Gravidez na adolescencia 2

3.653 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.653
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
90
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gravidez na adolescencia 2

  1. 1. Gravidez na Adolescência Gravidez na adolescência, como o próprio nome define, consiste na gravidez de uma adolescente. Apesar de a Organização Mundial de Saúde considerar a adolescência como o período de dez (período onde a mulher tem a sua primeira menstruação geralmente) a vinte anos na vida de um indivíduo, cada país especifica a idade em que seus cidadãos passam a ser considerados adultos (a chamada maioridade legal) ainda podendo ser influenciados localmente por fatores culturais. Grávidas na adolescência enfrentam muitas das mesmas questões obstetrícia que as das mulheres entre os 20 e 30 anos. Com isso, abre-se a problemática da maternidade monoparental que apresenta particular incidência na gravidez adolescente. A gravidez na adolescência envolve muito mais do que problemas físicos, pois há também problemas emocionais, sociais, entre outros.
  2. 2. Causas de Gravidez na Adolescência De acordo com Silvana Gomes, são muitos os fatores que contribuem para a alta incidência da maternidade durante a adolescência. O início precoce da vida sexual, falta de uso de métodos anticoncepcionais ou uso inadequado deles , dificuldade de acreditar na própria capacidade de reproduzir e falta de dinheiro para adquirir o método são algumas das causas mais comuns que, normalmente, aparecem associadas. Para Virgínia Werneck Marinho, ginecologista infanto puberal, também deve ser considerado o fato de que, para os adolescentes, mesmo que eles tenham informação sobre os riscos, qualquer planejamento pode tirar o encanto do sexo, o que os leva a praticar o ato sem pensar nas consequências. Outro problema é que os postos de saúde não atraem os jovens, eles têm medo de ser repreendidos pela decisão de iniciar a vida sexual e não confiam no SUS.
  3. 3. Como Evitar : Camisinhas ( mais acessíveis ) ; Anticoncepcionais ( com acompanhamento médico ) Injeções ( com acompanhamento médico ) DIU – Dispositivo Intrauterino ( para mulheres esquecidas, são colocados dentro do útero pelo médico que serve como uma espécie de barreira para que o esperma não chegue ao óvulo durante a relação sexual.
  4. 4. O número de adolescentes grávidas diminuiu no Brasil?A quantidade de adolescentes grávidas tem diminuído, mas, ainda assim, o número departos é muito alto. No Amparo Maternal, fazemos 800 partos por mês e um terçodeles é em adolescentes. Existe alguma vantagem na gestação de uma adolescente?Considerando que a adolescência vai até os 19 anos, não há nenhuma vantagem doponto de vista médico. Os ossos da bacia não estão bem formados, o que dificulta apassagem do bebê. Além disso, existe a imaturidade comportamental. É difícil que asmães adolescentes façam o pré-natal de maneira correta e responsável. A únicavantagem seria o fato de a adolescente ser muito fértil.
  5. 5. Quais são os perigos de uma gravidez na adolescência? Elas têm mais chance de ter um parto prematuro? A gravidez na adolescência gera impacto físico, emocional, familiar e social. Do ponto de vista médico, existe maior chance de parto prematuro, além de baixo peso ao nascer. Comparada a uma adulta, a adolescente tem maior incidência de anemia e infecção urinária ao longo da gestação.Adolescentes grávidas precisam de cuidados especiais ou são os mesmos de qualquer gravidez? A gravidez na adolescência deve ser considerada uma gravidez de risco. Deve ser atendida por uma equipe multidisciplinar, composta de obstetra, psicóloga, assistente social e outras especialidades quando se faz necessário. O que muda no corpo de uma menina que teve uma gravidez aos 16 anos? As mudanças no corpo são as mesmas de uma mulher adulta, porém as marcas que ficam costumam ter maior impacto na adolescente. Marcas como espinhas, estrias e dificuldade de voltar ao peso habitual.
  6. 6. Quem cuida da criança quando ela nasce? Na grande maioria dos casos, depois que o bebê nasce, quem cuida são os pais da menina (a mãe). Hoje em dia os adolescentes – meninos e meninas – têm acesso à informação. Por que continuam tendo filhos tão cedo? Existem fatores próprios da idade, como enfrentamento e rebeldia, que são normais na adolescência. Além disso, eles têm mais informações sobre prevenção, mas, na mesma medida, têm mais informações sobre sexo. Eu diria que o adolescente de hoje é mais precoce na atividade sexual e isso desencadeia outros fatores.O que o governo, as escolas e a sociedade deveriam fazer para diminuir o número de grávidas adolescentes? Muito. A sociedade tem de trabalhar juntamente com as escolas e educar, buscando novas formas de atingir o jovem. Não apenas fazê-los receber as mensagens ou ter conhecimento, mas assumir as responsabilidades próprias da expressão da sexualidade de cada um, em cada idade. O governo tem estimulado os programas de saúde da família a enfrentar esse problema como uma de suas prioridades.
  7. 7. Olá eu tenho 16 anos e tenho uma bebê de 11 meses…..quando descobri que estava grávida eu tinha apenas 14 anos, e não caia a fichade que eu teria um filho, justo eu, meu namorado(ou marido, como preferir),tinha18 anos quando tudo ocorreu…e ele ainda não trabalhava, mas não queria que eufizesse um aborto……fomos contar pra minha mãe(que é evangélica),pensei que a reação dela seriaoutra, mas ela deu lá suas lamentações e me apoiou muito..…aí vieram as criticas dos fofoqueiros que eu por vez não dei a mínima atenção,pois já tinha o que eu queria: O APOIO DA MINHA MÃE E DO MEU NAMORADO!!……daí fiquei pensando o que esta bençãozinha poderia trazer de bom e de ruim pramim..…RUIM: iria me atrapalhar muito, ainda mais na minha escola, nos meus cursos,nas minhas "baladas" etc…BOAS: Iria mudar minha vida pra melhor, pois ia me ensinar a ter maisresponsabilidades, a ser mais atenciosa e mais... Ia me amar como ninguém!!!!……daí o tempo foi se passando minha mãe comprando as roupinhas meu namoradotambém e só eu desanimada!!..…na hora do parto(antes) comecei a chorar falei o que minha mãe e meunamorado ou um ser humano mesmo não queria ouvir!!.…meu parto foi cesárea ocorreu tudo bem graças a Deus e agora eu amo minhafilha mais do que ninguém!!e ela não me impede de fazer nada, pois trabalho, estudo ,faço cursos e aindatenho minha casa!!!……e quer saber mais. Estou grávida de 6 semanas!!!e vou aproveitar muito essagravidez agora!!!

×