PDCA cycle applied for Sustainable Management of Energy Efficiency Policy

1.182 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.182
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PDCA cycle applied for Sustainable Management of Energy Efficiency Policy

  1. 1. “Ciclo PDCA aplicado ao Gerenciamento Sustentável da Política de Eficiência Energética” Marcelo Costa Sandoz do Brasil
  2. 2. Apresentação Palestrante: Marcelo R. P. Costa – Coordenador de Engenharia Industrial Mini Currículo: Engenheiro Mecânico formado pela FEI, Especialista em Gestão da Manutenção (FEI/ABRAMAN) e Administração Industrial (Fundação Vanzolini). Facilitador de TPM pela IMCi e tendo diversos cursos nas áreas de Energy Management, Lean, Kaizen e TPM. Atuou como Engenheiro de Projetos, Utilidades e Serviço ao Cliente em empresas como HMR/ Aventis Pharma, Altana Pharma e Cardinal Health. Atualmente é Gerente do Projeto MES e Energy Manager na Sandoz do Brasil.
  3. 3. Agenda  Objetivo  Apresentação Novartis/ Sandoz  Contextualização: Por que uma empresa precisa ser Sustentável?  Política de Eficiência Energética e o Gerenciamento Sustentável
  4. 4. Objetivo Compartilhar as ferramentas, metodologia e atitudes que têm se mostrado chave para o sucesso da Política de Eficiência Energética Incentivar os participantes a iniciar sua jornada do combate ao desperdício de energia: Nós sempre trabalhamos desta forma nesta “Seu sistema é empresa... perfeitamente desenhado para produzir os resultados que você está tendo” - Frederick Taylor Comportamento = f (personalidade & ambiente) constante
  5. 5. Agenda  Objetivo  Apresentação Novartis/ Sandoz  Contextualização: Por que uma empresa precisa ser Sustentável?  Política de Eficiência Energética e o Gerenciamento Sustentável
  6. 6. SANDOZ: Uma empresa do Grupo NOVARTIS Divisões Novartis População em Medicamentos Pharma envelhecimento inovadores (medicamentos inovadores) Alcon, Inc. (cuidados com os olhos) Estilos de vida não Prevenção saudáveis Sandoz Amplo portfólio de (genéricos) cuidados com a saúde OTC Mercados (medicamentos isentos de Opções acessíveis prescrição) emergentes Vacinas & Diagnósticos Medicamentos Avanços na ciência isentos de prescrição e tecnologia (MIPs) Saúde Animal
  7. 7. SANDOZ construindo liderança em Genéricos 1886 – Edouard Constant Sandoz funda na Basiléia a ‘Indústria Química Kern & Sandoz. 9 473* 7 de Março: Sandoz e Ciba-Geigy anunciam planos de fusão 5 959 20 de Dez: Fusão é finalizada, dando origem a 4 694 Novartis 2 906 3 045 1 812 993 1996 2002 2003 2004 2005 2006 2011 Source: Company annual. quarterly reports and press releases, 21 de Maio: todas as 21 de Fevereiro: IMS operações de genéricos Novartis compra Hexal e Eon reunidas sob a marca Labs, tornando-se líder mundial em genéricos Sandoz 29 de Agosto: Novartis adquire 30 de Junho: aquisição da Lek Durascan e Sabex
  8. 8. SANDOZ DO BRASIL Desenvolvimento, produ ção e comercialização de medicamentos isentos de patente.Matriz: Cambé - PR Única fábrica Sandoz da América Latina; Atendimento direto a 9 mil farmácias e 200.000 médicos; 772 funcionários (Março 2012); Exportações para Canadá, América Latina e Europa.
