Paula Elisabete Cerioli<br />Uma vida para a educação<br />
INFÂNCIA<br />Constância nasce em Soncino, no 1816, <br />de uma rica família nobre. <br />
INFANZIA<br />A 9 anos é mandada a estudar no renomado colégio das Visitandinas de Alzano Lombardo<br />
ESPOSA<br />e MÃE<br />Aos 16 e os seus pais combinam seu matrimônio <br />com Gaetano Busecchi Tassis, de 59 anos.  <br />
ESPOSA<br />e MÃE<br />Casa-se em 1839 e vai morar na casa do marido em Comonte.<br /> <br />
ESPOSA<br />e MÃE<br />Ela teve quatro filhos, três deles morrem recém nascidos, somente o filho Carlinhos consegue chegar...
ESPOSA<br />e MÃE<br />Carlos morre no dia 28 de janeiro de 1854. Em dezembro do mesmo ano vem a falecer também o marido G...
ESPOSA<br />e MÃE<br />Antes de morrer, na tentativa de consolar a mãe, lhe diz: “Não chores, mãe, Deus te dará muitos out...
FUNDADORA<br />Inicia o seu discernimento espiritual. <br />
FUNDADORA<br />Em 1856 começa a acolher algumas meninas na sua casa e cuidar delas. <br />
FUNDADORA<br />Em 1858 funda o Instituto das Irmãs da Sagrada Família para que cuidassem da educação das Filhas de S. José...
FUNDADORA<br />Em 1863 realiza o seu grande sonho de abrir uma instituição que se ocupasse da educação dos meninos pobres ...
FUNDADORA<br />Morre  o dia 24 de dezembro de 1865.<br />
O momento central da sua vida<br />
A passagem da <br />Maternidade física<br />a Maternidade Espiritual<br />
A passagemfundamental<br />navida de Costançaacontece<br />entre o 1854 e o 1857. <br />Nestesanosacontece<br />a “mudança...
Etapas da sua passagem<br />O discernimento <br />Depois da morte de seu filho<br />e de seu marido<br />fica muito confun...
Etapas da sua passagem<br />Mãedasdores<br />Ela se identifica <br />com Maria, a Mãe de Jesus, <br />e compreende que tam...
Etapas da sua passagem<br />Dos bensaoBem<br />Ela que pensava de ser muito generosa porque queria doar todos os seus bens...
Etapas da sua passagem<br />A Sagrada Família <br />O modelo <br />da Sagrada Família<br />ajuda a dar forma <br />a sua n...
Etapas da sua passagem<br />A abertura<br />da sua vida<br />A abertura do portão da sua casa é também a apertura do seu c...
Etapas da sua passagem<br />Em favor dos pobres<br />
Santa Paula Elisabete<br />não nos deixa uma <br />“teoria pedagogica”,<br />mas nosdeixauma<br />“paixão educativa. <br />
Uma teoria pedagogica é:<br /><ul><li> sistemática
 completa
 conceitual</li></li></ul><li>Uma paixão educativa è:<br /><ul><li> espontânea
 muito concreta
 vem da experiência
 original</li></li></ul><li>Isso não quer dizer <br />que não seja <br />profunda<br />Pelo contario... <br />Só requer um...
Uma paixão educativa<br />Compromete, antes de tudo, <br />a vida da pessoa. <br />É uma “educação pessoal, carismática e ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cerioli Paixão Educativa

492 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
492
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
63
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cerioli Paixão Educativa

