www.normativagramatica.blogspot.com.br/
Página 1
Por Evaí Oliveira
Colocação Pronominal
Os pronomes pessoais oblíquos áton...
www.normativagramatica.blogspot.com.br/
Página 2
Por Evaí Oliveira
E. Pronomes interrogativos.
Exemplos:
Quem me viu chega...
www.normativagramatica.blogspot.com.br/
Página 3
Por Evaí Oliveira
MESÓCLISE
Quando o pronome se posiciona no meio do verb...
www.normativagramatica.blogspot.com.br/
Página 4
Por Evaí Oliveira
ÊNCLISE
Quando o pronome se posiciona depois do verbo.
...
www.normativagramatica.blogspot.com.br/
Página 5
Por Evaí Oliveira
OBSERVAÇÕES GERAIS
Quando o pronome oblíquo é O, A, OS,...
www.normativagramatica.blogspot.com.br/
Página 6
Por Evaí Oliveira
BIBLIOGRAFIA
LOPES, Karolina. Minimanual de gramática. ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Colocação pronominal

140 visualizações

Publicada em

Por Evaí Oliveira

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
140
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Colocação pronominal

  1. 1. www.normativagramatica.blogspot.com.br/ Página 1 Por Evaí Oliveira Colocação Pronominal Os pronomes pessoais oblíquos átonos (o, a, os, as, lhe, lhes, me, te, se, nos e vos) podem aparecer em três posições diferentes em relação ao verbo: PRÓCLISE Quando o pronome se posiciona antes do verbo. Ocorre próclise sempre que há palavras que atraiam o pronome para antes do verbo, como: A. Palavras de valor negativo. Exemplos: Nunca te vi mais gordo. Ninguém me falou a respeito do casamento. B. Advérbios. Exemplos: Ele sempre nos repete os mesmos conselhos. Ontem me disseram que o livro foi publicado. C. Pronomes indefinidos. Exemplos: Todos se alegraram com a festa. Alguém te telefonou. D. Pronomes relativos. Exemplos: Este é o lugar onde me sinto bem. A professora que me mostrou a prova não veio hoje.
  2. 2. www.normativagramatica.blogspot.com.br/ Página 2 Por Evaí Oliveira E. Pronomes interrogativos. Exemplos: Quem me viu chegar? Qual lhe interessa? F. Pronomes demonstrativos. Exemplos: Isto me faz bem! Aquilo me fez mudar de opinião. G. Conjunções subordinativas. Exemplos: Espero que nos vejamos breve. Ela desmaiou logo que lhe contaram o acontecido. H. Palavras de valor exclamativo. Exemplos: Como te iludes! Macacos me mordam! I. Nas construções em + gerúndio. Exemplos: Em se comentando o caso, seja discreto. Em se tratando de belezas naturais, o Brasil é um dos países mais belos do mundo. J. Nas frases optativas. Exemplos: Que Deus te abençoe! Deus nos ajude!
  3. 3. www.normativagramatica.blogspot.com.br/ Página 3 Por Evaí Oliveira MESÓCLISE Quando o pronome se posiciona no meio do verbo. Ocorre mesóclise: A. Com verbos no futuro do presente. Exemplos: Far-lhe-ei uma sugestão. A prova realizar-se-á neste sábado. Convidar-me-ão para solenidade de posse da nova diretora. Mostrar-lhe-ei meus textos. B. Com verbos no futuro do pretérito. Exemplos: Dar-te-ia um beijo se me recitasses um poema. Falar-vos-iam a verdade? Convidá-la-ia para viajar comigo, se pudesse. Enviar-lhe-íamos os arquivos. Observação: Nos casos em que a próclise é obrigatória é obrigatória, o pronome fica proclítico mesmo diante de verbos no futuro. Exemplos: Todos o ajudariam na pesquisa. Não se aceitarão passaportes vencidos.
  4. 4. www.normativagramatica.blogspot.com.br/ Página 4 Por Evaí Oliveira ÊNCLISE Quando o pronome se posiciona depois do verbo. Ocorre ênclise: A. Nas orações imperativas afirmativas. Exemplos: Amem-se uns aos outros. Sigam-me. B. Quando um verbo inicia o período. Exemplos: Cansei-me de esperar. Diga-lhe que estou aqui. C. Quando verbo estiver no infinitivo. Exemplos: Gostaria de convidar-te para jantar. Viver é adaptar-se. D. Quando o verbo estiver no gerúndio. Exemplos: Modificou a frase, tornando-a ambígua. Alice não prestou atenção, fazendo-se de boba. E. Quando houver vírgula ou pausa antes do verbo. Exemplos: Se não tiver outro jeito, alisto-me no exército. Em se dizendo coordenador do festival, ofereceu-nos dois ingressos.
  5. 5. www.normativagramatica.blogspot.com.br/ Página 5 Por Evaí Oliveira OBSERVAÇÕES GERAIS Quando o pronome oblíquo é O, A, OS, AS, devemos considerar o seguinte: Quando o verbo termina em R, S ou Z, cortam-se essas letras e acrescenta-se L antes do pronome oblíquo. Exemplos: enviar + o = enviá-lo quis + o = qui-lo fiz + o = fi-lo Quando o verbo termina em M, ÃO ou ÕE, cortam-se essas letras e acrescenta-se N antes do pronome oblíquo. Exemplos: ajudem + a = ajudem-na dão + o = dão-no põe + o = põe-no
  6. 6. www.normativagramatica.blogspot.com.br/ Página 6 Por Evaí Oliveira BIBLIOGRAFIA LOPES, Karolina. Minimanual de gramática. 1. ed. São Paulo: DCL, 2010. MARTINO, Agnaldo. Português esquematizado: gramática, interpretação de texto, redação oficial, redação discursiva. 1. ed. São Paulo: Editora Saraiva, 2012. MARTINS, Dileta Silveira; ZILBERKNOP, Lúbia Scliar. Português Instrumental. 20. ed. Porto Alegre: Editora Sagra Luzzatto, 1999. SARMENTO, Leila Lauar. Gramática em textos. 2. ed. rev. São Paulo: Moderna, 2005.

×