Rio de Janeiro | Maio de 2013Resultados 1T13
AVISO LEGALEsta apresentação contém algumas afirmações e informações prospectivas relacionadas a Companhia que refletem a ...
DESTAQUES 1T13 & EVENTOS SUBSEQUENTESE.ON assina acordos definitivos para adquirir de Eike Batista 24,5% da MPX ao preçode...
4Amapari EnergiaParnaíba I, II, III & IVBlocos ExploratóriosItaquiPecém I & IITauáEMPREENDIMENTOS EM OPERAÇÃO E CONSTRUÇÃO...
BACIA DO PARNAÍBA: E&P DE GÁS NATURALDESCOBERTAS: Acumulação de Fazenda Chicote: 66 metros de net pay Acumulação de Faze...
DESTAQUES FINANCEIROS
RECEITA LÍQUIDA CONSOLIDADA Receita líquida consolidada: R$ 196,1 MM no 1T13. Itaqui: R$ 129,6 MM.75,7196,11T12 1T13Rece...
DESPESAS OPERACIONAISDespesas Operacionais: -36,9% vs 1T12 Pessoal: -24,3% Otimização da estrutura corporativa (-R$ 4,3 ...
ITAQUIGeração Bruta: 267,5 MWhEnergia Vendida: 227,3 MWhEBITDA ajustado de Itaqui: R$ 37,3 MMExclusão receitas e gastos nã...
PECÉM I (50%)Geração Bruta: 496,4 MWhEnergia Vendida: 427,1 MWhEBITDA ajustado de Pecém I: R$ 32,3 MMExclusão receitas e g...
OGX MARANHÃOMargens operacionais crescentesIniciada a operação em Jan/13 no campo do Gavião Real, fornecendogás para 1ª tu...
INVESTIMENTO CONSOLIDADO12 Adicionalmente, a MPX investiu R$ 9,7 milhões na exploração da Bacia do Parnaíba e no desenvol...
Para mais informações, entre em contato com:Relações com Investidores(55 21) 2163-9215ri.mpx@mpx.com.br
Apresentação Resultados 1T13
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação Resultados 1T13

1.934 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.934
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.576
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Resultados 1T13

  1. 1. Rio de Janeiro | Maio de 2013Resultados 1T13
  2. 2. AVISO LEGALEsta apresentação contém algumas afirmações e informações prospectivas relacionadas a Companhia que refletem a atual visão e/ou expectativas daCompanhia e de sua administração a respeito de seu plano de negócios. Afirmações prospectivas incluem, entre outras, todas as afirmações quedenotam previsão, projeção, indicam ou implicam resultados, performance ou realizações futuras, podendo conter palavras como "acreditar","prever", "esperar“, "contemplar", "provavelmente resultará" ou outras palavras ou expressões de acepção semelhante.Tais afirmações estão sujeitas a uma série de expressivos riscos, incertezas e premissas. Advertimos que diversos fatores importantes podem fazercom que os resultados reais divirjam de maneira relevante dos planos, objetivos, expectativas, estimativas e intenções expressos nestaapresentação.Em nenhuma hipótese a Companhia ou suas subsidiárias, seus conselheiros, diretores, representantes ou empregados serão responsáveis perantequaisquer terceiros (inclusive investidores) por decisões ou atos de investimento ou negócios tomados com base nas informações e afirmaçõesconstantes desta apresentação, e tampouco por danos consequentes, indiretos ou semelhantes.A Companhia não tem intenção de fornecer aos eventuais detentores de ações uma revisão das afirmações prospectivas ou análise das diferençasentre as afirmações prospectivas e os resultados reais.Esta apresentação e seu teor constituem informação de propriedade da Companhia, não podendo ser reproduzidos ou divulgados no todo ou emparte sem a sua prévia anuência por escrito.2
