Jn 21 04

575 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
575
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
36
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jn 21 04

  1. 1. S.O.S. VERDE GRANDE 7.491 dias O Verde Grande agoniza, e o Velho Chico está morto graças à insensibilidade dos governos JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASO GRANDE PORO GRANDE PORO GRANDE PORO GRANDE PORO GRANDE PORTTTTTA-VA-VA-VA-VA-VOZ DO NOROZ DO NOROZ DO NOROZ DO NOROZ DO NORTE DE MINTE DE MINTE DE MINTE DE MINTE DE MINASASASASAS ----- wwwwwwwwwwwwwww.jnnoticiais.jnnoticiais.jnnoticiais.jnnoticiais.jnnoticiais.com.com.com.com.com MONTES CLAROS-MG - TERÇA/QUARTA-FEIRA, 21/22 DE ABRIL DE 2015 - ANO XXVI - Nº 6.890 - R$ 1,40 Doishomensqueassas- sinaramumagentepeniten- ciário, na manhã dessa se- gunda-feira(20/4),estãosen- docaçadosepodemsercap- turados pelos organismos policiais aqualquermomen- to. Quando se dirigia numa motocicletaparaotrabalhono PresídioRegionaldeMontes Claros, Wesley Fabrício Ri- beiro(25anos)foisurpreen- didopordoispistoleiros,que estavamemoutramoto. Váriosdisparosforamfei- toscontraoagentepenitenci- ário,queacabouatingidopor umtironacabeça,comopro- jétilperfurandoocapaceteda vítima,quecaiuaosolo,onde ficouagonizandoporalguns instantes. Wesley chegou a sersocorridocomvida,mas morreuacaminhodohospi- tal.Oshomensfugiramrumo aoBairroVillagedoLagoII.O crimepodeestarligadoaum acidente,comaordempara aexecuçãopartindodeden- trodopresídio. PÁGINA 11 PT TEME MULTA MILIONÁRIA A cúpula do PT teme que as ações dos investigado- res da Operação Lava-Jato acabem por "inviabilizar" o funcionamentodopartidoeatéporlevaràcassaçãoda legenda.AntesmesmodaprisãodeJoãoVaccariNeto, otesoureirodasigla,naquarta-feira(15),dirigentesafir- maramreservadamenteàFolha(deS.Paulo)teremsido informados por pessoas que acompanham os desdo- bramentos da operação de que o partido deve sofrer sanções financeiras para ressarcir os cofres públicos pelacorrupçãonoesquemadaPetrobras.Desdeentão, asiglaseprepara,naspalavrasdeumgrão-petista,para uma multa de "valores astronômicos" a ser estipulada pelasinstânciasjudiciais. INFLAÇÃO DEVE IR A 8,23% O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deverá fechar o ano em 8,23%,deacordocomobole- timFocusdivulgadosemanal- mente pelo Banco Central. O índice havia recuado para 8,13% na semana passada, após 14 semanas de previ- sões de alta. Para os preços administrados, que sofrem al- gumcontroledogoverno,comoagasolinaeaenergiaelétri- ca, a estimativa de alta foi mantida em 13%. O mercado financeiropiorouaestimativaderetraçãode1,01%para1,03% no Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços do País. CAIINTENÇÃODECONSUMO OíndicedeIntençãodeConsumodasFamílias,me- didopelaConfederaçãoNacionaldoComérciodeBens, ServiçoseTurismo(CNC),caiu6,9%emabrileatingiuo menor nível da série histórica. A CNC divulgou ontem (20)oindicador,querecuou17,8%emrelaçãoaomesmo mês do ano passado. De acordo com a assessora eco- nômicadaCNC,JulianaSerapio,oindicadordestemês foioprimeirodasériehistóricaemquetodososcompo- nentesatingiramomenorpatamarjáregistrado.Amedi- çãoéfeitadesdejaneirode2010.Aquedafoimaisforte naintençãodecomprarbensduráveis,chegandoa14,3% nacomparaçãocommarçoea32,5%emrelaçãoaabril doanopassado. NOVO PRESIDENTE DA CNBB O arcebispo de Brasília, dom Sérgio Rocha, foi eleito ontem(20)presidentedaCon- ferênciaNacionaldosBispos do Brasil (CNBB). O novo presidente terá mandato de quatroanosefoiescolhidono primeiroescrutínio,apóssu- perar os dois terços dos vo- tos necessários para a elei- ção.DomSérgioRochasubs- tituiocardealRaymundoDamascenoAssis.Acerimôniade posseestámarcadaparasexta-feira(24),emAparecida(SP). EX-BBBBENEFICIADANOSEUA Osenadordemocrata por Nova Jersey Robert Menendez, de 61 anos, é acusadodeusarinfluên- cia política para ajudar doadores de campanha, segundoumareportagem do jornal norte-america- no New York Post. Entre asalegaçõesestáadeter trabalhadoparafacilitara obtenção de vistos de permanência nos Estados Unidos para namoradas es- trangeirasdocirurgiãoocularSalomonMelgen.Umadas beneficiadas foi identificada pelo Post como a ex-inte- grante da quarta edição do Big Brother Brasil Juliana LopesLeite,de34anos.HojeelaéadvogadaemMiami. AgentepenitenciárioéexecutadoJovemsedirigiaparaotrabalhonoPresídioRegionaldeMontesClaros,quandofoisurpreendidopordoispistoleiros CâmaradebateprojetodeR$48mi CIDADEADMINISTRATIVA A Câmara Municipal vai realizarumaaudiênciapúbli- ca, na manhã desta quinta- feira (23/4), para discutir o projeto do Executivo que pede autorização ao Legis- lativo para fechar a compra de um imóvel de R$ 48 mi- lhões destinado à SedeAd- ministrativa de Montes Cla- ros.Abancada de oposição ao governo municipal posi- ciona-se contrária à iniciati- va, por entender não se tra- tardeprioridade. Porsuavez,oExecutivo pedequesejavotadoemre- gime de urgência. O projeto deuentradanaCâmaraMu- nicipalnareuniãoordináriado dia 24 de março, quando teve início a tramitação nor- mal.Anteriormente,oprefei- to Ruy Muniz (PRB) anun- ciou a compra do prédio da antigafábricadaCoteminas, na Avenida Governador MagalhãesPinto,paraains- talação da nova sede admi- nistrativa. PÁGINA3 Prefeito sofre atentado e outro é preso após briga DoisprefeitosdoNortede Minas estiveram no centro dasatenções,nestefinalde semana,nãoporaçõespolí- ticas,masporquestõespoli- ciais.Nofinaldanoitedesá- bado (18/4), o gestor de Ibi- racatu, Joel Ferreira Lima (PT),de49anos,sofreuuma tentativa de homicídio. Ele participavadeumafestareli- giosa no povoado de Alfor- ges, quando foi atingido por quatro tiros. Os tiros atingi- ramoolhoesquerdo,tóraxe abdômen. JáoprefeitodeItacambi- ra, José Francisco Ferreira, oZequinha,foipresotambém nosábado,(18)apósseen- volver numa briga com um homem. Segundo a Polícia Militar,osdoisforamdetidos eencaminhadosàdelegacia de Polícia Civil em Montes Claros. PÁGINA11 M. Claros ocupa o 8º lugar em arrecadação de IPVA Montes Claros ocupa a oitavacolocaçãonoranking mineiro de arrecadação do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2015. Está atrás de Belo Horizonte, Uberlândia, Contagem, Juiz de Fora, Uberaba, Divinópolis e Ipa- tinga. No total, a Secretaria de Estado de Fazenda (SEF) arrecadou, até o dia 31 de março, mais de R$ 3 bilhões referentes às três parcelas do IPVA2015. Omontantecorresponde a 75% do valor. Já o des- conto de 3% oferecido aos contribuintesqueefetuaram o pagamento em cota única somou cerca de R$ 42,5 milhões. PÁGINA 6 Comtemporal,chuvassuperam amédiahistóricanomunicípio Com os 31mm registra- dos na noite de sexta-feira (17/4), inclusive com estra- gos em algumas partes da cidade, as chuvas supera- ramamédiahistóricaparao mêsdeabrilemMontesCla- ros, que é de 41.6mm. Com isso, o município chegou a 60.2mm, ajudando a com- pensar um pouco a escas- sez durante janeiro, histori- camenteumdosmesescom melhores acumulados de chuvas. Para sexta-feira eram esperados 6mm, mas a po- pulação de Montes Claros acabousendosurpreendida porumverdadeirotemporal, quedestelhoucasas,derru- bouárvores,muroseoutdo- ors e retorceu a estrutura metálicadacoberturadeum posto de combustíveis. De acordo com a Somar Mete- orologia,hápossibilidadede o município receber mais 65mm de chuvas nos próxi- mos dias. PÁGINA 12 PORTARIA estabelece- condições de segurança, sa- nitárias e de conforto nos lo- cais de espera, repouso e de descansodosmotoristaspro- fissionaisdetransporterodo- viáriodepassageirosedecar- gas no Brasil. PÁGINA 7 OFORTEVENTOdanificouacoberturametálicadeumpostodecombustíveis FOTOS: GEORGE NANDE FOTOS: DIVULGAÇÃO O AGENTE penitenciário Wesley Fabrício Ribeiro foi executado a caminho do trabalho no Presídio REPRODUÇÃO DO FACEBOOK
  2. 2. Asmatériaspublicadas são de responsabilidades dos editores, conforme o artigo 28, Inciso 1 da Lei 5. 250/67. Os artigos assinados não expressam, necessariamente, a opinião do jornal e são de responsabilidades de seus autores. Geral: (38) 3213-3761 Redação - (38) 3221-1404 Comercial - 3221-1090 / 3213-3761 Site: www.jnnoticias.com EDITOR: GEORGE NANDE JN Artes Gráficas Ltda - ADI - Associação dos Diários do Interior Email: comercialjn@yahoo.com.br / redacaojn@hotmail.com Telefone s: (38) 3221-8516 - Assinatura: 3222-2731 FAX - (038) 3221.4592 Assinaturas Trimestral: (primeira parcela em 15 dias). 01 entrada + 01 parcela de R$ 51,00 (total R$ 102,00). Ou à vista R$ 95,00 (pagamento em até 15 dias). Assinatura Semestral: (primeira parcela em 15 dias). 01 entrada + 03 parcelas de R$ 45,00 (total de R$ 180,00). Ou 01 entrada + 4 parcelas de R$ 36,00 (total R$ 180,00). Ou à vista R$ 159,00 (pagamento em até 15 dias). Assinatura Anual: (primeira parcela em 15 dias). 01 entrada + 03 parcelas de R$ 86,25 (total de R$ 345,00). Ou 01 entrada + 4 parcelas de R$ 69,00 (total R$ 345,00). Ou à vista R$ 307,00 (pagamento em até 15 dias). 21 DE ABRIL 1843 –Lê-senasessãoordináriadaCâmaraMunicipaldeMontesClarosde Formigas, uma portaria do Govêrno de Montes Claros de Formigas, uma porta- ria do Governo da Província, datada de 23 de fevereiro de 1843, comunicando queobacharelJoséChristianoGarçãoStoklertomoupossedocargodeJuizde Direito da Comarca. 1919-FaleceoprofessorJoséRodriguesPratesJúnior.Nasceu,emMontes Claros, a 17 de outubro de 1846, filho do cel. José Rodrigues Prates e dona ConstançaMariaPrates.Fêzocursoprimárioemsuaterranatalcomoprofessor público João Gualberto de Sousa, e o de línguas, Português, Francês, e Latim, com o padreAntônio dos Reis. Exerceu as funções de Promotor Público, Escri- vãodeórfãoseSecretáriodaCâmaraMunicipal.CriadaaEscolaNormal,ainda no Império, foi nomeado Secretário e professor catedrático, tendo sido também seu Diretor, por muitos anos. Regeu a cadeira de Pedagogia, até a data em que a Escola foi suprimida. Nomeado Inspetor Técnico do Ensino exerceu várias comissões do Govêrno. Criado o Grupo Escolar desta cidade, foi êle o seu primeiro Diretor. Militou, por muitos anos, como advogado no fôro de Montes Claros. Casou-se, nesta cidade, a 9 de novembro de 1871, com dona Luisa Antoniana Chaves. 1928 – Noticia a “Gazeta do Norte” desta data que o engenheiro José Paleta já se encontra empossado no cargo de Engenheiro-Residente da Central do Brasil em Montes Claros, em substituição ao dr. Samuel Cantarino. 1929 –Realiza-seoprimeirolivramentocondicionalemMontesClaros,con- cedido ao réu João Ciríaco dos Santos, tornado a 28 anos de prisão por homi- cídio na pessoa de Justino Rodrigues de Figueiredo, tendo já cumprido 21 anos de cárcere. 1931 — O dr. Eugênio Müller assume a direção dos serviços do Pôsto de Higiene, antigo Centro de Saúde, de Montes Claros. 1934 -FaleceJoséLeiteVieira,EscrivãodoCartóriodo1.ºOfíciodeMontes Claros, por nomeação de 23 de maio 1916. Casou-se com dona Honorina de Medeiros Leite. 1939 - Inaugurada a Cantina Escolar, no Grupo Escolar Gonçalves Chaves, em Montes Claros, por iniciativa do Prefeito Municipal, dr.Antônio Teixeira de Carvalho, e do Chefe do Centro de Saúde local, dr. Levy Lafetá. A sessão foi aberta pelo prof.Alvaro Prates, antigo Diretor do educandário. 