Historiando sob diversos olhares

1.135 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.135
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
41
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
64
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Historiando sob diversos olhares

  1. 1.  Unificações tardias: desenvolve nacionalismos e acentua rivalidades econômicas. › Unificação italiana › Unificação alemã Sentimento de revanche: › A perda das regiões da Alsácia-Lorena para a Alemanha, na Guerra franco-prussiana, de 1870.
  2. 2. O ROMPIMENTO DO EQUILÍBRIO EUROPEU Com o advento da Alemanha como potência, ocorre um desequilíbrio político europeu. O crescimento econômico da Alemanha foi algo fantástico, pela rapidez e dimensão tomadas. Unificada politicamente em 1870, a Alemanha, em pouquíssimo espaço de tempo, superou a produção de aço inglesa e, no início do século XX, já podia abalar a posição hegemônica da Grã-Bretanha.
  3. 3. Insatisfação de algunspaíses comoAlemanha eItália com a partilha da África , no final do século XIX.
  4. 4.  Conflitos imperialistas: › Disputa dos mercados internacionais pelos países industrializados, que não conseguiam mais escoar toda a produção de suas fábricas. › Atritos entre as grandes potências devido a questões coloniais.
  5. 5.  Nacionalismos/rivalidades: › Exacerbação dos nacionalismos europeus, manipulados pelos respectivos governos como um meio de obter a adesão popular à causa da guerra – deve-se levar em conta, ainda, o nacionalismo das populações que queriam independência.
  6. 6.  Pan–eslavismo, liderado pela Rússia contra o Império Austro-Húngaro; Pan–germanismo, liderado pela Alemanha; Revanchismo francês, devido à perda da Alsácia-Lorena, em 1870.
  7. 7. A QUESTÃO BALCÂNICA Um dos principais focos de atrito entre as potências européias era a península Balcânica, onde se chocavam o nacionalismo da Sérvia (apoiada pela Rússia) e o expansionismo da Áustria (aliada da Alemanha). Em 1908, a Áustria anexou a região da Bósnia-Herzegovina, ferindo os interesses da Sérvia, que pretendia criar a Grande Sérvia, incorporando aquelas regiões habitadas por eslavos.
  8. 8.  Política de alianças entre os países Formação de blocos: › Tríplice Aliança: Alemanha, Áustria-Hungria e Itália. › Tríplice Entente: Inglaterra (ou melhor, Grã- Bretanha), França e Rússia. Esse nome vem de Entente Cordiale (“Entendimento Cordial”) – forma como o governo francês definiu sua aproximação com a Inglaterra, de quem a França era adversária tradicional.
  9. 9. POLÍTICA DE ALIANÇAS :
  10. 10. A PAZ ARMADA Enquanto se organizavam em blocos rivais, as principais potências européias lançaram- se numa desenfreada corrida armamentista : adotaram o serviço militar obrigatório, criaram novas armas e passaram a produzir armamento e munição em quantidades cada vez maiores.A situação permaneceu nesse equilíbrio delicado por anos, e esse período foi denominado Paz Armada.
  11. 11.  Corrida armamentista
  12. 12.  O período que antecedeu a eclosão da I Guerra Mundial é conhecido pelo nome de Paz Armada (1871 – 1914), pois as grandes potências, convencidas da inevitabilidade do conflito e até mesmo desejando-o, aceleraram seus preparativos bélicos (exceto a Itália, que não estava bem certa do que iria fazer).
  13. 13.  Imperialismo Rivalidades econômicas Revanchismo francês Sistema de alianças Pan-eslavismo russo
  14. 14. O ATENTADO DE SARAVEJO No dia 28 de junho de 1914, na cidade de Sarajevo, na Bósnia, o herdeiro do trono austro- húngaro, Francisco Ferdinando, foi assassinado juntamente com sua esposa. O responsável pelo atentado foi um estudante sérvio Gavrilo Princip, membro de uma organização nacionalista chamada União ou Morte, cujo braço armado era o grupo terrorista Mão negra. Esse acontecimento foi o estopim para a eclosão da guerra. A Áustria culpou a Sérvia pelo assassinato e lhe declarou guerra. A Alemanha se declarou solidária com a Áustria. Por sua vez , a Rússia apoiou a Sérvia, e, finalmente, a França e a Inglaterra declararam guerra à Alemanha. Dava-se início ao grande conflito mundial.
