SlideShare uma empresa Scribd logo

Paulo e os Efésios.pptx

Explicação bíblica da relação missionária entre o apóstolo Paulo e a igreja cristã em Efésios

1 de 14
Baixar para ler offline
Lição 1 para 1 de julho de 2023
“desvendando-nos
o mistério da sua
vontade, segundo o
seu beneplácito
que propusera em
Cristo,
de fazer convergir
nele, na
dispensação da
plenitude dos
tempos, todas as
coisas, tanto as do
céu como as da
terra;”
(Efésios 1:9, 10)
Éfeso foi uma das cidades em que Paulo dedicou muito
tempo à evangelização. Os efésios receberam o evangelho
com grande interesse e até tomaram medidas drásticas
para abandonar seu antigo modo de vida.
De coração partido, Paulo despediu-se deles, advertindo-
os de futuras apostasias em suas fileiras. Algum tempo
depois, sentiu a necessidade de instruí-los e encorajá-los
através de uma carta: a epístola aos Efésios.
Paulo e os Efésios.pptx
PAULO EVANGELIZA ÉFESO
“E chegou a Éfeso […]; e entrando na sinagoga, discutia com os judeus.” (Atos 18:19)
No tempo de Paulo, Éfeso era
uma cidade próspera, capital
da província romana da Ásia.
O templo de Ártemis
[chamado de Diana pelos
romanos] era uma das 7
maravilhas do mundo antigo.
Paulo
evangeliza
Éfeso
(At 18:19-22)
Pregação de
Áquila e
Priscila, e
Apolo
(At 18:24-26)
Paulo prega
por 3 anos
(At 19:1, 10, 22;
20:31)
Em Mileto,
despede-se
dos anciãos
de Éfeso
(At 20:17)
De Roma,
escreve a
carta aos
Efésios
(At 28:30;
Ef. 3:1)
No final de sua 2ª viagem missionária, Paulo fez uma breve campanha evangelística em
Éfeso. Mas foi durante sua 3ª viagem que consolidou seu trabalho naquela cidade.
Os cristãos de Éfeso queimaram voluntariamente livros de magia no
valor de quatro milhões de euros, ou 21 milhões de reais (At 19:19). O
que os motivou a fazê-lo? (At 19:11-18)?
Por causa do tumulto que Demétrio provocou, Paulo teve que deixar a cidade (Atos 19:29-41).
Nem todos reagiram assim.
Demétrio, artesão que fazia
miniaturas do templo de Diana,
viu sua economia ameaçada. Ele
raciocinou que, se todos
aceitassem a Cristo, seus negócios
desapareceriam (At 19:23-28).
Eles entenderam que Jesus é mais poderoso do
que Satanás e que, para servir a Jesus, eles devem
quebrar toda a conexão com os poderes satânicos.
Anúncio

Recomendados

Eclesiologia Ana Cristina Leão
Eclesiologia Ana Cristina LeãoEclesiologia Ana Cristina Leão
Eclesiologia Ana Cristina LeãoEraldo Luciano
 
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGRLição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGRGerson G. Ramos
 
Comentário: 2° Domingo da Quaresma - Ano A
Comentário: 2° Domingo da Quaresma - Ano AComentário: 2° Domingo da Quaresma - Ano A
Comentário: 2° Domingo da Quaresma - Ano AJosé Lima
 

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Paulo e os Efésios.pptx

Lembre se de quem você é
Lembre se de quem você éLembre se de quem você é
Lembre se de quem você éJoel Silva
 
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 13 - Igreja I.pdf
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 13 - Igreja I.pdfAPOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 13 - Igreja I.pdf
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 13 - Igreja I.pdfSEDUC-PA
 
Lição 3 A igreja do amor esquecido
Lição 3 A igreja do amor esquecidoLição 3 A igreja do amor esquecido
Lição 3 A igreja do amor esquecidoJose Ventura
 
A Era De LaodicéIa
A Era De LaodicéIa   A Era De LaodicéIa
A Era De LaodicéIa lcsmbr
 
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGR
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGRLição 6 - Atos simbólicos + textos_GGR
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGRGerson G. Ramos
 
“Pela graça sois salvos”
“Pela graça sois salvos”“Pela graça sois salvos”
“Pela graça sois salvos”JUERP
 
A TERCEIRA VIAGEM MISSIONÁRIA
A TERCEIRA VIAGEM MISSIONÁRIAA TERCEIRA VIAGEM MISSIONÁRIA
A TERCEIRA VIAGEM MISSIONÁRIAEnerliz
 
