentes. Neste caso, mesmo não tendo pagado qualquer valor a previdência por ser um beneficio social comprovando a carência é possível receber um salário mínimo mensal” finalizou. A ASBAP encontra-se a disposição das donas de casa que se encontram nessa situação para prestar mais esclarecimentos. Não deixe de entrar em contato. Acesse: www.asbap.org.br Donasdecasatambém podemseaposentar APESAR do ano difícil para o varejo, Sindcomércio prevê aumento de até 5% nas vendas em relação ao ano passado REPRODUÇÃO
  5. 5. JORNAL DE NOTÍCIAS MONTES CLAROS, SEXTA-FEIRA, 24 DE ABRIL DE 2015 CIDADE - 5 “Só existem duas formas de viver a vida. A primeira é pensando que o milagre não existe; a outra é pensando que tudo é milagre”. (Albert Einstein) O que é morte? O que é vida? Estes temas nos trazem questionamentos complexos que nos levam as várias fragili- dadeshumanasnassuasdiver- sas formas de encarar e lidar E quando a morte bater em sua porta? FERNANDA CAVALCANTI com sua finitude. É a tal história: “Para morrer basta estar vivo!” Omedodeenfrentaramorteea maneiracomoelachegaráéusado como motivos para que as pesso- as passem pela vida sem se pre- parar para o seu dia final. Para al- gumas pessoas, falar em morte é proibido, quase nunca expressam suas vontades sobre funeral, doa- ção de órgãos, cremação, etc. Quandoosfilhos,porvoltados7 anos, fazem perguntas a respeito da morte, sobre a origem da vida e aexistênciaounãodeDeus,temos muito pouco a responder. E este pouco ainda não é novo. Todavia, não somos preparados e acostu- madosalidarcomessasquestões no nosso dia a dia. Como dizia o poeta, “ela chega para todo mundo, só que ninguém querirnafrente”. Vivenciaroluto,asaudade,ador que pensamos nunca amenizar é umprocessodifíciledesafiador,pois não tem como falar da morte sem nosreferirmosàvida,nosentidode refletirmos sobre a forma como estamosvivendo. Paraalgumaspessoasénesse momentodaperdaquesedepara- ram,pelaprimeiravez,questionan- do sobre o sentido da sua vida: como estão vivenciando as alegri- as e tristezas, o que falta para pre- encher esse vazio que habita no peito,qualovalorqueaspessoase osrelacionamentostêmemseudia adia,dentreoutros. Quando a vida já não tem mais sentindo e acaba todo o sabor, desacelerando o ritmo, ao perder um ente querido, a religião pode surgir como uma tentativa de metamorfosear a natureza e dar espaço as suas vontades em bus- ca de novos horizontes.Assim, ela vemcumprirumpapelimportantís- sima relacionada aos rituais de passagem, como por exemplo ovelório,amissadesétimodia, etc. Sendoassim,éumadasex- periênciasquenospermitepas- sarporinúmerosdesafiosdolo- rososqueprecisamseradapta- dos com nossa realidade. Encarar com naturalidade a morte,queénossaúnicacerte- za,podeserumaformadeapro- veitar melhor a vida, uma vez quefazpartedodesenvolvimen- tohumanoenosperseguecom suas marcas em qualquer ciclo vital. Portanto, cada experiência deperdaéúnica.Eénessesen- tidoqueofilósofoMartinHeidgger dizia que, ‘para a pessoa se apropriar plenamente de sua existência,énecessárioantesse apropriar de sua morte, porque essa é uma possibilidade pre- sente em nossa vida o tempo todo.’ E você, qual foi seu primeiro contatocomamorte? Oqueelasignificaparavocê? (*) Psicoterapeuta em Montes Claros - Atende Indi- vidual, Casal e Família www.fernandapsi.com.br COMPANHIA TECIDOS SANTANENSE CNPJ nº 21.255.567/0001-89 - NIRE n° 3130004221-9 Companhia Aberta ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA COMPA- NHIA TECIDOS SANTANENSE, REALIZADA NO DIA 15 DE ABRIL DE 2015, LAVRADA EM FORMA DE SUMÁRIO. Data: 15 de abril de 2015. Local e Hora: RuaAimorés, n° 981 - 2° andar, Bairro Funcionários, em Belo Horizonte-MG, às 10:00(dez)horas.Presença:AtotalidadedosmembrosdoConselhodeAdministra- ção. Mesa: Presidente, Josué Christiano Gomes da Silva, e Secretário, Adelmo PércopeGonçalves.OrdemdoDia:-AcontrataçãodeAdiantamentodeContratode Câmbio-ACC, junto ao Banco Santander (Brasil) S.A.. Deliberações: Por unanimi- dadedosmembrosdoConselhodeAdministraçãopresentes,foiaprovadoacontra- taçãodeAdiantamentodeContratodeCâmbio-ACC,atéolimitedeR$15.000.000,00 (quinze milhões de reais), junto ao Banco Santander (Brasil) S.A., CNPJ/MF nº 90.400.888/0001-42.Encerramento: Nadamaishavendoasertratado,foiencerrada areuniãodaqualfoi lavradaapresenteata,quelidaeachadaconforme,foiaprovada e assinada por todos os conselheiros presentes. Belo Horizonte-MG, 15 de abril de 2015.Assinaturas:JosuéChristianoGomesdaSilva,PresidentedaMesaeAdelmo Pércope Gonçalves, Secretário. Membros do Conselho: Josué Christiano Gomes da Silva, Presidente;Adelmo Pércope Gonçalves, Vice-Presidente; Mariza Cam- pos Gomes da Silva; Maria da Graça Campos Gomes da Silva; Patrícia Campos Gomes da Silva; Maria Cristina Gomes da Silva; João Gustavo Rebello de Paula; Maurício Pércope Gonçalves; e Décio Gonçalves Moreira. Confere com o original lavradoemlivropróprio:JosuéChristianoGomesdaSilva-PresidentedaReunião. JuntaComercialdoEstadodeMinasGerais-Certificooregistrosobonro:5494721 em22/04/2015.Protocolo:152626280.Ass.MarinelydePaulaBomfim,Secretária- Geral. CaosnasaúdeéignoradopeloGovernodeMinas A situação de calamidade pú- blica vivida na saúde pela po- pulação montes-clarense, mas que ainda não foi decretada e nem reconhecida pela prefeitu- ra de Montes Claros nos últi- mos anos, é ignorada também pelo governo do Estado. As su- perlotações dos hospitais, difi- culdades de encontrar alguns profissionais como neurologis- ta e ortopedista pelo Sistema Único de Saúde (SUS), falta de medicamentos em postos de saúde, além da dificuldade de acesso à serviços básicos na cidade foi ignorada, durante co- letiva de imprensa concedida pelo secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Faus- to Pereira dos Santos, na tarde de quarta-feira (15/4). Com a promessa da viabili- zação do hospital regional do trauma durante a campanha eleitoral, o governador eleito Fernando Pimentel, em visita à cidade no período eleitoral en- fatizou que a meta do início da construção do projeto teria iní- cio logo à consolidação da vi- tória nas urnas. O prefeito Ruy Muniz, junto com a Santa Casa, hospital que detinha a respon- sabilidade do projeto repassa- ram para o Estado até mesmo com a doação de terreno pelo município em extensa área na região do Bairro Planalto. Enquanto isso, Santa Casa, Dilson Godinho, Aroldo Touri- nho e Hospital Universitário continuam atendendo aos