Edital Cases Prêmio FEJESC

535 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
535
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
116
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Edital Cases Prêmio FEJESC

  1. 1. EDITAL DE CASES
  2. 2. 1. O EVENTO
  3. 3. O VIII Prêmio FEJESC é o segundo maior evento do Movi- mento Empresa Júnior Catarinense. Em 2014, o evento chega a sua oitava edição e acontecerá nos dias 19 a 21 de Setembro de 2014, na cidade de Florianópolis, Santa Catari- na. Com o tema: “A jornada começa agora”, o evento propõe aos participantes que reflitam sobre todas as experiências, profissionais e pessoais, adquiridas até hoje com o intuito de fazer de seus futuros os mais incríveis possíveis. Não basta toda uma vida de aprendizado se não soubermos como utilizá-lo depois. Sabemos que podemos apenas aprender com a história, que precisamos esperar pelo futuro incerto, mas o que importa mesmo é o agora! 1.1. Organização O VIII Prêmio FEJESC está sendo realizado pela FEJESC, Federação de Empresas Juniores do Estado de Santa Catarina.
  4. 4. 2.1 Condições Gerais Toda e qualquer Empresa Júnior Confederada ou não a Brasil Júnior, poderá enviar cases para o VIII Prêmio FEJESC. Para concorrer à aprovação do case, não há a necessidade de a instituição ter um membro previamente inscrito no evento. As instituições que tiverem cases aprovados para apresentação no evento, terão uma inscrição garantida mesmo com as vagas esgotadas. Esta inscrição não será patrocinada pelo evento, cabendo à entidade e/ou seu rep- resentante para a apresentação do case, arcarem com as despesas explícitas para a inscrição no evento. Além disso, os apresentadores terão o prazo de 5 (cinco) dias, após o contato feito pela equipe organizadora, para se inscrever e confirmar presença no evento. Caso contrário, perderão o direito ao espaço de apresentação do case no evento. Será permitido o e nvio de até 2 (dois) cases por institu- ição, sendo estes necessariamente de categorias diferentes. Além disso, a comissão organizadora aceitará para concor- rer à aprovação, apenas cases que não foram apresentados em eventos do MEJ no ano de 2013. Por fim, todos aqueles que enviarem cases e que os tiverem aprovados para apresentação, terão necessaria- mente que disponibilizá-los ao Portal do Conhecimento da Brasil Júnior.
  5. 5. Os cases deverão ser enviados, antes do prazo final (o calendário se encontra no final do edital), para o e-mail programacaopremiofejesc@gmail.com, sendo que a confir- mação de recebimento do e-mail ocorrerá em até 48 horas pela Equipe de Conteúdo do evento. O assunto do e-mail deverá ser: “Case / Categoria – VIII Prêmio FEJESC” No corpo do e-mail deverão constar os seguintes itens: - Título do case; - Categoria: deverá ser indicado se é uma Prática Interna ou Projeto Externo (conforme categorias abaixo); - Nome da EJ; - Cidade - Estado; - Instituição de Ensino da EJ; - Contato da EJ (telefone e e-mail); - Nome e contato (e-mail e celular) dos responsáveis pelo case; - Nome do(s) representante(s) que irão apresentar o case. Cada e-mail deverá conter somente 01 (um) case que deverá estar acompanhado de dois anexos: - Anexo A: Título do case (versão para avaliação da banca, impessoal); - Anexo B: Título do case (versão para disponibilização no
  6. 6. O nome do arquivo deverá seguir o seguinte formato: “Nome do Case _ Tipo de anexo”, (Por exemplo: “Case de Sucesso_A”). Os cases enviados antes do prazo final e que não esti- verem em conformidade com algum dos critérios acima estabelecidos serão automaticamente eliminados, bem como aqueles enviados após a data limite. Aos cases aprovados, a comissão organizadora solici- tará o envio de algum material para a apresentação do conteúdo a ser abordado. Todas as instruções para o envio deste material serão repassadas pela Coordenadoria de Conteúdo no e-mail de confirmação da aprovação.
  7. 7. 4. fORMATAÇÃO
  8. 8. Os documentos anexos (case para avaliação da banca e case para disponibilização no Portal do Conhecimento da BJ) deverão estar em ”pdf” e de acordo com a seguinte formatação: - Fonte: Arial; - Tamanho da fonte: 12; - Espaçamento entre linhas: 1,5 cm; - Tamanho do papel: A4 (210 x 297 mm); - Orientação: Retrato; - Margem superior e inferior: 2,5 cm; - Margem esquerda e direita: 3 cm; - Texto justificado. O case para avaliação da banca (impessoal) deverá estar em folha branca, sem o layout da EJ (papel timbrado, logoti- po, etc.) Também não poderá conter qualquer informação que forneça dados de identificação como nome da EJ autora do case, sua federação, seu núcleo, nome dos envolvidos, nome dos clientes, Instituição de Ensino Superior, localidade e/ou qualquer outra informação que permita a identificação da organização autora do case. Por outro lado, o case para a disponibilização no Portal do Conhecimento da BJ (”Case B”) serve para divulgar o tra- balho da EJ, então pode ter todas as devidas referências e identidade visual.