  9. 9. Bem-vindo à planta Cambé Logística Armazém CQ, GQ, Eng, HR, Hormônios Utilidades PCP, HSE, Compras Embalagem ComOps Fabricação Sandoz TV Episode 6: Cambé -- Total Built Area: 32.165 m2 Sandoz on Site Total Land Area: 294.155 m2
  10. 10. Agenda  Objetivo  Apresentação Novartis/ Sandoz  Contextualização: Por que uma empresa precisa ser Sustentável?  Política de Eficiência Energética e o Gerenciamento Sustentável
  11. 11. Qual o problema?CO2 como a origem da mudança de clima ?! Ice core (3.2 km depth) • 30% more CO2 than ever • 130% more CH4 than ever • CO2 rises 200x faster than ever… From Consensus to Conclusion: The 2007 Assessment Report of the UN IPCC... it is extremely unlikely that global Fonte: climate change of the past fifty years can be IPCC Report, Climate Change 2007: The Physical Science Basis, explained without external forcing ... Summary for Policymakers, Feb 2007
  12. 12. Qual o problema?Potencial escassez de água ?!Potencial escassez de água nos Sites Novartis em 2025 m3 per person per year
  13. 13. Qual o problema?Os resíduos industriais aumentam continuamente ?!• Resíduos perigosos: • Resíduos não perigosos:de 137kt a 182kt nos últimos 5 anos de 69kt a 94kt nos últimos 5 anos Reciclagem Tratamento Incineração Aterro Fonte: Novartis
  14. 14. Qual o problema?Expectativas dos Acionistas ?!A Novartis no Índice deSustentabilidade Global da Dow LÍDERES DE SUSTENTABILIDADE 2010/2011 Até 31 de dezembro de 2010Jones (DJ/SAM) Empresa País Classe Ouro SAM Roche Holding AG* Suiça – Desempenho de Classe Ouro para 2010/2011 Abbott Laboratories Estados Unidos Novartis AG Suiça (apenas 1 ponto atrás do líder do setor) Novo Nordisk AVS Dinamarca • Líder em Sustentabilidade Ambiental Classe Prata SAM Astrazeneca plc Reino Unido Sanofi.Aventis S.A França (com 99% dos pontos totais) Classe Bronze GlaxoSmithkline plc Reino Unido SAM Johnson&Johnson Estados Unidos • Elevada na Sustentabilidade Social (83%) Merck&CO ** Estados Unidos * Líder do Setor SAM • Elevada na Sustentabilidade Econômica (81%) ** Modificador do Setor SAM
  15. 15. Qual o problema?Programas, Leis, Decretos..... PBE Lei nº 14.459/07 e decreto nº 49.148/08, sobre a utilização da energia solar para aquecimento de água em projetos novos no Município de São 1984 Paulo Lei de Eficiência PROCEL Energética no 10.295 (17/10/2001) 1985 1991 Nossa Caixa Desenvolvimento (Agência de Fomento do Estado de São Paulo) lançou a Linha Economia Verde
  16. 16. Ufa......Pausa para um break?Kit Kat volta oficialmente ao Brasil em Julho“Ao completar 90 anos no Brasil, a Nestlé, maior empresade alimentos do mundo, vai voltar a vender no mercadobrasileiro seu chocolate mais vendido no mundo, o Kit Greenpeace KitKat palm Oil video:Kat.......A partir de 1º de julho, para comemorar os 90 anos de http://www.youtube.com/watch?v=k3uD- id4y7Y&feature=relatedBrasil e 75 anos do lançamento do Kit Kat, a Nestlé vairelançá-lo ao preço de 2,50 reais. No início, o produto seráimportado da Alemanha, mas a empresa poderá produzi-lo no país, dependendo da aceitação do público.”
  17. 17. E se nada foi suficiente até agora... Desperdício Desperdício Utilidades faz parte do COGS Custo Adicional Padrão Menos desperdício e variabilidade no Preço que o Preço para o sistema resultam em mais flexibilidade consumidor quer consumidor no seu negócio pagar
  18. 18. Formulação do ProblemaForças que direcionam a Emissão Global de CO2:CO2 emissões =   pessoas X PIB pessoa X energia X unidade PIB CO2 unidade energiaPopulação: Número de pessoas Padrão de vida: PIB por pessoa Intensidade de Energia: Energia consumida por unidade do PIB Intensidade de Carbono: CO2 por unidade de Energia
  19. 19. Agenda  Objetivo  Apresentação Novartis/ Sandoz  Contextualização: Por que uma empresa precisa ser Sustentável?  Política de Eficiência Energética e o Gerenciamento Sustentável
  20. 20. Quando falamos em Melhoria Contínua, você jáse sentiu assim? O “novo” Gerente quer implantar Precisamos um “Projeto”... O Gerente mandou fazer algo!! implementar um E lá vamos “Programa” nós!Consumo Isso que éGJ trabalho em time! +5% 0 A culpa é do -5% “Programa”... -10% -15% Nosso PLR está no papo! -20% Anos
  21. 21. O desafio de se atingir os objetivos Estado Futuro
  22. 22. PDefinição do Norte Real Novartis’ aspiration: The world’s most respected and successful healthcare company  top innovator  trusted partner  global leader  sustainable performance
  23. 23. PFoco rumo ao Norte Real Performance Sustentável Energia e Clima Água Resíduos Carbono Energia Poluição do Fármaco no Escassez de Embalagem Gerenciamento de Offsetting Renovável Ar Ambiente Água Sustentável Resíduos
  24. 24. PEstruturação e Objetivos Indicadores Objetivos - 5% em 2010, - 15% total GEE Emissões GEE (Escopo1 e Escopo 2) em 2015, e - 20% Energia/ Vendas em 2020, baseado nos níveis de 2008 Grupo Group Energy Manager Energia/ Vendas Targets individuais de Energia Absoluta Divisões redução Div/BU Energy ManagerEnergia AbsolutaEficiência por Sites Targets individuais deUtilidades reduçãoIntensidade de Site Energy Committee and/ or Site Energy Managerenergia porProdução, Área,Pessoas etc.
