O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
NAMORO NA 
ADOLESCÊNCIA: 
“A informação é a prevenção”
A adolescência é uma das fases mais 
diferentes e marcantes da vida, é quando 
a criança entende o que precisa para 
deixa...
Outra descoberta da adolescência são 
os sentimentos e sensações. De repente 
é quando as meninas param de ser 
“frescas” ...
O namoro entre adolescentes é preocupante para 
os pais, pois se trata de duas pessoas que 
acabaram de descobrir as emoçõ...
A conversa sincera 
permite que os 
adolescentes tenham 
discernimento para 
entender os processos 
que acontecem durante ...
É essencial que os pais conversem com os seus 
filhos sobre a importância do uso de preservativos, 
não só como método con...
Gravidez na adolescência: Hoje a incidência de mães 
adolescentes que morrem durante o parto é um 
índice assustador, poré...
Gravidez na 
Adolescência
A adolescência é uma fase bastante conturbada 
na maioria das vezes, em razão das descobertas, 
das ideias opostas às dos ...
Adolescência e gravidez, quando ocorrem juntas, 
podem acarretar sérias consequências para todos os 
familiares, mas princ...
Gravidez deve ser uma decisão coerente e 
decidida no momento certo, diversas 
adolescentes engravidam por falta de 
infor...
Pílula Anticoncepcional 
Camisinha 
Anticoncepcional 
Injetável Anel Anticoncepcional
Atualmente são vários os casos 
de adolescentes que engravidam sem pensar 
na grande responsabilidade de criar um filho, 
...
O DIU, Dispositivo Intra Uterino, possui o formato de 
um ”T” ele cria uma barreira impedindo a passagem 
dos espermatozoi...
ESCOLA MUNICIPAL MARIA JOSÉ LESSA DE 
MORAES 
PROFESSORA: ALMIRA 
SÉRIE: 7° ANO-A - 
MATUTINO 
ALUNAS: 
Giovanna Salvatore...
Namoro na adolescencia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Namoro na adolescencia