  9. 9. O limite de páginas para o case será de: • Projeto Interno: 6 (seis) páginas; • Projeto Externo: 6 (seis) páginas; Será permitido o envio de anexos, que não contarão no limite de páginas do case acima descrito. Os anexos deverão conter apenas imagens, gráficos, organogramas, fotos e similares, seu conteúdo deve ser legível da forma como inserida no documento e respeitar o limite de 2 (duas) páginas.
  10. 10. 5. DOS CASES
  11. 11. 5.1 Conteúdo dos Cases O conteúdo dos cases deve apresentar de forma clara e rápida a contextualização do ambiente, a necessidade da implantação do case, a maneira que foi realizado, bem como os seus resultados. Há alguns pontos a atentar independente do tipo de case: • A classificação do case deve ser feita em uma das categorias abaixo descritas; • A apresentação descritiva do case deverá ser dividida em: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão (na qual constam os resultados); • Cada case deve ser classificado em uma das áreas temáticas, que estão relacionadas e são diferenciadas dentro de cada categoria; • A primeira página do arquivo do case deverá conter um breve resumo, de no máximo 1000 caracteres, para a descrição a ser disponibilizada aos congressistas. Essa página será contabilizada no limite de páginas determinados no documento padrão de formatação de cases, conforme consta no tópico anterior (4). 5.2 Categorias e áreas temáticas As duas categorias de cases e suas respectivas áreas temáticas são:
  12. 12. Prática Interna: Cases referente a ferramentas de gestão, processos ou pro- jetos internos da empresa ou as questões voltadas exclusi- vamente a Gestão Interna. - Estratégia: Refere-se a práticas de consolidação, dissemi- nação e refinamento do planejamento estratégico da em- presa, bem como a capacidade de cumprimento do mesmo. - Mercado: Práticas relacionadas à captação, satisfação e fi- delização de clientes da empresa com relação a projetos ex- ternos, bem como a efetividade da negociação e qualidade da proposta como um todo. - Projetos: Refere-se ao controle e refinamento bem como a metodologias de gerenciamento de projetos, além da ca- pacidade de planejamento e práticas de acompanhamento do projeto após a entrega do relatório final. - Sociedade: Práticas voltadas à captação de parcerias e ini- ciativas que direcionem para a gestão de responsabilidade social. - MEJ: Práticas relativas a toda forma de representatividade no movimento bem como a participação de membros em eventos e nas entidades do MEJ como, federação, núcleo,
  13. 13. Confederação e outros. - Financeira: Práticas que se referem à otimização da ca- pacidade de planejamento financeiro, bem como investi- mentos realizados, previsão de riscos e renda advinda de projetos externos. - Pessoas: Refere-se a práticas voltadas para a gestão dos recursos humanos, bem como aos processos de atrair pes- soas, reter, treinar, desenvolver e avaliar. Projeto Externo: Cases referente aos serviços prestados aos clientes da EJ. - Primeiro Setor: Caso o projeto tenha sido feito para órgãos governamentais. - Segundo Setor: Caso o projeto tenha sido feito para organ- izações privadas. - Terceiro Setor: Caso o projeto tenha sido feito para organ- izações sem fins lucrativos.
  14. 14. A veracidade das informações contidas na apre- sentação oral e no documento descritivo do case é de total responsabilidade da EJ responsável pelo envio do documen- to. O responsável pelo case responderá em caso de proces- sos, por agressão a metodologia, plágio, difamação, etc., seguindo as disposições previstas na legislação brasileira.
