Telion - Case mundial Intel

205 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Telion - Case mundial Intel

  1. 1. ESTUDO DE CASO Inovação a serviço da educação de nível superior A Estácio é uma das maiores e mais respeitadas organizações educacionais do Brasil, com 45 anos de atuação no segmento de ensino superior. Fundada em 1970 no Rio de Janeiro, a instituição está hoje presente em 22 estados e no Distrito Federal, contando com mais de 500 mil alunos e uma estrutura de 15 mil colaboradores. Cada vez mais comprometida com sua missão de “Educar para Transformar”, a Estácio tem feito do uso da tecnologia um de seus diferenciais. A criação do Telion, ou Interface Conectada de Apoio ao Docente, é um exemplo. A solução, desenvolvida pela equipe de inovação da universidade e baseada na plataforma Intel® NUC, estará em breve em todas as suas cinco mil salas de aula, revolucionando o ensino de seus alunos. Desafios • Conectar cerca de 5 mil salas de aula da Estácio no Brasil; • Permitir a interação, em tempo real, entre alunos e professores; • Conectar-se aos equipamentos dos alunos, independentemente da plataforma ou sistema operacional; • Acessar o banco de objetos de aprendizagem da instituição. Solução • Desenvolvimento e patenteamento do Telion – Uma TV Interativa embarcada com o poder de processamento e conectividade da plataforma Intel® NUC Impacto • Redução de Custo de Energia e Manutenção; • Otimização do tempo útil em sala de aula, pois não há espera de setup do antigo projetor com o dispositivo do professor; • Eliminação de fios e diversos equipamentos em sala de aula, como data show e tela de projeção; • Sincronização de conteúdos com os dispositivos móveis dos alunos; • Troca de mensagens e arquivos entre alunos e professores durante as aulas. Intel® NUC Com uso do Intel® NUC, a Universidade Estácio de Sá desenvolveu e patenteou o Telion, ou Interface Conectada de Apoio ao Docente, que em breve vai equipar as 5 mil salas de aula da instituição em todo o Brasil
  2. 2. Estácio de Sá - Telion 2 “A Estácio, por definição é uma instituição que faz inclusão social. Para cumprir esta missão, a tecnologia tem sido fundamental para a Universidade, é a única maneira de levar ensino de qualidade a todos meus alunos” . Rogério Melzi, presidente da Estácio. Inovação constante A Universidade Estácio de Sá, foi criada e existe para atender uma parcela específica da população brasileira: profissionais que querem crescer e ascender através de seu próprio esforço e da educação. “A Estácio, por definição, é uma instituição que faz inclusão social”, afirma Rogério Melzi, presidente da universidade. Para cumprir esta missão, a tecnologia tem sido fundamental para a universidade e, segundo Melzi, a única maneira de levar ensino de qualidade para todos os seus alunos. “Mas estamos falando de tecnologia focada nas necessidades de nosso aluno típico”, ressalta. Um exemplo claro disso é o desenvolvimento e patenteamento do Telion - Interface Conectada de Apoio ao Docente -, solução baseada na plataforma Intel® NUC e que está em implementação nas cinco mil salas de aula da universidade. “O Telion partiu da necessidade de termos em sala de aula uma interface que fosse fácil de usar, interativa e, ao mesmo tempo, fosse escalável”, explica Lindália Reis, diretora de inovação da Estácio. Lindália reforça que o objetivo do projeto é transformar a sala de aula em um ambiente interativo, onde a tecnologia seja um meio de inspirar e conectar professores e alunos. Para isso, a Estácio optou por desenvolver sua própria solução. “Testamos várias soluções do mercado e algumas eram difíceis do professor usar. Outras eram muito caras para nossa escala. Percebemos que não havia no mercado nenhuma que atendesse todas as necessidades que tínhamos nesse projeto. Criamos o protótipo e ele foi simples”, diz. Além de reproduzir apresentações, planilhas, livros e vídeos, o aparelho é um aliado e tanto para o professor em sala de aula, pois permite a sincronização entre os conteúdos exibidos na tela com os dispositivos móveis dos próprios alunos (celulares ou tablets). Assim, o professor pode receber imagens e arquivos dos alunos durante as aulas. “Essa novidade permite que o docente utilize uma interface ágil, conectada ao aluno e que concentra as funcionalidades que realmente importam no cotidiano das aulas. Permite também escrever diretamente na tela, sem necessidade de caneta”, conta Lindália. Simplicidade e eficiência De acordo com Thiago Peixoto, pesquisador da Estácio, a principal “O Telion partiu da necessidade de termos em sala de aula uma interface que fosse fácil de usar, interativa e, ao mesmo tempo, fosse escalável” Lindália Reis, diretora de inovação da Estácio.
