Curso: Ciências Biológicas Período: 3º/4º Turma: Visto:
Disciplina: Sistemática de Fanerógamas Noturno Aula Prática
Profes...
RESULTADOS:
Anote seus resultados. Faça desenhos dos órgãos vegetais fornecidos com legendas das
estruturas observadas e a...
Material: ____________________________________________________________________.
Legenda: _________________________________...
Material: ____________________________________________________________________.
Legenda: _________________________________...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

2 gimnospermas

241 visualizações

Publicada em

Gimnospermas apostila

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
241
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2 gimnospermas

  1. 1. Curso: Ciências Biológicas Período: 3º/4º Turma: Visto: Disciplina: Sistemática de Fanerógamas Noturno Aula Prática Professor: Marcelo Garcez Rodrigues Data: 17/09/2015 Aluno (a): ROTEIRO AULA PRÁTICA Nº: “02” – SISTEMÁTICA DE FANERÓGAMAS Coníferas e Cycas: caracterização e morfologia externa INTRODUÇÃO: Embora outras coníferas não apresentem os fascículos de acículas dos Pinus e também possam diferir em alguns detalhes relativamente menos importantes de seus sistemas reprodutivos, as coníferas atuais formam um grupo bem homogêneo. Na maioria das coníferas, exceto Pinus, o ciclo reprodutivo leva apenas um ano; ou seja, as sementes são produzidas na mesma estação em que os óvulos são fecundados. Em tais coníferas, o tempo entre a polinização e a fecundação em geral varia de três dias a três ou quatro semanas, em vez dos 15 meses aproximadamente. Entre os gêneros importantes de coníferas, além de Pinus, estão Abies, Larix, Picea, Tsuga, Pseudotsuga, Cupressus (ciprestes) e Juniperus, com frequência chamados erroneamente de cedros na América do Norte. Abies, Larix, Picea, Tsuga e Pseudotsuga são todos Pinaceae; Cupressus e Juniperus pertencem a Cupressaceae. OBJETIVOS: - Caracterizar a morfologia externa de representantes de gimnospermas dos gêneros Juniperus e Thuja; - Identificar e observar o arranjo foliar dos exemplares fornecidos. MATERIAL: - Microscópio estereoscópico (lupa), placas de petri, pinças. METODOLOGIA: 1. Analisar, observar e caracterizar os órgãos vegetais de cada exemplar fornecido. 2. Fazer desenhos das estruturas vegetais analisadas. Juniperus chinensis é uma espécie de árvore pertencente à família das Cupressaceae, nativa do noroeste da Ásia (República popular da China, Mongólia, Japão, Coreia e sudeste da Rússia). O Juniperus chinensis tem como nome popular: Shimpaku. É uma árvore originária da China e de fácil adaptação nos mais variáveis climas do mundo. Esta conífera é largamente utilizada para bonsai devido a suas folhas pequenas e a coloração avermelhada de seu tronco. Em seu país de origem pode alcançar cerca de 25 m de altura. Suas folhas podem variar seu formato de acordo com a idade, para árvores mais jovens, suas folhas (agulhas) são geralmente mais claras e largas e quando mais adultas as folhas já possuem um formato mais compacto e escamoso que podem ser podadas facilmente com as pontas dos dedos. Outras variedades comuns são: Juniperus chinensis “Aurea”, tem a mesma forma mas a cor de suas folhas possui tonalidade dourada; Juniperus chinenses “Japonica” este tem as agulhas mais pontiagudas; Juniperus chinenses “Kaizuka”, seu formato é bem cônico com ramos agrupados com crescimento mais verticalizado e folhagem verde brilhante; Juniperus chinenses “Sargenti”, que é muito utilizado em modelagens como bonsai. Outras espécies comuns de Juniperus são: Juniperus horizontalis, o qual não passa de 50 cm de altura na natureza; Juniperus procumbens, com tonalidade azulada e altura máxima de 70 cm e muito usado como bonsai; Juniperus rigida; Juniperus sabina, entre outras. FAMA – FACULDADE METROPOLITANA DE ANÁPOLIS