1952 – É inaugurada a linha de ônibus Montes Claros-Belo Horizonte, da emprêsa Boa Viagem, de propriedade dos Irmãos Leal Ltda. 1961 - Em ato revestido de simplicidade, assume o cargo de Delegado de PolíciadomunicípiodeMontesClarosocap.GeraldoTitoSilveira,emsubstitui- ção ao tte. cel. José Coelho deAraújo, que pediu a sua exoneração. Num regime presidencialista tem destas coisas. Até aqui se tem falado muito, xingado de- mais, culpado ainda mais, a presidente Dilma pelos sucessi- vos escândalos de corrupção. Ela tem aparecido, na boca do povo e na imprensa, como a única culpada. Tudo é motivo para criticá-la e ao governo ou, o Executivo. Não são de graça estas críticas. Razões para elas existirem sobram e surgem a cada dia. Mas a questão é: mas e os outros Poderes? E os órgãos de fiscalização, o Ministério Público, não precisam ser cobra- dos também? São todos ou coniventes ou omissos em relação a corrupção. Tomem, por exemplo, o PorquesóoExecutivo? ACONTECE EM POLÍTICA HÉLIO MACHADO - heliomacho@bol.com.br Legislativo. Fiscalizar não é apenas uma de suas prerrogati- vas. É, certamente, seu principal dever, muito embora até mesmo a imprensa erre ao cobrar dos parlamentares apenas presença em plenário e votação de projetos. Dispensados de fiscalizar, eles não fiscalizam. E até costumam fazer deste dever/prerroga- tiva, um canal de pressão sobre o gover- no para conquistar favores ou vantagens. Ou tem outra explica- ção para o fato de parlamentares assinarem pedidos de constitui- ção de CPI’s, como as recentes para apurar irregularidades nos fundos de pensão e no BNDES e, sem ter porquê retirarem o apoio. JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASMONTES CLAROS, TERÇA/QUARTA-FEIRA, 21/22 DE ABRIL DE 20152 -2 -2 -2 -2 - OPINIÃOOPINIÃOOPINIÃOOPINIÃOOPINIÃO SAÚDE - Em boa hora, a Comis- são de Saúde da Assembleia Legis- lativa decidiu fazer uma radiografia da saúde pública no Estado. Depois de ouvir entidades ligadas ao setor em Belo Horizonte e chegar à con- clusão de que o quadro é mais com- plicado do que se imagina, começa a visitar o interior, onde a situação é desesperadora. Realiza audiência pública nesta quinta-feira às 15h, no Plenário da sede própria da Câmara Municipal, com a previsão de parti- cipação de toda a região. A Comis- são é presidida pelo deputado Arlen Santiago, do PTB e integrada pelo deputado Carlos Pimenta, do PT. PRÉDIO – A pretensão do prefeito Ruy Muniz, do PRB, de comprar o pré- dio da antiga fábrica da Coteminas, na Avenida Magalhães Pinto, para instalar a nova sede administrativa da Prefeitura, tem dado o que falar, com opiniões diver- gentes. Projeto que tramita na Câmara em que pede autorização para fechar negócio de R$ 48 milhões será discutido em audiência pública, no Plenário, nesta quinta-feira às oito horas da manhã, pro- posta pelo vereador Antônio Silveira, do PTN.Aoposição é radicalmente contra a iniciativa, que não considera prioridade. MAÇONARIA- Disposta a dar sua contribuição efetiva para combater a violência e a criminalidade e melhorar a segurança pública, a Maçonaria re- úne-se nesta quarta-feira, às 19h, no condomínio maçônico, no bairro Ibi- turuna. A reunião das diretorias das PAULOCESARDEOLIVEIRA “São todos ou coni- ventes ou omissos em relação a corrupção. Tomem, por exemplo, o Legislativo. Fiscalizar não é apenas uma de suas prerrogativas”. Se não tem nada a ser apura- do, porque assinaram? Se tem, porque retiraram a assinatura? E a demora em fiscalizar e agir do TCU, também não colabora com a corrupção? E os anos sem fim para o Judiciário julgar casos de corrupção, de descalabros administrativos, por acaso não colabora com a corrupção, pelo estímulo da impunidade? E o Ministério Público que, na maioria das vezes, age estimula- do pelas denúncias da imprensa, sua única fonte de informação? Se formos à raiz, chegou à Justiça Eleitoral que, com sua morosidade de tartaruga de bengala, permite que exerçam mandatos pessoas que, flagran- temente cometeram irregularida- des eleitorais. Quando chegam a julgar o mandato já passou da metade. E na ponta final, o eleitor, sempre ele, que se deixa corrom- per por benefícios diretos ou falsas promessas. Pense bem, com certeza você tem culpa também. (*) Jornalista e diretor-geral das revistas Viver Brasil e Robb Report Estamosemdecrescentefaseno Brasil, de craques no futebol. Com isso,aimprensaesportivaeos torcedoresvivemàcatadecraques, nos diversos times, por todas as cidades e Estados do Brasil. Falta-nos a classe e categoria de um Didi, a amortiçada no peito de um Nilton Santos, a sólida categoria e firmeza de um Belini, a potência de um chute certeirodeumPepe,omalabarismode umGarrincha,versatilidadeebeleza de jogadas e de gols de um Pelé, a categoriaepassescerteirosdeum Gerson, a genialidade de um Tostão, a rapidez os toques desconcertante de umRonaldoFenômeno. Tempos de estádios fervilhantes de grandes jogadas, de olhos fitados ou de ouvidos atentos aos detalhes que os craques produziam, com a sua maestria. De craques. O futebol tomou conta de um Brasil inteiro, com o orgulho dos brasileiros pelos craques dos seus times e da Seleção Brasilei- ra. Era assim. Os jogos de futebol eramespetáculosdeprimeiragrande- za. Trazido à vida pública, tivemos no Brasil, o tempo dos craques políticos queengrandeceramavidapública, com a sua doação, entrega, compro- metimentoehonradez. O povo está como a imprensa esportiva e os torcedores do futebol, à cata de craques, no caso de líderes políticos que incendiaram de patriotis- mo cada canto deste País Brasil. O momento de indignidade, de rouba- lheira,decorrupção,doescárniocom o povo, com o que o País se defronta, marca o tempo vazio dessasliderançasdaconstrução. Otimebrasileiroestásemum capitão que comande as ações, quemandefazermarcaçãocerrada aqui e ali, contra os malfeitos, que façatabelasparceirascoma sociedadeparaaconstrução participativa, que drible os obstá- culoscomacompetênciaealisura de atitudes e de comportamento ético, que marque os gols contra a corrupção e todo o tipo de malversaçãodosrecursospúbli- cos. Que extirpe com o voto os maus políticos, da torcida do contra o Brasil, contra os Estados e contra os municípios. O jogo está aí, para ser jogado comadecência,ocaráter,a dignidade, a ética, a moral, o respeito, a lealdade, a verdade, a solidariedadeeocompromisso comapopulação.Mesmosema presença de craques, de capitão que contamine todo o time e os torcedores, o povo brasileiro deve se unir, exercendo o direito cidadão, para a travessia do momentoatualeparasolidificar comosgovernantesatuais, democraticamenteeleitos,avitória do Brasil. É um jogo com as dificuldades pertinentes e sérias, masumjogoparaseganharcom muita união e patriotismo. (*) Educador e professor O jogo HAMILTON TRINDADE Reação popular Com dois anos de mandato, a administração municipal apresenta erros e acertos, como qualquer outra. O prefeito Ruy Muniz vai bem do ponto de vista administrativo, ao sanear e organizar a Prefeitura, mas peca em termos políticos. Não tem apresentado a devida habilidade para tratar questões mais complexas, que exige o verdadeiro jogo de cintura para sair-se bem, sem maiores desgastes. Em termos de obras, começa a deslanchar, mas ainda há muito por fazer, tomando por base os compromissos de campanha, que não são poucos. Uma obra impor- tante, aguardada há anos e que o prefeito quer mudar o projeto e não encontra respaldo popular é do córrego do Cintra. Há anos que moradores dos bairros de Lourdes, Monte Alegre, Vila Ipiranga e Cintra esperam pela construção de aveni- das espaçosas, para o trânsito de veículos e a melhoria do visual daquela parte da cidade, mas fica só na promessa, entra prefeito sai prefeito e não avança. A alegação de sempre é falta de recursos. Mas como há recursos para fazer outras obras? Por que somente para esta não há dinheiro? Parece que não há mesmo é interesse e vontade política dos gestores em concluir o projeto. A atual administração retomou as obras e as concluiu no trecho da Avenida Magalhães Pinto até a Dulce Sarmento, melhorando substancialmente o visual na região. Mas quer mudar o projeto no prosseguimento até o bairro Cintra. A intenção é de fazer apenas um calçadão para que pedestres façam caminhada. Ninguém concorda com a proposta, até porque não foi este o compromisso firmado na campanha eleitoral. Além do que, não atende as necessidades da região. Os moradores pagam impostos como os demais, do trecho anterior, que ganharam avenida que valoriza seus imóveis e melhora a qualidade de vida. Será que os moradores dos demais bairros cortados pelo córrego não merecem o mesmo tratamento da administração? Há revolta geral com a proposta do prefei- to. Se houver necessidade, eles pretendem sair às ruas em protestos contra a tentativa de mudança do projeto. Podem fazer manifestações na porta da Prefei- tura. Estão cobertos de razão em defender seus direitos, mais do que legítimos. lojas foi convocada pelo Conselho de Veneráveis do Norte de Minas (Conve- norte), presidido pelo advogado Wan- der Luciano Martins. Cada loja apresen- tará uma proposta, que será condensa- da em documento único a ser entregue ao governador Fernando Pimentel, em audiência em Belo Horizonte. ATENTADO – Repercute nos meios polí- ticos do Norte de Minas, a tentativa de as- sassinato do prefeito de Ibiracatu, Joel Fer- reira Lima, do PT, registrada na noite desse sábado, na localidade de Alforges, naquele município. Foi baleado por dois jovens, quan- do entrava em sua caminhonete. Os acusa- dos fugiram sem ser identificados. O chefe do Executivo, que levou seis tiros, está interna- do na Santa Casa, em Montes Claros. A Po- lícia trabalha com as hipóteses de motivação política e até mesmo de vingança, por algu- mas demissões feitas pela Prefeitura há pou- co tempo, COMÉRCIO – Apesar da crise eco- nômica que reflete em todos os se- tores, o comércio em Montes Claros mantém-se otimista na expectativa de aumentar as vendas nas datas comemorativas. É o caso do Dia das Mães, que se comemora no segun- do domingo de maio, em que as lo- jas estão preparadas para atender à exigente clientela. A data é a segun- da melhor em termos de vendas, por- que todos querem manter a tradição de presentear as mães. A diretoria da CDL, presidida pelo empresário Gilberto Eleutério dá todo o suporte ao importante segmento. MATERNIDADES – Um dos maiores defensores de saúde pública de qualida- de na Câmara Municipal, o vereador Idel- fonso da saúde externa, a todo instante, preocupação com o setor, que não apre- senta avanços no sentido de atender bem a população. Agora mesmo, o peeemde- bista está apreensivo com a situação das maternidades. É que a maternidade da Santa Casa está sobrecarregada com o fechamento da maternidade do Hospital Aroldo Tourinho. Com isso, a tendência é de o quadro piorar, porque a Santa Casa não tem estrutura para atender à crescente demanda regional. FUSÃO – Lideranças do DEM e do PTB de Montes Claros não comen- tam sobre a proposta de fusão dos dois partidos, discutida pela cúpula nacional e que estaria em estágio bem avançado. Pode-se concluir que a medida, caso se concretize, não será bem recebida por aqui, porque não há como pensar em convivência har- mônica entre o ex-prefeito Jairo Ata- íde e o deputado Arlen Santiago. Os dois têm diferenças históricas, há anos, desde quando compuseram chapa vitoriosa para prefeito e vice de Montes Claros. E não há que se falar em armistício neste momento. PESAR – Causou profundo pesar na sociedade norte-mineira, o falecimento da professora/escritoraYvonne Silveira, pre- sidente daAcademia Montes-clarense de Letras. Depois de completar cem anos de vida, com lucidez total, ela passou mal após a solenidade de lançamento do li- vro sobre o ex-prefeito Antônio Lafetá Rebello e teve que ser internada na San- ta Casa. Permaneceu internada até esse sábado quando faleceu. A região perde um de seus patrimônios culturais. Dona Yvonne, minha eterna mestra, contribuiu para fortalecer a cultura regional. Aos fa- miliares, os pêsames da coluna. Que Deus os conforte pela perda irreparável. Gilberto Eleutério trabalha em favor do comércio Idelfonso da Saúde defende saúde de qualidade