paci- entes de toda região do Norte de Minas, além dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri e até mesmo de cidades do sul da Bahia. Contudo, atendem de forma precária devido a grande quantidade de pacientes que são alocados até mesmo pelos corredores dos hospitais. E a vulnerabilidade e preca- riedade da saúde pública em Montes Claros, provavelmente ainda não sensibilizaram o Es- tado para dar um suporte para amenizar o sofrimento da po- pulação que clama por saúde. Os procedimentos definidos como baixa e média complexi- dade há anos estão em uma fila crescente sem previsão de atendimento. Durante a coletiva, o secre- tário preocupou somente em detalhar o déficit da pasta que, atualmente, segundo ele, está em R$ 1,5 bilhão deixado pelo governo do atual senador Antô- nio Anastasia, hospitais regio- nais, a situação do Samu no Estado e problemas na assis- tência farmacêutica. “Em pri- meiro lugar, constatamos que houve uma aplicação ineficien- te dos recursos. Os investimen- tos realizados foram em formas de políticas específicas e não de maneira ampliada, por parte da antiga gestão. Em segundo lu- gar foi uma gestão caracteriza- da por não ter conseguido en- tregar para o usuário o conjun- to das políticas que foram pro- metidas, ou seja, a população não teve acesso ao Samu, en- controu vários problemas no acesso aos medicamentos e hospitais com obras atrasa- das”, explicou. Sobre o déficit, Fausto Pe- reira dos Santos esclareceu que a metade do valor total é referente a convênios firmados com municípios e/ou institui- ções filantrópicas para custeio e investimentos, no qual o Es- tado se comprometeu a repas- sar recursos para a construção de unidades básicas, para compra de equipamentos e aquisições de veículos, dentre outros. Enquanto explicava sobre a prioridade de fazer com que o cidadão tenha acesso ao con- junto de serviços ofertados pelo SUS, o secretário enfatizou que está implantando uma política de expansão rápida para o ser- viço móvel de urgência, porém, apenas para a região macro- centro, macros leste, triangulo e sul. “E nas regiões onde es- sas estruturas já estão pratica- mente montadas, serão acele- rados os processos de expan- são. O Estado também traba- lha no desenho de ampliação da rede hospitalar, incluindo hos- pitais de pequeno, médio e grande porte, para que a rede esteja mais bem organizada e financiada para ter melhor con- dição de dar resposta à deman- da existente em Minas”, disse. Enquanto o atual sistema de saúde continua precário em Montes Claros, as superlota- ções nos hospitais mostram a vulnerabilidade da saúde e ain- da foram sentidas ou digeridas pelo atual governo do Estado. FAUSTO PEREIRA DOS SANTOS, secretário de Estado de Saúde, concedeu entrevista e, para ele, a saúde em Montes Claros está ótima e não tem problemas ASCOM/SAÚDEMG CORREDORES DA SANTA CASA lotados com pacientes espalhados em macas ainda não sensibiliram o governo DIVULGAÇÃO CARTORIO DE PROTESTOS JORGE ANTONIO DOS SANTOS EDITAIS 23/04/2015 Pca. Dr. Carlos 19, Lj 2 OCORRENDO AS HIPOTESES DO ART. 15 DA LEI 9.492 DE 10/09/97, FICAM AS PESSOAS FISICAS E JURIDICAS ABAIXO RELACIONADAS NOTIFICADAS PARA, NO PRAZO DE 3(TRES) DIAS, A CONTAR DA DATA DA PUBLICACAO DESTE, VIREM A ESTE TABELIONATO, A FIM DE PAGAR, ACEITAR OU DEVOLVER OS DOCUMENTOS QUE SEGUEM, OU DAR RAZOES PORQUE NAO O FAZEM, FICANDO, DESDE JA INTIMADAS DE SEU PROTESTO, CASO NAO O FACAM. PRAZOFINALPARAPAGAMENTO:28/04/2015QTDETITULOS:11 HORARIODEFUNCIONAMENTO:09:00AS12:00/13:00AS17:00 CLAUDIO DIONISIO DASILVAGUSMAO DOC.NUM. 95086234620 FAZENDA BOQUEIRAO OLHOS D AGUA, S/N - ZONA RURAL 39409999 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 24/ 03/2015 PROTOCOLO 1444927 BRUNO COSTAS DE ARAUJO DOC.NUM. 12894646690 RUA DR VELOSO 597 CENTRO 39400074 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 17/04/2015 PROTOCOLO 1448155 ZIRLEY MICHELLE JACOME DOC.NUM. 62393375600 RUA CECILIAMEIRELES226 PLANALTO 39404025 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 20/04/2015 PROTOCOLO 1448171 AM REP. E INT. FINANC. LTDADOC.NUM. 07934550000127 RUA TRAV. CONEGO MARCOS, N 55 CENTRO 39400385 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 20/04/2015 PROTOCOLO 1448173 LENI MARIAPEREIRASILVADOC.NUM. 95338942615 R VICOSA N 502 JARDIM PALMEIRAS 39402195 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 20/04/2015 PROTOCOLO 1448249 MARIA DAS GRACAS LEAO DUARTE DOC.NUM. 12577696000100 R SALVADOR 810 JARDIM PALME 39402211 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 20/04/2015 PROTOCOLO 1448254 JOSIANE PINHEIRO FERREIRA 08163196696 DOC.NUM. 15664132000195 RUA NECO DELFINO, 980 LJ -01 D MAGALHAES 39402181 MONTE CARLOS (MG) DATA APRESENTACAO 20/04/2015 PROTOCOLO 1448283 JOSIANE PINHEIRO FERREIRA 08163196696 DOC.NUM. 15664132000195 RUA NECO DELFINO, 980 LJ -01 D MAGALHAES 39402181 MONTE CARLOS (MG) DATA APRESENTACAO 20/04/2015 PROTOCOLO 1448284 JOSIANE PINHEIRO FERREIRA 08163196696 DOC.NUM. 15664132000195 RUA NECO DELFINO, 980 LJ -01 D MAGALHAES 39402181 MONTE CARLOS (MG) DATA APRESENTACAO 20/04/2015 PROTOCOLO 1448290 CEHPA COMERCIO LTDA ME DOC.NUM. 09381527000188 AV. LEONEL BEIRAO DE JESUS, 2435 JOAO ALVES 39402637 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 20/04/2015 PROTOCOLO 1448305 CARLUCIANO BORGES MOTA 61819310663 DOC.NUM. 19663171000129 R LAGOA SANTA HELENA,256 39402678 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 20/04/2015 PROTOCOLO 1448317 ———————————— JORGE ANTONIO DOS SANTOS
