Anglo saxões

3.801 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.801
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
52
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Anglo saxões

  1. 1. Disciplina: História Medieval I Professor(a): William Cesar de Andrade Alunos: Brenda Micaela, Carlos Vieira, Felipe Augusto, Leonardo Sousa, Lídia Gualberto, Ramon Amorim, Raphael Barbosa, Vinícius Yuri.
  2. 2. Anglo-saxão é a denominação dada à fusão dos povos germânicos anglos, saxões e jutos que se fixaram no norte e centro da Inglaterra no século V. Em relação aos saxões, podemos dizer que eram um antigo povo da Germânia, habitantes da região próxima da foz do rio Álbis (atual Elba) e correspondente à atual região de Holstein na Alemanha. O indivíduo desse povo é o saxônico, saxônio ou saxão.
  3. 3. Uma vez estabelecidas na Inglaterra, as diversas tribos que passaram a chamar-se anglo- saxônicas desenvolveram uma série de dialetos que, de acordo com a preponderância ou a sujeição dos reinos onde eram falados, influenciaram com maior ou menor força a criação de um idioma comum. Entre esses dialetos, impôs-se o anglo-saxão ocidental, que recebeu decisivo impulso no século IX, durante o reinado de Alfredo o Grande, e do qual deriva o inglês atual. Era uma língua ainda fortemente ligada a suas origens germânicas, com declinações, e seu alfabeto viria a conservar-se em parte.
  4. 4. A literatura Anglo-saxônica apresenta um caráter anônimo tendo sua principal obra “Beowulf”, um poema épico recheado de acontecimentos sobrenaturais e misticismo, originalmente pertencente ao repertório das histórias orais do povo. Os anglo-saxões produziram excelente literatura, com temas épicos, religiosos e históricos. Sua poesia se caracterizou por complicadas e belas metáforas e jogos de palavras.
  5. 5. A primeira página do Beowulf.
  6. 6. Em relação ás fontes escritas, a sociedade e a organização política dos antigos saxões é escassamente conhecida. Não estão registrados os nomes e as atividades de quaisquer grandes líderes e há pouco sinal de qualquer poder forte e centralizado (CAMPBELL, 1991: 23-27).
  7. 7. Os saxões, nos séculos III e IV, parecem ter sido organizados em bandos guerreiros, constantemente formados por empreendimentos particulares. Os chamados "reinos anglo-saxões", que tiveram origem na Inglaterra, são provenientes desses bandos de piratas que se tornaram colonos, bandos guerreiros agrupados em torno de um chefe (comitatus), que se organizaram em pequenos estados(...) (HUNTER-BLAIR, P., 1963: 256- 258; MUSSET, L. , 1965: 157).
  8. 8. Os povos germânicos eram pagãos e os antigos deuses mitológicos, Thor, Odin e Freyr continuaram sendo adorados por muito tempo após a introdução do cristianismo na Europa. Diferentemente do Cristianismo, o paganismo germânico e, por extensão, o paganismo escandinavo não possuía uma teologia sistemática e carecia de conceitos absolutos do Bem e do Mal ou da vida após a morte. A religião era uma questão de cumprimento e observância corretos de certos sacrifícios, rituais e festejos ao invés de espiritualidade pessoal.
  9. 9. Restauração de um elmo cerimonial anglo- saxão do século VII, encontrado em 1939 em Rendlesham (Suffolk, Reino Unido), no provável funeral do rei anglo Raedwald (c. 599- 625), convertido ao cristianismo pelos missionários de Kent, mas que continuou a praticar os rituais pagãos. O túmulo do rei foi um navio de 25 metros de comprimento, com todo o equipamento de guerra real, além de pratos de prata, chifres, copos e taças. O elmo é de placas rebitadas, e foi ricamente decorado com cenas de batalha e da vida cotidiana. The British Museum.
  10. 10. Em meados do seculo V, os Saxões, os Anglos e os Jutos abandonaram o norte da Germânia e a península da Jutlândia, em busca de melhores qualidade de vida, já que em sua terra natal tinham a Britânia, já abandonada pelos romanos desde o início do século V, foi seu alvo. Por lá se estabeleceram.
  11. 11. http://beckerhistoria.blogspot.com.br/2010/11/povos-germanicos-parte- ii-saxoes.html http://emdiv.com.br/pt/mundo/povosetradicoes/344-os-anglo- saxoes.html http://www.gravuras-antigas.com/product_info.php?products_id=5445 http://www.ricardocosta.com/artigo/visoes-do-apocalipse-anglo-saxao- na-destruicao-britanica-e-sua-conquista-c540-de-s- gildas#sthash.DlO2V10z.dpuf CARDOSO, C. F. S.. O paganismo anglo-saxão: uma síntese crítica Jorge Ricardo C. de C. R. da Câmara Título: O poder real na Inglaterra anglo-saxã: uma leitura de beowulf

×