  25. 25. PDiagnóstico da Situação Inicial Estabelecimento da Definição do Grupo de Levantamento de dados meta Trabalho ADM ENG QA IT QC EMB HSE PROD Levantamento e Plotagem de  Construção do modelo para  Criação do CIGEs: Comissão dados definição das Metas Interna de Gestão de Energias Consumo de energia versus  TGT 2012:  Time da Engenharia para volume de produção  -1,5% no consumo de energia avaliação mensal dos resultados e Avaliação de outras variáveis, por projetos foco em projetos de investimento como CDD (Cooling Degree Days)  Implantação de 3 projetos de energia
  26. 26. PDiagnóstico da Situação Inicial Gemba WalkOportunidades em:Sistemas HVAC design, operação, exigências, controleSistemas de resfriamento design, geração, armazenamento, distribuição e exigênciasSistemas de ar comprimido design, geração, distribuição e exigênciasSistema de fornecimento de vapor/ água quente vapor, design de água quente, geração, armazenamento, distribuiçãoSistema de fornecimento elétrico e iluminação design, distribuição, ruídos/perdas no sistemaUnidades de produção processos, equipamentos produtivosUtilização de Energia RenovávelSistemática do Gerenciamento da Eficiência Energética
  27. 27. PDiagnóstico da Situação Inicial Determinação dos KPIs Avaliar KPIs e dimensionais Avaliar Relevância Planta, Prédio ou cada sistema (HVAC , chiller, etc). Por FTE, por kg, por unidade, por m2, por CDD (www.degreedays.net), etc. Como medir?
  28. 28. PPlano de Ação Estratificação dos Portfólio de Projetos Plano de Ação consumidores Opportunity System Equipment Impact Complexity Action Plan evalu Air 1 Install buffer-tank to suply CHW during peak price time. Conditioning Chillers 4 10 2-Forget Them For System 3-Attack if There 2 Exchange of bulb type for external and internal poles. Other Systems Other 1 2 Commom cas Air Installation of VSD and tubes condensators exchange for 3 Conditioning Chillers 5 9 2-Forget Them For Chiller. System 4 Buy energy in free market of eletricity Other Systems Other 3 10 2-Forget Them For 3-Attack if There 5 Electricity demand control Other Systems Other 1 3 Commom cas 3-Attack if There 6 Installation of sensors at air curtains. Other Systems Other 1 1 Commom cas Air Evaluate with QA and Production the reduction of setpoint 7 Conditioning Chillers 1 9 4-Forget Them for (temperature, humidity) . System Evaluate with QA and Production the reduction of setpoint Air HVAC 8 (pressure) for productive processes during nonproduction Conditioning 2 9 4-Forget Them for Motors times System Primeira determinação da árvore  Brainstorming e Benchmarking de  Viabilidade Técnica de perdas projetos  Potencial Savings (CO2 e GJ) Pareto estimado (calculado)  Matriz de Impacto: Priorização em  Custo estimado de implementação Quadrantes segundo impacto  Business Case (ganho) e Complexidade (custo, viabilidade técnica)
  29. 29. DExecução Utilização dos KPIs
  30. 30. DExecução Implementação das AçõesOperacional Baixo Investimento Alto Investimento- Desafio ou Aprimoramento - Aprimoramento tecnológico - Aprimoramento tecnológicodos parâmetros de operação de equipamentos ou de equipamentos ourelacionados a set points, infraestrutura relacionados a infraestrutura relacionados aranges, especificações etc. despesas ou pequenos grandes investimentos investimentos (solicitação de capital) Histórico de Ganhos Observados no Grupo Novartis Até 15% Até 15% Até 30%
  31. 31. DExecução Implementação das AçõesOperacionalProjeto:Redução da ocorrência de “surge “quando a temperatura ambiente estáabaixo dos 20oC devido a altacapacidade de refrigeração dos chillersInvestimento:0Ganhos estimados:- Minimização dos impactosoperacionais e de manutenção- Eliminação de outras soluções queenvolvam Capex (novo chiller commenor TR).