  3. 3. JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIAS MONTES CLAROS, TERÇA/QUARTA-FEIRA, 21/22 DE ABRIL DE 2015 POLÍTICA - 3POLÍTICA - 3POLÍTICA - 3POLÍTICA - 3POLÍTICA - 3 O governo federal está às voltas comcincosistemasinacabadosdesa- neamento básico no Estado, financia- dos pelo Programa de Aceleração do Crescimento(PAC).Osprojetosvisam universalizar a coleta, o tratamento de esgoto e o fornecimento de água tra- tada à população. Auditoria do Tribu- nal de Contas da União (TCU) en- controu irregularidades em obras nos municípios de Belo Vale, região Cen- tral do Estado; Acaiaca, na Zona da Mata; Guaxupé, no Sul de Minas; e São João do Paraíso e Ninheira, no Norte de Minas. As obras receberam recursos do PAC, mas pararam, atrasaram ou mal começaram por problemas diversos: da deficiência em projetos de enge- nharia à execução de serviços de baixa qualidade. Outras foram con- Sem maior respaldo do poder público em nível estadual e fede- ral, a seca não para de causar problemas de toda ordem no Nor- te de Minas, em função das per- das significativas com a agricultu- ra e a pecuária. Para tentar ame- nizar o quadro dramático, os pre- feitos recorrem aos decretos de Estado de Emergência, que lhes possibilitem criar perspectivas de receber ajuda mais substancial para atender às famílias atingidas. O governador Fernando Pi- mentel, do PT, homologou nesse sábado o decreto de 14 prefeitu- ras que estão em estado de Emer- gência em Minas Gerais. Com o reconhecimento do governo do Estado, os municípios podem ter acesso mais fácil e rápido a recur- sos do Ministério da Integração Nacional. Os decretos do gover- nador foram publicados no Minas Gerais, o diário oficial do Estado. Dentre as situações de emer- Debater as demandas e as difi- culdades dos pequenos hospitais do Norte de Minas, bem como o impacto da judicialização da saúde nos muni- cípios. Esses são os objetivos da au- diência pública da Comissão de Saú- de da Assembleia Legislativa de Mi- nas Gerais (ALMG), em Montes Cla- ros. A reunião acontece no Plenário da sede própria da Câmara Munici- pal, a partir das 15h, com a presença de autoridades ligadas ao tema de toda a região. Presidente da Comissão, o de- putado Arlen Santiago, do PTB, é autor do requerimento para a audi- ência, junto com os colegas Carlos Pimenta, do PDT e Gil Pereira, do PP. Segundo o petebista, a Assem- bleia vem acompanhando a situação da saúde em Belo Horizonte. O obje- tivo, agora, seria expandir a visão para cidades do interior. “Na Capital, a situação é a mais precária possí- vel. Há hospitais fechando e outros cancelando cirurgias”, afirmou. De acordo com o parlamentar, a audiência terá a finalidade principal de fazer um diagnóstico da situação dos hospitais da região. “Vamos ou- vir a população local e, posteriormen- te, a comissão vai montar um docu- mento que será referência sobre a realidade da saúde no interior do Estado”, explicou. Apesar de o prefeito Ruy Muniz, do PRB, ter anunciado a compra do prédio da antiga fábrica da Cotemi- nas, naAvenida Governador Maga- lhãesPinto,paraainstalaçãodanova sede administrativa da Prefeitura, o projetoemquepedeautorizaçãopara fechar o negócio de R$ 48 milhões ainda tramita na Câmara Municipal. Esemprevisãodeinclusãonapauta para apreciação e votação em Ple- nário. Por iniciativa do vereadorAn- tônio Silveira, do PTN, ex-presiden- tedoLegislativoserárealizadaaudi- ência pública, nesta quinta-feira, 23, apartirdasoitohorasdamanhã,para se discutir o projeto. A bancada de oposiçãoaogovernomunicipalposi- ciona-se contrária à iniciativa, por entendernãosetratardeprioridade. O Executivo pede que seja votado em regime de urgência. OprojetodeuentradanaCâmara Municipalnareuniãoordináriadodia 24demarçoecomeçouatramitação normal.Logoapósreceberoparecer daComissãodeLegislaçãoeJustiça, presididapelovereadorValcirdaAde- moc,doPTB,serácolocadoempauta pelo presidente da Casa, vereador OprocessoquetramitanoTribu- nal Regional Eleitoral (TRE), pedin- do a cassação do mandato do go- vernador Fernando Pimentel, do PT edoviceAntônioAndrade,doPMDB, volta a gerar polêmica. Isto porque, aProcuradoriaRegionalEleitoralem MinassolicitouaoTREoafastamen- todojuizWladimirRodriguesDiasda conduçãodetodososprocessosen- volvendo membros do PT. Entre os procedimentos do tribu- nal,omaispolêmicoéoquetratado pedidodaProcuradoriaEleitoralpara que seja cassado o mandato do go- vernadoredovice,porsupostoabu- so de poder econômico na eleição de 2014. O magistrado já responde aumprocessoadministrativonaCor- regedoria do TRE. No pedido de mandado de segu- rança, o procurador Patrick Salgado acusaojuizWladimirRodriguesDias SEDEADMINISTRATIVA CâmaraanalisaprojetodeR$48milhõesMarcosNem,paradiscussãoevota- çãoemPlenário.Aprevisãoédeque gereintensapolêmica,emfunçãoda posiçãocontráriadabancadadeopo- sição, que já o criticou por diversas vezes.Oentendimentodosoposicio- nistas é de que viabilizar nova sede administrativa para a Prefeitura não deve ser prioridade, havendo seto- resqueprecisamdeatençãoespeci- al,entreeles,asaúdepública. O prefeito afirma no projeto que os imóveis serão adquiridos por R$ 48 milhões, que será integralizado mediante36parcelasmensaisecon- secutivas, sendo as doze primeiras no valor de R$ 1 milhão e as 24 restantes no valor de R$ 1,5 milhão, cada uma.As parcelas serão corri- gidas pelo Índice Geral de Preço de Mercado (IGPM), da Fundação Ge- túlio Vargas. Para a garantia do pa- gamento das parcelas, fica o Exe- cutivo autorizado a ceder ou vincu- lar em garantia, em caráter irrevo- gável e irretratável, as receitas e quotas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). JUSTIFICATIVA–Oprefeitoale- ganoofícioenviadoaopresidenteda Câmara que “trata-se de projeto de extremarelevânciaeimportânciapara a cidade, diante da possibilidade de garantir a modernização, centraliza- ção,desburocratizaçãodetodaestru- turaadministrativa,mas,tambémme- lhorprestaçãodosserviçosaoscida- dãos”.Afirmaqueasavaliaçõesane- xas ao projeto demonstram que os benspossuemvalordemercadosu- perior aos da pretendida aquisição. Combasenoartigo53daLeiOrgâni- caMunicipal(LOM),RuyMunizpede queoprojetosejaapreciadoemregi- medeurgência.Elereuniu-sehácer- ca de um mês com o empresário Jo- suéGomesdaSilva,diretor-presiden- te do Grupo Coteminas e fechou o negócio.Agora, espera a manifesta- çãooficialdaCâmaraMunicipal. AUDIÊNCIA–Paradiscutiropro- jetocommaisdetalhes,aCâmaraapro- vou requerimento do vereadorAntô- nioSilveirapropondoarealizaçãode audiênciapública,namanhãde23de abril,comapresençadaspartesdire- tamente interessadas. O vereador esperaqueoprefeitoestejapresente paraexplicarosverdadeirosmotivos queolevaramaanunciaramudança O projeto do Executivo deve ser discutido em audiência pública nesta quinta pela manhã Audiênciadiscutegargalosdasaúde Comissão também trata do impacto da judicialização do setor CONVIDADOS –Para a audi- ência, foram convidados o prefeito Ruy Muniz; o presidente da Câma- ra Municipal, Marcos Nem; o se- cretário de Estado de Saúde, Faus- to Pereira dos Santos; a superin- tendente regional de saúde de Montes Claros, Olívia Pereira de Loyola; o chefe da Divisão de Con- vênios e Gestão do Ministério da Médico e deputado, Arlen Santiago faz radiografia da saúde em Minas Saúde de Minas Gerais, Alencar Tadeu Winter; o juiz diretor do Foro de Montes Claros, Richardson Xa- vier Brant; e a secretária municipal de Saúde de Montes Claros, Ana Paula de Oliveira Nascimento. Também foram convidados para a reunião o promotor de Justiça da 11ª Promotoria de Justiça de Mon- tes Claros, Flávio Márcio Lopes Pi- nheiro; o provedor da Santa Casa, Heli Penido; o administrador geral e o provedor do Hospital Aroldo Tou- rinho, Cláudio Medeiros Santos e Paulo César Gonçalves de Almei- da, respectivamente; o superinten- dente do Hospital Universitário Cle- mente de Faria, José Otávio Braga Lima; o diretor do Hospital Munici- pal de Januária, Rogério Freitas Vi- eira; a secretária de Saúde de Monte Azul e presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais (Cosems), de Montes Claros, Wanessa dos Anjos Dias; e o coordenador do Samu Macro Norte, Enius Freire Versiani. Emergênciaem maismunicípios gência, apenas uma foi ocasiona- da em função do excesso de água. Em Itaverava, vizinha de Conse- lheiro Lafaiete, na região Central, um temporal de três horas inun- dou parte da cidade, na madruga- da do dia 1º de fevereiro. O pré- dio da prefeitura, um centro de saúde e um batalhão da Polícia Militar foram atingidos. Os outros municípios que de- cretaram situação de emergência foram Catuti, Felisburgo, Ibiaí, Ita- obim, São João do Paraíso, Mati- as Cardoso, Medina, Grão Mogol, Padre Carvalho, Serro, Urucuia e Lassance, todos em função da estiagem. Já em Francisco Bada- ró o decreto foi para as áreas atin- gidas pela seca. No período 2014/ 15, de acordo com a Coordena- doria Estadual de Defesa Civil, já são 108 municípios em situação de emergência em Minas Gerais por causa da falta d’água. Outros 21 foram atingidos por chuvas fortes. Fernando Pimentel reconhece emergência em municípios da região TCU aponta falhas em obrasdoPACnaregião cluídas, contudo, funcionam de forma precária, de acordo com levantamen- to do TCU. São os casos de São João do Pa- raíso e Ninheira. Conforme relatório do Tribunal, apesar de concluídas em 2013, as obras de ampliação dos sis- temas de abastecimento de água tra- tada das cidades aguardam energi- zação pela Cemig. Enquanto isso fun- ciona parcialmente com o auxílio de geradores. A Cemig informou que o serviço na estação de São João do Paraíso será concluído até o fim de maio. Ao contrário do que informou o relatório do TCU, a empresa afirmou que no município de Ninheira a ener- gizaçãofoifeita. OministroBenjaminZymler,relator do processo, justificou que entre as ra- zõesquemotivaramaauditoriaestãoo da sede administrativa da Prefeitura para o imóvel da Coteminas. O Exe- cutivotrabalhacomapossibilidadede que a mudança ocorra no segundo semestredesteano. grande volume de recursos envolvi- dos e o risco na transferência para municípios pequenos, que podem não ter uma estrutura administrativa para executar o saneamento. O que acon- tece nessas cidades mineiras, com menos de 50 mil habitantes, não é fato isolado, analisa Édison Carlos, enge- nheiroquímicoepresidentedoInstituto Trata Brasil, organização que faz estu- dos sobre saneamento básico no país. RECORRENTE-“Infelizmenteisso ocorre no Brasil todo, em cidades com mais de 500 mil habitantes também. É comum as obras saírem do cronogra- ma. Algumas já começam com dois anos de atraso. A burocracia emper- ra, mas existem projetos malfeitos e desatualizados, que precisaram ser repactuados com os agentes financei- ros. Há muitos gargalos além do di- nheiro: demora nas licenças ambien- tais, empreiteiras de má qualidade, di- ficuldades das prefeituras com desa- propriações,tudoatrapalha,masosa- neamento deveria ser prioridade das autoridades”, lamentou. PROCESSOSDOPT Procurador espera afastar juiz do TRE de agir com parcialidade, como se fosseadvogadodoPT.Em9demar- ço, o juiz concedeu uma liminar de- terminando a suspensão da investi- gaçãojudicialeleitoralpropostapelo procuradorcontraPimenteleAndra- de.Antes, ele já havia se posiciona- docontrárioàdesaprovaçãodecon- tasdopetistaedopeemedebista. Wladimir Rodrigues Dias, que é advogadoeconsultorconcursadoda AssembleiaLegislativadoEstado,to- moupossenocargodejuizefetivodo TRE em janeiro de 2014, após ser nomeadopelapresidenteDilmaRous- seff,doPT.Escolhidoemumalistatrí- plice, o jurista tem mandato de dois anos,compossibilidadederecondu- ção ao cargo pelo mesmo período. WladimirRodriguesDiasrefutouatese sustentadapeloprocurador. Oprocessodesuspeiçãofoiaber- toeseencontraemfasedeinstrução, com oitiva de testemunhas arrola- das pela defesa. Depois, ele será encaminhadoparaorelatordarpa- recer.Emseguida,seráapreciado pela Corte do Tribunal. Se for con- sideradosuspeito,adecisãoliminar desuspensãodainvestigaçãocon- traPimentelseráanulada. LIMINAR-Enquantoaliminarvi- gorar, o processo que questiona a eleição permanecerá suspenso. Tambémdependedejulgamentono TSE, em Brasília, o recurso contra decisãodaCorteeleitoralmineiraque desaprovou a prestação de contas dePimentelpor“errosinsanáveis”. OjuizWladimirRodriguesDias, aocontráriodamaioriadoscolegas dele,foifavorávelàaprovaçãodas contasdoPTcomressalvas.Foia partir dessa decisão que surgiram os indícios da parcialidade do ma- gistrado,segundoanotouoprocu- rador Patrick Salgado na petição enviada ao TRE. Ao comentar o voto, o juiz chamou seus pares de “irresponsáveis”pordesaprovarem as contas de campanha do gover- nador.Oscolegasreagirampronta- menteàscolocações.