  3. 3. Estácio de Sá - Telion 3 premissa da solução é que ela fosse fácil de utilizar e não exigisse muitos treinamentos. O primeiro passo foi pesquisar as tecnologias disponíveis no mercado. “Percebemos que outras arquiteturas não eram tão eficientes, práticas e compatíveis com os softwares que já eram utilizados pelos professores e pelos alunos. Por este motivo, quando testamos a tecnologia Intel no Telion, o resultado foi muito superior”, afirma. Um dos primeiros protótipos montados sobre a plataforma Intel® NUC foi instalado em sala de aula sem que os professores fossem treinados e sem que os alunos fossem avisados. “O professor chegava em sala de aula e, mesmo sem saber do que se tratava, via as opções disponíveis e começava a usar. Os alunos também. Sem aviso ou instrução, ao encontrar o nome do Telion com o número da sala, eles se conectavam por curiosidade e automaticamente começavam a trocar conteúdo com o professor. Essa simplicidade e praticidade foram decisivos no projeto”, comemora Peixoto. O pesquisador lembra que a Intel foi escolhida por ter tradição no mercado de educação e por contar com uma tecnologia amplamente difundida. “Na verdade, a maioria das aplicações a serem utilizadas no Telion precisavam de uma tecnologia que tivesse bastante disponibilidade e aqui a Intel foi um diferencial”, diz, lembrando que a plataforma NUC consome pouca energia e proporciona baixo nível de dissipação térmica. “A funcionalidade decisiva para o projeto foi a facilidade de montagem, de operação e de interação”, afirma. Como foi concebido, o Telion permite a utilização simples de várias funcionalidades. Para a Diretora da Regional São Paulo, especializada em Fisioterapia Camila Furtado, a implementação do Telion apresentou novas possibilidades de ensino. “Com esta interface, conseguimos exibir na tela o que o aluno vai trabalhar no futuro, o que gostaríamos que o aluno tivesse contato antes das próximas aulas. Nosso projeto pedagógico institucional prevê esta mudança. O aluno no centro do processo de ensino e aprendizagem. Não entregamos mais conteúdo, mas o construímos junto com os alunos. Esse é o ganho para a gente”, compara. Para Camila, hoje os professores estão mais amadurecidos para o uso da tecnologia. Ela cita como exemplo sua própria aula, antes pautada em teoria e apresentação de PPTs. “Hoje posso apresentar sequências de imagens e fazer com que o aluno compreenda a evolução de uma situação clínica. Consigo sobrepor imagens, de modo que os alunos percebam as diferenças. Damos celeridade à troca de conteúdo”, comemora, lembrando que a solução permitiu trazer o aluno para o centro do processo de ensino e aprendizagem. Na prática, esse era o resultado esperado por Dave Gonzalez, diretor geral da Intel Brasil, para quem o projeto é um exemplo de como o uso da tecnologia pode ajudar a trazer soluções. “Para um país como o Brasil atingir os seus sonhos e transformar a sociedade é fundamental conectar as tecnologias com as oportunidades de transformação e evitar os riscos, e para isso a tecnologia é fundamental”, diz. Gonzalez lembra que a Estácio é uma entidade que conhece o Brasil, que tem o pulso do Brasil e consegue fazer estas interligações entre tecnologia e inovação. “Para nós, é o parceiro ideal. O projeto Telion é uma linda amostra de como é possível adaptar tecnologias às necessidades do Brasil, especificamente no setor de educação”, afirma. “Percebemos que outras arquiteturas não eram tão eficientes, práticas e compatíveis com os softwares que já eram utilizados pelos professores e pelos alunos. Por este motivo, quando testamos a tecnologia Intel no Telion, o resultado foi muito superior.” Thiago Peixoto, pesquisador de Inovação, da Estácio