  15. 15. Arquiduque FranciscoFerdinando e sua esposaSofia, uma hora antes doatentado em Sarajevo, em 28 de junho de 1914.
  16. 16. Ilustração feita em 1914 mostra oatentado em Sarajevo contra o herdeiro austríaco FranciscoFerdinando. Veja que sua esposa também será baleada pelo terrorista.
  17. 17. Inicia-se a Guerra (28 de julho/1914)•O império Austro- Húngaro declara guerra à Sérvia;• A Rússia mobiliza-se contra os Austro-húngaros e alemães;
  18. 18.  Em uma semana, o que deveria ser mais um conflito balcânico transformara-se em uma guerra européia.
  19. 19.  As alianças firmadas foram um fatordecisivo para que o conflito tomasse um caráter mundial.
  20. 20. •A Alemanha ataca a Bélgica (neutra) para chegar à França (Plano Schlieffen), generalizando o conflito.Com a invasão das tropas alemãs, a população belga foi obrigada a fugir do país.
  21. 21.  1ª Fase (1914)- Guerra de movimento. › Esse período caracterizou-se por movimentos rápidos envolvendo grandes exércitos.
  22. 22.  2ª Fase (1915-1916): essa fase foi marcada pela guerra de trincheiras › Os exércitos defendiam suas posições utilizando-se de uma extensa rede de trincheiras que eles próprios cavavam.
  23. 23.  A I Guerra Mundial apresenta duas fases bem diferenciadas: › Guerra de movimento (agosto/novembro de 1914) › Guerra de trincheiras (novembro de 1914/março de 1918)
  24. 24. 3.1. A guerra de movimento3.2. A guerra de posição (trincheiras)3.3. 1917: Dois fatos marcantes• Saída da Rússia, devido à RevoluçãoSocialista (Tratado de Brest-Litovsk - 1918);• Entrada dos Estados Unidos.
  25. 25.  Em 1915, a Itália, que até então semantivera neutra, traiu a aliança que fizera com a Alemanha e sai da Tríplice Aliança passando a apoiar a Tríplice Entente. Em sua lugar, na Entente, entra o Império Otomano. Ao mesmo tempo que foi se alastrando, o conflito tornou-se cada vezmais trágico. Novas armas, como o canhão de tiro rápido, o gás venenoso, o lança-chamas, o avião e o submarino, faziam um número crescente de vítimas.
  26. 26.  3ª Fase (1917-1918): guerra de movimento › Em 1917, primeiro ano dessa nova fase, ocorreram dois fatos decisivos para o desfecho da guerra: a entrada dos Estados Unidos no conflito e a saída da Rússia.
  27. 27. No início de 1917, a Alemanha decidiu adotar a guerra submarina: qualquer navio encontrado em águas territoriais inimigas seria afundado.
  28. 28. No dia 7 de maio , um submarino alemão torpedeou o navio de passageiros inglês Lusitânia na costa irlandesa, provocando a morte de 1.198 pessoas, entre as quais 128 cidadãos norte-americanos.O que serviu de pretexto para a entrada dos Estados Unidos na guerra, em 1917.
  29. 29.  Os Estados Unidos entraram na guerra ao lado da Inglaterra e da França. Esse apoio tem uma explicação simples: os americanos tinham feitos grandes investimentos nesses países e queriam assegurar o seu retorno. Outras nações também se envolveram na guerra. Turquia e Bulgária juntaram-se à Tríplice Aliança, enquanto Japão, Portugal,Romênia, Grécia, Brasil, Canadá e Argentinacolocaram-se ao lado da Entente. A saída da Rússia da guerra, através do Tratado de Brest-Litovsky, está relacionada  à revolução socialista ocorrida em seu território no final de 1917. 
