Democratização das TIC: Projeto Um Computador por Aluno

679 visualizações

Publicada em

In the year of 2010, Brazil reached the level of the eighth world's largest economy and, as a country of 190 millions of inhabitants, is the most populous nation in Latin America, concentrating more than half of the internet users of the region. At the same time only China has worst statistics in the aspect of the people’s access to Information and Communications Technology, within the ten largest economies. The Brazilian State has been promoting, since the publication of the Green Book in 2000, several programs like Proinfo and Computers for All, with the aim of offering better conditions for its people. Among those efforts, there is the most recent and expensive government initiative: the One Computer per Student Project (PROUCA) which is an adaptation of the international project One Laptop per Child (OLPC) for the socioeconomic conditions in Brazil. We describe in this work the design of the OLPC and PROUCA, and from such proposals and objectives, we compare them to similar initiatives implemented in other countries. Furthermore, we present a brief overview of the application of the PROUCA’s pre-pilot program in five schools, and we show in some detail what we observed during a visit to one of those schools, when we had a chance to interview several stakeholders in the educational area that commented about problems they faced, results achieved and expectations for the future.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
679
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • As Metas de Desenvolvimento do Milênio,lançadas em 2000 e adotadas por 189 países,contemplam no objetivo 8, a pretensão de“Fomentar uma associação mundial para odesenvolvimento”, a Meta 18:“Em colaboração com o setor privado,tornar disponíveis os benefícios das novastecnologias, especialmente as dainformação e das comunicações”
  • Democratização das TIC: Projeto Um Computador por Aluno

    1. 1. Políticas Públicas paraDemocratização das TIC Um Olhar Sobre o PROUCAThiago Sousa Guimarães PeixotoBacharel em Ciência da ComputaçãoDepartamento de Ciência da ComputaçãoUniversidade Federal do Rio de Janeirotpeixoto@ufrj.br DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 1
    2. 2. Apresentação• Brasil possui 120 milhões de excluídos digitais• Jovens dificuldades de inserção no mercado de trabalho• 10 anos atrás: – 98,76% das empresas já eram equipadas com computadores – 96,29% já faziam uso da internet nos negócios DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 2
    3. 3. Apresentação• 80% das 200 mil instituições de ensino são públicas. – 32 milhões de alunos no ensino fundamental – 30 milhões em escolas públicas• 15% das escolas brasileiras não conta com energia elétrica• 10% sem rede de esgoto DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 3
    4. 4. Apresentação• A meta do MEC para o país até 2021 é chegar ao IDEB 6,0 Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – 2005, 2007 e 2009 2005 2007 2009 Ensino Fundamental – primeiros anos 3,8 4,2 4,58 Ensino Fundamental – anos finais 3,5 3,8 3,94 DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 4
    5. 5. Apresentação• Relevância: – Qualidade de ensino + TICs favorecem o desenvolvimento econômico-social do país.• Objetivo: – Uma visão geral do desenvolvimento das políticas públicas de democratização das Tecnologias de Informação e Comunicação – Realizar um olhar mais detalhado sobre o PROUCA DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 5
    6. 6. REFERENCIAL TEÓRICO DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 6
    7. 7. Sistema Nacional de Ministério da Desenvolvimento Cien- Ciência e Tecnologia tífico e Tecnológico1975 1985 DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 7
    8. 8. Exploração comercial 1995DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 8
    9. 9. ProgramaSistema Telebrás Computador para FUNTTEL Todos 1998 2001 2003 2000 Livro Verde FUST DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 9
    10. 10. OLPC Lei do Bem Proinfo 2005 20072004 2006 SBC: Desafios da Plano Plurianual Computação 2004-2007 DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 10
    11. 11. PROUCA 20102009 Plano Nacional de Banda Larga DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 11
    12. 12. Livro Verde (Takahashi, 2000)• Sociedade da Informação no Brasil• Estudo do MCT com propostas• Linhas de ação DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 12