  4. 4. JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASMONTES CLAROS, TERÇA/QUARTA-FEIRA, 21/22 DE ABRIL DE 201544444 - CIDADE- CIDADE- CIDADE- CIDADE- CIDADE ANDERSON JUNEO MENDES COSTA com 25 anos. Nasceu em 23 de Julho de 1989 em Montes Claros . Filiação Iracema Rodrigues Mendes e Roberto Lourenço da Costa .Faleceu no último 17 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. BRUNO FERREIRA DA SILVA com 85 anos . Nasceu em 06 de Outubro de 1929 em São Francisco .Filiação Jordelina Barbosa da Silva e Belarmino Ferreira de Queiroz . Faleceu no último 12 deAbril de 2015 em Montes Claros-MG. ELIAS DIAS com 70 anos . Nasceu em20 de Julho de 1944 emMontes Claros . Filiação Maria Nazaré Dias .Faleceu no último dia 16 de Abril de 2015 em Montes Claros MG. IZAURA FRANCISCA DA CONCEIÇÃO com 58 anos . Nasceu em 25 de Setembro de 1956 em Joaquin Felício . Filiação Vicentina Francisca dos Santos .Faleceu no último dia 08 deAbril de 2015 em Montes Claros MG. JOÃO GABRIEL OLIVEIRA SANTOS com 7 anos. Nasceu em 02 de Setembro de 2014 em Janaúba .Magna Ramos de Oliveira Santos eSílvio Alesson dos Santos . Faleceu no último dia 11 deAbril de 2015 em Montes Claros MG. JOSÉ PEDRO CARVALHO SILVA com 8 . Nasceu em 09 de Abril de 2015 em Montes Claros Filiação Pricila de Cássia Carvalho Silva e Clemente Ferreira da Silva Filho .Faleceu no último dia 16 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. MARCOS EDVAR SOARES OLIVEIRA com 54 anos . Nasceu em21 de Junho de 1960 em Vila Nova de Minas .Filiação Geralda Soares da Cruz e Serafim Gonçalves de Oliveira . Faleceu no último dia 16 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. WAGNER LUIZ EVANGELISTA ARAÚJO com 47 anos . Nasceu em 26 DE aBRIL DE 1967 em Bocaiuva .Filiação Maria amélia Evangelista Araújo e Sebastião Ferreira de Araújo . Faleceu no último 16 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. . APUBLICAÇÃO NESTE ESPAÇO É GRATUITA. BASTA ENVIAR OS DADOS – INCLUSIVE FOTO – PARAA PORTARIA DO JORNAL DE NOTICIAS - FONTE: CARTÓRIO DE REGISTRO CIVIL 17 de Abril de 2015 OFICIAL DO REGISTRO CIVIL ABANDONADOS Cidadetemquase70milcãesderua Aorealizarnoúltimodia13pro- cessolicitatóriocompregãoeletrô- nico para adquirir medicamentos veterinários(antibióticosinjetáveise vermífugos)eraçãoparacãoadul- to,paraoProgramadeControleda PopulaçãoAnimalErrante,daSe- cretariaMunicipaldeSaúde,aPre- feituratrazàtonaaquestãodapo- pulaçãocaninaderuaemMontes Claros,quesegundoOngsdosetor jábeira70milanimais.Foragatos, quetambémtêmsidoabandonados amiúde,principalmentefilhotes,que costumamserdeixadosnascasas alheiasnacaladadanoite. Ocontroledapopulaçãocanina de rua, necessário, entre outros motivos,paraevitaraincidênciada Leishmaniose Visceral, o popular calazar,cujoprocessodeinfecção humanaprecisadoscachorros,os hospedeiros do vírus transmitido pelomosquitoFlebótomo(também conhecido como palha, birigui ou tatuquiras), passa pela castração dos animais, cuja providência a Prefeituraaindanãoconseguiuim- plantar.Oprocedimento,queimpe- deaproliferaçãodosbichoséuma alternativaaosacrifíciopuroesim- ples,medidarepudiadapelasocie- dade e pelas Ongs e que por isso mesmo acabou descartada pela saúdepública. Emboramuitagentenãoosai- ba, em Montes Claros existem OngscomoaAmigodoBicho,que alémdeacolhercãesderuas,tra- tá-losedar-lhesemadoção,parti- cipadasdiscussõesarespeitodas questõesenvolvendoodestinodes- ses animais, que comem, literal- mente,opãoqueodiaboamassou nasruasdacidade.Todasvivema expectativadequeopoderpúblico municipalefetivealgumasdasme- didassugeridasporrepresentantes dasinstituiçõesedasociedadeor- ganizada.Tratarealimentarosani- mais é um bom começo. SegundovoluntáriosdasOngs, MontesClarosfiguraentreosmu- nicípios do interior com maior nú- merodecãesabandonados,mui- tos desprezados pelos donos por estaremvelhosedoentes.Elesdes- tacam que a adoção de algumas medidas,pelosórgãoscompeten- tes, pode reduzir esse número a níveisaceitáveis,comefeitospositi- vostambémnasaúdedaspessora consiga implantar a proposta de castraçãodecãesegatosderua(e deresidências,seesteforodesejo dosdonos). ALIMENTEUMCÃODERUA Natentativademinorarosofri- mentodoscãesderua,muitagente tem aderido à campanha convo- candoaalimentarumcãoabando- nado.Jáécomumencontrar–prin- cipalmente no centro da cidade - vasilhasestrategicamentecoloca- das sob marquises com ração e água.Talvez ainda não na quanti- dade necessária, mas o bastante paramostrarque,felizmente,aso- ciedadeaindatemmuitagentede bom coração. Outra forma de as pessoas minorarem o sofrimento dos animais é entregando-os às Ongs para doação, ao invés de abandoná-losnasruas.Telefones e endereços delas são facilmente encontradosnainternet.Emuitas vãoàresidênciaapanharoanimal, principalmentenocasodefilhotes, cujaadoçãoémaisfácil. CENTRODECASTRAÇÃO RecentementeaPrefeituracon- vocouclínicasveterináriasparaatu- arem na castração cirúrgica de cães,ematendimentoàdemanda doCentrodeControledeZoonoses (CCZ). De acordo com a adminis- tração,existeumprojetoaprovado paraaconstruçãodoCentrodeCas- traçãodentrodoespaçoondefunci- onaoCCZ,orçadoemR$140mile que vai ser acompanhado pelo ConselhoNacionaldeVeterinária. SegundoEdvaldoFreitas,coor- denador do CCZ, para controlar a populaçãocaninaéprecisocastrar os animais e também realizar um trabalhoeducativocomosmorado- res,paraevitaroabandono. REPRODUÇÃO Tempochuvosoequente favorece o Flebótomo SegundooCentrodeControle deZoonoses(CCZ),períodoschu- vososequentessãopropíciosao aumentodapopulaçãodomosqui- to Flebótomo, o transmissor da Leishmaniose. Conforme Marília Rocha, veterinária do CCZ, exis- temdoistiposdeLeishmaniose,a visceraleategumentar. A visceral, mais conhecida como Calazar, acomete fígado, baçoemedula,causafebre,ane- mia,tosseseca,fraqueza,palidez e pode levar a óbito até 90% dos pacientesnãotratados.Ategumen- tarémaisfrequentenazonarural, afetando pessoas que praticam ecoturismo,escaladaouaindasi- tiantes.Amanifestação mais co- mum são lesões de pele ou aco- metimento das mucosas nasal e oral. Deacordoaveterinária,opro- gramadecontroledaLeishmanio- se Visceral é orientado pelo Ma- nualdeVigilânciadoMinistérioda Saúde, com ações executadas conformeaestratificaçãodorisco dadoença,queédefinidopelaocor- rência de casos humanos. Mon- tes Claros é dividida em 19 seto- reseaestratificaçãorealizadaem 2013nãoregistroumédiasuperior 2,4 casos humanos, considerado médio risco, ou 4,4 casos do tipo altorisco. ACCZtemtrabalhadoem32bair- ros com maior prevalência de cala- zar canino e ocorrência de casos humanosnoperíodode2009a2011, avaliando a eficácia da coleira im- pregnada com inseticida (Scalibor). Os cães são examinados e encolei- rados a cada seis meses com o en- cerramento da pesquisa previsto para junho de 2015. Se os resulta- dosforemsatisfatóriosoMSdeverá incluiracoleiradentreasestratégias decontroledadoença”,diz. A pesquisa abrange os bairros Vila Luiza, João Botelho, Sumaré, São Judas II, Dr. Antônio Pimenta, Dr. João Alves, Vila Telma, José Carlos de Lima, Conjunto Havaí, Maria Cândida, Morrinhos, Morri- nhosI,SantaRitaI,RoxoVerde,Fran- cisco Peres e Clarindo Lopes que segundo o CCZ, onde 4.598 cães foramexaminadosem2013enova- mentereavaliadosem2014. ParacombateaoFlebótomonas residências,aCCZorientaalimpeza periódicadosquintais,comremoção de matéria orgânica, redução da umidadeedosombreamento(poda das árvores), além da retirada de pequenosanimaisdeprodução(ga- linhas, pombos, porcos, caprinos e etc),queservemdefontedealimen- toparaosinsetosadultos. IR Faltam pouco mais de uma semana para o fim do período de entregadaDeclaraçãodeImpos- to de Renda Pessoa Física 2015, já são aguardadas possíveis difi- culdades com congestionamento do sistema para quem deixar a entregaparaúltimahora.Oprazo para a entrega da declaração ter- mina no próximo dia 30 (quinta- feira), às 24 horas.Assim é preci- so correr. Aorientaçãodosespecialistas é ‘passar sebo nas canelas’, por- que se deixar para o finalzinho o contribuintefatalmenteencontrará o sistema congestionado ou en- Entregue incompleto e retifique frentará outros problemas. A multa para quem não consiguir entregar a declaração, varia de R$ 165,74 a 20% sobre o imposto devido, mais juros de mora de 1% ao mês”. Caso o contribuinte não consiga reunir os documentos necessários, deveentregaromaterialincompleto edepoisfazer declaraçãoretificado- ra.Adeclaraçãoretificadoratambém vale em caso de problemas na de- claraçãojáentreguepelocontribuin- te. O prazo para retificar a declara- ção é de cinco anos, mas é impor- tantequeocontribuinterealizeopro- cesso rapidamente, para não correr o risco de ficar na malha fina.Ade- claração retificadora deve ser no mesmo modelo (completo ou sim- plificado)utilizadoparaadeclaração original. JUNTO com os cães, cresce também a população de gatos abandonados, principalmente filhotes, deixados nas casas alheias REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ESTADO DE MINAS GERAIS MARIA DE LOURDES CHAVES Oficial do Registro Civil Faz saber que pretendem casar-se: 16408 - FERNANDO SILVA GONÇALVES, solteiro, maior, TÉCNICO DE SEGURANÇA, natural de Montes Claros-MG, residência RUA ENGE- NHEIRO DOLABELA,N°72,Montes Claros-MG, filho de ANTÔNIO GON- ÇALVES PEREIRA e MARIA ELIZABET PEREIRA DA SILVA; e LINDAURA RODRIGUES DA SILVA, divorciada, maior,AUXILIAR DE ESCRITÓRIO, natural de MONTES CLAROS-MG, residência RUA MONTE SINAI,N°142, Montes Claros-MG, filha de e MARIA RODRIGUES DA SILVA; 16409 - MARCELO BERNARDO FREIRE OLIVEIRA, solteiro, maior, AUXILIAR ADMINISTRATIVO, natural de Montes Claros-MG, residência RUAA, N° 38,Montes Claros-MG, filho de EXPEDITO RODRIGUES DE OLIVEIRA e DARCI DE JESUS FREIRE OLIVEIRA; e FERNANDA SOA- RES DINIZ, solteira, maior, PROFESSORA, natural de MONTES CLA- ROS-MG, residência RUA GENTIL PEREIRA SOARES, N°147, Montes Claros-MG, filha de CARLOS RODRIGUES DINIZ e ADENY SOARES DINIZ; 16410 - JOSÉ EDSON PEREIRA FILHO, solteiro, maior, COBRA- DOR, natural de MONTES CLAROS-MG, residência RUA ESPERANÇA, N° 515, Montes Claros-MG, filho de JOSÉ EDISON PEREIRA DA CRUZ e IRIS PEREIRA DOS SANTOS; e JUSSARA GONÇALVES DOS REIS, sol- teira, maior, ATENDENTE, natural de LONTRA-MG, residência RUA PORTERINHA, N° 252, Montes Claros-MG, filha de JOÃO LUIZ LOPES DOS REIS e MARIA DOS ANJOS GONÇALVES DOS REIS; 16411 - DANIEL FERNANDES MAIA MEIRELES, solteiro, maior, EN- GENHEIRO DA COMPUTAÇÃO, natural de Montes Claros-MG, residência RUA FRANCISCO COUTINHO,N° 755, Montes Claros-MG, filho de MOZART MEIRELES e MARIA DE FÁTIMA FERNANDES MAIA MEIRELES: e MARIANA CARVALHO DE OLIVEIRA SANTOS, solteira, maior, FARMACÊUTICA, natural de SÃO PAULO-SP, residência RUA DR. JOSÉ VELOSO SOUTO, N° 65, Montes Claros-MG, filha de CARLOS DE OLIVEIRA SANTOS e OZÉLIA RODRIGUES DE CARVALHO SANTOS; 16412 - FILLIPE GUSMÃO SOARES, solteiro, maior, TÉCNICO DE LA- BORATÓRIO, natural de Montes Claros-MG, residência RUA "D", N°261, Mon- tesClaros-MG,filhodeELSONSOARESFONSECAeJUDITEMARIAGUSMÃO SOARES; e ELIZÂMA DE OLIVEIRA PIMENTA, solteira, maior, TÉCNICA EM ANÁLISES CLÍNICAS, natural de MONTES CLAROS-MG, residência RUA GENTILGONZAGA,N°601,APT.C, Montes Claros-MG, filha de JOSÉ IVANILDO ALVES PIMENTA e CARMA APARECIDA OLIVEIRA ALVES; 16413 - RAFAEL SOARES DUARTE DE MOURA, solteiro, maior, AD- VOGADO, natural de PARQUE INDUSTRIAL M° E CC° DE CONTAGEM- MG, residência R. DR. VELOSO, 1187, APT 402, Montes Claros-MG, filho de ALEXANDRE SOARES DE OLIVEIRA e MARGARET DUARTE SOA- RES; e LIZ SILVA TORRES, solteira, maior, SERVIDORA, natural de IPATINGA-MG, residência R. DR. VELOSO, 1187, APT 402, Montes Cla- ros-MG, filha de EDUARDO TORRES DE LIMA e KEILA MARA LEITE DA SILVA TORRES; 0164l4 - ADSON FABIAN OLIVEIRA ARAÚJO, solteiro, maior, MÊCANICO, natural de MONTES CLAROS-MG, residência