V EBDRC - Endovelicon & Rowena

1.346 visualizações

Publicada em

Palestra apresentada durante a quinta edição do Encontro Brasileiro de Druidismo e Reconstrucionismo Celta em Recife; vivência das três formas de vidências e o seu significado básico, como aplicá-las nos dias atuais e as maneiras de se alcançar Imbas através da ativação dos caldeirões e os elementos do corpo (dúile).

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.346
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
960
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

V EBDRC - Endovelicon & Rowena

  1. 1. V EBDRC - Aquecendo os Caldeirões Endovelicon & Rowena
  2. 2. As três vidências e o seu significado básico ▪ Teinm Laida: iluminação através da canção. Recitar ou cantar uma música até a chegada de respostas obtidas por meio do estado de transe. O encantamento é usado com palavras repetidas reforçando a sonoridade do encanto, tal como um mantra. ▪ Imbas Forosnai: sabedoria que ilumina e leva à profecia. Estado de transe para atingir Imbas (inspiração-iluminação) e profetizar algo. A poesia de inspiração é que facilita a comunicação - adivinhação ou visão - com o Outro Mundo. ▪ Dichetal do Chennaib (Diketal de Kenna): significa, literalmente, encantamento nos ossos dos dedos (?), ao tocar as sementes ou as avelãs da sabedoria. O vidente podia prever algo ao tocar uma pessoa ou objeto. Encantamento através das pontas dos dedos que se processa através do contato físico. Também há referência ao Ogham. (Nora K. Chadwick: http://www.reocities.com/Athens/Delphi/4715/imbasforosnai.html)
  3. 3. "Cada uma dessas técnicas tenta colocar a mente e o espírito do Fili em um estado alterado de consciência, o que lhe permite ir além do mundo físico, ou seja, a Outros Mundos de conhecimento, inspiração e sabedoria." Searles O'Dubhain http://www.summerlands.com/cros sroads/library/threecau.htm
  4. 4. Dúile, os Elementos
  5. 5. Canção de Amergin Tríade da Céu • Sol • Nuvens/Raio • Estrelas Tríade da Mar • Água • Vento • Lua Tríade daTerra • Pedra/Rocha • Solo • Plantas "Eu sou o vento sobre o mar. Eu sou a onda do oceano Eu sou o rugido das ondas, Eu sou o poderoso boi de combate, Eu sou o falcão no penhasco, Eu sou a gota de orvalho no raio de Sol, Eu sou o javali selvagem, Eu sou o salmão da sabedoria, Eu sou o lago da planície, Eu sou a força da palavra, Eu sou a lança certeira, Eu sou o fogo que cria o pensamento." Dúile e os seus correspondentes
  6. 6. O Caldeirão da Poesia ▪ Caldeirão da Sabedoria - Coire Sóis - Cabeça ▪ Caldeirão do Aquecimento - Coire Érmai - Peito ▪ Caldeirão do Movimento - Coire Goiriath - Ventre Controle e ativação dos centros de energia dos Três Caldeirões: Prática: Limpeza com os Caldeirões , Invocação dos Nove elementos, Canto (Teinm Laida), Vidência em duplas (Dichetal) e Relaxamento.

×