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitivaLição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitivaErberson Pinheiro
 
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editado
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editadoLição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editado
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editadoPr Neto
 
Lições do santuário_Resumo_442013
Lições do santuário_Resumo_442013Lições do santuário_Resumo_442013
Lições do santuário_Resumo_442013Gerson G. Ramos
 
10 1 e 2 tessalonicenses.pptx
10  1 e 2 tessalonicenses.pptx10  1 e 2 tessalonicenses.pptx
10 1 e 2 tessalonicenses.pptxPIB Penha - SP
 
elementos da célula.pptx
elementos da célula.pptxelementos da célula.pptx
elementos da célula.pptxFelipeReis66090
 

Semelhante a Paulo e os Efésios.pptx (20)

7 Efésios.pptx
7 Efésios.pptx7 Efésios.pptx
7 Efésios.pptx
 
Lembre se de quem você é
Lembre se de quem você éLembre se de quem você é
Lembre se de quem você é
 
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 13 - Igreja I.pdf
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 13 - Igreja I.pdfAPOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 13 - Igreja I.pdf
APOSTILA TEOLOGIA SISTEMATICA - Aula 13 - Igreja I.pdf
 
Lição 3 A igreja do amor esquecido
Lição 3 A igreja do amor esquecidoLição 3 A igreja do amor esquecido
Lição 3 A igreja do amor esquecido
 
A Era De LaodicéIa
A Era De LaodicéIa   A Era De LaodicéIa
A Era De LaodicéIa
 
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGR
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGRLição 6 - Atos simbólicos + textos_GGR
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGR
 
“Pela graça sois salvos”
“Pela graça sois salvos”“Pela graça sois salvos”
“Pela graça sois salvos”
 
O Evangelho da Graça
O Evangelho da GraçaO Evangelho da Graça
O Evangelho da Graça
 
A TERCEIRA VIAGEM MISSIONÁRIA
A TERCEIRA VIAGEM MISSIONÁRIAA TERCEIRA VIAGEM MISSIONÁRIA
A TERCEIRA VIAGEM MISSIONÁRIA
 
006 romanos
006 romanos006 romanos
006 romanos
 
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitivaLição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
 
Carta aos efesios
Carta aos efesiosCarta aos efesios
Carta aos efesios
 
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editado
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editadoLição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editado
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editado
 
Catolicismo
CatolicismoCatolicismo
Catolicismo
 
Lições do santuário_Resumo_442013
Lições do santuário_Resumo_442013Lições do santuário_Resumo_442013
Lições do santuário_Resumo_442013
 
10 1 e 2 tessalonicenses.pptx
10  1 e 2 tessalonicenses.pptx10  1 e 2 tessalonicenses.pptx
10 1 e 2 tessalonicenses.pptx
 
elementos da célula.pptx
elementos da célula.pptxelementos da célula.pptx
elementos da célula.pptx
 
Lição 5 Hebreus
Lição 5   Hebreus Lição 5   Hebreus
Lição 5 Hebreus
 
Cetadeb sonora- ms
Cetadeb  sonora- msCetadeb  sonora- ms
Cetadeb sonora- ms
 
A confusão em babel
A confusão em babelA confusão em babel
A confusão em babel
 

Último

Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...
Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...
Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...advbrunomoretti
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdf
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdfSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdf
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdfjoseciceroroberto197
 
Novena A Santo Inácio De Loyola
Novena A Santo Inácio De Loyola Novena A Santo Inácio De Loyola
Novena A Santo Inácio De Loyola Nilson Almeida
 
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo MiguelLimpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo MiguelNilson Almeida
 
Novena De Santo Onofre
Novena De Santo OnofreNovena De Santo Onofre
Novena De Santo OnofreNilson Almeida
 
Novena Do Seguimento De Cristo
Novena Do Seguimento De CristoNovena Do Seguimento De Cristo
Novena Do Seguimento De CristoNilson Almeida
 
Orações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasOrações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasNilson Almeida
 
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptx
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptxLição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptx
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptxCelso Napoleon
 
Novena Da Imaculada Conceição
Novena Da Imaculada ConceiçãoNovena Da Imaculada Conceição
Novena Da Imaculada ConceiçãoNilson Almeida
 
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptxMarta Gomes
 
Oração Da Sobriedade
Oração Da SobriedadeOração Da Sobriedade
Oração Da SobriedadeNilson Almeida
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxRodrigoTavares484059
 
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxLição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxCelso Napoleon
 