  2. 2. RESULTADOS: Anote seus resultados. Faça desenhos dos órgãos vegetais fornecidos com legendas das estruturas observadas e analisadas. Ramos com folhas: Juniperus chinensis (Cupressaceae, Coniferohyta). Material: ____________________________________________________________________. Legenda: ____________________________________________________________________ ____________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ Thuja é um género de conífera pertencente à família Cupressaceae, geralmente designadas como tuia, árvore-da-vida, pinheiro-de-cemitério e cipreste. São nativas da Ásia oriental e do Norte da América. São espécies vulgarmente utilizadas com fins ornamentais em jardins. A sua madeira é apreciada. A Thuja occidentalis (ou tuia-vulgar) é uma planta conífera muito frondosa e intensamente perfumada. Tem origem no nordeste dos Estados Unidos da América e sudeste do Canadá, sendo uma das primeiras árvores americanas a aclimatar-se na Europa. Foi introduzida na Europa no século XVI. Os princípios ativos da Tuia consistem numa essência de composição complexa e tóxica devido à presença de uma cetona, a tuiona (ou tujona); a planta contém também taninos. Ramos com folhas: Thuja occidentalis (Cupressaceae, Coniferohyta).
  3. 3. Material: ____________________________________________________________________. Legenda: ____________________________________________________________________ ____________________________________________________________________ ____________________________________________________________________ INTRODUÇÃO: As cicadófitas (Cycadophyta) são plantas semelhantes às palmeiras, encontradas em regiões tropicais e subtropicais. Essas plantas únicas, que apareceram há pelo menos 250 milhões de anos, durante o período Permiano, são tão numerosas na era Mesozoica, juntamente com as Bennettitales, superficialmente similares a elas, que este período é frequentemente chamado de “Era das Cicadófitas e Dinossauros”. As cicadófitas atuais compreendem 11 gêneros, com cerca de 140 espécies. A maioria das cicadófitas são plantas bem grandes; algumas alcançam 10 m ou mais de altura. Muitas possuem um tronco distinto, o qual é densamente coberto pelas bases das bainhas das folhas. As folhas funcionais ocorrem caracteristicamente em uma coroa no ápice do caule; lembrando assim as palmeiras. (De fato, o nome comum para algumas cicadófitas é “palmeira-de- sagu”). Diferentemente das palmeiras, entretanto, as cicadófitas apresentam um crescimento secundário verdadeiro, ainda que muito vagaroso, a partir de um câmbio vascular; a porção central de seus troncos consiste em uma grande medula. As cicadófitas são frequentemente muito tóxicas, por conterem grandes quantidades de compostos neurotóxicos e carcinogênicos. Essas gimnospermas abrigam cianobactérias e desse forma desemprenham um papel importante para a fixação de nitrogênio nas áreas onde ocorrem. OBJETIVOS: - Caracterizar a morfologia externa de representantes de gimnospermas do gênero Cycas; - Identificar e observar o arranjo foliar e sementes de Cycas. MATERIAL: - Microscópio estereoscópico (lupa), placas de petri, pinças. METODOLOGIA: 1. Analisar e observar os órgãos vegetais de cada exemplar fornecido; 2. Identificar e caracterizar os arranjos foliares e sementes dos exemplares de Cycas fornecidos; 3. Fazer desenhos das estruturas vegetais analisadas. RESULTADOS: Anote seus resultados. Faça desenhos dos órgãos vegetais fornecidos com legendas das estruturas observadas e analisadas. Ramos com folhas: Cycas revoluta (Cycadaceae, Cycadophyta).
  4. 4. Material: ____________________________________________________________________. Legenda: ____________________________________________________________________ ____________________________________________________________________ ____________________________________________________________________ Sementes: Cycas revoluta (Cycadaceae, Cycadophyta). Material: ____________________________________________________________________. Legenda: ____________________________________________________________________ ____________________________________________________________________ ____________________________________________________________________

×