Europa Bálcãs

1.197 visualizações

Publicada em

Também conhecida como Bálcãs, a Península Balcânica está localizada geograficamente na região sudeste do continente europeu (Europa Meridional). Em seu território estão localizados os chamados países balcânicos (que possuem a maior parte do território na península): Albânia, Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Grécia, Croácia, Sérvia, Montenegro e República da Macedônia. Também encontram-se nesta península o território de Kosovo (autoproclamado independente) e parte do território dos seguintes países: Turquia (parte européia), Eslovênia, Romênia e Ucrânia.
Neste Slide irei falar mais especificadamente sobre a Sérvia, a Romênia e a Croácia.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.197
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Europa Bálcãs

  1. 1. Sérvia, Romênia e Croácia
  2. 2.  Também conhecida como Bálcãs, a Península Balcânica está localizada geograficamente na região sudeste do continente europeu (Europa Meridional). Em seu território estão localizados os chamados países balcânicos (que possuem a maior parte do território na península): Albânia, Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Grécia, Croácia, Sérvia, Montenegro e República da Macedônia. Também encontram-se nesta península o território de Kosovo (autoproclamado independente) e parte do território dos seguintes países: Turquia (parte européia), Eslovênia, Romênia e Ucrânia.
  3. 3.  Extensão territorial: aproximadamente 550 mil km²  População: 54 milhões de habitantes (estimativa 2011)  Banhada pelas águas do: Mar Adriático (oeste), Mar Jônico (sul), Mar Egeu (sudeste) e Mar Negro (nordeste)  Relevo: montanhoso na região central e planícies litorâneas. A altitude média fica em torno de 500 metros.  Clima: mediterrâneo na costa do mar Adriático e Egeu. Oceânico e subtropical úmido na costa do Mar Negro. Continental na região norte.  Principais rios: Danúbio, Morava, Kupa e Maritsa.  Principais idiomas: grego, búlgaro, bósnio, croata, turco, romeno, montenegrino.  Principais cidades: Istambul, Atenas, Belgrado, Sófia, Zagreb, Tirana e Saravejo.
  4. 4.  A economia da Sérvia baseava-se principalmente na atividade agrícola, com culturas de cereais variados. A indústria é também um ponto forte da economia, representando parte importante do PIB. Dentre essas indústrias, destacam-se a metalúrgica, a petrolífera e a de energia elétrica.
  5. 5.  Agricultura: milho, trigo, beterraba, batata.  Pecuária: bovinos, suínos, ovinos, aves.  Mineração: carvão, minério de cobre, bauxita.  Indústria: equipamento de transporte, produtos minerais não metálicos.  Comércio:  Exportações: US$ 13,9 bilhões (1991).  Importações: US$ 14,7 bilhões (1991).  Principais parceiros comerciais:  Itália  Federação Russa  República da Macedônia  Alemanha  Bósnia e Herzegovina.
  6. 6.  O turismo na Sérvia baseia-se maioritariamente nas montanhas e nas aldeias. As estâncias mais conhecidas nas montanhas são as de Zlatibor, Kopaonik, e a de Tara. Também existem inúmeros spas na Sérvia, dos quais um dos maiores é o Vrnjacka Banja. Também existe um turismo expressivo em Belgrado e Novi Sad (a capital da província da Voivodina), bem como no Festival Exit e o festival de trompetes de Gucã.
  7. 7. Templo de São Sava O Templo de São Sava é o maior templo ortodoxo na Europa e uma das 10 maiores igrejas do mundo. Localizado em Belgrado, capital da Sérvia, foi batizado em homenagem a São Sava, fundador da Igreja Ortodoxa Sérvia e importante figura da era medieval dos Bálcãs. Foi erguido sobre o local onde supostamente foram cremados os restos mortais de São Sava, daí a importância religiosa do templo. Sua denominação oficial em sérvio é hram (templo) e não Catedral, pois a sede Patriarcado de Belgrado é a Catedral de São Miguel. É também onde se ergue o túmulo do príncipe Lázaro da Sérvia.
  8. 8. Kalemegdan O Kalemegdan é o maior parque de Belgrado, capital da Sérvia. Seu nome deriva das palavras de origem turca kale (que significa “fortaleza” ou “castelo”) e megdan (que simboliza “campo” ou “planície”). Kalemgdan portanto representa "o campo da fortaleza" e denota o território que antecede o forte propriamente dito, no caso, a Fortaleza de Belgrado (Beogradska Tvrđava). No uso corriqueiro, tanto o parque quanto o forte são simplesmente denominados Kalemegdan.