  6. 6. JORNAL DE NOTÍCIASMONTES CLAROS, SEXTA-FEIRA, 24 DE ABRIL DE 201566666 ----- ECONOMIA Minas vai priorizar a agricultura familiar em 2015 A Secretaria de Desenvolvimen- toAgrário (SEDA), criada pela atual gestão, vai investir R$ 8.829.180,00 este ano em agricultura familiar. A verba já está prevista na lei de orça- mentoeaintençãoédeiraumentan- do gradativamente este valor ao lon- go dos três próximos anos. “Minas tem a segunda maior po- pulação rural do país, que é respon- sável por um terço do PIB mineiro. Ter uma secretaria específica signifi- ca gente trabalhando prioritariamen- tepelaquestãoagrária”comemorao secretário Glênio Martins. Outraaçãoimportantecitadapelo secretário foi a publicação do decre- to46.172,de30dejaneirodesteano, queregulamentaPolíticaEstadualde Aquisição deAlimentos daAgricultu- ra Familiar (PAAfamiliar). Ele regula- menta a lei que define aplicação de no mínimo 30% dos recursos desti- nados à compra de gêneros alimen- tícios em produtos da agricultura fa- miliar,ampliandooscanaisdevenda para os agricultores. Já está garantida também a ver- ba para retomar Crédito Fundiário, prevista já para o primeiro semestre, de acordo com Martins. O programa foi suspenso na gestão passada por falta de repasse da verba estadual e faltadeassessoramentoaotrabalha- dor, que geraram problemas na libe- ração de verbas. O diálogo foi aberto através de plenárias e audiências para ouvir as demandas dos movimentos sociais. “Uma das prioridades do novo go- vernoéfortalecerosespaçosdecon- trolesocialdaspolíticaspúblicascomo o Conselho Estadual de Desenvolvi- mento Rural Sustentável (CEDRAF- MG), o Conselho Diretor Pró-Pequi, oColegiadoGestordoPAAFamiliare a Comissão Estadual para o Desen- volvimento Sustentável dos Povos e ComunidadesTradicionais (CEPCT- MG)”, complementa o secretário. A longo prazo Outros desafios também já foram mapeados e divulgados no Balanço MG para que sejam planejadas polí- ticas nos próximos anos: Melhoria de infraestrutura no campo - as cidades hoje são mais atrativas e por isso ainda há êxodo rural. Pretende-se fazer intercâmbio entre cidade e campo para melhorar as condições de acesso à saúde, educação e transporte. Inovação científica- há ainda conflitos entre o saber do homem do campoeoconhecimentocientífico.A proposta é criar um intercâmbio de saberesqueconcilieestesdoistipos deconhecimento. Meio ambiente e mudanças climáticas – serão implantadas ações de conservação de recursos, especialmente a água. Para isso, haverá capacitação para os traba- lhadores. Conheça a agricultura familiar em Minas Dados do censo agropecuário 2006mostramque,emMinasGerais, a população rural representa 14,7% da população total, somando 2.888.352pessoas.Destas,53%são homens e 47% mulheres. Os jovens entre 15 e 29 anos são 24,3% e os idosos acima de 65 nos, 9% Estãoregistradas551.617propri- edades rurais e 79% delas produ- zemporagriculturafamiliar,somando 437.415estabelecimentos.Estima-se que os percentuais dos dados gerais estejammantidos. Aagriculturafamiliarestáconcen- trada em regiões como Norte e Sul deMinasetemmenosgenteemenor produtividade na região Central. O Norte abarca 24,8% do total de agri- cultores, 18% do total de estabeleci- mentos rurais, tem 28% das políticas de acesso à terra. A região Central tem a menor po- pulação de agricultores: 1,6% do to- tal, que estão distribuídos em 1,8 % dos estabelecimentos. No vale do Mucuri, ainda não há nenhum pro- grama de acesso a terra. Os 35 perímetros irrigados da CompanhiadeDesenvolvimentodos Vales do São Francisco e do Parna- íba (Codevasf) situados na bacia hi- drográfica do rio São Francisco al- cançaram R$ 1,97 bilhão em valor bruto de produção no ano de 2014. Quase metade desse desempenho (46,7%) corresponde à produção agrícolafamiliar.Juntososperímetros produziram 3,23 milhões de tonela- dasdeitensagrícolas,sobretudofru- tas,em108milhectares.Essasáreas irrigadas mantiveram 76.692 empre- gosdiretose115.038empregosindi- retos no ano. Os dados fazem parte do balanço 2014 da agricultura irri- gada realizado pela diretoria de irri- gação da Companhia. “Os resultados são bastante ex- pressivos,mesmocomacrisehídrica queestamosvivendo.ACodevasftem executadoobrasderevitalizaçãodos perímetros,comrecursosdoProgra- ma de Aceleração do Crescimento (PAC), para que a agricultura irriga- da se desenvolva. Estes investimen- tos são de fundamental importância, pois propiciam em última instância a redução de custos de operação e manutenção, e, assim, de custos de produção, o que promove aumento darendadoagricultor”,afirmaodire- tor da Área de Irrigação da Code- vasf, Solon Braga Filho. De acordo com o diretor, a Codevasf tem atual- mente R$ 500 milhões em ações de modernização contratadas para os perímetrosirrigados,sendoquemais de R$ 250 milhões já foram pagos. Os recursos são do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Namaioriadosperímetrosaope- raçãoeamanutençãodasestruturas é delegada pela Codevasf a organi- zaçõesdeprodutores.Essasorgani- zaçõesarrecadamastarifasdeágua PerímetroirrigadoemJanaúbafoidestaquedeprodutividade para rateio das despesas. Por ser a proprietária da infraestrutura de uso comum – canais, estradas, drenos, estações de bombeamento etc. –, a Codevasfperiodicamenterealizain- vestimentosemmodernizaçãoeeco- nomia de água, com vistas à redu- çãodoscustosdeoperaçãoFrutase manutenção.Além disso, a Compa- nhia provê assistência técnica aos produtores ocupantes dos lotes fa- miliaresdosperímetros. Na opinião de Braga Filho, os resultados dos perímetros nos pró- ximos anos poderão ser ainda me- lhores. Lagoa Grande (MG) OperímetroLagoaGrande,situ- ado no município de Janaúba (MG), obteveresultadosespecialmentepo- sitivos na comparação com o ano Proprietáriosruraismineirosterãoacessoao sistemanacionaldeCadastroAmbientalRural Minas Gerais vai adotar a plata- forma do Governo Federal para o CadastroAmbiental Rural (CAR). O processodemigraçãodosdadosea customizaçãodosistemacustarácer- ca de R$ 1,5 milhão e será custeado peloMinistériodoMeioAmbiente. Aexpectativaéqueosistemaes- teja disponível ainda no final de abril. Enquanto não for liberado, a orienta- ção é que os proprietários rurais fa- çamocadastronosistemaestadual. OCadastroAmbientalRuraléum registropúblico,eletrônico,deabran- gência nacional feito junto ao órgão ambiental competente. Criado em 2012peloNovoCódigoFlorestalBra- sileiro, o registro é obrigatório para todos os imóveis rurais e tem como finalidade integrar as informações ambientais das propriedades e pos- ses rurais, compondo base de da- dos para controle, monitoramento, planejamentoambientaleeconômi- coecombateaodesmatamento. Minas temaproximadamente550 mil propriedades rurais e apenas 86 mil estão cadastradas. De acordo com o secretário estadual de Agri- cultura, Pecuária eAbastecimento, João Cruz Reis Filho, a baixa ade- são dos produtores mineiros ao ca- dastro se deve à ineficácia da plata- formaestadual,adotadanogoverno anterior. “Houve uma decisão equi- vocada em desenvolver, paralela- mente,umaplataformaestadualpara o CAR.Além de ser totalmente onli- ne,limitandooacessodemuitospro- prietários rurais ao sistema, a plata- formatambémémuitoinstável”,ava- lia.Osrecursosdisponibilizadospelo Ministério do Meio Ambiente serão transferidosparaaUniversidadeFe- deral de Lavras (Ufla), no Sul de Mi- nas, que