R. ATLÉTICO, 1060, Montes Claros-MG, filho de ARNEVALDO SILVEIRA ARAÚJO e JULIANA MENDES OLIVEIRA; e CINTHIA DOS REIS XAVIER, solteira, maior, ATENDENTE, natural de MONTES CLAROS-MG, residência R. GLAUCILANDIA, 8, Montes Claros-MG, filha de e ELIZANGELA DOS REIS XAVIER; 16415 - NILSON ALVES COUTINHO FILHO, solteiro, maior, ANALIS- TA DE SISTEMAS, natural de MONTES CLAROS-MG, residência R. JOSÉ PRUDÊNCIO DE MACEDO, 216F, Montes Claros-MG, filho de NILSON ALVES COUTINHO e SONIA MARIA RODRIGUES COUTINHO; e MÍRIAN DE AZEVEDO MENDES, solteira, maior, PROFESSORA, natural de MON- TES CLAROS-MG, residência R. MARQUESA DE SANTOS, 482, Montes Claros-MG, filha de RODNEY JOSÉ MENDES e ROSANGELA DE AZEVE- DO MENDES; 16416 - CELSO RIBEIRO DA SILVA, divorciado, maior, VENDEDOR, natural de SÃO FRANCISCO-MG, residência R. WELLINGTON CESAR ALVES, 472, Montes Claros-MG, filho de AFONSO RIBEIRO DA SILVA e ANA BRAGA DE JESUS; e ENEDY DE BARROS SILVA, solteira, maior, CABELEIREIRA, natural de Montes Claros-MG, residência R. 59, 56, Mon- tes Claros-MG, filha de e GERALDA DE BARROS DA SILVA; 16417 - DURAN NUNES DE PINHO VELOSO, solteiro, maior, DEN- TISTA, naturalde MONTES CLAROS-MG, residência R. FRANCISCO VERSIANE ATAÍDE, 348, Montes Claros-MG, filho de WALDIR DE PINHO VELOSO e DÁRIA NUNES DE PINHO VELOSO; e ROSÂNGELA DE BRITO SOUSA, solteira, maior, PSICÓLOGA, natural de TAIOBEIRAS-MG, resi- dência R. FRANCISCO VERSIANE ATAÍDE, 348, Montes Claros-MG, filha de CLEMENTE DE SOUSA e JOSELITA BRAGA DE BRITO SOUSA; 16418 - ANDRÉ LUIZ MENDES ATHAYDE, solteiro, maior, ADMINIS- TRADOR, natural de Montes Claros-MG, residência RUA CAMÉLIA, 401, Montes Claros-MG,filho de JOSÉ DARCY ATHAYDE VERSIANI e BENILDE MENDES ATHAYDE; e FABIANA PRATES DE OLIVEIRA, solteira, maior, ESTUDANTE, natural de MONTES CLAROS-MG, residência RUA LAURO BRANT, 190, Montes Claros-MG, filha de JOSÉ AGOSTINHO DE OLIVEI- RA e SOLANGE DURÃES PRATES OLIVEIRA; Apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei. Lavra o presente para ser afixado em cartório e publicado pela imprensa. Montes Claros, 20 de abril de 2015 OFICIAL DO REGISTRO CIVIL
  5. 5. JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIAS MONTES CLAROS, TERÇA/QUARTA-FEIRA, 21 e 22 DE ABRIL DE 2015 CIDADE - 5CIDADE - 5CIDADE - 5CIDADE - 5CIDADE - 5 MUTIRÃO DE PREVENÇÃO AO CÂNCER MaisdeduasmilpessoasatendidasA 5ª edição do mutirão de pre- venção ao câncer realizado pela Associação Presente Padre Tião- zinho na sexta-feira (17/4) na Pra- ça Doutor Carlos, área central de Montes Claros, superou expectati- vas e atendeu mais de duas mil pessoas.Astendasdeatendimento e exames de câncer de mama, boca, pele, colo uterino e próstata ficaram lotadas durante todo o dia. Sónoperíododamanhãforamca- dastrados mais de 600 pacientes, até o final do dia esse número era deaproximadamente2.000. Segundo os organizadores, o objetivodoeventofoiconscientizar e transformar os hábitos de vida saudáveis de muitas pessoas. “A missãodomutirãoéfazerumdiag- nósticoprecoceepermitirque,atra- vésdeexames,aspessoastenham ohabitodevidamudadoeaschan- cesdecuraaumentadas.Estamos muitofelizesemverasfilassempre cheias e poder atender todo mun- do.Sónoperíododamanhãforam cadastrados mais de 600 pacien- tes, até o final do dia esse número era de aproximadamente duas mil pessoas”, disse. IMPORTÂNCIA Amédica JulianaArrudaAlmei- da, oncologista e uma dos 150 vo- luntários que participaram da ação frisouaimportânciadeseparticipar do evento pelo terceiro ano conse- cutivo. “É muito bacana você pro- porcionaratendimentoeexamesa pessoasquetêmmuitadificuldade em ter acesso a isso. O Mutirão é muito importante porque, além de diagnosticaradoença,aindatemos aoportunidadedeconscientizaras pessoassobreaimportânciadese cuidar e de fazer exames regular- mente”,conta. Na barraca de exames do colo uterino, a doméstica Lourdes Brito esperava pacientemente por sua vez. Ela conta que a ação é muito boa.“Euestouachandotudoótimo, émuitoimportanteagentecuidarda saúde,porqueosmédicosnãovão até a gente, a gente precisa ir até eles, e se não nos preocuparmos, quem vai fazer isso por mim?”, questionou. Dona Lourdes ainda conta que soube que o Mutirão iria acontecerpelatelevisãoenãome- diu esforços para estar na Praça e fazer seu exame. DonaAparecidaGusmão,auxi- liardeserviçosdelimpeza,também soubedaaçãoatravésdatelevisão, edissequeestavaprecisandomui- to fazer o exame de colo uterino. “Essa é uma ótima oportunidade, eu vim ao Centro só para isso, não podiaperder”,conta. ROTINA OtécnicoemeletrônicaWalde- marRibeiroSobraltambémsaiude casa com o objetivo de fazer exa- mes no mutirão. “Este é o terceiro ano que venho. Basta eu ficar sa- bendo que vai ter que eu dou um jeito de estar aqui. Este Mutirão é muitobom,agenteésempremuito bematendido,muitobemorientado, sempre saio satisfeito”, afirma seu WaldemarRibeiro. NÚMEROS Na edição passada, 1.817 pes- soas passaram pela Praça Doutor Carlosereceberamatendimentoe fizeram exames. Neste ano, a ex- pectativa era ultrapassar os 2.000 atendimentos.Eparaalcançaroob- jetivotodososparceirosevoluntári- osforammuitoimportantes.Aotodo, 150voluntários,entreelesmédicos, enfermeiros,nutricionistaseacadê- micos, se dividiram entre oito ten- das para realizar exames de cân- cer de mama, boca, pele, colo ute- rinoepróstata. Dona Maria Eunice Fonseca Mendes, de 55 anos, anualmente fazia exames de prevenção e ma- mografias,enãosentiasintomane- nhum. Em 2013, ela passava pela Praça Doutor Carlos e resolveu parar para fazer os exames duran- te o mutirão. Uma mamografia foi realizada e o câncer de mama di- agnosticado. “Eu estava passando, vi a mo- vimentação e resolvi parar. Não pude fazer o exame na hora, mas eles marcaram e logo após eu fui aohospitalefizoexame.Deuposi- tivo. Fiz um ultrassom para confir- mar e em fevereiro de 2014 fiz a minhacirurgia.Hojeeuestoubem, só faço fisioterapia e meus últimos resultadosforamótimos”,enfatizou MariaEuniceaofrisarqueomu- tirãoémuitoimportanteequeaspes- soasnãopodemperderessaopor- tunidade.“Quemestiverpassando pela Praça Doutor Carlos precisa parar porque eu não sentia nada e foi lá que eu descobri que estava com câncer”, aconselha. O mototaxista DomingosAntu- nes Souza esteve na praça e foi encaminhado para fazer vários examesedissequeficoumuitosa- tisfeito com o mutirão. “Um colega de profissão me ligou e me disse o queestavaacontecendonapraça, euvimparafazerumexameejáfui encaminhado para fazer outros. Issoémuitoimportanteenãopode acabar”,afirma. A Associação Presente Padre Tiãozinhoatuahá11anosemMon- tesClarosetemcomomissãopro- moveraassistência,cuidadoeam- paro a jovens, adultos e idoso ca- rentes com câncer e atuar na pre- venção e diagnóstico precoce da doença.Aentidadeestálocalizada noBairroCanelas,numasedecom maisde700m²deáreaconstruída ecapacidadeparahospedar32pa- cientes.Aestruturatemcapela,re- feitório,salasdeatendimento,ateliê paraarealizaçãodetrabalhosma- nuaiseterapiasocupacionaiseoito quartos para pacientes e acompa- nhantes. URGÊNCIA E EMERGÊNCIA SamutreinaenfermeirosdoDilsonGodinho A Fundação de Saúde Dilson de Quadros Godinho – Hospital Dilson Godinho, através da Ge- rência de Enfermagem e em par- ceria com a equipe do Núcleo de Educação Permanente do Samu Macro Norte, realizou treinamen- to para os enfermeiros da institui- ção. O treinamento aconteceu du- rante dois dias (16 e 17/04) e abordou temas relacionados à urgência e emergência no supor- te básico e avançado de vida. De acordo com Gracielly Kar- la Souza Dias, gerente assisten- cial do Hospital Dilson Godinho, a enfermagem é o foco principal de uma instituição de saúde, pois além de deter a grande maioria dos profissionais, ela é a única categoria que mantém o contato permanente com o paciente e consegue aliar a essência do cuidado com o controle de toda uma instituição. “Com o objetivo de otimizar a qualidade da assis- tência prestada aos pacientes e promover o crescimento e desen- volvimento da instituição e do fun- cionário, conseguimos realizar a atualização da equipe de 36 en- fermeiros, dando início também a programação em comemoração ao Dia da Enfermagem, que acon- tecerá em 12 de maio”, explica. Referência em procedimentos de média e alta complexidade, o Hospital Dilson Godinho conta hoje com cerca de 250 profissio- nais da área de enfermagem, que atuam em diversas unidades as- sistenciais. “Comprometidos com a saúde e a qualidade de vida dos pacientes e familiares, eles são responsáveis diretos pela recuperação e reabilitação da saúde, com autonomia e em consonância com os preceitos éticos e legais da profissão. E esse treinamento demonstra que a instituição está preocupada em manter no quadro de funcionári- os sempre atualizado”, observa Dilson Godinho Junior, presiden- te da Fundação. Segundo Thiago Guimarães Gomes, enfermeiro instrutor do Núcleo de Educação Permanen- te do Samu Macro Norte, o obje- tivo principal do treinamento foi preparar o profissional perante a urgência e emergência que é apresentada ao paciente interna- do nos momentos de angústia respiratória e complicações car- diovasculares. O enfermeiro do Samu destaca ainda a importân- cia da parceria com o Hospital Dilson Godinho, porque as ações do pré-hospitalar e o intra-hospi- talar são reforçadas, com refle- xos na qualidade do serviço ofe- recido e, como tendência, a me- lhoria para todos os setores. “É de extrema importância essa par- ceria com o Dilson Godinho. So- mos fornecedores e ao mesmo tempo cliente. Levamos pacien- tes para o hospital que são cole- tados pelas ruas ou até mesmo nos domicílios. E a qualidade do serviço deve ser mantido. Com esse treinamento os profissionais vão dar prosseguimento ao aten- dimento feito pelo Samu dentro da unidade hospitalar e até mesmo fora dele”, frisa o enfermeiro. Reinine Lopes Freitas, enfer- meiro do Hospital Dilson Godinho há 10 anos, destaca a importân- cia do treinamento tanto para as atividades desenvolvidas no am- biente hospitalar como fora dele, além de ampliar os conhecimen- tos dos profissionais envolvidos. “Posso afirmar que foi uma reci- clagem.Aumentamos ainda mais nossos conhecimentos que va- mos usar no dia a dia do ambi- ente hospitalar e também em nos- sa vida fora do hospital”, reco- nhece. JERÚSIA ARRUDA A TEORIA foi colocada em prática durante exercícios com simuladores pelos funcionários MAIS DE DUAS MIL pessoas foram atendidas pelo mutirão de prevenção ao câncer promovida pela Associação Presente Padre Tiãozinho MARIA FERNANDA CARTORIO DE PROTESTOS JORGE ANTONIO DOS SANTOS EDITAIS 20/04/2015 Pca. Dr. Carlos 19, Lj 2 OCORRENDO AS HIPOTESES DO ART. 15 DA LEI 9.492 DE 10/09/97, FICAM AS PESSOAS FISICAS E JURIDICAS ABAIXO RELACIONADAS NOTIFICADAS PARA, NO PRAZO DE 3(TRES) DIAS, A CONTAR DA DATA DA PUBLICACAO DESTE, VIREM A ESTE TABELIONATO, A FIM DE PAGAR, ACEITAR OU DEVOLVER OS DOCUMENTOS QUE SEGUEM, OU DAR RAZOES PORQUE NAO O FAZEM, FICANDO, DESDE JA INTIMADAS DE SEU PROTESTO, CASO NAO O FACAM. PRAZO FINAL PARA PAGAMENTO: 24/04/2015 QTDE TITULOS : 12 HORARIO DE FUNCIONAMENTO: 09:00 AS 12:00 / 13:00 AS 17:00 ELIZENE PEREIRA MENDES DOC.NUM. 18935202000190 RUA D 3 39380000 CLARO DOS POCOES (MG) DATA APRESENTACAO 20/03/2015 PROTOCOLO 1444387 GLEDSON OLIVEIRA SILVA DOC.NUM. 06086839654 RUA CONSOLACAO 95-A MONTE ALEGRE 39401490 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 15/04/2015 PROTOCOLO 1447722 AM REP. E INT. FINANC. LTDA DOC.NUM. 07934550000127 RUA TRAV. CONEGO MARCOS, N 55 CENTRO 39400385 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 15/04/2015 PROTOCOLO 1447727 EDIPETRO DISTRIB DE COMB DERIV DE PETROLEO E DOC.NUM. 02815665000189 AVE GOVERNADOR MAGALHAES PINTO, 7477, LETRA F JARA 39404166 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 15/04/2015 PROTOCOLO 1447845 EDIPETRO DISTRIB DE COMB DERIV DE PETROLEO E DOC.NUM. 02815665000189 AVE GOVERNADOR MAGALHAES PINTO, 7477, LETRA F JARA 39404166 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 15/04/2015 PROTOCOLO 1447846 LUCIMAR PEREIRA SANTOS DOC.NUM. 05920839694 RUA LAGOA MONTEIRO 88 A INTERLAGOS 39404246 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 15/04/2015 PROTOCOLO 1447868 GEONE ARAUJO PEREIRA DOC.NUM. 08264667619 RUA TIETE 575 GUARUJA 39404223 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 15/04/2015 PROTOCOLO 1447872 ROSAMAR CENTER COUROS LTDA DOC.NUM. 07236240000139 RUA SIMEAO RIBEIRO 140 CENTRO 39400004 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 16/04/2015 PROTOCOLO 1447912 ZAILA COMERCIO DE CALC E ACESSORIOS LTDA DOC.NUM. 17213062000184 AV. DR. JOSE CORREA MACHADO, 1079 LJ 63 IBITURUNA 39401832 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 16/04/2015 PROTOCOLO 1447927 CLEIDE RIBEIRO COSTA ME DOC.NUM. 07270800000171 SIMEAO RIBEIRO CENTRO 39400004 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 16/04/2015 PROTOCOLO 1447972 CESP CONSTRUCOES EDIFICACOES SERVICOS DOC.NUM. 06254330000190 RUA PONTE SIMAO, 27 39400036 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 16/04/2015 PROTOCOLO 1447995 JAIRO ANGELI DOC.NUM. 14325401814 RUA MANOEL RODRIGUES VALE 171 CENTRO 36340000 RESENDE COSTA (MG) DATA APRESENTACAO 25/03/2015 PROTOCOLO 1445085_01 ———————————— JORGE ANTONIO DOS SANTOS