  9. 9. Sopocáni O Mosteiro de Sopoćani é um mosteiro construído na segunda metade do Século XIII próximo à nascente do Rio Raska, na região de Ras. Foi doado pelo Rei Estêvão Uroš I da Sérvia. A igreja foi dedicada à Santíssima Trindade e foi terminada por volta de 1265, com o interior sendo decorado pouco depois. O arcebispo Sava II, que se converteu no chefe da Igreja Ortodoxa Sérvia em 1263, está representado na processão de arcebispos na região do altar. Os afrescos de Sopoćani são considerados por alguns expertos em arte medieval sérvio como os mais belos da época. Na parede oeste da nave existe um famoso afresco da Dormição da Virgem.
  10. 10. Estádio Karadorde Karađorđe Stadium, antes conhecido como Estádio da Vojvodina, é um estádio localizado em Novi Sad, Sérvia. É a casa do time de futebol FK Vojvodina. Possui capacidade para 15,754 pessoas.
  11. 11.  A Culinária da Sérvia tem a influência direta do Mediterrâneo, em particular: a cozinha grega, cozinha búlgara ), a culinária turca e húngara, que lhe dá um caráter puramente heterogêneo. A cozinha da Sérvia é uma mistura de diferentes tradições e pode ser visto nas várias guloseimas, como koljivo, baklava, o strudla e sachertorte vivendo em perfeita harmonia. Em tempos recentes, a diáspora sérvia começou a se espalhar por todo o mundo alguns de seus pratos mais típicos.
  12. 12. Salada A salada Ruska é uma espécie de salada de batata com frango picado e vários vegetais na maionese.
  13. 13. Carnes As carnes são muito abundantes na cozinha sérvia, e há maneiras diferentes de mostrar nos pratos. O famoso Sarma (carne picada envolta em folhas de couve , mas também a videira , ou espinafre e comido com iogurte natural) tem influência do Império Otomano. Você vai ver muitas vezes carnes curadas ou defumadas ou como salsichas como o chorizo.
  14. 14. Peixe O famoso Riblja Corba, que é uma sopa de peixe diferente (muito semelhante a bouillabaisse francês). Um outro muito popular é cozido riblji pimentões.
  15. 15. Doces A terra dos doces deve ter uma origem balcânica como tufahije (maçã cozida na panela de pressão e recheada com um creme de nozes. Você pode colocar um pouco da creme de leite por cima) ou Mediterrânea como baklava (composto de várias camadas de maça muito fina, recheadas normalmente com nozes ou pistácios e cobertas com calda de açúcar).
  16. 16. Bebidas A Sérvia é uma região rica em água mineral e esta característica é vista em grande parte da produção na Europa Oriental vem dessa área, e existem várias marcas e variedades destas águas. No campo das bebidas alcoólicas slivovitz é uma bebida alcoólica com base em ameixas que é considerado o bebida nacional da Sérvia. Existem inúmeros tipos de aguardentes, sob o nome genérico de rakia (espíritos de origem eslava). É também popular pelinkovac, uma bebida feita de Artemísia absinthium (é mais suave do que o absinto).
  17. 17.  A economia da Romênia, após décadas sob o regime comunista, está se modernizando. Os principais segmentos do setor industrial são o têxtil, o mecânico e o químico. O país também possui grande potencial hidrelétrico e reservas minerais. Plataformas petrolíferas foram instaladas no Mar Negro.
  18. 18.  Agricultura: milho, trigo, batata, beterraba, cevada, maçã, uva.  Pecuária: bovinos, suínos, ovinos, aves.  Mineração: petróleo, carvão, bauxita, minério de ferro, cobre, chumbo, zinco.  Indústria: metalúrgica, química, madeireira, engenharia mecânica.  Comercio: - Exportações: US$ 8,3 bilhões (1998). - Importações: US$ 11,8 bilhões (1998).  Principais parceiros comerciais: - Alemanha - Itália - Federação Russa - França - Coréia do Sul
  19. 19.  Impulsionado pelo valor histórico do país e pela beleza e variedade cultural de Bucareste, capital romena.
  20. 20. Castelo de Bran A Transilvânia é conhecida por seus castelos deslumbrantes, mas nenhum é mais famoso que o Castelo de Bran. Construído em 1377, em Bran, perto de Brasov, esta construção gótica está associada a Vlad (Tepes) Dracul, ou Vlad, o Empalador, um príncipe do século 15 que inspirou a obra Drácula, de Bram Stoker. Não deixe de visitar as conservadas cidades medievais, como Bistrita e Sighişoara, onde nasceu o Vlad Dracul verdadeiro (Casa Dracula).