foi a desenvolvedora do sistema federal, e será responsável pelasmodificações. O prazo para preenchimento do CARseestendeatéodia5demaio. OGovernodeMinastambémenviou ofícioaoMinistériodoMeioAmbiente, solicitandoaprorrogaçãodessepra- zo por mais um ano.Ainda assim, a indicaçãodaSeapaéqueoprodutor faça o cadastro o quanto antes. “So- licitamos a prorrogação, mas a deci- são não é nossa”, esclarece o Se- cretário João Cruz. O secretário informa, ainda, que outra ideia para acelerar os cadas- tros é capacitar os técnicos da Ema- ter-MG para auxiliar os produtores. “A Emater deveria ter sido inseri- da no processo desde o início.Asua atuação é fundamental, já que está presenteem93%dosmunicípiosmi- neiros”, explica. anteriorealcançou29,88miltonela- das produzidas em 2014, com valor bruto de produção de R$ 36,19 mi- lhões. O perímetro é responsável por cerca de 2,8 mil empregos diretos e indiretos e suas principais culturas são a banana, a manga e o caju. Na avaliação do gerente de irri- gação substituto da 1ª Superinten- dência Regional da Codevasf (MG), Marcos Egídio, os produtores têm buscadomeiosdeaumentarsuaefi- ciência produtiva e minorar os efei- tos da escassez de água. “O perímetro de Lagoa Grande, abastecido com água da Barragem do Bico da Pedra, passou por uma granderestriçãodefornecimentode água no período. O que os produto- resfizeramparalidarcomasituação foi trabalhar intensamente para au- mentar a produtividade. Com o insu- mo água bastante restrito, eles apli- caram com mais eficiência outros in- sumos de produção”, afirma. Mesmocomreduçãodaáreacul- tivada–de1.153hectarespara1.112 –, o perímetro conseguiu aumentar suaproduçãoemmaisde30%entre 2013 e 2014 – de 22,25 mil tonela- das para 29,88 mil toneladas – e re- gistrou alta no preço médio da tone- ladacomercializada. “Quando a produção não subiu, como ocorreu em outros perímetros de Minas Gerais, os produtores bus- caram desenvolver estratégias de comercializaçãoalternativas,demodo a garantir sua remuneração nesse momento de escassez de recursos hídricos”,afirmaMarcosEgídio. CODEVASFPreços ao consumidor desaceleram mais uma vez puxados pela energia AinflaçãomedidapeloÍndicedePre- ços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) avançou menos da segunda para a ter- ceirasemanadeabril,segundoaFunda- ção Getulio Vargas. Influenciado pela variação menor da tarifadeeletricidaderesidencial,oindica- dorficouem0,71%,0,22pontopercentu- al abaixo da taxa registrada na última di- vulgação. Quatro das oito classes de despesa usadas no cálculo do indicador registra- ramdecréscimoemsuastaxasdevaria- ção.Amaiorcontribuiçãopartiudogrupo OGRANDEJORNALDONORTEDEMINAS Acesseagorao novoportaljnnoticias.com eanuncienosnossosclassificadoson-line. CONHEÇA O NOVO SITE DO JORNAL DE NOTÍCIAS habitação (de 2,08% para 1,21%), com destaqueparaaaltamenordeenergia(de 10,02% para 4,61%). Também subiram menos os preços relativos a transportes (0,19% para 0,03%),alimentação(0,97%para0,94%) e despesas diversas (0,57% para 0,52%). Na contramão, ficaram maiores os preços de vestuário (-0,26% para 0,28%), comunicação (-0,07% para 0,01%), saúde e cuidados pessoais (0,91% para 0,97%) e educação, leitura e recreação (0,27% para 0,28%). O percentual de devoluções de che- ques foi de 2,32% em março, segundo o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos. Em fevereiro, o índice foi de 2,19%. Em março do ano passado, foi de 2,21%. É o 4º pior março de toda a sériehistórica,iniciadaem1991,perden- do para março de 2009 (2,46%), 2006 (2,43%) e 2013 (2,36%), segundo a Se- rasa Experian. O total de cheques devolvidos em março foi de 1.414.160 para o total de 60.879.805 emitidos. Em fevereiro, de 51.597.200chequesemitidos,foramde- volvidos 1.130.703. No trimestre, o índi- ceficouem2,2%.Nomesmoperíodode 2014, foi de 2,1%. Segundo os economistas da Serasa Experian, entre as razões do aumento estão acúmulo de compromissos finan- ceiros típicos de início de ano, que aca- bam pressionando o orçamento do con- sumidor (pagamentos impostos como IPVAe IPTU, material escolar, despesas comviagensdeférias),alémdoaumento da inflação por conta de uma série de reajustesdepreçosadministrados(ener- giaelétrica,transporteurbano,gasolina), daelevaçãodosíndicesdedesemprego e do aumento das taxas de juros. Devolução de cheques cresceu Mesmo com redução da área cultivada, o perímetro aumentou a sua produção em mais de 30% O Norte de Minas abarca 24,8% do total de agricultores, 18% dos estabelecimentos rurais e tem 28% das políticas de acesso à terra
  7. 7. JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIAS MONTES CLAROS, SEXTA-FEIRA, 24 DE ABRIL DE 2015 CIDADE - 7CIDADE - 7CIDADE - 7CIDADE - 7CIDADE - 7 O Governo de Minas, em parceria com o Governo Federal, promove em Montes Claros, nos próximos dias 28, 29 e 30, a OficinadeCapacitaçãodoProgramaÁgua Doce (PAD). O evento, agendado para o auditóriodaAssociaçãodosMunicípiosda ÁreaMineiradaSudene(Amams),vaireu- nirosprefeitosdos85municípiosdosemi- árido mineiro, além de secretários munici- pais,técnicoseconsultoresemsaneamento erepresentantesdascomunidadesquevão acompanhar a execução do programa. O PAD é uma ação do Ministério do Meio Ambiente,pormeiodaCoordenaçãoNaci- onal do Programa Água Doce (PAD). Em Minas Gerais, o programa é exe- cutado pela Secretaria de Estado de De- senvolvimentoRegional,PolíticaUrbanae Gestão Metropolitana (Sedru), Instituto de GestãodasÁguas(Igam)eCompanhiade Saneamento de Minas Gerais (Copasa). Tem como objetivo promover o acesso à água de boa qualidade para consumo hu- mano,pormeiodadessalinizaçãodeáguas subterrâneas, incorporando cuidados am- bientais,técnicosesociais. EmMinasGerais,serãoinstaladosdes- salinizadores em 69 localidades rurais do semiárido, que sofrem com elevados défi- citshídricos,ecadasistemadetratamento terá capacidade para atender, em média, 400 pessoas. De modo simplificado, o sis- tema purifica a água salobra, coletada por meiodepoços,eadisponibilizaemchafari- zes.Aoficina vai capacitar as equipes que vão realizar os diagnósticos socioambien- taisetécnicosnosmunicípios,fundamental paraqualificaraslocalidadeseapontarqual asoluçãoidealdeabastecimentoparacada Municípiosediacapacitaçãodoprograma ÁGUA DOCE Noexercíciodo5ºprincípiouni- versal do cooperativismo, que co- loca a educação, formação e infor- mação de seus associados como objetivos de uma instituição, o SicoobCredinorrealizaráemMon- tes