As consequências do namoro na adolescência, informação e prevenção

Namoro na adolescencia

  1. 1. NAMORO NA ADOLESCÊNCIA: “A informação é a prevenção”
  2. 2. A adolescência é uma das fases mais diferentes e marcantes da vida, é quando a criança entende o que precisa para deixar de ser criança e o que precisará para se tornar adulto. Também é quando as maiores mudanças acontecem, como a chegada da puberdade, o conhecimento do corpo, tanto na menina como no menino, a primeira menstruação e demais acontecimentos que são de ordem natural, conforme o tempo vai passando.
  3. 3. Outra descoberta da adolescência são os sentimentos e sensações. De repente é quando as meninas param de ser “frescas” – na opinião dos meninos – e os meninos deixam de ser “esquisitos” – na opinião das meninas – e ambos passam a ser atraentes. Geralmente é quando o primeiro beijo acontece, o primeiro amor e essa é uma etapa que preocupa muito os pais, principalmente quando os adolescentes decidem namorar.
  4. 4. O namoro entre adolescentes é preocupante para os pais, pois se trata de duas pessoas que acabaram de descobrir as emoções e mantêm uma relação ainda imatura com o próprio corpo, não se conhecem totalmente e passam por mudanças extremamente fortes ao mesmo tempo o que pode conturbar os sentimentos, humor e emoções. Mesmo hoje, com tanta informação à disposição, é comum encontrarmos pais que não se sentem confortáveis ao conversarem com os filhos sobre esse assunto, uns acham que conversando sobre namoro vão estimular a “curiosidade” dos filhos ou os estimularem a namorar, mas na “prática”
  5. 5. A conversa sincera permite que os adolescentes tenham discernimento para entender os processos que acontecem durante essa nova fase, entenderem os seus sentimentos e reconhecerem os momentos certos para todas as expectativas da adolescência.
  6. 6. É essencial que os pais conversem com os seus filhos sobre a importância do uso de preservativos, não só como método contraceptivo, mas também como proteção contra as doenças sexualmente transmissíveis e demais assuntos como: As próprias DST’s: É importante que o adolescente saiba como são contraídas, seus riscos, incidências, como acontecem e quais são as consequências; Uso de anticoncepcionais: Porque algumas meninas usam anticoncepcionais mesmo sem ter uma vida sexual ativa ou porque, para algumas garotas, o uso de anticoncepcional na adolescência é essencial. Sobre a sua função de contracepção e a importância de consultas regulares com o ginecologista.
  7. 7. Gravidez na adolescência: Hoje a incidência de mães adolescentes que morrem durante o parto é um índice assustador, porém, a maioria dos casos acontece devido à falta de informação. Informar a adolescente sobre os riscos de uma gravidez precoce não só evita que ela engravide como também pode salvar vidas; Higiene íntima: Cuidar da higiene íntima é algo essencial, tanto para a menina quanto para o menino. A higiene evita doenças, infecções e demais problemas que podem ser causados por fungos ou bactérias. A boa informação funciona como prevenção, por isso falar abertamente com os adolescentes pode ser o modo exato de evitar situações futuras que possam ser desagradáveis.
  8. 8. Gravidez na Adolescência
  9. 9. A adolescência é uma fase bastante conturbada na maioria das vezes, em razão das descobertas, das ideias opostas às dos pais e irmãos, formação da identidade, fase na qual as conversas envolvem namoro, brincadeiras e tabus. É uma fase do desenvolvimento humano que está entre infância e a fase adulta. Muitas alterações são percebidas na fisiologia do organismo, nos pensamentos e nas atitudes desses jovens. A gravidez é o período de crescimento e desenvolvimento do embrião na mulher e envolve várias alterações físicas e psicológicas. Desde o crescimento do útero e alterações nas mamas a preocupações sobre o futuro da criança que ainda irá nascer. São
  10. 10. Adolescência e gravidez, quando ocorrem juntas, podem acarretar sérias consequências para todos os familiares, mas principalmente para os adolescentes envolvidos, pois envolvem crises e conflitos. O que acontece é que esses jovens não estão preparados emocionalmente e nem mesmo financeiramente para assumir tamanha responsabilidade, fazendo com que muitos adolescentes saiam de casa, cometam abortos, deixem os estudos ou abandonem as crianças sem saber o que fazer ou fugindo da própria realidade. Para muitos destes jovens, não há perspectiva no futuro, não há planos de vida. Somado a isso, a falta de orientação sexual e de informações pertinentes, a mídia que passa aos jovens a intenção de sensualidade, libido, beleza e liberdade sexual, além da comum fase de fazer tudo por impulso, sem pensar nas consequências, aumenta ainda mais a incidência de gestação juvenil.
  11. 11. Gravidez deve ser uma decisão coerente e decidida no momento certo, diversas adolescentes engravidam por falta de informação ou mesmo cuidados, devendo os pais sempre alertar sobre diversos assuntos como as relações íntimas e como se prevenir para evitar uma gravidez. Para que possa evitar uma possível gravidez é necessário se proteger com métodos contraceptivos orais ou mesmo injetáveis, o uso do DIU, além do uso da camisinha durante as relações íntimas, estar protegido tanto para evitar que uma gravidez inesperada aconteça, quanto estar protegido contra doenças
  12. 12. Pílula Anticoncepcional Camisinha Anticoncepcional Injetável Anel Anticoncepcional
  13. 13. Atualmente são vários os casos de adolescentes que engravidam sem pensar na grande responsabilidade de criar um filho, podendo estar propício a passar fome e diversas necessidades motivadas pela falta de estrutura familiar. Para não engravidar é recomendado que as mulheres façam uso de anticoncepcionais, sendo necessário tomar diariamente nos mesmos horários para garantir a sua eficácia, não havendo esquecimento a pílula possui uma eficácia de cerca de 99 % de garantia e proteção contra a gravidez.
  14. 14. O DIU, Dispositivo Intra Uterino, possui o formato de um ”T” ele cria uma barreira impedindo a passagem dos espermatozoides, possui uma longa duração e eficácia de proteção, ele é colocado no interior do órgão feminino podendo permanecer no local por até sete anos. Em caso de ter mantido relações íntimas e não se protegeu com nenhum dos métodos contra a gravidez faça uso da pílula do dia seguinte, mas esta deve ser usada com moderação sendo composta por dois comprimidos tomando um logo após a relação íntima e o outro após doze horas do primeiro evitando que possa acontecer uma gravidez, lembrando que ele não pode ser ingerido com regularidade. “A proteção é a melhor forma de se evitar a gravidez inesperada e evitar colocar no mundo uma criança sem
  15. 15. ESCOLA MUNICIPAL MARIA JOSÉ LESSA DE MORAES PROFESSORA: ALMIRA SÉRIE: 7° ANO-A - MATUTINO ALUNAS: Giovanna Salvatore Raianne Santos Ipiaú-BA, Novembro de 2013

×