G8 energia das marés

3.238 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.238
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
52
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
53
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

G8 energia das marés

  1. 1. Energia das Marés eEnergia Geotérmica
  2. 2. Energia das MarésA energia das marés é obtida de modosemelhante ao da energia hidrelétrica.Constrói-se uma barragem, formando-se um reservatório junto ao mar.Quando a maré é alta, a água enche oreservatório, passando através daturbina e produzindo energia elétrica,
  3. 3. e na maré baixa o reservatório é esvaziado e água que sai do reservatório, passa novamente através da turbina, em sentido contrário, produzindo energia elétrica .Este tipo de fonte é também usado no Japão e Inglaterra.
  4. 4.  No Brasil temos grande amplitude de marés, por exemplo, em São Luís, na Baia de São Marcos, mas a topografia do litoral inviabiliza economicamente a construção de reservatórios.
  5. 5. Energia GeotérmicaA energia geotérmica se caracterizapelo calor proveniente da Terra, é aenergia calorífera gerada a menos de64 quilômetros da superfície terrestre,em uma camada de rochas, chamadamagma, que chega a atingir até6.000°C. Geo significa terra e térmicacorresponde a calor, portanto,geotérmica é a energia caloríficaoriunda da terra.
  6. 6. O magma resulta das tremendas pressões abaixo da superfície e do calor gerado pela decomposição de substâncias radioativas, como o urânio e o tório. Encontrando fissuras na crosta terrestre, o magma explode em erupções vulcânicas, ou os gases liberados com o seu resfriamento aquecem águas subterrâneas que afloram na forma de gêiseres ou minas de água quente.
  7. 7. A energia elétrica pode ser obtida através da perfuração do solo em locais onde há grande quantidade de vapor e água quente, estes devem ser drenados até a superfície terrestre por meio de tubulações específicas. Em seguida o vapor é transportado a uma central elétrica geotérmica, que irá girar as lâminas de uma turbina. Por fim, a energia obtida através da movimentação das lâminas (energia mecânica) é transformada em energia elétrica através do gerador.
  8. 8.  Os aspectos positivos desse tipo de energia são: A emissão de gases poluentes (CO2 e SO2) é praticamente nula, não intensificando o efeito de estufa, diferentemente dos combustíveis de origem fóssil. A área necessária para a instalação da usina é pequena. Pode abastecer comunidades isoladas.
  9. 9.  Os aspectos negativos: É uma energia muito cara e pouco rentável, pois necessita de altos investimentos estruturais e sua eficiência é baixa. Pode ocasionar o esgotamento do campo geotérmico. O calor perdido aumenta a temperatura do ambiente. Ocorre a emissão de ácido sulfídrico (H2S), extremamente corrosivo e nocivo à saúde.
  10. 10. No Rio de Janeiro não há previsão de instalação de usinas Geotérmicas e das Marés, mas no Brasil temos “um projeto de usina marinha. Ele foidesenvolvido pelos pesquisadores do Laboratóriode Tecnologia Submarina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A usina deverá serinstalada no Porto de Pecém, a 60 quilômetros de Fortaleza, no Ceará, e utilizará a força das ondas para gerar 50 quilowatts de eletricidade, o suficiente para abastecer vinte casas. "Não é muita energia, mas trata-se de uma usina piloto que funcionará como um laboratório a céu aberto para testar e aprimorar a tecnologia", diz Eliab Ricarte gerente do projeto.
  11. 11. Estudos da UFRJ indicam que os 8 500 quilômetros do litoral brasileiro têm potencial para suprir até 15% da demanda de energia do país. Por ser uma tecnologia em desenvolvimento, a energia marinha ainda é caraem comparação com outras fontes renováveis, como a energia eólica. Atualmente, cada quilowatthora de energia produzido pelo oceano custa 45 centavos dedólar, enquanto a eletricidade das turbinas de vento sai por 8 centavos de dólar. Disse a VEJA Ian Bryden,engenheiro da Universidade de Edimburgo: "A energiamarinha é uma área promissora, mas ainda precisa de mais tempo para se tornar eficiente. Entretanto, seu potencial é maior que o da energia eólica, porque os movimentos dos oceanos são mais previsíveis que os dos ventos". Fonte: http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/energia/conteudo_279726.shtml
  12. 12. IntegrantesJefferson Dos Santos, Laiz Nascimento, Thatiany Dias Turma: 3002 Colégio Estadual Dom Helder Câmara

×