  21. 21. Mosteiros pintados de Bucovina Para cada uma das batalhas vencidas nos séculos 14 e 15, Estevão, o Grande, construiu uma igreja ou mosteiro na Moldávia, situada perto do sopé dos Cárpatos. Os mosteiros pintados de Bucovina são considerados obras-primas da arte bizantina. 7 deles estão na Lista de Patrimônio Mundial da UNESCO. Afrescos e murais coloridos e elaborados decoram o interior e o exterior dessas estruturas de tirar o fôlego.
  22. 22. Resorts do Mar Negro Desde praias de areia branca, passando por spas confortáveis e tratamentos com lama, até uma vibrante vida noturna, os resorts do Mar Negro têm de tudo. Conhecido através dos tempos por seu poder de cura e rejuvenescimento, o Mar Negro oferece também relaxamento supremo em resorts para o viajante cansado. Desfrute os tesouros da região, como os monumentos antigos e vinhedos e aproveite o acesso fácil à área do Delta do Danúbio, Bucareste ou dos Mosteiros Pintados.
  23. 23. Delta do Danúbio O rio Danúbio se estende por 2.877 km (1.788 milhas) desde a Floresta Negra na Alemanha, e por nove países até o Mar Negro, ao largo da costa da Romênia. Pouco antes de chegar ao Mar Negro, ele forma o segundo maior delta da Europa: o Delta do Danúbio. Rios, lagos, pântanos, ilhas de juncos e 3.450 espécies de pássaros e animais são parte desta reserva de vida selvagem. Cruzeiros ao longo do rio e através do delta estão disponíveis e são bastante recomendados.
  24. 24.  A culinária romena foi profundamente influenciada pelos povos que, ao longo da história, povoaram o território, dos quais se destacam os povos nômades de origem caucasiana, os húngaros e ainda os alemães.  Uma vez que a Roménia esteve sob dominação turca durante muitos anos, subsistem na sua culinária inúmeros pratos de origem turca, como a Moussaka (também usada na Grécia), o Sarmale, o Baklava, o Halva, ou o Rahat.  De menor importância, mas ainda assim presentes, são as influências das culinárias grega, eslava e francesa.
  25. 25. Ciorba de perisoare (ou para as crianças: “Sopa de Bolinhas”) Na Roménia, em restaurantes no país, não terá nenhuma dificuldade para encontrar sopas, um dos pratos favoritos neste país e em seguida, a carne de porco ou carne de vaca que são muito tradicionais, assim como os legumes. As frutas, as ameixas são muito tradicionais. Também os pratos de cereais são muito tradicionais nesta região. Essa sopa é feita de carne de porco ou de vaca moída (você pode também usar uma mistura das duas), cebola finamente picada ou ralada, arroz integral cozido, ovo caipira, salsinha frescos picados à gosto, sal e pimenta do reino à gosto.
  26. 26. Mamaliga e Mamaliga com Queijo Mamaliga: Fubá; Queijo fresco; Creme de leite; Manteiga. Mamaliga com Queijo: Farinha fina de milho; Leite; Manteiga; Queijo ricota fresco ou cream cheese; Creme de leite (opcional) para servir.
  27. 27. Carnatzlach e Carnatzlach de Pessach Carnatzlach: patinho moído(s), cebola, talo(s) de salsão, pimenta malagueta, pimenta-do-reino preta, ovo. Carnatzlach de Pessach: carne moída, cebola, talos de salsão, pimenta malagueta, pimentas e ovos.
  28. 28. Cozonac de Noz farinha açúcar manteiga fermento em pó leite ovos miolo de noz moído essência de rum especiarias (casca de limão ralada, açúcar baunilhado)
  29. 29. Torta de Cogumelos queijo ralado farinha manteiga cebolas lata de cogumelos leite ovos sal salsa
  30. 30.  A economia da Croácia baseia-se fundamentalmente no serviços variados e indústria, notadamente dos setores químico, naval e metal-mecânico.  A economia croata é pós-comunista. No fim dos anos 80, no início do processo de transição econômica, a sua posição era favorável mas foi fortemente prejudicada pela guerra, essa terminada em 1995.  Mesmo assim, o país tem vindo a experimentar um crescimento econômico rápido em preparação de uma adesão à União Européia, que já é o seu principal parceiro comercial, sendo, sua economia, considerada pelo Fundo Monetário Internacional como uma economia desenvolvida.