  30. 30. A supremacia mundial dos Estados Unidos (fatores) •A neutralidadedurante a maior parte do conflito,fornecendo produtos e empréstimos aos países da Entente; • A dependênciaeuropéia pós-guerra e o conseqüente aumento de divisas.
  31. 31.  Seguindo os Estados Unidos, outros países americanos, inclusive o Brasil (que também teve seu navio Paraná afundado pelos alemães), engajaram-se no conflito ao lado da Entente.
  32. 32. O Programa dos 14 Pontos: a tentativa de paz sem vencedores;O fim da guerra e os “Tratados de Paz”: • O Kaiser Guilherme II abdica e a Alemanha, transformada numa república, assina o armistício (11 de novembro/1918).
  33. 33. •O Tratado de Versalhes: 440 artigos quehumilharam a Alemanha, com indenizações,devolução de territórios, desmilitarizaçãoetc.•Surgimento de novos países:Tchecoslováquia, Hungria, Polônia,Iugoslávia, entre outros, desmembrandoimpérios como o Austro-Húngaro.•Criação da Liga das Nações (1919), sem asparticipações dos Estados Unidos e UniãoSoviética.
  34. 34.  Onze milhões de mortos Fim dos impérios Russo, Austro-Húngaro, Alemão e Otomano. Surgimento de novos Estados europeus:  Do desmembramento do Império Austro- Húngaro: Áustria, Hungria, Checoslováquia e Iugoslávia (nome oficial da “Grande Sérvia”, criado em 1931).
  35. 35.  Do desmembramento do Império Russo: URSS, Finlândia, Polônia, Lituânia, Letônia e Estônia. Crise econômica generalizada, com especial gravidade na URSS, Itália e Alemanha. Surgimento dos regimes totalitários, tanto de esquerda (comunismo) como de direita (fascismo). Ascensão dos EUA à posição de maior potência mundial.
  36. 36.  Criação da Sociedade das Nações ou Liga das Nações – um dos poucos itens dos “14 Pontos” que foram aproveitados. Existência de minorias étnicas com tendência separatista em vários países da Europa Central e Oriental, criando graves focos de tensão
  37. 37. Na primeira Guerra, ocorreu a estréia de armasmortíferas: o tanque e o avião. Os aviões eram biplanos (com duas asas ) e atingiam uma velocidade de até200km/h. O tanque foi uma invenção inglesa, excelente para enfrentar as trincheiras.
  38. 38. TanqueRenault usado Bala de na Primeira canhão usada Guerra na Primeira Mundial. Guerra.
  39. 39. Soldados à frente e, ao fundo, um tanque britânico.
  40. 40. Outros armamentos: lança-chamas,submarinos e encouraçados.
  41. 41. Canhões em campoaberto preparando-se para agir.
  42. 42. General Pershing, Marechal von comandante das Hindenburg, sob cujotropas americanas comando estiveram os alemães ao final das na Europa. operações.
  43. 43. Carros blindados numa estrada. O aspecto desses carros mostra como era incipiente o uso da mecanização que mais tarde se generalizaria.
  44. 44. Soldados em repouso, numatrincheira, aguardam o momento de entrar novamente em ação.
  45. 45. Já na I Guerra Mundial muitas cidades foram duramente castigadas pelos bombardeios. Aqui vemos oaspecto a que os Alemães reduziram a cidade francesa de Ypres.
  46. 46. Comboio alemão detanques durante a guerra.
  47. 47. Comboio aliadotransportando provisões durante a guerra.
  48. 48. Aviões alemães num campo depouso, à espera para decolagem.
  49. 49. Canhão utilizadona Primeira Grande Guerra Mundial.
  50. 50. Uma cidade totalmente destruída durante a guerra.
  51. 51. Tropas norte- americanas escoltam prisioneirosalemães no final da PrimeiraGuerra Mundial.
  52. 52. “A humanidade é louca! Deve ser louca para fazer o que estáfazendo. Que massacre! Que cenasde horror e carnificina. Não consigo encontrar palavras para traduzir minhas impressões. O inferno não pode ser tão terrível. Os homens estão loucos!” Soldado francês, pouco antes de morrer, vítima da guerra.

×