    13. 13. SBC: Desafios da Computação• Seminário, SP 2006• 26 pesquisadores brasileiros DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 13
    14. 14. Distribuição do Acesso• Consideraremos um usuário qualquer pessoa que seja capaz de usar a Internet.• A taxa de penetração de Internet corresponde ao percentual da população de determinado país ou região que usa a Internet. DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 14
    15. 15. Distribuição do Acesso pelo Mundo Usuários de Internet no Mundo Por Regiões 2010 Asia 825.1 Europa 475.1 América do Norte 266.2 América Latina e 204.7 Caribe África 110.9 Oriente Médio 63.2 Oceania 21.3 0 100 200 300 400 500 600 700 800 900 Número de Usuários de Internet (em milhões) DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 15
    16. 16. Distribuição do Acesso pelo Mundo Penetração de Internet no Mundo Por Regiões 2010 Ásia 21.5 Europa 58.4 América do Norte 77.4 América Latina e Caribe 34.5 África 10.9 Oriente Médio 29.8 Oceania 61.3 Média mundial 28.7 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 Penetração de Internet (em % da população) DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 16
    17. 17. Distribuição do Acesso pelo Mundo• Asia é líder isolado em números absolutos• Mas...• Com uma população de aproximadamente 3,8 bilhões de habitantes, apenas 21,5% é usuária DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 17
    18. 18. Acesso entre os 10 maiores PIB Penetração de Internet Entre as Dez Maiores Economias 2010 Estados Unidos 77.3 Japão 78.2 China 31.8 Alemanha 79.1 França 68.9 Reino Unido 82.5 Italia 51.7 Brasil 37.8 Espanha 62.6 Canadá 77.7 0 20 40 60 80 100 Penetração da Intenet em % da população DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 18
    19. 19. Acesso entre os 10 maiores PIB• Atenção para a China e o Brasil• Dentre as dez maiores economias são os únicos que apresentam menos da metade da população como usuária de Internet – China detém o terceiro maior território – Brasil o quinto• Infraestrutura de telecomunicações deficitária nas regiões mais afastadas DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 19
    20. 20. Acesso entre os BRIC Penetração de Internet BRICs 2010Rússia 42.8 Brasil 37.8China 31.8 Índia 6.9 0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 Penetração da Intenet em % da população DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 20
    21. 21. Acesso entre os BRIC• Nenhum alcança os 50%• Fantástico contraste entre Rússia, Brasil e China em comparação com a Índia• Na Índia, menos 10% possui condições de acessar a Internet – Isso é menos que a média da África! DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 21
    22. 22. Acesso na América do Sul Número de Usuários de Internet da América do Sul: Valores Absolutos em 2010 Brasil 67.5 Argentina 20 Colômbia 13.7 Chile 8.4 Peru 7.6 Venezuela 6.7 0 10 20 30 40 50 60 70 80 Números totais (em milhões) DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 22
    23. 23. Acesso na América do Sul Penetração de Internet América do Sul 2010 Argentina 64.4 Chile 50 Colômbia 48.7 Brasil 37.8 Venezuela 34.2 Peru 27 0 10 20 30 40 50 60 70 Penetração de Internet (em % da população) DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 23
    24. 24. Acesso na América do Sul• Escolhidos os seis países com a maior população• Brasil é 1º lugar em números absolutos de acesso, mas 4º em valores relativos• Uruguai, também possui desempenho muito superior ao Brasil. DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 24
    25. 25. Acesso na América do Sul• Argentina, tem quase 65% de acesso. Em 2003 a vantagem sobre o Brasil era inferior a 3%• Chile alcança um desempenho comparável a países europeus como a Itália DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 25
    26. 26. One Laptop Per Child DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 26
    27. 27. OLPC no Peru Slide de Luis Felipe Rodriguéz Alfaro DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 27
    28. 28. OLPC no Peru• 29 milhões de habitantes, mais de 6 milhões de estudantes e 300 mil professores em 70 mil escolas• Implantação do “Una Laptop por niño” levou em conta os locais com maiores níveis de pobreza e dificuldades DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 28
    29. 29. OLPC no Peru Slide de Luis Felipe Rodriguéz Alfaro DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 29
    30. 30. OLPC no Peru Slide de Luis Felipe Rodriguéz Alfaro DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 30