Claros, nos próximos dias 29 e 30, mais uma edição do Projeto Crescer, em parceria com o Servi- ço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae). As- sociados das quatro agências de Montes Claros podem se inscre- uma delas, seja a recuperação ou implan- tação dos sistemas dessalinizadores, ou ainda, com outro programa de acesso à água. A Sedru destaca a importância da participaçãodasprefeiturasnoprocesso. DIAGNÓSTICO De acordo com a secretaria, os municí- piosserãoosgrandesparceirosnaidentifi- caçãodascomunidadesqueatendamaos critériosdoPAD,comoaexistênciadepoço artesiano,deenergiaelétricaegeologiaade- quada, que passarão pela análise prelimi- nardostécnicosetestesdeviabilidadepos- teriores. Durante a oficina, os consultores do Ministério do MeioAmbiente vão apre- sentar toda a metodologia para realização dodiagnósticojuntoàslocalidades,alémdas orientaçõesparacoletaeorganizaçãoedos dadosobtidos. Nostrêsdiasdeevento,ostécnicosse- rãocapacitadospararealizarodiagnóstico socioambiental,comênfasenasustentabili- dade ambiental e na mobilização social, e para a elaboração do diagnóstico técnico dos sistemas de dessalinização. Haverá ainda aulas práticas, com a realização de um Dia de Campo, quando os técnicos ve- rão in loco a aplicação da metodologia do Programa Água Doce na localidade rural. SAIBA MAIS Coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente,oProgramaÁguaDocefazpar- tedoconjuntodeaçõesdoPlanoBrasilsem Miséria.Pretendeestabelecerumapolítica pública permanente de acesso à água de qualidade para o consumo humano, por meio do aproveitamento sustentável de águassubterrâneas.Demodosimplificado, osistemadedessalinizaçãopurificaaágua coletadapormeiodepoçoseadisponibiliza emespaçoscomoumtanqueouumchafa- riz.Aaçãolevaemcontacuidadosambien- tais,técnicosesociais. Oprogramapriorizaasregiõesemsitu- ação mais crítica. Lugares com os meno- res Índices de Desenvolvimento Humano (IDH), altos percentuais de mortalidade in- fantil,baixosíndicesdechuvaecomdificul- dades de acesso aos recursos hídricos serão os primeiros a serem contemplados pelosplanos.AssimcomooÍndicedeCon- dição de Acesso à Água do Semiárido (ICAA),desenvolvidoapartirdocruzamento dos mesmos indicadores. SERVIÇO: Oficina para capacitação de técnicos para a realização do diagnóstico socio- ambiental e técnico na metodologia do Programa Água Doce DATA- 28/4/2015 HORÁRIO - 9 horas LOCAL-Auditório daAmams (Av. Ma- jor Alexandre Rodrigues, 416, Ibituruna PROGRAMAÁguaDocetemcomoobjetivopossibilitaracessoaáguadeboaqualidadenosemiáriobrasileiro DIVULGAÇÃO MMA ParceriaprojetaaMontesClarosdofutuiro Com o objetivo de criar uma maiorintegraçãoentreosacadêmi- cos e os professores dos cursos deEngenhariaeArquitetura,asFa- culdades Integradas Pitágoras (FIP-Moc) promoveu uma reunião paraapresentarnovasmodalidades de gestão pública praticadas nos EstadosUnidos.Entreosexemplos estáacidadedeNovaYork,quefaz uso do Business Improvement Districts (BIDs), uma parceria pú- blico-privada(PPP)paramanuten- ção, desenvolvimento e promoção dedistritoscomerciais. EmMontesClaros,ainstituição de ensino conta com a parceria da SaladoEmpreendedordaPrefeitu- ra e do Serviço Brasileiro deApoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae). O consultor Everton Saulo representou o Sebrae no evento, enquanto Luciano Meira, coordenador do Programa de Implementação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas em MontesClaros,representouaSala do Empreendedor. Os dois servi- ços já estão desenvolvendo um projetoparaqueestetipodeparce- riapúblico-privadasejaadotadana áreacentraldacidade. Paraisso,osprofessoreseaca- dêmicos das FIP-Moc estudam projetos anteriores desenvolvidos para a região central, que poderá ser transformada num shopping a céu aberto. Os trabalhos serão co- ordenados por Antônio Carlos Moreira, coordenador do Curso de Engenharia Civil das FIP-Moc e membro da comissão do Plano Di- retor. Os professores sugeriram a criação de um prêmio que viesse contemplar os projetos aprovados pelaPrefeitura. “Acreditamos que o envolvi- mento dos acadêmicos muito irá contribuir para construirmos uma cidade do futuro.Abase de todo o desenvolvimento nasce no conhe- cimento.Opoderpúblicomunicipal dependedeumquadrotécnicocom excelência,eestenascenoseioda universidade. Esperamos contar comváriascolaborações",concluiu o coordenador da Sala do Empre- endedor,LucianoMeira. Um grupo de empresários da áreacentraldacidade,emconjunto com o Sebrae e a Sala do Empre- endedor, vem se reunindo periodi- camente para discutir melhorias paraocomérciodaquelaregião. Controle financeiro será tema do“ProjetoCrescer”nacidade Nesta sexta-feira (24), às 17 ho- ras, será realizado, no hall da Pre- feitura Municipal de Montes Claros, olançamentooficialdolivro"Montes Claros - Arte, Tradição e Fé". Pro- duzidaatravésdaSecretariadeCul- tura,aobrareúnediversasfotosque destacamaspectosculturaisehistó- ricos da cidade norte-mineira. De acordo com Anderson Clayton, coordenador de memória cultural e patrimônio histórico, o ob- jetivo primordial do livro é "mostrar a diversidade cultural de Montes Cla- ros, através de fotografias de even- tos oficiais da Prefeitura". Os exem- plares serão distribuídos em todas as escolas da rede municipal e nas bibliotecas locais. O evento de lan- çamento será aberto ao público. verparaasoficinas,queterãocomo temaagestãofinanceira. ”Asoficinastêmumformatoide- al, porque trazem, em poucas au- las, o aprendizado teórico e práti- co”,ressaltaopresidentedainstitui- ção,DarioColares.Paraele,émuito importante oferecer ao associado ferramentas que possibilitem um maior conhecimento e controle de suarealidadefinanceira,dagestão donegóciocomoumtodoedacons- truçãoderesultados. Para o dirigente, disponibilizar ferramentasparacontrolespráticos, oscursosincentivaosparticipantes a pautarem suas decisões em in- formações concretas e fazer pla- nejamentos financeiros, ideal para empreendedores,profissionaislibe- rais e microempresas.As oficinas acontecerão nos próximos dias 29 e 30, no auditório do Sicoob Credi- nor, com vagas limitadas. Os inte- ressadosdevemprocurarasagên- cias para inscrições. COOPERATIVISMO LIVRO O COORDENADOR da Sala do Empreendedor, Luciano Meira, quando fazia a sua explanação durante a reunião DIVULGAÇÃO