  15. 15. 7.1 Banca avaliadora Os cases serão avaliados por dois avaliadores de um dos seguintes grupos: - Pós-Juniores; - Membros do corpo executivo da BJ; - Professores universitários de uma das Instituições de Ensino Superior que possuem EJ’s envolvidas na organ- ização; - Parceiros e palestrantes do evento. 7.2 Critérios de avaliação Clareza: - Responder claramente as sete perguntas do 5W2H; - Seguir a estrutura proposta no edital; - Atender à linguagem padrão culta da língua Portuguesa; - Apresentar dados e informações relevantes à com- preensão do case; - Apresentar coesão entre os elementos do case; Aplicabilidade: - Importância da prática/projeto para os resultados/proces- sos da EJ;
  16. 16. - Desprendimento de recursos (financeiros e/ou mão de obra) para a aplicação da prática/projeto; Inovação: - Originalidade; - Alinhamento da inovação com os resultados alcançados; abordagem; Resultados: - Benefícios extraídos para clientes externos e internos; - Significância do case para os resultados da EJ; - Alinhamento dos resultados com a estratégia; - Comprovação e maturidade dos benefícios alcançados; Cada critério contribuirá para a nota final de avaliação da banca seguindo os pesos referidos abaixo: - Clareza: 15% - Aplicabilidade: 39 % - Inovação: 17 % - Resultados: 29 %
  17. 17. Este edital determina que os cases poderão se qualifica- dos para apresentações no formato Palestra, na qual serão apresentações regulares, onde os ministrantes descreverão para o público o conteúdo do case através da oratória e de recursos visuais. Cada case selecionado para Palestra terá o tempo de 30 (quarenta) minutos para a apresentação no evento, sendo de 20 (trinta) minutos para a apresentação e 10 (dez) minu- tos para perguntas. O arquivo de apresentação deverá ser enviado por email até o dia 31/08/2014 às 23h59min com assunto “VIII Prêmio FEJESC – Apresentação de Case”; o endereço para envio também é programacaopremiofejesc@gmail.com. A premiação será feita com base nas notas dadas pela banca avaliadora (60%) e pelos congressistas nas apre- sentações (40%). Será premiado o melhor case de cada cate- goria (Práticas Internas e Projetos Externos), o melhor case apresentado no VIII Prêmio FEJESC e o melhor case apre- sentado no VIII Prêmio FEJESC dentre as EJs de Santa Cata- rina. Caso os congressistas assistam o case de sua própria EJ, a Coordenadoria de Conteúdo garantirá que esta nota não será contabilizada na média da nota final das apre- sentações
  18. 18. Será enviado a todas as Empresas Juniores o Feedback da avaliação dos respectivos cases enviados, com o comentário geral sobre o case, a nota geral, a nota de cada critério avaliado, a média das notas dos cases da mesma categoria e a nota de corte para a categoria.
  19. 19. 11. CONSIDERAÇÕES finais
  20. 20. Qualquer dúvida sobre o edital deve ser enviada para programacaopremiofejesc@gmail.com. Prazos de envio, critérios de avaliação e outras definições presentes neste edital podem sofrer alterações. Caso isso ocorra, as mudanças serão divulgadas na página oficial do Facebook do evento.
  21. 21. Beatriz Gil - Coordenadora de Programação e Conteúdo biaoliveira2126@gmail.com | (048) 9638-8855 Isabel Salah - Assessora de Cases isabelcsalah@gmail.com | (47) 9949-8651
  22. 22. 12.1 Anexo 1 – Modelo De Elaboração De Cases - 1ª página - Título do Case: Deve ser preenchido com o título do case Categoria: Identificar a categoria do case. Temática: Identificar a qual área o case está relacionado dentro da categoria. Resumo: Descrever sobre o que o case abordará em no máximo 1000 caracteres (contado com espaços) acrescido de eventos para os quais o case tenha sido selecionado, se houver. - 2ª página - Introdução: Deve ser breve, apresentando apenas uma con- textualização, para haver um melhor entendimento do case, analisando as características do ambiente, da empresa (tamanho da instituição, número de membros...) e da metodologia utilizada. Desenvolvimento: Planejamento: Descrever as etapas do estabelecimento dos objetivos, procedimentos e processos (metodologias) necessários para atingir os resultados. Dividirá em: • Identificação do problema: Definir claramente o prob- lema/processo e reconhecer sua importância.
  23. 23. • Observação: Investigar as características específicas do problema/processo com uma visão ampla e sob vários pontos de vista. • Análise: Descobrir a causa fundamental. • Plano de ação: Conceber um plano para a execução do projeto. Execução: Descrever a realização das atividades do projeto. Verificação: Descrever o monitoramento e a avaliação periódica dos re- sultados e dos processos, confrontando-os com o planeja- do (estado desejado). Ação corretiva/preventiva: Descrever, de acordo com as análises da fase de verificação, os planos de ação corretivos ou preventivos que foram de- senvolvidos a partir da identificação de possibilidades de melhorias na qualidade e que possam impactar nos re- sultados. Descrever o processo de padronização e con- clusão do projeto.
  24. 24. Conclusão: Deve mostrar o impacto dos resultados do case apresenta- do. Definindo sua aplicabilidade e benefícios para o MEJ e para a sociedade. - Página Extra - Anexos: Caso existam, devem ser inseridos em até duas pá- ginas, no máximo, sendo estas diferenciadas das páginas do conteúdo do case em si Atenciosamente, Equipe de Programação e Conteúdo VIII Prêmio FEJESC programacaopremiofejesc@gmail.com Florianópolis, Santa Catarina.

×