    31. 31. OLPC no PeruSlide de Luis Felipe Rodriguéz Alfaro DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 31
    32. 32. OLPC no Uruguai DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 32
    33. 33. OLPC no Uruguai• Plan Ceibal• Distribuídos, em 2 anos: – 362.000 laptops – alunos de 2.068 escolas• TODOS OS ALUNOS receberam laptops• 18 mil computadores para todos os professores• As 2.068 escolas têm 1.670 servidores 3.800 pontos de acesso DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 33
    34. 34. OLPC no Uruguai DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 34
    35. 35. OLPC no Uruguai• Número expressivo de professores capacitados• Suporte técnico das escolas é dado pelo governo• Uso dos laptops é definição exclusiva dos docentes• Voluntários: – 500 professores de apoio – 400 estudantes universitários em estágio – 1500 voluntários em uma rede de apoio DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 35
    36. 36. OLPC no Uruguai DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 36
    37. 37. OLPC no Uruguai• Pesquisa com diretores de escolas revelou:• 77% deles consideraram que os ganhos no ensino foram significativos DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 37
    38. 38. OLPC em Ruanda• Guerra dizimou quase 1 milhão de pessoas• Sistema de educação quase totalmente destruído• Ruanda traçou investimentos em Tecnologia para capacitar a população• A fundação OLPC iniciou seus trabalhos em Ruanda DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 38
    39. 39. OLPC em Ruanda DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 39
    40. 40. OLPC em Ruanda• Juliano Bittencourt e Silvia de Oliveira Kist, pesquisadores da UFRGS contratados para OLPC em Ruanda• 2008: 10 mil computadores XO doados pela OLPC para o projeto piloto em 17 escolas• 2010: 110 mil laptops comprados pelo governo de Ruanda• 2012: meta de 1 milhão de laptops DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 40
    41. 41. OLPC em Ruanda• Juliano e Silvia formaram em 1 semana 300 diretores de escola• Expansão: todo o país à base de 300 professores por semana, levaria 3 anos!• “train the trainners” não traz resultados de qualidade DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 41
    42. 42. OLPC em Ruanda• No país as crianças levam o laptop para casa, mesmo quando não há energia elétrica• Deixar o laptop na escola é sub-utilizar-lo• Há também locais públicos para acessar a Internet DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 42
    43. 43. PROUCAPRÉ-PILOTO E PILOTO DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 43
    44. 44. PROUCA• Iniciativa da Presidência da República em 2005• Dividido duas Etapas:• Pré-piloto e Piloto• Metas: – Melhoria no Ensino – Inclusão Digital DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 44
    45. 45. PROUCA – Etapa Pré-piloto• Objetivos – Aplicabilidade – Experimentar equipamentos – Explorar uso em sala de aula – Aceitação da comunidade – Armazenagem, conservação, etc. DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 45
    46. 46. PROUCA – Etapa Pré-piloto DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 46
    47. 47. PROUCA – escolas contempladas• São Paulo (SP)• Escola Municipal de Ensino Fundamental Ernani Silva Bruno• filiada ao Laboratório de Sistemas Integráveis da USP• Recebeu 275 XO• Computadores eram compartilhados DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 47
    48. 48. PROUCA – escolas contempladas• Porto Alegre (RS)• Escola Estadual Luciana de Abreu• Filiada ao Laboratório de Estudos Cognitivos (LEC) da UFRGS• Recebeu 275 XO• Foi usado o modelo 1:1 DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 48
    49. 49. PROUCA – escolas contempladas• Palmas (TO)• Colégio Estadual Dom Alano Marie Du Noday• Recebeu 400 Classmate PC• Tinha 911 alunos• Era utilizado em algumas turmas. DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 49
    50. 50. PROUCA – escolas contempladas• Arrozal - Piraí (RJ)• CIEP Professora Rosa Conceição Guedes• Apoio de professores UFRJ e UFF• Recebeu 400 Classmate PC• Tinha 589 alunos• Era utilizado na maioria das séries DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 50
    51. 51. PROUCA – escolas contempladas• Brasília - DF• Centro de Ensino Fundamental nº 1- Vila Planalto• Coordenada pela Secretaria de Educação DF• Recebeu 40 Móbilis• Tinha 1000 alunos• Era utilizado por três turmas• Muitos problemas técnicos – Descontinuado 2009 DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 51