  1. 1. Paula Elisabete Cerioli<br />Uma vida para a educação<br />
  2. 2.
  3. 3. INFÂNCIA<br />Constância nasce em Soncino, no 1816, <br />de uma rica família nobre. <br />
  4. 4. INFANZIA<br />A 9 anos é mandada a estudar no renomado colégio das Visitandinas de Alzano Lombardo<br />
  5. 5. ESPOSA<br />e MÃE<br />Aos 16 e os seus pais combinam seu matrimônio <br />com Gaetano Busecchi Tassis, de 59 anos.  <br />
  6. 6. ESPOSA<br />e MÃE<br />Casa-se em 1839 e vai morar na casa do marido em Comonte.<br /> <br />
  7. 7. ESPOSA<br />e MÃE<br />Ela teve quatro filhos, três deles morrem recém nascidos, somente o filho Carlinhos consegue chegar a 16 anos. <br />
  8. 8. ESPOSA<br />e MÃE<br />Carlos morre no dia 28 de janeiro de 1854. Em dezembro do mesmo ano vem a falecer também o marido Gaetano.<br /> <br />
  9. 9. ESPOSA<br />e MÃE<br />Antes de morrer, na tentativa de consolar a mãe, lhe diz: “Não chores, mãe, Deus te dará muitos outros filhos”. <br /> <br />
  10. 10. FUNDADORA<br />Inicia o seu discernimento espiritual. <br />
  11. 11. FUNDADORA<br />Em 1856 começa a acolher algumas meninas na sua casa e cuidar delas. <br />
  12. 12. FUNDADORA<br />Em 1858 funda o Instituto das Irmãs da Sagrada Família para que cuidassem da educação das Filhas de S. José.<br />
  13. 13. FUNDADORA<br />Em 1863 realiza o seu grande sonho de abrir uma instituição que se ocupasse da educação dos meninos pobres órfãos.<br />
  14. 14. FUNDADORA<br />Morre o dia 24 de dezembro de 1865.<br />
  15. 15. O momento central da sua vida<br />
  16. 16. A passagem da <br />Maternidade física<br />a Maternidade Espiritual<br />
  17. 17. A passagemfundamental<br />navida de Costançaacontece<br />entre o 1854 e o 1857. <br />Nestesanosacontece<br />a “mudança” da “mãefísica” <br />em “mãeespiritual”. <br />No momento no qual morre uma, <br />nasce a outra.<br />
  18. 18. Etapas da sua passagem<br />O discernimento <br />Depois da morte de seu filho<br />e de seu marido<br />fica muito confundida. <br />Dom Speranza a repreende duramente...<br />
  19. 19. Etapas da sua passagem<br />Mãedasdores<br />Ela se identifica <br />com Maria, a Mãe de Jesus, <br />e compreende que também Ela <br />passou pela mesma situação e <br />por fé tornou-se Mãe da Igreja<br />
  20. 20. Etapas da sua passagem<br />Dos bensaoBem<br />Ela que pensava de ser muito generosa porque queria doar todos os seus bens, <br />compreende que vale a pena conquistar o único Bem<br />
  21. 21. Etapas da sua passagem<br />A Sagrada Família <br />O modelo <br />da Sagrada Família<br />ajuda a dar forma <br />a sua nova família<br />
  22. 22. Etapas da sua passagem<br />A abertura<br />da sua vida<br />A abertura do portão da sua casa é também a apertura do seu coração<br />
  23. 23. Etapas da sua passagem<br />Em favor dos pobres<br />
  24. 24. Santa Paula Elisabete<br />não nos deixa uma <br />“teoria pedagogica”,<br />mas nosdeixauma<br />“paixão educativa. <br />
  25. 25. Uma teoria pedagogica é:<br /><ul><li> sistemática
  26. 26. completa
  27. 27. conceitual</li></li></ul><li>Uma paixão educativa è:<br /><ul><li> espontânea
  28. 28. muito concreta
  29. 29. vem da experiência
  30. 30. original</li></li></ul><li>Isso não quer dizer <br />que não seja <br />profunda<br />Pelo contario... <br />Só requer uma modalidade<br />diferente para enfrentar<br />o seu conhecimento<br />
  31. 31. Uma paixão educativa<br />Compromete, antes de tudo, <br />a vida da pessoa. <br />É uma “educação pessoal, carismática e vital”<br />
  32. 32. Primeiroensinamento<br />A nossa prática educativa<br />não é outra coisa que <br />a nossa vida, seja<br />UMA PESSOA EDUCA <br />POR AQUILO QUE É<br />
  33. 33. Segundoensinamento<br />Esta passagem <br />da maternidade física <br />a uma espiritual<br />É UMA PASSAGEM <br />QUE DEVE ACONTECER <br />EM CADA EDUCADOR<br />
  34. 34. Terceiroensinamento<br />Uma pessoa educa<br />a partir da propria<br />IDÉIA DE HOMEM, <br />O PROJETO ANTROPOLÓGICO<br />

×