Gravidez na adolescência.
O que é adolescência?
• Uma fase confusa, caracterizada por incertezas, modificações
corporais e psicológicas intensas e m...
O que é gravidez?
• A gravidez é o período de crescimento e desenvolvimento
do embrião na mulher e envolve várias alteraçõ...
Gravidez na adolescência.
Gravidez na adolescência, como o próprio termo define,
consiste na gravidez de uma adolescente.
...
Causas:
• Ausência de diálogo com os pais sobre vida sexual;
• Início precoce das atividades sexuais, por influência da
mí...
Prevenção contra a gravidez
indesejada:
• Pílula;
• Camisinha;
• DIU;
• Espermicida;
• Métodos cirúrgicos;
• Coito interro...
Riscos na gravidez precoce
Segundo dados atuais mais de 500 mil mulheres morrem devido
a alguma complicação na gravidez ou...
Vídeo com o ginecologista
Aborto
• Aborto Espontâneo;
• Aborto Induzido;
• Aborto Ilegal.
Complicações do aborto.
Embora o aborto, realizado adequad...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Gravidez na adolescência

453 visualizações

Publicada em

98%

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
453
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gravidez na adolescência

  1. 1. Gravidez na adolescência.
  2. 2. O que é adolescência? • Uma fase confusa, caracterizada por incertezas, modificações corporais e psicológicas intensas e maior exposição de ideias contrárias àquelas impostas pela sociedade, ou até mesmo pelos pais. A adolescência compreende as seguintes faixas etárias: • 15 a 24 de acordo com a ONU (Organização das Nações Unidas), • 10 a 20 para a OMS (Organização Mundial da Saúde) e • 11 aos 18 para o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).
  3. 3. O que é gravidez? • A gravidez é o período de crescimento e desenvolvimento do embrião na mulher e envolve várias alterações físicas e psicológicas. Desde o crescimento do útero e alterações nas mamas a preocupações sobre o futuro da criança que ainda irá nascer. São pensamentos e alterações importantes para o período.
  4. 4. Gravidez na adolescência. Gravidez na adolescência, como o próprio termo define, consiste na gravidez de uma adolescente. Adolescência e gravidez, quando ocorrem juntas, podem acarretar sérias consequências para todos os familiares, mas principalmente para os adolescentes envolvidos. O que acontece é que esses jovens não estão preparados emocionalmente e nem mesmo financeiramente para assumir tamanha responsabilidade, fazendo com que muitos adolescentes saiam de casa, cometam abortos, deixem os estudos ou abandonem as crianças sem saber o que fazer.
  5. 5. Causas: • Ausência de diálogo com os pais sobre vida sexual; • Início precoce das atividades sexuais, por influência da mídia e do grupo de amigos; • Falta de informações sobre métodos anticoncepcionais; • Resistência ao uso de preservativos; • Rebeldia perante a família; • Falta de perspectivas pessoais e profissionais; • Ilusão de que a juventude impossibilita a gravidez.
  6. 6. Prevenção contra a gravidez indesejada: • Pílula; • Camisinha; • DIU; • Espermicida; • Métodos cirúrgicos; • Coito interrompido; • Pílula do dia seguinte; • Tabelinha.
  7. 7. Riscos na gravidez precoce Segundo dados atuais mais de 500 mil mulheres morrem devido a alguma complicação na gravidez ou no parto. Para cada mulher que morre outras vinte desenvolvem algum tipo de infecção e graves problemas, somando mais de 10 milhões de mulheres afetadas a cada ano. Mais de 70 mil mortes está relacionado com a gravidez e parto em adolescentes entre os 15 e 19 anos, sendo que abaixo dos 15 anos os riscos são considerados mais elevados. Isso ocorre porque o corpo da adolescente ainda não está totalmente preparado para desenvolver um bebê, podendo sofrer várias consequências como eclampsia, parto prematuro, parto obstruído, anemia, parto prolongado, baixo peso do bebê, desnutrição, morte do bebê e até a morte materna.
  8. 8. Vídeo com o ginecologista
  9. 9. Aborto • Aborto Espontâneo; • Aborto Induzido; • Aborto Ilegal. Complicações do aborto. Embora o aborto, realizado adequadamente, não implique risco para a saúde até às 10 semanas, o perigo aumenta progressivamente para além desse tempo. Quanto mais cedo for realizado, menores são os riscos existentes. Entre as complicações do aborto destacam-se as hemorragias, as infecções e evacuações incompletas, e, no caso de aborto cirúrgico, as lacerações cervicais e perfurações uterinas. Estas complicações, muito raras no aborto precoce, surgem com maior frequência no aborto mais tardio.

×