  8. 8. JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASMONTES CLAROS SEXTA-FEIRA, 24 DE ABRIL DE 201 588888 - V- V- V- V- VARIEDADESARIEDADESARIEDADESARIEDADESARIEDADES PREÇOS A PARTIR DE 330 mil com ENG /PROPRIETARIO APARTAMENTOSNO JARDIMSÃOLUIS VENDE-SE 3 QUARTOS,(1SUITE) SALA/ COPA,..ACABAMENTO DE PRIMEIRA,CHURRASQUEIRA E AREA GOURNET, 2 VAGAS 80 a 110 mt2 PREDIO COM 6 APTOS. AREA DE 80 a 110 MT2 - Aceita veículo no negócio. TEL CONTATO 99867006 Já estou com a idade avançada e nunca espe- rava que alguém enjeitasse o que é seu: anali- sando criteriosamente o que está certo ou erra- do, resolvi manifestar publicamente o quanto eu tenho sofrido por causa disto: se a primeira gera- ção não quer está vindo a segunda e a terceira querendo, botando toda culpa em mim, exigindo tudo legalizado, é quando vão criando transtornos e desmoralizando minha pessoa: chegando a vez de aliviar minha consciência e restabelecer meu senso de responsabilidade convoco amigavel- mente os senhores e senhoras; Geraldo Damasceno José Wilson Damasceno Maria das Graças Damasceno Ildon Damasceno Juarez Damasceno Dr. Ana Marly Damasceno Maria Vera Lúcia Damasceno Valdir Damasceno Maria Stela Damasceno Maria Ivonete Damasceno Neivaldo Damasceno Antônio Reinaldo Damasceno Marizete Damasceno Os quais com espíritos de soberbia continuam to- dos distanciados daquela propriedade onde nasce- ram e foram criados.São 22 herdeiros vivos: Todos só falam pois é........... e continuam sem herdar nada.Estão agindo a propósito causando prejui- zo incalculável para toda descendência. Montes Claros Janeiro de 2015 Nelson Damasceno Murça. AGRADECIMENTO RETROAGIDOS A 1981 Local: Rua Tiradentes, 765 Sl 401 Centro Montes Claros/MG. 1º Leilão Data: 05/05/2015 2º Leilão Data: 19/05/2015 Horário: 09:00 Hs Veículos: Motocicletas Honda, D20, Gol, ônibus M. Benz 1318, F1000 Turbo caminhonete. Equipamentos padaria: Forno, batedeira, cilindro, modeladora. Oficina: Máquina secagem infravermelho, Ciborke desempenar longarina. Imóveis em Montes Claros - MG: 04 lotes de terreno Bairro Jardim Palmeiras, Imóvel com três pavimentos com área construída 2.699M² Rua Euzébio Alves Sarmento Bairro São Norberto, Imóvel com área 550M² Rua Carlos Pereira 150 centro. Outros: 280 carteiras universitárias, 02 tanques para combustível 15.000 Lts, 02 bombas abastecimento de combustível, 01 compressor Wayner. Sinal: 100% Comissão: 5% INFORMAÇÕES: (38) 3221-5324 / 9125 4664 /9909-7240 www.marcusviniciusleiloes.com.br / marcusviniciusleiloes@yahoo.com.br MARCUS VINICIUS DA SILVA LEILOEIRO OFICIAL LEILÃO PÚBLICO JUSTIÇA FEDERAL DE MONTES CLAROS/MG 1ª Vara CÂMARAMUNICIPALDEMONTESCLAROS AVISODEEDITAL PRC Nº 048/2015 - PREGÃO PRESENCIAL Nº 08/2015 OBJETO: Contratação de empresa especializada para elaboração de cronogramas e planilhas orçamentárias, integração e compatibilização de projetos e da nova sede da Câmara Municipal de Montes Claros. APRESENTAÇÃO PARA CREDENCIAMENTO DOS LICITANTES: Dia 11/05/2015, às 09:00 (nove horas). ABERTURA DA SESSÃO OFICIAL DO PREGÃO PRESENCIAL: Dia 11/05/2015, às 09:10 (nove horas e dez minutos). LOCALPARAREALIZAÇÃO DO PREGÃO: No Plenário da Câmara Municipal de Montes Claros - 1º piso, situado na Av. Dr. João Luiz de Almeida, nº 40 - Vila Guilhermina - Montes Claros/MG. CONSULTASAOEDITAL: Quadro deAvisos localizado no hall do 2º piso do prédio da Câmara, na Av. Dr. João Luiz de Almeida, nº 40 - Vila Guilhermina - Montes Claros, ou pelo site: www.cmmoc.mg.gov.br. ESCLARECIMENTOS: na Sala de Compras das 8h (oito horas) às 14h (quatorze horas), de segunda a sexta, exceto feriados, na Av. Dr. João Luiz de Almeida, nº 719 - Morrinhos - Montes Claros, pelo email compras@cmmoc.mg.gov.br ou através do telefone (38) 3690-3000. REFERÊNCIA DE TEMPO: Horário de Brasília. EDITAL DE CONVOCAÇÃO O SINDICATO DOS TRABALHADORES NAMOVIMENTAÇÃO DE MERCADORIAS EM GERAL E AVULSAS DO NORTE DE MINAS, CONVOCA TODOS OS TRABALHADORES DESTE SEGUIMENTO PARA ASSEMBLÉIA GERAL DO DIA 28 DE ABRIL DE 2015, ÀS 9 HORAS NA RUA AMÉRICO PIO DIAS NÚMERO 208 , EM FRENTE AO PORTÃO NUMERO 10 - FUNDOS DO PARQUE DE EXPOSIÇÕES. PAUTA: ELEIÇÃO E POSSE DA DIRETORIA . ESPERAMOS O COMPARECIMENTO DE TODOS OS INTERESSADOS NAREGULAMENTAÇÃO DACATEGORIA. VALMIR VIEIRADAMASCENO MONTES CLAROS , 24 DE ABRIL DE 2015 SINDICATO DOSTRABALHADORESNA MOVIMENTAÇÃODEMERCADORIASEM GERALEAVULSAS DONORTEDEMINAS. VERSÃOON-LINE acessewww.jnnoticias.com Pça. Flamarion Wanderley, nº 101 - Bairro São José IMPACTO MANCHETE DO DIA PEREGRINO GOSTOU PEREGRINO NÃO GOSTOU ABRAÇOS GRAN FINALE & Cretininha RAPIDINHAFOTORISO NA SEÇÃO desta sexta-feira, o Peregras fala sobre as reações de h o m e n s , mulheres e bibas diante algum problema. Confiram: QUANDO TOMA BANHO DE LAMA NO ACOSTAMENTO HOMEM – Puta que pariu MULHER – Ah, estou toda suja! BIBA – Minha produção! AO VER UMAPARTIDADE FUTEBOL HOMEM – Que Golaço! MULHER – Que saco! BIBA – Que pernas! QUANDOESTÃOMENTINDO HOMEM – Não fui eu! MULHER – Eu te amo! BIBA – Foi ela! QUANDO LEVAM UMA CANTADA HOMEM – Só se for agora! MULHER – Vem cá, eu te conheço? Pode esperar sentado! BIBA – Tem certeza que é comigo? QUANDOSÃOTRAÍDOS HOMEM – Eu não gostava mesmo de você! MULHER – Vou dar o troco, você vai ver! BIBA – Que tal nós três? QUANDOESTÃOCOMMUITODINHEIRO HOMEM – Hoje eu pago tudo! MULHER – Hoje eu vou ao shopping! BIBA – Hoje ele me traça! QUANDOVÃOAOCABELEIREIRO HOMEM – Corta! MULHER – Apare só as pontas! BIBA – Quero igualzinho o dela! QUANDO QUEREM ACABAR UM RELACIONAMENTO HOMEM – Acabou! MULHER – Preciso de um tempo! BIBA – Minha filha, eu sou gay! QUANDOACORDAM HOMEM – estou com fome! MULHER – Estou horrível! BIBA – Onde estou? QUANDOESTÃOMORRENDO HOMEM – Fala que eu morri com Aids! MULHER – Promete que não vai casar com outra? BIBA – Minha filha, bicha não morre, vira purpurina. DOS figueirenses que se preocupam com o meio ambiente e com a sua saúde e dos vizinhos. Xô dengue! DE saber que os peoples estão prontos pra virar geleia, com risco de epidemia de dengue. Cuidado genteim! Médico falando com o paciente já moribundo: - E por que o senhor quer ser sepultado no mar? - É porque minha sogra jurou várias vezes que vai dançar sobre meu túmulo! FINALIZANDO A COLUNA desta sexta-feira, abraços para Danilon Lopez, Laurília Oliveira, Márcio Garcia, Flávia de Jesus, Dennyson Eduardo, Isabelle Drumond e Joaquim Norréia. Sábado tem mais. Bye! “Mas se for pra falar de algo bom, eu sempre vou lembrar de você.” QUEMLÊACOLUNAKAROBA A charmorrerrima MÔNICA NASCIMENTO é leitora assídua da coluna e karobana