Pragas quarentenárias de relevância para o estado do Rio Grande do Sul 
Pantoea stewartii(Erwinia stewartii)
Erwiniastewartii (Pantoea stewartii) 
Murcha bacteriana do milho 
Milho (ZeaMaysL.) 
Endêmica em regiões dos Estados Unido...
Mercado 
Cultura 
Brasil 
Produção 
3º Maiorprodutor 
Contribuição 
6,5%daproduçãomundial 
RS 
4º Maiorprodutor 
Contribui...
Ocorrência 
Cabi–CropProtectionCompendium 
Chaetocnemapulicaria
Introdução x Impacto 
Suscetibilidade x resistência 
Baixa probabilidade
Epidemiologia
Sintomas
Sintomas
Ameaças fitossanitárias
Ameaças fitossanitárias 
Comportamento das cultivares em outras regiões 
Preferência por características agronômicas 
Plan...
Inspeção de campo 
Análises laboratoriais 
Declarações adicionais
Regulamentação para produção nacional 
Produção Nacional
Eng. AgrPatrícia de Souza Teló 
patricia@agronomicabr.com.br 
Dr. Valmir Duarte 
valmir@agronomicabr.com.br 
www.agronomic...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pragas quarentenárias de relevância para o estado do Rio Grande do Sul

219 visualizações

Publicada em

Workshop realizado pela SBDA e SEAPA em 11 de setembro de 2014, em Bento Gonçalves, RS.

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
219
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pragas quarentenárias de relevância para o estado do Rio Grande do Sul

  1. 1. Pragas quarentenárias de relevância para o estado do Rio Grande do Sul Pantoea stewartii(Erwinia stewartii)
  2. 2. Erwiniastewartii (Pantoea stewartii) Murcha bacteriana do milho Milho (ZeaMaysL.) Endêmica em regiões dos Estados Unidos Cultura com expressivo comércio internacional de sementes Países instigam a adoção de medidas fitossanitárias
  3. 3. Mercado Cultura Brasil Produção 3º Maiorprodutor Contribuição 6,5%daproduçãomundial RS 4º Maiorprodutor Contribuição 15 –17% da produção nacional Crescimento 1,7% ao ano –10 anos Fonte: FAO -FoodandAgricultureOrganization
  4. 4. Ocorrência Cabi–CropProtectionCompendium Chaetocnemapulicaria
  5. 5. Introdução x Impacto Suscetibilidade x resistência Baixa probabilidade
  6. 6. Epidemiologia
  7. 7. Sintomas
  8. 8. Sintomas
  9. 9. Ameaças fitossanitárias
  10. 10. Ameaças fitossanitárias Comportamento das cultivares em outras regiões Preferência por características agronômicas Plantio de F1 Nível de incerteza sobre a ocorrência do vetor Importação de novas matrizes Semelhança de sintomas Harmonização de técnicas de detecção
  11. 11. Inspeção de campo Análises laboratoriais Declarações adicionais
  12. 12. Regulamentação para produção nacional Produção Nacional
  13. 13. Eng. AgrPatrícia de Souza Teló patricia@agronomicabr.com.br Dr. Valmir Duarte valmir@agronomicabr.com.br www.agronomicabr.com.br

×