  6. 6. JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASMONTES CLAROS, TERÇA/QUARTA-FEIRA, 21/22 DE ABRIL DE 201566666 - ECONOMIA- ECONOMIA- ECONOMIA- ECONOMIA- ECONOMIA POLÍTICA,ECONOMIAEDIREITO Para Marina, Dilma tem “cassação branca” Terceira colocada nas disputas presidenciais de 2010 e 2014, a ex- senadora Marina Silva (PSB-AC) avalia que a presidenta Dilma Rous- seff (PT) vive uma espécie de “cas- sação branca”, na qual quem coman- da a política é o PMDB, na figura do vice-presidente Michel Temer, e a economia é tocada pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy. Marina não tem conclusões próprias e repete as falas do senador Aécio Neves (PSDB). Dilma é intolerante e está cansada. Todavia, a maior “culpa” da crise de governabilidade da ges- tão da presidenta é do PT (Partido dos Trabalhadores) que furtou com muita desqualificação, destarte, todo petista tem culpa no cartório e tem que acertar as contas com o povo no devido processo penal. Alas do PT tem atacado a presidenta e lorotam como crianças inocentes que “nada sabiam”. O ex-presidente Lula é um dos articulistas que, agora, jogam pedra em Dilma. Janot dá sinais de cansaço O procurador-geral da Repúbli- ca, Rodrigo Janot, disse que cabe ao Ministério Público Federal (MPF) definir a estratégia de investigação da Operação Lava Jato. Em nota di- vulgada à imprensa, a procuradoria destacou que é imprescindível que todas as diligências determinadas à Polícia Federal sejam cumpridas con- forme estabelecida pelo órgão.A nota é a primeira manifestação oficial do procurador-geral sobre as divergên- cias entre o MPF e a Polícia Federal na condução dos inquéritos que in- vestigam deputados e senadores ci- tados na Lava Jato. Na semana pas- sada, a pedido da procuradoria, o ministro Teori Zavascki, relator dos inquéritos da operação no Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu depoimentos previstos de políticos previstos para a última semana. A Procuradoria-Geral da República (PGR) alegou necessidade de reali- nhar a estratégia na condução da in- vestigação. A Polícia Federal não gostou da atitude de Janot. Redução de maioridade penal é necessária Rejeitada e combatida por quem se nega a enxergar a realidade da criminalidade brasileira, a redução da maioridade penal, que começa, en- fim, a engatinhar no congresso, é um grande avanço. É óbvio que políti- cas de reinserção do jovem na soci- edade seriam mais adequadas. To- davia, o Brasil é um país de recursos escassos, o governo não tem reser- vas para investir em segurança, é por isso que a redução da maiorida- de penal é necessária. Todavia, não vai resolver. Os exemplos de impu- nidade: benefícios das progressões das penas e indultos ou quaisquer outras liberações de criminosos an- tes de cumprirem integralmente suas condenações estimulam a criminali- dade e devem ser discutidas com ur- gência pelos legisladores. A progres- são de pena é incompatível com a cultura e a pobreza brasileira. Commodities em baixa O Brasil fechou o primeiro trimes- tre de 2015 com exportações de 318 mil toneladas de carne bovina, que- da de 17,6 por cento em relação ao mesmo período do ano passado, as informações são da ABIEC, associa- ção que representa os exportadores.O maior exportador global de carne bovina também re- gistrou praticamente a mesma queda percentualemreceitanotrimestreante 2014, para 1,3 bilhão de dólares, segundo dados da ABIEC.Os expor- tadores de carne do Brasil registra- ram nos primeiros meses do ano ven- das mais fracas especialmente para Rússia e Venezuela, gran- des importadores do produto bra- sileiro, cujas economias estão sen- do impactadas negativamente pela queda nos preços do petróleo. Consumo de gasolina em queda O Consumo de gasolina e óleo diesel caiu após 5 anos de aumen- to nas vendas. Comparando ja- neiro e fevereiro com o mesmo período do ano passado, a queda foi de 0,7%.A economia brasileira deu mais um sinal de que anda mais devagar. O consumo de ga- solina e óleo diesel caiu, depois de cinco anos seguidos de aumen- to nas vendas.O consumo do die- sel também caiu. Em janeiro e fe- vereiro, a queda foi de quase 5% na comparação com o mesmo pe- ríodo de 2014. Em um país onde quase todas as mercadorias che- gam aos consumidores pela es- trada, a queda de vendas de com- bustível é sinal de menor consu- mo. Além disso, é fato que o país vai exportar menos e gerar me- nor renda. E Dilma? Reclusa. China deve aumentar subsídios para indústria do milho A China pode dobrar seus sub- sídios desde ano para os proces- sadores de milho na principal área de produção no nordeste do país, em uma aposta para ajudar uma indústria cambaleante e estimular o consumo, disseram fontes da in- dústria. As informações são da agência Reuters. Os processado- res com capacidade de mais de 100 mil toneladas por ano recebe- riam um subsídio de 200 iuanes (32 dólares) por tonelada, o do- bro do oferecido no ano passado, disseram as fontes. Mais preocu- pação para os produtores brasi- leiros. Concubina tem direito a pensão; onde vamos chegar? Uma mulher que foi amante por 40 anos e era sustentada pelo par- ceiro deve receber pensão alimen- tícia. O entendimento é da 3ª Tur- ma do Superior Tribunal de Justi- ça que levou em consideração os princípios da dignidade e solidari- edade humanas.Segundo o pro- cesso, a concubina, hoje com mais de 70 anos de idade, dependia financeiramente do réu porque desistiu da carreira profissional para se dedicar ao parceiro. Ele admitiu tê-la sustentado esponta- neamente durante todo o relacio- namento amoroso. “Foi ele quem deu ensejo a essa situação e não pode, agora, beneficiar-se dos próprios atos”, declarou o relator do processo, ministro João Otávio de Noronha.O homem questionou a obrigação de prestar alimentos com base nos artigos 1.694 e 1.695 do Código Civil, que fazem menção ao direito alimentício ape- nas entre parentes, cônjuges ou companheiros, nada dispondo so- bre situações de concubinato. O relator, ministro João Otávio de Noronha, explicou que ambos os dispositivos foram estabelecidos para dar máxima efetividade ao princípio da preservação da famí- lia, mas afastou o risco de deses- truturação familiar para o recorren- te, por conta do “longo decurso de tempo” da relação com a concubi- na. Este tipo de decisão, esdrúxu- la, afronta a legalidade e traz inse- gurança para as relações afetivas. Sou absolutamente contra princí- pios (dignidade da pessoa huma- na ou solidariedade) se sobrepo- rem à lei. Dar tal poder aos magis- trados é impor à sociedade o ônus de modernismos intoleráveis. (*) Advogado, Administrador de Empresas; Vice-presidente do IBRADECOM Instituto Brasileiro em Defesa do Consumidor e Meio Ambiente" SEF-MGencerraescaladepagamentodoIPVA2015 ASecretariadeEstadodeFazen- da (SEF) arrecadou, até o dia 31 de março,maisdeR$3bilhõesreferen- tes às três parcelas do IPVA2015. O montante corresponde a 75% do va- lordoimpostolançadoe,emcompa- ração ao mesmo período de 2014, representa um aumento de 14,33%. Já o desconto de 3% oferecido aos contribuintes que efetuaram o paga- mentoemcotaúnicasomoucercade R$ 42,5 milhões.Até o final do ano a Secretaria de Estado de Fazenda estima que chegará à arrecadação de 95% do IPVA 2015. DototalemitidodaTaxadeReno- vação do Licenciamento Anual de Veículos (TRLAV) – no valor de R$ 77,60 para todos os veículos e que venceunodia31demarço–jáforam quitados 50%, o correspondente a R$346milhões.Aspenalidadespara quemnãopagouataxanoprazosão de multa de 0,15% ao dia (até o 30º dia), 9% do 31º ao 60º dia, e de 12% a partir do 61º dia, além de juros. Comoresultadodacampanhado IPVA2015, o Detran/MG já está ex- pedindo o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) para os contribuintes que quitaram todas as obrigações relativas a seus veículos. Os que pagaram o imposto parcelado receberão o documento nos meses de junho (placas com fi- nais1,2e3),julho(4,5e6)eagosto (7,8,9e0),conformeaPortaria451/ 2015 do Detran/MG. O pagamento do IPVA, da Taxa de Licenciamento, do Seguro Obri- gatório,alémdaseventuaismul- tas de trânsito ou ambientais, é condição essencial para que o contribuinte receba o CRLV 2015, de porte obrigatório pelo condutor do veículo. Frota Minas Gerais tem hoje uma frota de mais de oito milhões e setecentosmilveículossujeitosao pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Auto- motores. Belo Horizonte possui a maior frota do Estado (19%), com1.645.685veículosregistra- dos, seguida por Uberlândia, Contagem, Juiz de Fora, Ube- raba,Divinópolis,Ipatinga,Mon- tes Claros, Governador Valadares e Varginha. Os recursos arrecadados com o IPVAemMinasGeraissãoautomati- camente distribuídos para o caixa único do Estado (40%), outros 40% para o município de emplacamento do veículo e 20% para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação . Pagamentos em atraso Os contribuintes que ainda não quitaram o IPVA2015 podem quitar oimpostodiretamentenosterminais deAutoAtendimentoounosguichês dosbancoscredenciados,bastando informaronúmerodoRENAVAMdo veículo.Aemissão da Guia de arre- cadaçãodoIPVApodeserfeitatam- bémpelositedaSecretariadeEsta- dodeFazenda–fazenda.mg.gov.br, nas Repartições Fazendárias e Uni- dades de Atendimento Integrado – UAI. O valor daTaxa de Expediente das guias emitidas nas Repartições Fazendárias e UAI é de R$ 8,71. Os agentes arrecadadores do IPVA 2015 são o Banco do Brasil (Mais BB e Banco Postal), Brades- co, Itaú, Bancoob, Mercantil do Bra- sil, HSBC, Santander, Caixa Econô- mica Federal e Casas Lotéricas. O pagamento em atraso do IPVAgera multa de 0,3% ao dia (até o 30º dia), multa de 20% após o 30º dia e juros (Selic) calculados sobre o valor do impostooudasparcelas. A partir de agora, a Secretaria de Estado de Fazenda começa a reali- zar,emparceriacomaPolíciaMilitar deMinasGerais,açõesdecobrança administrativa, além de localizar os devedores do imposto para formali- zação do Crédito Tributário para ins- crição em DívidaAtiva. Oscontribuintesquetiveremseus débitos de IPVAinscritos em Dívida Ativa serão registrados no Cadastro InformativodeInadimplênciaemRe- laçãoàAdministraçãoPúblicadeMG - CADIN e sujeitos ao Protesto Car- torial para cobrança dos valores de- vidos. R$3BILHÕESARRECADADOS Concursovaioferecer12milvagasnoNortedeMinas SERVIDORES MUNICIPAIS Ótima