de carteirinha e presença garantida na edição 2015 do BAIÃO DE DOIS DO KAROBA, em agosto. Chique a valer! TRIBUTO A SANTORO – Artistas de várias tendências e estilos da terra de Figueira se reúnem no próximo dia 8 de maio, no auditório do Centro Cultural para prestar tributo em forma de show ao pai da Rapariga do Bonfim, Elthomar Santoro. Imperdível! NÃO ME AMA - Dorme com um barulho desse: aquela figurinha que grita na antipatia não gosta de mim, mas ama saber a meu respeito. Me erra criatura! CALCINHA – Parem o mundo e ressuscitem o Wando! Bafon que o meu confidente fiel Celson Lagartixa me contou e que merece registro. Segundo ele, sujeito jura que é macho man, mas quando está entre quatro paredes usa até calcinha de oncinha... com a amante. Abafa o caso! BLÁ blá blá abobrístico feito dia desses aí, pelo coleguinha Roy Souto e que merece registro: “Karoba, deve ser tenso ser professor de natação. Você ensina, ensina e o aluno nada”. Blowin! CAIDAÇA – Night dessas ai, em concorrido evento da city, vi aquela piriquete e notei que ela tá bem caidaça. Agora me responda, baladas, sexo, álcool e outras coisitas não derrubam qualquer beleza? Saída pela esquerda! CURTIDAS - Referente às redes sociais, a primeira coisa que eu vou ensinar para o meu filho é: Nunca curta a sua própria foto. #Fica a dica! SECA – Parem o mundo e chamem a Copasa! No Facebook está em um “relacionamento sério”, mas na rua tá na seca igual as barragens da região. Ufa! “Procure Deus enquanto há tempo” “O enforcado é você e o Walcyr Carrasco” BAIÃO DE DOIS DO KAROBA – Trio animado nos eventos do Peregras de guerra, Hélia & Juiz Isaias Caldeira, com a coleguinha Vandinha Gonçalves EM pose para coluna, o casal Maria Lúcia & Geraldo Sarmento, com o promoter Júnior Leithon Brothers Brandão
  9. 9. “Sete Vidas” Globo - 18:00 Alto Astral Globo - 19:00 HORÓSCOPO Receitas culinárias Malhação Globo - 17:00 Babilônia Globo 21:00 “Não ofendi ninguém”, diz Danilo Gentili sobre Rafinha Bastos Áries - Grana inesperada ajuda a alavancar umprojetodereformaouaaquisiçãodeumbem. Mas para conquistar mais estabilidade na vida financeira, você precisa fazer a sua parte e cor- rer atrás do dinheiro. Você vai sonhar com com- promisso sério, mas a atração por romance proi- bido aumenta. Touro - No trabalho, você vai se comunicar com mais facilidade. Mostre suas ideias, troque opiniões com os colegas e faça contatos. Lidar com pessoas fora do local de trabalho também recebe boas energias. Explore seu raciocínio rá- pido. A dois, uma declaração vai aproximá-los ainda mais. Gêmeos - Há chance de recuperar uma grana que julgava perdida ou ver um projeto que tinha abandonado render frutos. A ajuda pode vir de onde menos imaginava! Se está só, dê uma aten- ção especial à sua aparência e pode ganhar mui- tos elogios. Ao lado de quem ama, invistam em algo que queriam muito. Câncer - Começa o dia com mais disposição. Trabalhando em equipe ou contando com uma ajuda dos amigos, vai ser mais fácil conquistar seus objetivos. Seja confiante e coloque as mãos na massa! Alguém de outra cidade pode balan- çar seu coração. Um pouco de aventura agita a vida amorosa. Leão - Hoje, você vai se sair bem correndo atrás dos seus projetos. Mantenha o foco na carreira, mas aja de maneira discreta. Uma boa surpresa pode impulsionar seus planos, mas o resultado será ainda melhor se não comentar sobre isso com qualquer um. Virgem - Bom dia para se arriscar e embarcar em um grande projeto. Se tinha planos com os amigos, é hora de colocá-los em prática! Persiga seus sonhos e renove a esperança, pois tudo cor- re melhor do que esperava. Relação com amigo pode mesmo decolar. Carinho e confiança aque- cem a vida amorosa. Libra - Quem pensa em mudança na carreira, conta com o apoio dos astros. Aproveite para traçar metas mais específicas e redobre os es- forços para atingi-las. Seu lado ambicioso fica mais evidente, o que ajuda a se destacar no ser- viço. Interesse em colega de trabalho pode cres- cer. Escorpião - Sua curiosidade está em alta e fará opossívelparaaumentarseuconhecimento,prin- cipalmente com a ajuda de pessoas próximas. Pode ter boas notícias se espera uma decisão da Justiça. Romance ou paquera com alguém que mora longe tem tudo para aquecer seu coração. Sagitário - Você pode surpreender no traba- lho. Fique atenta a qualquer chance e aproveite uma mudança a seu favor. Seu sexto sentido tam- bém se torna mais aguçado e pode fazer a dife- rença ao tomar uma decisão importante. Deixe a sua sensualidade vir à tona para envolver quem ama. Capricórnio - Seus relacionamentos, inclusive os de trabalho, ganham mais leveza e bom hu- mor. Parceria ou sociedade conta com a sorte e pode trazer um resultado melhor do que espera- va. Paixão à primeira vista pode virar algo mais sério. Diálogo aumenta a proximidade com cara- metade. Aquário - Com a sua atenção focada no traba- lho, fica mais fácil dar conta das tarefas. Você não vai se importar em ralar dobrado, ainda mais se contar com a compreensão da família. Refor- ma em casa pode ser iniciada agora. Se quer au- mento, toque no assunto. Não deixe o amor de lado. Peixes - Com a Lua brilhando em seu paraíso astral, criatividade e sorte não vão faltar. Além disso, também vai se expressar com mais facili- dade, o que pode ajudar a fazer novos contatos. Área afetiva também conta com excelentes ener- gias e não vai passar despercebida, graças ao seu charme. O sujeito chega no barbeiro e pergunta: - Em quanto tempo o senhor pode me atender? - Duas horas - responde o barbei- ro. Ele vai-se embora e só volta no dia se- guinte, fazendo a mesma pergunta: - Em quanto tempo o senhor pode me atender? O barbeiro olha o caderno e diz: - Duashorasemeia.Elevaiemboraevoltano dia seguinte, com a mesma pergunta: - Em quanto tempo o senhor pode me atender? - Uma hora e meia - responde o barbeiro. Como esta historia repete-se to- dos os dias, o barbeiro começa a ficar curio- so e pede para um ajudante seguir o sujeito paraverqualéadele.Oajudantevoltaquin- ze minutos depois, sem conseguir segurar o riso. O barbeiro pergunta: -Eaí,paraondeéqueelefoi?Oajudante responde: - Para a tua casa. Cobra vê Karina e Gael abraçados e fica feliz. Zé decide desistir de participar do Warriors para que Duca possa se inscrever. Gael fala para Karina que não deixará ela entrar no ringue para lutar no Warriors. Dandara mostra a Gael o vídeo dela em- purrando Lobão para dentro