A Couraça De São Patrício
A Couraça De São PatrícioA Couraça De São Patrício
A Couraça De São PatrícioNilson Almeida
 

Último (20)

Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...
Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...
Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdf
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdfSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdf
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdf
 
Novena A Santo Inácio De Loyola
Novena A Santo Inácio De Loyola Novena A Santo Inácio De Loyola
Novena A Santo Inácio De Loyola
 
Carta de Cuaresma 2024 reflexion grupo 3 PT.pdf
Carta de Cuaresma 2024 reflexion grupo 3 PT.pdfCarta de Cuaresma 2024 reflexion grupo 3 PT.pdf
Carta de Cuaresma 2024 reflexion grupo 3 PT.pdf
 
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo MiguelLimpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
 
Novena De Santa Marta
Novena De Santa MartaNovena De Santa Marta
Novena De Santa Marta
 
Orações Vocacionais
Orações VocacionaisOrações Vocacionais
Orações Vocacionais
 
Carta da Quaresma 2024 Reflexão para grupos Parte 4
Carta da Quaresma 2024 Reflexão para grupos Parte 4Carta da Quaresma 2024 Reflexão para grupos Parte 4
Carta da Quaresma 2024 Reflexão para grupos Parte 4
 
Novena De Santo Onofre
Novena De Santo OnofreNovena De Santo Onofre
Novena De Santo Onofre
 
Novena Do Seguimento De Cristo
Novena Do Seguimento De CristoNovena Do Seguimento De Cristo
Novena Do Seguimento De Cristo
 
Orações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasOrações Cristãs Diárias
Orações Cristãs Diárias
 
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptx
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptxLição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptx
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptx
 
Novena Da Imaculada Conceição
Novena Da Imaculada ConceiçãoNovena Da Imaculada Conceição
Novena Da Imaculada Conceição
 
Orações Vocacionais
Orações VocacionaisOrações Vocacionais
Orações Vocacionais
 
Novena A São José
Novena A São JoséNovena A São José
Novena A São José
 
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx
 
Oração Da Sobriedade
Oração Da SobriedadeOração Da Sobriedade
Oração Da Sobriedade
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
 
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxLição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
 
A Couraça De São Patrício
A Couraça De São PatrícioA Couraça De São Patrício
A Couraça De São Patrício
 