notícia para quem deseja ingressar na carreira pública na Re- gião Norte de Minas Gerais: 71 pre- feituras aderiram à iniciativa de reali- zar concurso em conjunto para con- tratarservidoresatravésdeseleções públicas,quevãosubstituirindicações políticas.Aprevisãoédecercade12 milvagas,conformeestimativadaAs- sociaçãodosMunicípiosdaÁreaMi- neira do Sudene (Amams).Ainiciati- vaéfrutodaparceriaentreoMinisté- rio Público Estadual (MPE), a Ama- ms, aAssociação dos Municípios do Médio São Francisco (Ammesf) e a Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes). Em entrevista à Folha Dirigida, o coordenador de Defesa do Patrimô- nio Regional em Montes Claros, pro- curador Paulo Márcio da Silva, res- saltouqueoseditaisestãosendoela- borados para que, então, sejam di- vulgados já em maio. “A previsão é de que as provas sejam realizadas atéoiníciodosegundosemestre,no máximo,finaldejulho",frisou. AUnimontesseráaresponsável pela aplicação das provas que, se- gundo o procurador, deverão ser realizadasemcincodatasdiferentes e englobarão as cidades que inte- gram microrregiões. "Cada municí- pioteráaresponsabilidadedepubli- carseueditalcomsuasespecificida- des como cargos, vagas, salários e atribuições, entre outros detalhes", ressaltou. De acordo com o procurador, a iniciativa está sendo levada ao co- nhecimento do procurador-geral de justiça de Minas Gerais com suges- tão de que seja estendida para ou- tras regiões do estado. Algumas cidades como Francis- co Sá, onde serão preenchidas 120 vagas, e Pirapora, com oferta 454 de vagas, já anunciaram que vão participardessa"limpeza".Atualmen- te, do total de dois mil servidores da administração de Pirapora, apenas 511 passaram por concurso. Outra cidade envolvida é a de Patis, com 170 vagas na seleção, e atualmente,com375servidores,sen- dodestetotal159efetivos,omunicí- pio foi emancipado em janeiro de 1997 e, até hoje, somente um con- curso público foi realizado pela pre- feitura, ou seja, há mais de 15 anos. Segundoocoordenador,ascidades que mais vão oferecer vagas são: Pirapora, Januária, Bocaiúva e São Francisco. Segundo o Ministério Público, a partirdosegundosemestredesteano, os prefeitos que insistirem na prática irregular, poderão ser alvo de ações deimprobidadeadministrativa,sujei- tosaafastamentodocargo. "Os gestores que insistirem na contrataçãodeservidorespúblicosà margem das hipóteses previstas em leiestãosujeitosapuniçõesprevistas na Lei n° 8.429/92 (Lei de Improbi- dadeAdministrativa) que estabelece como principais sanções a devolu- çãodosvaloresgastosindevidamen- te(acrescidosdemultas)easuspen- são dos direitos políticos. No âmbito penal, o fato pode caracterizar práti- ca criminosa capitulada no Decreto- lei n° 201/67", afirmou Paulo Márcio da Silva. (Folha Dirigida) As norte-mineiras que mais vão oferecer vagas são: Pirapora, Januária, Bocaiúva e São Francisco. A Unimontes aplicará as provas Em Montes Claros, 44.961 proprietários de veículos pagaram o imposto à vista e 134.502 parcelaram Minas tem frota de mais de oito milhões e setecentos mil veículos sujeitos ao pagamento do IPVA
  7. 7. JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIAS MONTES CLAROS, TERÇA/QUARTA-FEIRA, 21/22 DE ABRIL DE 2015 CIDADE - 7CIDADE - 7CIDADE - 7CIDADE - 7CIDADE - 7 Como a literatura representa momentosfundamentaisdanossa história?Dequeformaalinguagem literária pensa o Brasil? O que fa- lamoscódigosestéticossobrenos- sa maneira de ser e sobre nossos valores? Esses foram os pressu- postosquenortearamaescolhadas obrasparaProgramadeAvaliação Seriada para Acesso ao Ensino Superior – PAES/2015 e para os Processos Seletivos 1 e 2/2016 da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) - caso a pro- posta de adesão da Unimontes ao SistemadeSeleçãoUnificada(Sisu) nãosejaefetivadaatempojuntoao Ministério da Educação. Arelaçãodostítulosfoidivulga- dapelaComissãoTécnicadeCon- cursos na manhã da última sexta- feira (17/4) – um dia antes do pre- visto.ALiteratura confirma no ho- memalgunstraçosreputadoscomo essenciais, especialmente num momentoemqueascrisesdasins- tituiçõesevaloresexigemmaiorfle- xibilidade de pensamento e saber. Ler promove o exercício da refle- xão,atolerânciacomasdiferenças, adisposiçãoparaobelo.Alémdis- so,oatodeleiturasabidamentepro- vocaosvaloresinstituídos,forçan- do o leitor a repensar os sistemas vigentes.Quemlêécapazdecom- preender,criticareproporsoluções. Assim sendo, as propostas de leituraapresentadaspelaUnimon- tesparaosseuspróximosvestibu- lares são variadas e possibilitam uma visão comparatista de como ossistemasestéticosusamdesuas linguagenspararepresentaracon- dição histórica humana. Na 1ª eta- pa do PAES/2015, o momento co- lonialécapturadopelapinturaepela poesia, como forma de refletir so- bre a nossa condição de coloniza- dos.Apolíticaeareligiosidade,mui- to atreladas na época do Barroco, encontramnoBrasilvozesdiferen- ciadas, que merecem ser relidas. Leituras indicadas: “A primeira missanoBrasil”,teladeVictorMei- reles; “A primeira missa”, tela de Portinari; poema “A primeira mis- sa”, de Cassiano Ricardo; poema satírico “Cartas Chilenas”, Tomás Antônio Gonzaga; peça teatral “O pagador de Promessas”, Dias Go- mes;eofilme“OAleijadinho”,dire- çãodeGeraldoSantosPereira.Na 2ªetapa,procurou-serefletirsobre os tipos literários que representam oBrasilpré-republicano. O tom das obras é variado e permite uma visão comparatista desde o personagem romantizado atéaquelecontempladosoboolhar dafinaironiaedosarcasmo.Leitu- ras indicadas: Peça teatral “O De- mônio Familiar”, José deAlencar; romance “O Seminarista”, Bernar- do de Guimarães; romance “Esaú e Jacó”, Machado deAssis; “Con- tos Gauchescos”, João Simões LopesNeto. PAES 3ª ETAPA Na 3ª etapa e para os proces- sosseletivos1e2/2016,privilegiou- seareflexãosobreosanosdaDita- duraMilitarnoBrasileseusefeitos sobre o povo. Músicas, peça de teatro, romance, poema e contos tematizam os sentimentos contro- versos do cidadão que viveu mo- mentosdecerceamentodeliberda- desededireitospolíticos. Leituras indicadas: Músicas: “Pranãodizerquenãofaleidasflo- res”,GeraldoVandré;“Cálice”,Chi- co Buarque de Holanda; “Brasil”, Cazuza; “Pacato cidadão”, Skank; filme“Oqueéisso,companheiro?”, baseado no livro de Fernando Ga- beira;“peçateatralLiberdade,liber- dade”, de Flávio Rangel e Millôr Fernandes; “romance Feliz ano velho”, Marcelo Rubens Paiva; “Poemasujo”,FerreiraGullar;“Ape- nas Rascunhos: narrativas curtas e médias”,Andrea Martins. O Ministério do Trabalho e Em- prego (MTE) publicou, no Diário Oficial dessa segunda-feira (20), a Portaria Nº 510 de 17 de abril de 2015 estabelecendo as condições de segurança, sanitárias e de con- fortonoslocaisdeespera,repouso e de descanso dos motoristas pro- fissionaisdetransporterodoviáriode passageirosedecargas.Aportaria entra em vigor na data de publica- ção.APortariadefinerequisitospara instalaçõessanitárias,ambientesde refeições, fornecimento de água potável, segurança no trânsito e manobra de veículos e prevenção dapráticadeatosilícitos. Unimontesdivulgalistadasobrasliterárias PAES E SELETIVOS MTEregulamentacondiçõesde segurança, saúde e descanso MOTORISTAS Deacordocomotexto,asinsta- lações sanitárias devem ser locali- zadas a uma distância máxima de 250m do local de estacionamento doveículo;serseparadasporsexo; terchuveiroscomáguafriaequen- te;etercondiçõesdehigiene,con- servação e organização adequa- das.Jácompartimentosdechuvei- ros devem ser individuais; possuir ralos sifonados com sistema de escoamentoqueimpeçaacomuni- caçãodaságuasservidasentreos compartimentosequeescoetodaa águadopiso;tersaboneteecabide paratoalha;áreamínimade1,20m²; e possuir estrado removível em materiallaváveleimpermeável. Medidasadequadasdevemser adotadas,paragarantirqueoesgo- tamento das águas utilizadas não seja fonte de contaminação.Apor- tariaestabeleceaindaqueambien- tespararefeiçõespodemserdeuso exclusivo ou compartilhado com o público em geral, mas deve sem- pre permitir acesso fácil a instala- ções sanitárias e fontes de água potável.Também devem ter mesa eassento,comcondiçõesadequa- dasdeconforto,dehigieneelimpe- zaequeautilizaçãodosambientes pararefeiçõesnãopodeestarcon- dicionadaaoconsumodeprodutos comercializadosnolocal. O local de espera, de repouso ou de descanso deve ter um plano detrânsitocontendoinformaçãoso- breasdimensõeselocalizaçãodas áreasdestinadasaoestacionamen- todeveículos,dopátiodemanobra, das instalações sanitárias e ambi- entes para refeições e das regras demovimentaçãodeveículos.Deve contartambémcomplanodesegu- rança,comoobjetivodeprevenira práticadeatosilícitos,alémdecer- cado e possuir controle de acesso com sistema de vigilância ou monitoramentoeletrônico. Nessasáreas,évedadoingres- so e permanência de crianças e adolescentes,salvoquandoacom- panhados pelos responsáveis ou por eles autorizados. As áreas de trânsito,estacionamentoemanobra de veículos devem ser pavimenta- dasepossuirsinalizaçãoverticale horizontal, de acordo com o plano detrânsito. DECRETO nº 8.433 Naúltimasexta-feira(17)foipu- blicadonoDOUoDecretoNº8.433 de 16 deAbril de 2015 que dispõe sobrearegulamentaçãodosartigos 9 a 12, artigo 17 e 22 da Lei Nº 13.103, de 2 de março de 2015.A leidispõesobreoexercíciodapro- fissão de motorista e, de acordo com o decreto, compete ao MTE regulamentar as condições de se- gurança,sanitáriasedeconfortonos locaisdeespera,ederepousoede descansodosmotoristasprofissio- naisdetransporterodoviáriodepas- sageiros e de cargas. DadosdapesquisaVigilânciade Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico(Vigitel)2014indicamque obrasileiroestáseexercitandomais, com um aumento de 18% nos últi- mos seis anos. De acordo com a pesquisa,35,3%dosentrevistados disseram dedicar pelo menos 150 minutos de seu tempo livre na se- mana com exercícios (período re- comendado pela Organização MundialdaSaúde).Em2009,oín- dice era 29,9%. Os homens são mais ativos do que as mulheres – 41,6%delespraticamexercíciosno prazo recomendado contra 30% delas. Os jovens são os que mais MINISTÉRIO do Trabalho e Emprego publica portaria que regulamenta as condições de segurança, saúde e descanso dos motoristas de caminhões Cresceadesãoàsatividadesfísicasealimentaçãosaudável se exercitam, com índice de 50%. Aescolaridadeaparececomofator importantenaspráticasfísicas. Enquanto 47,8% das pessoas com 12 anos de estudo ou mais se exercitam no tempo livre, a taxa é 22,9%entreosquetêmatéoitoanos deestudo.Apesquisadestacaque, embora o número de pessoas que disserampraticaratividadesfísicas sejamaiordoqueodosquenãose exercitam,oíndicedapopulaçãofi- sicamenteinativa(quenãopraticou nenhumaatividadefísicanosúltimos trêsmeses)aindaéalto:15,4%.Os maisinativossãoosidososcom65 anos ou mais (38,2%).Além disso, 12% dos jovens com idade entre 18e24anosdisseramnãoterfeito esforços físicos nesse período. O índicedepessoasquenãosãosu- ficientementeativoschegaa48,7%. O ministro da Saúde, Arthur Chioro,avaliouosresultadoscomo “boas notícias”, mas destacou que não se pode desconsiderar que 15% da população assumem ser totalmentesedentária."Piordoque nãoteros150minutosdeatividade físicaénãoternenhumminuto",dis- se.Jáemrelaçãoàingestãodefru- tas e hortaliças, os números mos- tram que 36,5% dos entrevistados disseram consumir esses alimen- tos cinco ou mais dias na semana. Oíndicecaipara24,1%quandose considera a quantidade recomen- dadapelaOrganizaçãoMundialda Saúde (OMS), de cinco ou mais porções diárias ou 400 gramas. As mulheres são as que mais diversificamospratos–entreelas, o índice chega a 28,2% contra 19,3% entre os homens.Ainda de acordo com o estudo, o consumo de carnes com excesso de gordu- racaiunoPaís.Entre2007e2014, opercentualpassoude32,3%para 29,4%. Nesse caso, os homens comem duas vezes mais, com 38,4%, enquanto entre as mulhe- res, o índice é 19,3%. O sal, entre- tanto,permanecebastantepresen- tenopratodobrasileiro.Afrequência deadultosqueconsideramseucon- sumo de sal alto ou muito alto é 15,6%, sendo maior entre os ho- mens (17,4%). Os dados mostram também que20,8%dapopulaçãotomarefri- gerante cinco ou mais vezes na semana.Oíndice,em2007,erade 30,9%.Alimentosdocessãoingeri- dos cinco ou mais vezes na sema- na por 18,1% dos brasileiros, sen- do mais presentes entre as mulhe- res (20,3%) do que entre os ho- mens (15,8%). O estudo entrevis- tou,porinquéritotelefônico,40.853 pessoas com mais de 18 anos, entre os meses de fevereiro e de- zembro de 2014. DIARIAMENTE, pessoas de todas as faixas etárias praticam atividades físicas na Praça Flamarion Wanderley, no Bairro São José, em Montes Claros FOTOS: GEORGE NANDE