    52. 52. PROUCA – Projeto PIloto• Muitas dificuldades na compra dos laptops• 1º Pregão fracassou• Muitas exigências• Garantia de 36 meses• Propostas muito elevadas DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 52
    53. 53. PROUCA – Projeto PIloto Modelo Valor unitário inicial Valor unitário final Valor total inicial Valor total final LicitantePositivo R$1.099,00 R$654,53 R$164.850.000 R$98.180.000,00 Positivo Informática S.A.InformáticaCCE CM21 R$1.120,82 R$658,66 R$168.123.000 R$98.800.000,00 Digibrás Indústria do BrasilDigibrás S.A.OLPC XO R$954,52 R$697,30 R$143.178.000 R$104.595.000,00 Simm – Soluções Inteligentes para Mercado Móvel do Brasil Ltda.CCE R$4.500,00 R$759,99 R$675.000.000,00 R$113.999.990,99 Reifasa Comercial Ltda.Itautec R$2.000,00 R$1170,53 R$300.000.000,00 R$175.579.460,00 Itautec S.A. – Grupo ItautecPacific Network R$3.000,00 R$3.000,00 R$450.000.000,00 R$450.000.000,00 Telis Eletrônicos Ltda.Sony R$5.000,00 R$5.000,00 R$750.000.000,00 R$750.000.000,00 Autosis Informática Ltda.Acer / Sony R$15.000,00 R$15.000,00 R$2.250.000.000,00 R$2.250.000.000,00 Mais Imagem LocaçõesVaio Ltda. DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 53
    54. 54. PROUCA – Projeto PIloto• 2º pregão levou 12 meses• Vencedor do leilão desclassificado• Um recurso judicial enterraria o projeto• Garantia reduzida para 12 meses• Propostas continuavam altas• Crise de crédito elevou o valor do laptop• CCE Classmate por R$549,90 DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 54
    55. 55. PROUCA – Projeto PIloto Modelo Valor unitário Valor unitário Valor total inicial Valor total final Licitante inicial finalMobilis R$597,00 R$550,33 R$89.550.000,00 R$82.550.000,00 Comsat Com, Repres, Import e ExportCCE CM 52C R$862,00 R$549,90 R$129.300.000,00 R$82.485.000,00 Digibrás Indústria do Brasil S/APositivo R$997,00 R$668,27 R$149.550.000,00 R$100.240.000,00 Positivo Informática S/AInformáticaPositivo R$1.349,25 R$1063,98 R$202.387.500,00 R$159.597.000,00 Datagraphics Tecnologia e Informação Ltda.Novadata R$1.700,00 R$1649,00 R$255.000.000,00 R$247.350.000,00 Designer Informática e Comunicação Ltda.RCS R$5.000,00 R$5.000,00 R$750.000.000,00 R$750.000.000,00 Reifasa Comercial Ltda. DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 55
    56. 56. PROUCA – Projeto PIloto• 300 escolas beneficiadas• No RJ foram selecionadas onze escolas, beneficiando 4.329 alunos.• Duas escolas do RJ da Zona Rural• Uma escola na capital – Escola Municipal Madrid DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 56
    57. 57. PROUCA – Projeto PIloto• UCA Total• Cidades em que todas as escolas públicas serão atendidas com 1:1• Observar se há resultados diferenciados• Barra dos Coqueiros/SE; Caetés/PE; Tiradentes/MG; Terrenos/MT; Santa Cecília do Pavão/PR e São João da Ponta/PA DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 57
    58. 58. TRABALHO DE CAMPO EM PIRAÍ DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 58
    59. 59. Piraí - Observações• Melhor utilização dos laptops limitadas por dificuldades de infraestrutura da escola• Necessidade de suporte técnico• Alunos-monitores: – Educação para boa utilização e conservação das máquinas – Capacidade de resolver pequenos problemas técnicos DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 59
    60. 60. Piraí - Observações• Presença constante das máquinas nas salas é facilitador para aproveitar os potenciais do uso dos laptops• Utilizado aproximadamente três vezes por semana por um período de uma a duas horas DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 60
    61. 61. Piraí - Observações• Tempo gasto no planejamento das aulas: – Docentes dizem que é mais trabalhoso planejar atividades que impliquem o uso da tecnologia• Fazem plano B: caso de falhas das tecnologias• Ganhos de tempo: – Cópia da matéria do quadro-negro – Busca de material para ilustrar – Redução de fotocópias• Consideram as particularidades de “tempo” de aprendizagem e realização de tarefas de cada aluno, DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 61
    62. 62. Piraí - Observações• Internet é a ferramenta mais utilizada em sala de aula• Houve muito avanço em relação à participação e interesse nas disciplinas• Aumento na assiduidade e pontualidade dos alunos• Ganho de desempenho – No grupo – Alunos indisciplinados e nos mais desatentos DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 62