Paulo e os Efésios.pptx

  • 1. Lição 1 para 1 de julho de 2023
  • 2. “desvendando-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito que propusera em Cristo, de fazer convergir nele, na dispensação da plenitude dos tempos, todas as coisas, tanto as do céu como as da terra;” (Efésios 1:9, 10)
  • 3. Éfeso foi uma das cidades em que Paulo dedicou muito tempo à evangelização. Os efésios receberam o evangelho com grande interesse e até tomaram medidas drásticas para abandonar seu antigo modo de vida. De coração partido, Paulo despediu-se deles, advertindo- os de futuras apostasias em suas fileiras. Algum tempo depois, sentiu a necessidade de instruí-los e encorajá-los através de uma carta: a epístola aos Efésios.
  • 5. PAULO EVANGELIZA ÉFESO “E chegou a Éfeso […]; e entrando na sinagoga, discutia com os judeus.” (Atos 18:19) No tempo de Paulo, Éfeso era uma cidade próspera, capital da província romana da Ásia. O templo de Ártemis [chamado de Diana pelos romanos] era uma das 7 maravilhas do mundo antigo. Paulo evangeliza Éfeso (At 18:19-22) Pregação de Áquila e Priscila, e Apolo (At 18:24-26) Paulo prega por 3 anos (At 19:1, 10, 22; 20:31) Em Mileto, despede-se dos anciãos de Éfeso (At 20:17) De Roma, escreve a carta aos Efésios (At 28:30; Ef. 3:1) No final de sua 2ª viagem missionária, Paulo fez uma breve campanha evangelística em Éfeso. Mas foi durante sua 3ª viagem que consolidou seu trabalho naquela cidade.
  • 6. Os cristãos de Éfeso queimaram voluntariamente livros de magia no valor de quatro milhões de euros, ou 21 milhões de reais (At 19:19). O que os motivou a fazê-lo? (At 19:11-18)? Por causa do tumulto que Demétrio provocou, Paulo teve que deixar a cidade (Atos 19:29-41). Nem todos reagiram assim. Demétrio, artesão que fazia miniaturas do templo de Diana, viu sua economia ameaçada. Ele raciocinou que, se todos aceitassem a Cristo, seus negócios desapareceriam (At 19:23-28). Eles entenderam que Jesus é mais poderoso do que Satanás e que, para servir a Jesus, eles devem quebrar toda a conexão com os poderes satânicos.
  • 7. “Esses tratados sobre adivinhação continham regras e maneiras de se comunicar com espíritos malignos. Eram os regulamentos do culto de Satanás, instruções para solicitar sua ajuda e obter informações dele. Ao reter esses livros, os discípulos teriam se exposto à tentação; Ao vendê- los, eles teriam colocado a tentação no caminho dos outros. Tinham renunciado ao reino das trevas; e para destruir seu poder, eles não hesitaram diante de qualquer sacrifício. Assim, a verdade triunfou sobre os preconceitos dos homens e também sobre o seu amor ao dinheiro.” E. G. W. (Atos dos Apóstolos, pg. 234) – Tradução Livre
  • 9. “Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus, aos santos que estão em Éfeso, e fiéis em Cristo Jesus:” (Efésios 1:1) Paulo escreveu uma carta (epístola). Como não era uma carta pessoal, mas era endereçada a toda a igreja, teve que ser lida em público por Tíquico, portador dela. (Ef. 6:21-22). Paulo aproveitou essa situação para incluir em sua epístola mensagens especiais para alguns desses grupos. Nas casas, além dos membros da família, frequentavam também escravos, capatazes (trabalhadores livres) e até clientes do anfitrião. Naquela época, a igreja se reunia em diferentes casas, onde várias famílias se reuniam para adorar. (ver Flm. 1-2).
  • 11. I. Seção doutrinária: A. Bênção (1:3-14). “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo.” (1:3) B. Oração pela Igreja (1:15-23). “Não deixo de agradecer por vós, recordando-vos nas minhas orações” (1:16) C. Unidade de judeus e gentios (2:1-22). “Pois ele é a nossa paz, que fez dos dois povos um só, derrubando o muro do meio da separação” (2:14) D. Revelação do mistério de Cristo (3:1-21). “e conhecer o amor de Cristo, que excede todo o conhecimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus.” (3:19) II. Seção prática: A. Unidade através de dons (4:1-16). “a fim de aperfeiçoar os santos para a obra do ministério, para a edificação do corpo de Cristo” (4:12) B. Mudança de Vida (4:17-5:21). “Que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano;” (4:22) C. Praticando o Cristianismo em Casa (5:22-6:9). “Além disso, cada um de vocês ame também a sua esposa como a si mesmo; e a esposa respeite seu marido” (5:33) D. A Armadura do Cristão (6:10-20). “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais resistir às artimanhas do diabo” (6:11)
  • 12. Alguns anos depois de se despedir dos anciãos de Éfeso, Paulo se encontrava prisioneiro em uma casa alugada em Roma. (At 20:17, 36-38; 28:30). A Igreja como um Corpo A igreja como um edifício/templo A Igreja como uma Esposa A Igreja como um Exército Durante esse "descanso", ele pensou que sua prisão poderia desencorajar os efésios (3:13). Assim, preparou uma carta com alto estilo literário, bem escrita, com repetições destinadas a registrar em seus ouvintes (leitores) as verdades espirituais. Ele também incluiu quatro metáforas para poder fazer entender melhor a função da igreja:
  • 13. “embora estivéssemos mortos em pecados, Ele nos fez vivos junto com Cristo (pela graça sois salvos)" (Efésios 2:5) Não há dúvida sobre o tema principal da carta. Em suas várias formas (Jesus, Cristo, Jesus Cristo), Paulo menciona Jesus 49 vezes. Nos salva (2:5) Nos faz à Sua semelhança para fazer o bem (2:10) Une judeus e gentios (2:11-14) Dá-nos a segurança de poder aceder ao Pai (3:10-12) Habita em nossos corações (3:17) Dota-nos de dons espirituais (4:7-8) Ajuda-nos a crescer (4:15) É o nosso exemplo de amor (5:2) É o Senhor a quem servimos (6:5-6). Paulo procura reacender o compromisso espiritual dos crentes de Éfeso, lembrando- lhes que eles fazem parte da igreja, que é o coração do plano de Deus para unificar todas as coisas em Cristo.
  • 14. “Essas mensagens [cartas de Paulo], escritas, não com o poder humano, mas com o de Deus, contêm lições que devem ser estudadas por todos, lições que será proveitoso repetir com frequência. Neles encontramos a piedade prática delineada, os princípios a serem seguidos em cada igreja são formulados e o caminho que leva à vida eterna é definido.” E. G. W. (Atos dos Apóstolos, pg. 375) – Tradução Livre