  32. 32. DExecução Implementação das AçõesBaixo Investimento Alto InvestimentoProjeto: Projeto: Retrofitting ChillersTroca de lâmpadas da iluminação de áreas externas - Restaurar COP dos equipamentosInvestimento: - Instalação de VSD - Reavaliação do loop primário para adequar vazão de projetoR$ 6,0 kGanhos estimados: Investimento: R$ 471,40 k14,8 GJ ; 0,88 tCO2/GJ el ; R$ 18,5 k Avoidance estimados: 1.862 GJ 37,2 tCO2/ GJ el R$ 100,0 k
  33. 33. DExecução Implementação das Ações Campanhas:  Comunicação:- Apague as Luzes - Intranet
  34. 34. Execução DDesafio Energético de Projetos Aplicação de Contra- Levantamento e Análise de dados medidas Novartis Energy Standards: GN14.1 Building Energy Efficiency Requirements GN14.2 Technical Specifications on Buildings and Equipment GN14.3 Specifications on Refrigerant Materials5PQ’s Check-Lists Benchmarking: introdução de novos conceitosFluxogramas Balanço Energético Nova Estação de Tratamento de Efluentes (USD 1,87m)
  35. 35. Checar C Análise dos Resultados e KPIs 600 400 2010 Summer On-site Energy y = 4.412x + 175.3 ? R² = 0.727GJ 200 0 0 20 40 60 80 100 Prod Linear (Prod) Mio SDU 2011 Summer On-site Energy 2012 Summer On-site Energy 600 600 y = 1.341x + 355.7 y = 1.822x + 283.5 R² = 0.372 R² = 0.403 400 400 GJGJ 200 200 0 0 0 20 40 60 80 100 120 0 20 40 60 80 100 120 Prod Linear (Prod) Mio SDU Prod Linear (Prod) Mio SDU  Correlação (R2) variável: diferentes consumidores e variáveis externas;  Portanto, faz-se necessária a estratificação dos consumidores e o aprimoramento da medição dos consumidores
  36. 36. ChecarExemplo: Consumo de GLP Visualização do desperdício Avaliação mensal ■ Blitz identificou vazamento na linha de ■ Olhar o KPI como retrovisor não permite vapor que o desperdício seja estancado o quanto antes Reforço das ações preventivas ■ Plotagem e avaliação dos dados ■ Revisão 100% dos purgadores da fábrica diariamente não eram realizados
  37. 37. Checar C Avaliação Mensal e Follow up das Ações Na análise do KPI utiliza-se o ciclo CAPDo (Check, Analysis, Plan, Do)
  38. 38. AgirEstratificação: Medição On-line AObjetivos:• Acompanhamento real dos consumos;• Criação do Diagrama Sankey;• Suporte para Matriz de Priorização e Lista de Projetos.