  31. 31.  Agricultura: milho, trigo, beterraba.  Pecuária: suínos, ovinos, aves.  Mineração: petróleo, carvão, gás natural.  Indústria: alimentícia, têxtil, vestuário, equipamentos de transporte, máquinas (elétricas).  Comercio: - Exportações: US$ 4,5 bilhões (1998). - Importações: US$ 8,4 bilhões (1998).  Parceiros comerciais: Alemanha, Itália, Eslovênia, Áustria, Bósnia-Herzegovina.
  32. 32.  O turismo tem alavancado a economia do país, que possui em seu território 1.135 ilhas e um litoral de 5.789 quilômetros. Outros fatores atrativos são a culinária típica, as ruínas gregas e romanas e o Palácio de Diocleciano, construído no fim do século III para ser o retiro do imperador romano.
  33. 33. Parque Nacional dos Lagos de Plitvice Trata-se de um parque nacional que se estende por 20000 hectares de bosques e de lagos, no coração dos Balcãs. Cascatas, lagos, abundante vegetação, abundância de aves e de ursos entre a sua fauna. Os lagos dividem-se em dois grandes grupos, os lagos superiores e os lagos inferiores. Desde 1949 que este conjunto natural tem a designação de Parque Nacional e, desde 1979, de Patrimônio da Humanidade, pela UNESCO. Há zonas que podem ser visitadas no Verão, outras no Inverno, e, no geral, não há lugares inacessíveis. Tem como problemas a abundante e frondosa vegetação na Primavera, e a neve a algumas cotas no Inverno.
  34. 34. Brač Brač (Bretia ou Brattia em latim; Brazza em i taliano e Bratz em ale mão) é uma ilha do Mar Adriático. Possui cerca de 396 km² sendo a terceira maior do mar Adriático e a maior da Dalmácia. A ilha tem 13.000 habitantes e a maior cidade é Supetar com mais de 3.500 habitantes.
  35. 35. Korčula Korčula (em italiano: Curzola) é uma ilha da costa dálmata na Croácia. Localizada no mar Adriático, a ilha de Korčula tem 279 km² de área e pouco mais de 17 mil habitantes (2001). Chamada de jóia da Dalmácia, a ilha de Korčula é dividida na localidades de Korčula, Vela Luka, Blato, Lumbarda, Racisce, Kneže, Zrnovo, Pupnat, Čara, Smokvica, Orebic, Loviste, Viganj e Trpanj. Administrativamente, pertence ao condado de Dubrovnik-Neretva, cuja capital é a cidade de Dubrovnik. A ilha também é considerada terra natal do explorador veneziano Marco Polo.
  36. 36. Ilha Hvar Fica na região de Dalmatia, no sul do país. Nela ficam a grande maioria dos hotéis e o comércio é mais desenvolvido. Restaurantes e lojas ao redor do agitado porto e até a uma feira de rua diária com produtos locais podem ser encontrados. Aproximadamente 4.138 habitantes (em 2001).
  37. 37. Basílica Eufrasiana A Basílica Eufrasiana é uma basílica em Porec, Croácia. O complexo episcopal, incluindo, a própria basílica, sacristia, batistério e a torre do sino do palácio do arcebispo, é um dos exemplos de arquitetura bizantina inicial na região Mediterrânea. A Basílica ainda mantém, na sua maior parte, seu formato original, mas alguns acidentes, incêndios e terremotos alteraram alguns detalhes. Já que é a terceira igreja a ser construída no mesmo local, ela ainda mantém edificações das outras épocas, como o grande piso de mosaico da basílica anterior, do século V. Devido ao seu valor excepcional, foi inscrita como Patrimônio Mundial da UNESCO em 1997.
  38. 38.  Cozinha 100% mediterrânica. A cozinha croata tem muitas influencias da cozinha mediterrânica. Os pratos mais importante são feitos com base na carne devido à sua proximidade com Itália, os croatas também são especialistas em pizzas e massas.
  39. 39. Pratos típicos Pokolt (guisado com molho de pimenta vermelha); Prstaci (amêijoas); Kulen (uma espécie de salsicha seca picante); Juhe (sopa de frango com cogumelos).
  40. 40. Doces Pasteis feitos de frutas como os Atrukli (rolos de massa recheados de queijo, ovos e natas); doces com mel, como orehnjaca (massa folhada de nozes) e makovnjaca (massa folhada com sementes de papoila).
  41. 41. Bebidas As bebidas típicas são os vinhos da terra (tintos e brancos de grande qualidade); aguardentes de ameixa e azeitona; Maraschino (que se obtém da essência dos frutos maduros da cereja maraska e das folhas dos seus ramos).

×