  3. 3. DESTAQUES 1T13 & EVENTOS SUBSEQUENTESE.ON assina acordos definitivos para adquirir de Eike Batista 24,5% da MPX ao preçode R$10/ação Posterior capitalização da Companhia em R$ 1,2 bilhão através de oferta primária pública depelo menos R$1,2 bilhão JV MPX-E.ON será reintegrada à MPX a valor contábilCapacidade em operação comercial da MPX atinge 1.396 MWVolume de energia vendida: 1.363 GWhReceita líquida consolidada: R$ 196,1 milhões no 1T13, +159,2% em relação ao 1T12Conclusão da aquisição da UTE MC2 Nova Venécia, com 176 MW, e transferência doprojeto para ParnaíbaAssinatura de contrato com a Kinross para implantação de projeto termelétrico a gásnatural, com capacidade instalada de 56 MW, na Bacia do Parnaíba3
  4. 4. 4Amapari EnergiaParnaíba I, II, III & IVBlocos ExploratóriosItaquiPecém I & IITauáEMPREENDIMENTOS EM OPERAÇÃO E CONSTRUÇÃO• Capacidade instalada: 360 MW• Participação MPX: 100%• DCO: 05/02/2013• Capacidade instalada: 23 MW• Participação MPX: 51%• Operacional desde 2007• Recursos prospectivos riscados:11 Tcfs• Produção atual equivalente a 4,1MM m3/dia• Capacidade: 1 MW• Primeira planta solar da AméricaLatina• Parnaíba I: 676 MW Participação MPX: 70% Capacidade total em operaçãodesde abril/13• Capacidade adicional emconstrução: Parnaíba II: 517 MW Parnaíba III: 176 MW Parnaíba IV: 56 MW• Pecém I: 720 MW Participação MPX: 50% Turbina 1 – DCO: 01/12/12 Turbina 2 – DCO: 2T13• Pecém II: 360 MW Participação MPX: 100% DCO: 2T13
  5. 5. BACIA DO PARNAÍBA: E&P DE GÁS NATURALDESCOBERTAS: Acumulação de Fazenda Chicote: 66 metros de net pay Acumulação de Fazenda Santa Isabel: 24 metros de net pay Acumulação de São Raimundo: 27 metros de net pay 3 sondas operando simultaneamente: 2 focadas na exploração e 1de completação no desenvolvimento da produçãoGAVIÃO REAL Início da produção comercial em jan/13 Produção atual equivalente a 4,1 MM m3/diaGAVIÃO BRANCO Declaração de comercialidade apresentada à ANP Volume total in situ estimado: 0,2 a 0,5 Tcf de gás5
  6. 6. DESTAQUES FINANCEIROS
  7. 7. RECEITA LÍQUIDA CONSOLIDADA Receita líquida consolidada: R$ 196,1 MM no 1T13. Itaqui: R$ 129,6 MM.75,7196,11T12 1T13Receita Líquida (R$ MM)Receita Operacional Líquida - ItaquiGeração comercial 46,7Receita Fixa 29,0Receita Variável 17,7Repasse do custo de aquisição de energia 82,9Total Receita Líquida 129,6 Parnaíba I: R$ 57,5 MM das turbinas 1, 2 e 3 conforme cronogramade entrada em operação abaixo:Parnaíba I Início de Operação Comercial1ª turbina 01/02/132ª turbina 20/02/133ª turbina 29/03/13159,2%7
  8. 8. DESPESAS OPERACIONAISDespesas Operacionais: -36,9% vs 1T12 Pessoal: -24,3% Otimização da estrutura corporativa (-R$ 4,3 MM) Planos de remuneração baseados em opções da Companhia (-R$ 2,3MM) Serviços de terceiros: -45,1% Serviços compartilhados na controladora (-R$ 2,4 MM) Consultorias jurídicas e técnicas (-R$ 1,8 MM) Cisão dos ativos de mineração na Colômbia (-R$ 6,8 MM) Arrendamentos e Alugueis: -60,0% Aluguéis de imóveis na controladora (-R$ 0,9 MM) Cisão dos ativos de mineração na Colômbia (-R$ 1,5 MM)61,939,01T12 1T13- 36,9%Despesas Operacionais Consolidadas(R$ MM)33,623,71T12 1T13- 29,4%Despesas Operacionais Controladora(R$ MM)8