  39. 39. AgirMelhoria Contínua das métricas de TGT e Savings APróximos passos:• Melhorar processo de TGT anual;• Melhorar o processo de revisão dos resultados: Utilizar conceito de TGT corrigido correlacionando as variáveis reais de cada mês (ex. CDD, HDD, volume, etc). Onsite: Volume Prod vs HDD ! 700 600 500 400 GJ 300 200 100 0 -100 jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez 2012 onsite forecast onsite real TGT corrig Cumulative saving
  40. 40. AgirRevisão Anual Consumo Energético A Estado Futuro Total Energy Trend 3,500 200 180 3,000 160 2,500 140 CDD; Mio SDU 2,000 120GJ 100 1,500 80 1,000 60 40 500 20 0 0 jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez jan fev mar abr 2010 2011 2012 Energia (GJ) CDD Volumes energia CO2 CO2 emissões = X unidade PIB unidade energia
  41. 41. AgirRevisão Anual Emissões de CO2 A Estado Futuro Total Emissões tCO2 vs Energia Consumida 900 35,000 800 30,000 700 25,000 600 Energy (GJ) 20,000tCO2 e 500 400 15,000 300 10,000 200 100 5,000 0 0 2010 2011 2012 Emissões de CO2 Energia (GJ) energia CO2 CO2 emissões = X unidade PIB unidade energia
  42. 42. AgirRevisão dos Custos A 550 -1% Custos (kBRL) 500 450 Utilidades faz parte do COGS 400 Jan - Apr Custo 2011 (kBRL) Custo 2012 (kBRL) +2,6% +10% 9000 -4,2% Energia Elétrica GJ) Volume de Produção (mio 350 300 8800BRL/ MWh 8600 SDU) 300 250 8400 250 200 8200 Jan - Apr Jan - Apr Jan - Apr Preço Médio PT e FP 2011 (BRL/ MWh) produção 2011 (mio SDU) produção 2012 (mio SDU) Consumo 2011 (GJ) Consumo 2012 (GJ) Preço Médio PT e FP 2012 (BRL/ MWh)
  43. 43. AgirRevisão Anual: Projetos e Atitudes A % Pareto Annual Opportunity System Equipment Impact Complexity Action Plan evaluation Equipment Saving (BRL) Air1 Install buffer-tank to suply CHW during peak price time. Conditioning Chillers 4 10 2-Forget Them For Now 19% _ System 3-Attack if There is a2 Exchange of bulb type for external and internal poles. Other Systems Other 1 2 7% 11.000,00 Commom case Withdrawal Air Installation of VSD and tubes condensators exchange for3 Conditioning Chillers 5 9 2-Forget Them For Now 19% 100.000,00 Chiller. System4 Buy energy in free market of eletricity Other Systems Other 3 10 2-Forget Them For Now 7% 50.000,00 3-Attack if There is a5 Electricity demand control Other Systems Other 1 3 7% _ DESAFIOS Commom case 3-Attack if There is a6 Installation of sensors at air curtains. Other Systems Other 1 1 7% _ Commom case Visão long-term Air Conditioning considerar mais um “Programa da Vez” Não Chillers 1 Evaluate with QA and Production the reduction of setpoint7 9 4-Forget Them for Now 19% _ (temperature, humidity) . System Evaluate with QA and Production the reduction of setpoint Air HVAC8 (pressure) for productive processes during nonproduction Conditioning 2 9 4-Forget Them for Now 35% _ Motors times Priorização das atividades frente à demanda System de rotina Garantia das ações implementadas conforme o plano
  44. 44. AgirRevisão Anual Global A Energy efficiency Energy recovery Renewable energy Water footprint Sustainable packaging Waste and emissions
  45. 45. TechOps* Excellence Awards 2011Team Work: Cambé Energy Team * TechOps: Technical Operations compreendendo as 27 fábricas Sandoz - Liderança é fundamental! - Celebre os bons resultados!
  46. 46. Sustentabilidade – um novo modelo de negócio“A New Era of Sustainability” UN Global Compact-Accenture CEO Study 2010Decisões tendo em mente aspectos financiais, sociais e ambientais: análise de custos, impactos, riscos e benefíciosMelhoria Contínua: aplicação do conceito de desenvolvimento sustentado diariamente nas operaçõesDesempenho integrado: times multifuncionais otimizam os recursos e minimizam os impactos ambientais
  47. 47. Marcelo R. P. CostaSandoz do Brasil Indústria Farmacêutica Ltda.Cambé - PR, Brasil Obrigado porTelefone: +55 43 3174-8114E-Mail: marcelo.costa@sandoz.com sua atenção!
  48. 48. Back up
  49. 49. ISO 50001:2011International Standard for Energy Management - Jun2011
  50. 50. Escopos GEE
  51. 51. Conceito utilizado em Gerenciamento de Energia: Diagrama Sankey KAESER Compressed Air Seminar

×