    63. 63. Piraí - Observações• Melhora dos trabalhos realizados, na escrita, e na criatividade dos alunos de baixo rendimento• Importância da postura do gestor – Comprometimento com a atualização e o desenvolvimento tecnológico na escola• Houve alguns casos de acesso a conteúdos pornográficos – Controlados por meio de bloqueios e orientações• Acessos a sites de relacionamento, mensageiros instantâneos e jogos é negativo DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 63
    64. 64. Entrevista com diretora do CAp• Teve sua escola selecionada para receber o projeto e não aceitou• Questionou a potencialidade da máquina em sala de aula• Levantou questões relativas ao cerne da fundação OLPC DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 64
    65. 65. Entrevista com diretora do CAp• Máquina seria uma limitante à socialização• Reuniu os docentes: – Não teriam condições de abraçar o projeto – Falta de espaço físico – Cronograma da equipe – Infraestrutura elétrica DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 65
    66. 66. Entrevista com diretora do CAp• Máquina livre de conteúdo pedagógico• Tem resistência ao processo de modernização do processo pedagógico• Material didático criado manualmente pelos docentes mais efetivo que o uso da Internet pelos alunos DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 66
    67. 67. CONSIDERAÇÕES FINAIS DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 67
    68. 68. Considerações Finais• Observei diversos resultados positivos• Não permitiram mensurar de forma inequívoca, no caso brasileiro, ganhos no desempenho escolar• o ganho no rendimento é apenas um dos possíveis benefícios DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 68
    69. 69. Considerações Finais• Ganhos com o uso contínuo – Capacidade de síntese a partir de informações de diversas fontes – Capacidade de pesquisa sistemática – Capacidade de encarar e superar obstáculos com autonomia – Trabalho colaborativo. DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 69
    70. 70. Considerações Finais• Professores e alunos mais velhos – Maior resistência – Adoção menos empolgada – Maior dificuldade de apropriação DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 70
    71. 71. Considerações Finais• O uso dos laptops prejudicaria a redação dos alunos?• Em Piraí professores surpresos com melhora• Necessidade de suporte célere nas fases iniciais onde há a familiarização e adaptação DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 71
    72. 72. Considerações Finais• Fatores de sucesso/fracasso: – Crença de que sala de aula e computador não combinam – Adesão sincera dos professores – Disposição para mudar práticas pedagógicas conservadoras – Gestores e corpo docente unidos no ideal DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 72
    73. 73. Considerações Finais• Questão financeira: – Compra dos laptops (15Bi) – Constante renovação de equipamentos – Ampliação de infraestrutura elétrica – Compra de mobiliário para as escolas – Atualização dos professores DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 73
    74. 74. Considerações Finais• Opiniões divergentes sobre volume de recursos para este projeto – Setor educacional já possui orçamento reduzido – Prioridades mais urgentes – Expansão do ensino integral infantil – Construção de creches• O uso de recursos do MEC não me parece apropriado DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 74
    75. 75. Considerações Finais• FUST caixa deste fundo está girando entre 7 e 9 bilhões DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 75
    76. 76. Última Consideração• O uso das Tecnologias de Informação e Comunicação na educação é tão inevitável como seu uso na vida cotidiana DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 76
    77. 77. SUGESTÕES DE TRABALHOS FUTUROS DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 77
    78. 78. Sugestões de Trabalhos Futuros• Estudo sobre dificuldades técnicas – Rede Wireless e Internet – Hardware – Suporte técnico• Estudo sobre financiamento – FUST? – PPP? DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 78
    79. 79. Sugestões de Trabalhos Futuros• Qual o impacto da participação da escola ser por iniciativa própria?• Universidades apoiando na implantação – Até onde vai o apoio? – Pode virar modelo para política pública?• Como aferir resultados objetivos do PROUCA? DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 79
    80. 80. Obrigado!! DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 80
    81. 81. Dúvidas?DCC/ UFRJ - Janeiro de 2011 81

    ×