da piscina. Lobão pen- sa em falar com Tomtom e vai à casa de Pedro. Lobão descobre que foi Joaquina que achou o pen-drive de Alan. Karina afirma a Cobra que Gael terá que aceitá- la como lutadora profissional. Lobão manda seu ad- vogado entrar com uma medida para não deixar Gael se aproximar de Karina. Gael vai com Dandara fazer a ultrassonografia de seu bebê. Karina fica intrigada quando Pedro conta que Lobão questionou Tomtom sobre o chaveiro de luvinha. Miguel revela a Diogo e Beatriz que é o pai bioló- gico de Felipe. Bernardo descobre que João é Miguel e implora a Júlia que o leve até Pedro. Beatriz pede a Miguel para conversar com Felipe. Bernardo diz a Pedro que João é Miguel e ele fica transtornado. Júlia tenta tranquilizar Pedro. Isabel é hostil com Miguel ao vê-lo em sua casa. Lauro incentiva Miguel a contar sua história para seus filhos. Isabel tenta encontrar Lígia e comenta com Irene sobre a volta do pai de Joaquim. Pedro confronta Miguel. Beatriz informa que Miguel é compatível com Felipe. Irene e Isabel ten- tam encontrar Lígia. Laila não aceita a presença de Miguel e critica Pedro por se importar com ele. Irene e Isabel não conseguem encontrar Lígia. Miguel vai falar com Felipe. Lígia espera Felipe no quarto e Miguel entra para falar com o filho. Na casa do Miranda, Laura e Caíque encontram a bolsa de Sueli que foi roubada no dia em que ela foi baleada e desconfiam que Marcos contratou Miranda para atacar a secretária. Laura e Caíque resolvem investigar melhor para tentar convencer Sueli a ficar do lado deles. Samantha resolve se vingar de Jorge Fernando por ter sido expulsa do teatro e arma uma coletiva de imprensa para dizer que o diretor maltrata as mulheres. Jorge Fernando vai à casa de Samantha para tirar satisfação. Ricardo descobre que Cidinha se encontra com Adriana Má- ximo e começa a desconfiar que ela pode ser Scarlett. Maria Inês convence Diziabas a passar as ações do hospital de volta para ela. Estela consola Teresa. Murilo se aproxima de Regina e ela fica desconfiada. Beatriz pensa em usar Pedro para humilhar Inês. Inês procura Evandro, que fica contrariado com sua presença. Norberto pede para Karen ajudá-lo a conseguir um aparta- mento. Regina fala sobre Murilo para Vinícius. Paula fica encantada com Bento e eles se beijam. Beatriz tenta apoiar Teresa. Beatriz arma para Inês flagrar Alice com Evandro. Murilo vai à barraca de Regina e ela fica incomodada. Inês fica em choque ao ver Alice no apartamento de Evandro. Evandro expulsa Inês de seu apartamento. Alice vai embora e Evandro fica abalado. Murilo não gosta quando Valdecir o atende no lugar de Regina. Beatriz não consegue falar com Diogo e fica frustrada. Inês discute com Alice e a expulsa de casa. Consuelo vê Guto tentar se aproximar de Laís e fica furiosa. Murilo conversa com Regina. Teresa agradece o apoio de Rafael e Wilma. Evandro repreende Murilo e confirma que Alice não mentiu para ele. Diogo vê Pedro sair do apartamento de Beatriz e fica irritado. Olga vai à barraca de Regina e ela fica incomodada. Vinícius se oferece para ajudar Inês e ela fica emocionada. Mousse de morango de liquidificador Ingredientes 1 lata de creme sem soro; 1 lata de leite condensado; 400g de morangos limpos e picados; 1 caixa de gelatina em pó sabor morango; 1/4 de xícara (chá) de leite de coco quente; 100g de coco fresco ralado; morangos para decorar Modo de Preparo Dissolva a gelatina no leite de coco quente e leve o mesmo para o liquidificador, coloque os demais ingredientes e bata até que fique tudo bem homogêneo. Coloque em uma travessa, decore e leve a gela- deira por quatro horas. Val Marchiori, 40, e César Menotti, 33, tiveram um rápido affair no passado. A revelação foi fei- ta pelo cantor sertanejo durante a participação dele com Fabiano, 37, no programa “Rau Gil”, do SBT. “Encontrei com o César Menotti e o Fabiano! Adoro as músicas deles e principalmente a sim- patia e a educação! Meus conterrâneos do Paraná. Mas posso falar? O César me colocou em uma saia justa. Ele disse, que quando éra- mos jovens, quando eu não era riquinha ainda, a gente deu um selinho, em uma balada. Hello! Nem me lembrava disso! Ele disse que foi só um beijinho, bem rápido, mas se lembrava porque foi marcante para ele! Adorei”, escreveu a socialite em seu blog oficial. Val ainda publicou que o cantor tinha um vi- sual diferente na época em que eles ficaram. “Eu acho que ele era mais magrinho ou diferen- te naquela época, porque acho eu me lembraria. Mas adorei saber disso, até porque sou fã de- les! Gosto muito da dupla! E que bom que eu fui marcante, mesmo só com um selinho! Fazendo sucesso desde sempre, risos”, brincou ela. Val Marchiori é uma das participantes do qua- dro “Elas Querem Saber”, que faz parte da atra- ção de Raul Gil, 77, no SBT. Danilo Gentili não se cansa de provocar e diz não entender o humorista que não respeita a piada de outro colega. O colega no caso é Rafinha Bastos. Quando o “Agora é Tarde” foi extinto da Band, Gentili afirmou “estar rindo por dentro por causa do fim de sua antiga atra- ção”. A “brincadeira” gerou polêmica e, segun- do ele, a gracinha deixou marcas profundas no relacionamento (já quase inexistente) dos dois. “Ele ficou melindrado, sim. Anda falando mal de mim por aí. Só fiz uma piada. Não xinguei. Falei do show business. O programa não dava audiência e por isso foi extinto. A emissora está em crise? Está. Mas se o ‘Agora é Tarde’ regis- trasse 3 ou 3,5 pontos como na minha época, não sairia do ar. Com ele, o programa não conse- guia chegar a 1 ponto. Tinha de fazer a piada, claro! Nos EUA, isso é normal. Os humoristas ti- ram o sarro um do outro. Aqui, eles ficam melin- drados”, disparou Gentili. Danilo disse ao blog que os dois (ainda só- cios) não estão se falando. “Repito: não ofen- di ninguém. Falei de algo que ocorreu. Agora, a pessoa pode fazer piada dizendo que come- ria até o filho de uma cantora e eu não posso fazer piada sobre o fim do seu programa?”, questionou. Bom, vale lembrar que essa su- posta desavença pode ser um mero fogo de palha ou um assunto que ainda vai render pano para a manga…. Sertanejo César Menotti revela que ficou com Val Marchiori e deixa socialite em saia justa: ‘Quando eu não era riquinha ainda’ JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIAS MONTES CLAROS, SEXTA-FEIRA, 24 DE ABRIL DE 2015 VVVVVARIEDADES -ARIEDADES -ARIEDADES -ARIEDADES -ARIEDADES - 99999

×