  8. 8. JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASMONTES CLAROS, TERÇA/QUARTA-FEIRA, 21/22 DE ABRIL DE 201588888 - V- V- V- V- VARIEDADESARIEDADESARIEDADESARIEDADESARIEDADES PREÇOS A PARTIR DE 330 mil com ENG /PROPRIETARIO APARTAMENTOSNO JARDIMSÃOLUIS VENDE-SE 3 QUARTOS,(1SUITE) SALA/ COPA,..ACABAMENTO DE PRIMEIRA,CHURRASQUEIRA E AREA GOURNET, 2 VAGAS 80 a 110 mt2 PREDIO COM 6 APTOS. AREA DE 80 a 110 MT2 - Aceita veículo no negócio. TEL CONTATO 99867006 AGRADECIMENTO RETRO- AGIDO À 1981 EU, NELSON DAMASCENO MURÇA, RUA MÁRIO BO- TELHO, 43 - VILA GUILHERMINA, pretendo levar ao co- nhecimento de meus estimados irmãos que já não resis- to mais tanta humilhação induzidas pelo pecurso de ma- landragem desmoralizando minha pessoa em consequ- ência da companhia Florestas Rio Doce: Eu que passei a vida inteira zelando pelos interesses de todos, nas condições de tutor conforme conforme sempre tive pro- curações assinadas por todos os irmãos , deveria eu agora ser bastante elogiado ecompartilhado ao me ver fazendo os inegáveis agradecimentos aos senhores Dou- tores, Diretores da Companhia FLORESTAS RIO DOCE , que tiveram a bondade de fazer um alinhamento a tra- tores separando suas terras de nossas terras inventari- adas para 05 herdeiros.Foi quando em 1981 partiram do marco Zabelê na estrada Grão Mogol e foram até a divisa da fazenda Campo Alto com 9,5 quilometros de extensão: Agora depois decorrido 33 anos peço aos ir- mãos que faça por caridade a vistoriapessoalmente e acabe com todo azar e idéias maliciosas que vem infer- nizando a minha vida com a terceira geração querendo a coisa legalizada: Então antes que o caos fique eterno peço por caridade a presença do Sr. José Brandão Damasceno e familia habitantes em Belo Horizonte : Nil- ton Damasceno e família Santo Abdré - São Paulo: Wal- dir Damasceno e família -PraTânea- São Paulo: Geral- do Damasceno e família -São Paulo: Edes Damasceno e família Paquarituba -São Paulo :Enilde Damasceno e família Araraquara São Paulo: Família de Antônio Da- masceno Maringá -Paraná: Olício Damasceno e familia Barrocão, Grao Mogol: ainda reivindico saber por qual motivo os treze filhos, genros e noras de Eva Damas- ceno Murça a partir de 1981 ,tem evitado contacto com minha pessoa.Aguardo resposta:Estão agindo a pro- pósito causando prejuízos incalculáveis para toda des- cendência Antecipo agradecimentos. VENDE-SE COM 02 QUARTOS, SENDO 01 SUÍTE, SALA, COZINHA, ÁREA SERVIÇO, GARAGEM PARA 02 CARROS, QUINTAL GRANDE. VALOR 170.000,00. C/HABITE-SE/PROGRAMA MINHACASAMINHAVIDA. CASA PRONTA PARA MORAR BAIRRO ALTEROSA 9949-1178 - 9203 -8858 TRATAR FONES: EDITALDE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA OSINDICATODOSTRABALHADORESEMTRANSPORTESRODOVIÁRIOS DE MONTES CLAROS E DO NORTE DE MINAS - STTRMOC, inscrito no CNPJ de Nº. 21.348.198/0001-79, com base territorial em Águas Vermelhas, Augusto de Lima, Berizal, Berilo, Bocaiúva, Bonito de Minas, Botumirim, Brasília de Minas, Buenópolis, Buritis, Buritizeiro, Campo Azul, Cachoeira de Pajeú, Capitão Enéas, Carbonita, Catuti, Chapada Gaúcha, Chapada do Norte, Claro dos Poções, Cônego Marinho, Comercinho, Coração de Jesus, Cristália, Curral de Dentro, Engenheiro Navarro, Espinosa, Felício dos Santos, Formoso, Francisco Badaró, Francisco Dumont, Francisco Sá, Fruta de Leite, Gameleiras, Glaucilândia, Grão Mogol, Guaraciama, Ibiai, Ibiracatú, Icaraí de Minas, Indaiabira, Itacambira, Itacarambí, Itamarandiba, Jaíba, Janaúba, Janúaria, Japonvar, Jenipapo de Minas, Jequitaí, Joaquim Felício, José Gonçalves de Minas, Josenópolis, Juramento, Juvenília, Lagoa dos Patos, Lassance, Leme do Prado, Lontra, Luislândia, Mamonas, Manga, Matias Cardoso, Mato Verde, Mirabela, Miravânia, Montalvânia, MonteAzul, Montes Claros, Montezuma, Ninheira, Nova Porteirinha, Novorizonte, Olhos D'agua, Padre Carvalho, Pai Pedro, Patis, Pedras de Maria Da Cruz, Pintópolis, Pirapora, Ponto Chique, Porteirinha, Riachinho, Riacho dos Machados, Rio Pardo de Minas, Rubelita, Salinas, Santa Cruz de Salinas, Santa Fé de Minas, Santo Antônio do Retiro, São Francisco, São João da Lagoa, São João da Ponte, São João das Missões, São João do Pacuí, São João do Paraíso, São Romão, Serranópolis de Minas, Taiobeiras, Turmalina, Ubaí, Urucuia, Vargem Grande do Rio Pardo, Várzea da Palma, Varzelândia, Veredinha e Verdelândia /MG, convoca todos os sócios em dia com as suas obrigações e contribuições estatutárias (Conf. o Art. 9º, alínea "c" do Estatuto Social do Sindicato), para umaASSEMBLÉIAGERALORDINÁRIA designada para o dia 30 de Abril de 2015 (Quinta-Feira), às 09:00 horas, em primeira convocação, a ser realizada na sede social desta Entidade Sindical, sito à Rua Imperial, nº 577, Bairro Esplanada, em Montes Claros, Minas Gerais, para tratar da seguinte "Ordem do Dia": A) Leitura do Edital de Convocação; B) Apreciação e aprovação do balanço financeiro e patrimonial do Sindicato, referente ao exercício de Janeiro a Dezembro de 2014; (Conf. determina o Art. 14, parágrafo primeiro, alínea "a" e Art. Art. 17, alínea "b" do Estatuto Social do Sindicato), C) Previsão orçamentária. Não havendo número legal de presentes em primeira convocação, a assembleia será realizada, meia hora após, (Conf. determina o Art. 13, parágrafo único do Estatuto Social do Sindicato), em Segunda convocação, no mesmo dia e local, já com qualquer número de presentes e, as decisões tomadas nesta Assembleia (Conf. o Art. 13 do Estatuto Social do Sindicato), prevalecerão para todos os efeitos legais. Montes Claros, MG 20 de Abril de 2015. SINDICATO DOS TRAB. EM TRANSP. ROD. DE MONTES CLAROS E DO NORTE DE MINAS ANTÔNIOROBERTOGUEDES Diretor Presidente STTR - MOC CASA SANTA BERNADETE Prefeito quer ajudar com oficinas de lazer para pacientes FÁBIO MARÇAL/ASCOM/PMMC OprefeitoRuyMunizvisitou,no finaldasemanapassada,asobras da nova sede da Casa de Apoio Santa Bernadete. Na ocasião foi servido café da manhã em come- moração à conclusão de mais uma etapa da obra.Acompanha- do pelos membros da diretoria, o chefe do Executivo percorreu as instalaçõesefoiinformadodecada detalhedaconstrução.“Sóporesta obra vocês já estão de parabéns, já são vitoriosos”, disse Ruy, su- gerindoaosdiretoresquemontem um projeto para que a Prefeitura possa cooperar na instalação de oficinas de lazer aos pacientes. ACasaSantaBernadete,idea- lizada pelo Padre Tião, é uma as- sociação filantrópica sem fins lu- crativos, fundada em 1º de julho de 2000, já tendo 15 anos de ser- viços prestados à comunidade. Contacomequipedeenfermeiros, nutricionistas, psicólogos, assis- tentessociaisefisioterapeutasque atendepacientescomcâncersem qualquerdistinção.Segundoapre- sidente Karla Malveira, “A direto- ria trabalha com o compromisso A movimentação na Câmara Municipal com vistas a derrubar a chamada ‘Taxa do Lixo’, cobrada em MontesClaros,aindanãoapresentaresultadospositi- vos.Portanto,contribuintessujeitosaopagamentodo tributo devem ficar atentos à data de pagamento da Taxa de Coleta de Resíduos Sólidos (TCRS), porque a cobrança não está suspensa por ordem judicial. Acobrançadoreferidotributocontinuaumdireitoda Prefeituraeasguiasparapagamentojáforamdistribu- ídasàpopulação.Osvaloresobedecemcritérioscomo a frequência da coleta em cada região da cidade. A taxadeveráserpagaatéodia27destemês,tantopara quem optar pelo pagamento integral - com desconto de 15% - como para aqueles que preferirem parcelar emsetevezes,pagandoaprimeiraparcelaatéarefe- ridadata(desdequeovalordaparcelanãosejainferi- or a R$ 30,00). De acordo com informações da procuradora ad- junta da Fazenda Municipal,Ana Lúcia Ribeiro Mol, em março deste ano o desembargador Oliveira Fir- mo, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, confir- mou a decisão para a cobrança da taxa, conforme o Processo n° 1.0433.14.028244-6/001. ‘Taxa do Lixo’ continua valendo de fornecer um serviço de qualida- de e que atenda a todos da melhor maneira possível”. De acordo Newton Figueiredo, vice-presidente, o objetivo da insti- tuiçãoéacolherpacientesdiagnos- ticados com câncer de Montes Cla- ros e da região, e prestar serviços diversos.“Quantomaisseaprovae valoriza trabalhos, ações e estabe- lecimentoscomessafinalidade,mai- ores são os benefícios, sejam eles para os pacientes, seus familiares, municípioeregião”,afirmou. TAMBÉM ACOMPANHANTE Dentre os serviços prestados pela entidade, estão esclarecimen- toseatendimentoscontinuadosaos usuários e seus acompanhantes, açõespreventivas,momentosdela- zer, concessão de cesta básica e a promoção da saúde. Aqueles que quiserem contribuir com qualquer ajuda, sempre bem vida e impor- tanteparamanteroestabelecimen- to,podemfazercontatopelotelefone (38) 3222-6055 ou pelo e-mail: casasantabernadete@yahoo.com.br. COBRANÇA pela coleta de lixo continua inalterada em Montes Claros ‘FamíliaAcolhedora’renova esperança de vida nova Desenvolvido pelo Centro de Referência Es- pecializado de Assistência Social – CREAS -, a FamíliaAcolhedora é um dos principais progra- mas assistenciais do município. Ele consiste no acolhimento de crianças cuja guarda foi retirada dos pais e que passam por processo de adoção. Enquantoostramitesjudiciaisnãosãoconcluídos e uma nova família não é selecionada, essas cri- anças ficam sob a guarda temporária de uma fa- mília participante do programa. Afamíliadeacolhimentorepresentaapossibi- lidadedecontinuidadedaconvivênciafamiliarem ambiente sadio para a criança e adolescente. ExistematualmenteemMontesClaros10famílias com esta missão. Elas são escolhidas após um cadastro onde é manifestada a vontade de aco- lher os menores. Para a missão, é concedida uma ajuda de custo de meio salário mínimo. Bárbara Almeire Veloso é uma das que cui- damtemporariamentedeumacriança.Elajá está há quase um ano com um bebê aban- donado pela mãe e cujo processo de ado- ção já teve início. Até que ele vá para uma família definitiva, dona Bárbara manterá os cuidados, como já fez com outras 104 crian- çasemumaOrganizaçãoNãoGovernamen- talquemantinhaemdeBetim/MG.Hápouco mais de um ano em Montes Claros, ela ex- plicaquepretendecontinuarosserviçosaqui na cidade. “Eu sou serva, nasci para ajudar. OFamíliaAcolhedoraestámepossibilitando umaexperiênciaincrível.Jácuideidemuitas crianças e ainda tenho força para cuidar de outras”, conta. Mais informações sobre o programa Fa- míliaAcolhedorapelostelefones3229-1543/ 3221-1796 ou pelo e- mail:familiacolhedoramoc@hotmail.com. RUY Muniz durante visita às obras da Casa Santa Bernadete, semana passada O Sindicato dos Médicos de Montes Claros e Norte de Minas, Sindmed, vem através deste comunicar aos médicos de toda a região, que a assembleia geral, planejada para ocorrer no próximo dia 23 de abril, quinta-feira, foi cancelada. A direção do sindicato irá se reunir para planejar uma nova data, que será oportunamente comunicada pelos meios de comunicação e demais mídias do Sindmed. Atenciosamente Diretoria Sindmed CANCELAMENTO DE ASSEMBLEIA GERAL DOS MÉDICOS

×