  9. 9. ITAQUIGeração Bruta: 267,5 MWhEnergia Vendida: 227,3 MWhEBITDA ajustado de Itaqui: R$ 37,3 MMExclusão receitas e gastos não-recorrentes• Receita fixa refletindo capacidade plena (360 MW)• Eliminação de receita e custos relativos a compra deenergia• Ajuste no consumo de diesel e custo de carvãoDRE Itaqui(R$ milhões) 1T13 1T13 AjustadoGeração Bruta (GWh) 267,5 267,5Energia Vendida (GWh) 227,3 227,3Receita Bruta 143,7 72,0Receita Fixa 32,2 46,4Receita Variável 19,6 19,6Receita com o Repasse da Compra de Energia 91,9 -Deduções da Receita Bruta (14,0) (7,0)Receita Operacional Líquida 129,7 65,0Custos Operacionais (221,3) (24,0)Custos com Compra de Energia (164,9) -Custo do Carvão (19,0) (10,7)Custo com Óleo Diesel (24,7) (0,5)Outros Custos (12,8) (12,8)Despesas Operacionais (3,6) (3,6)EBITDA (95,3) 37,3Margem EBITDA (%) -73,5% 57,5%9
  10. 10. PECÉM I (50%)Geração Bruta: 496,4 MWhEnergia Vendida: 427,1 MWhEBITDA ajustado de Pecém I: R$ 32,3 MMExclusão receitas e gastos não-recorrentes• Receita fixa refletindo apenas 1 turbina (360 MW)• Eliminação de receita e custos relativos a compra deenergia• Ajuste no consumo de diesel e custo do carvãoDRE Pecém I (50%)(R$ milhões) 1T13 1T13 AjustadoGeração Bruta (GWh) 496,4 496,4Energia Vendida (GWh) 427,1 427,1Receita Bruta 116,1 58,9Receita Fixa 35,7 35,7Receita Variável 23,3 23,3Receita com o Repasse da Comprade Energia57,2 -Deduções da Receita Bruta (12,4) (6,3)Receita Operacional Líquida 103,8 52,7Custos Operacionais (173,6) (22,6)Custos com Compra de Energia (135,5) -Custo do Carvão (21,5) (6,5)Custo com Óleo Diesel (5,0) (0,4)Outros Custos (11,5) (11,5)Despesas Operacionais (1,9) (1,9)EBITDA (71,7) 32,3Margem EBITDA (%) -69,1% 61,3%Depreciação e Amortização (8,0) (8,0)EBIT (79,7) 24,3Resultado Financeiro Líquido (14,4) (14,4)Outras Receitas/Despesas - -Impostos Correntes e Diferidos 32,0 32,0Lucro Líquido (62,1) 41,910
  11. 11. OGX MARANHÃOMargens operacionais crescentesIniciada a operação em Jan/13 no campo do Gavião Real, fornecendogás para 1ª turbina de Parnaíba I em ciclo abertoMargem EBITDA de ~ 49% no 1T13 reflete a rentabilidade do ativo(1) Data de fechamento para valores contábeis: 25º dia do mês.(2) Produção de gás referente à participação da OGX Maranhão nos blocos (70%).(3) Receita bruta composta por receita da venda de gás e receita da locação da UTG.(4) Deduções da Receita: impostos como PIS/COFINS/ICMS.OGX Maranhão(R$ milhares) 1T13Período de Operação(1)68 diasProdução de Gás - em MMm3 (2)83,5Receita Bruta(3)39.279Deduções da Receita Bruta(4)(4.522)Receita Líquida 34.757Custos de produção (3.597)Royalties, Part. Especial e Part. Governamental (2.718)Despesas Gerais e Administrativas (6.317)Despesas de Exploração (5.010)EBITDA 17.115-59.2% 60.6%Jan-13 Feb-13 Mar-13Margem EBITDA (%)3.635.444.5Jan-13 Feb-13 Mar-13Produção Média de Gás(MMm3)11
  12. 12. INVESTIMENTO CONSOLIDADO12 Adicionalmente, a MPX investiu R$ 9,7 milhões na exploração da Bacia do Parnaíba e no desenvolvimento dos camposde Gavião Real e Gavião Branco. De acordo com a nova regra de contabilização, o Investimento Consolidado não contempla a participação de Pecém I.(R$ milhões) 1T13 4T12Empreendimentos CapexJurosCapitalizadosCapexJurosCapitalizadosItaqui 65,7 13,7 99,7 39,7Pecém II 54,0 24,0 23,2 21,7Parnaíba I 60,7 6,7 117,5 29,5Parnaíba II 125,2 13,7 107,1 14,2Total 305,6 58,1 347,5 105,1
  13. 13. Para mais informações, entre em contato com:Relações com Investidores(55 21) 2163-9215ri.mpx@mpx.com.br

×