  4. 4. Sobre a Estácio A Estácio, uma das maiores e mais respeitadas organizações educacionais do Brasil completa este ano 45 anos de atuação no segmento de ensino superior. Fundada em 1970 no Rio de Janeiro, a Estácio está, hoje em dia, presente em 22 estados e no Distrito Federal, contando com mais de 500 mil alunos matriculados e uma estrutura de quinze mil colaboradores(sendo nove mil professores). A Estácio oferece cursos reconhecidos pelo MEC, com elevados conceitos de qualidade, nas modalidades presencial e a distância, de Graduação (Tradicional e Tecnológica) e Licenciatura, nas áreas de Ciências Exatas, Biológicas e Humanas e, também, cursos de pós-graduação lato sensu. Os cinco cursos de Mestrado e três de Doutorado (Direito, Odontologia e Educação) oferecidos pela instituição, são avaliados com elevados conceitos de qualidade pelo MEC (CAPES). São, também, desenvolvidos e ofertados pela instituição cursos técnicos de preparação (PRONATEC), soluções de educação para empresas e cursos de extensão. Cada vez mais comprometida com sua missão de “Educar para Transformar”, a Estácio mantém seus currículos totalmente alinhados com as necessidades do mercado de trabalho e a evolução profissional dos nossos alunos e aposta na tecnologia e na inovação como diferenciais para aprimorar o aprendizado. Respeitadas as regionalidades e a contribuição individual de cada professor, o modelo de ensino da Estácio é nacionalizado e os conteúdos padronizados. Todos os alunos recebem material didático gratuito, de alto nível, em uma cadeia totalmente sustentável. Para maiores informações sobre Intel® Nuc, visite www.intel.com.br/nuc AS INFORMAÇÕES CONSTANTES DESTE DOCUMENTO SÃO FORNECIDAS EM CONEXÃO COM OS PRODUTOS DA INTEL®. NENHUMA LICENÇA, EXPRESSA OU IMPLÍCITA, POR PRECLUSÃO OU DE OUTRA MANEIRA, PARA QUAISQUER DIREITOS DE PROPRIEDADE INTELECTUAL, É CONCEDIDA ATRAVÉS DESTE DOCUMENTO. EXCETO SE CONSTANTE DOS TERMOS E CONDIÇÕES DA INTEL® PARA VENDA DESSES PRODUTOS, A INTEL NÃO ASSUME NENHUMA RESPONSABILIDADE, QUALQUER QUE SEJA, E A INTEL NEGA QUALQUER GARANTIA EXPRESSA OU IMPLÍCITA RELATIVA À VENDA E/OU UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS INTEL®, INCLUINDO RESPONSABILIDADE OU GARANTIAS RELATIVAS À ADEQUAÇÃO PARA UM PROPÓSITO PARTICULAR, COMER- CIALIZAÇÃO, OU VIOLAÇÃO DE QUALQUER PATENTE, DIREITOS AUTORAIS OU OUTROS DIREITOS DE PROPRIEDADE INTELECTUAL. A MENOS QUE TENHA A CONCORDÂNCIA POR ESCRITO DA INTEL® OS SEUS PRODUTOS INTEL® NÃO SÃO PROJETADOS NEM SE DESTINAM A QUALQUER APLICAÇÃO ONDE A FALHA DO PRODUTO DA INTEL® PODE CRIAR UMA SITUAÇÃO EM QUE POSSA OCORRER DANOS PESSOAIS OU MORTE. A Intel pode fazer alterações nas especificações e descrições dos produtos a qualquer tempo sem aviso. Os projetistas não devem confiar na falta de ou nas características de quaisquer recursos ou instruções marcados como “reservado” ou “indefinido”. A Intel reserva esses para futura definição e não terá nenhuma responsabilidade, qualquer que seja, por conflitos ou incompatibili- dades surgidas de futuras mudanças neles. As informações aqui constantes estão sujeitas a mudanças sem aviso. Não conclua um design com estas informações. Os produtos descritos neste documento podem conter defeitos ou erros de design conhecidos como errata que podem fazer com que o produto seja diferente das especificações publicadas. Erratas assim caracterizadas e vigentes estão disponíveis sob consulta. Contate o seu escritório local de vendas da Intel ou seu distribuidor para obter as mais recentes especificações e antes de fazer o seu pedido de produtos. Cópias dos documentos que possuem um número de pedido e que são referenciados neste documento, ou outras publicações da Intel, podem ser obtidas ligando para 1-800-548-4725, ou acessando www.intel.com. Copyright © 2015 Intel Corporation. Intel e o logotipo Intel e Intel NUC são marcas comerciais da Intel Corporation nos Estados Unidos e em outros países. *Outros nomes e marcas podem ser considerados como de propriedade de terceiros. 1507/FZ/UBQ/PDF “Para nós é o parceiro ideal. O projeto Telion é uma linda amostra de como é possível adaptar tecnologias às necessidades do Brasil, especificamente no setor de educação” Dave Gonzalez, presidente da Intel Brasil.

×