SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Baixar para ler offline
www.normativagramatica.blogspot.com.br/ 
Página 1 
Por Evaí Oliveira 
Colocação Pronominal 
Os pronomes pessoais oblíquos átonos (o, a, os, as, lhe, lhes, me, te, se, nos e vos) podem aparecer em três posições diferentes em relação ao verbo: 
PRÓCLISE 
Quando o pronome se posiciona antes do verbo. 
Ocorre próclise sempre que há palavras que atraiam o pronome para antes do verbo, como: 
A. Palavras de valor negativo. 
Exemplos: 
Nunca te vi mais gordo. 
Ninguém me falou a respeito do casamento. 
B. Advérbios. 
Exemplos: 
Ele sempre nos repete os mesmos conselhos. 
Ontem me disseram que o livro foi publicado. 
C. Pronomes indefinidos. 
Exemplos: 
Todos se alegraram com a festa. 
Alguém te telefonou. 
D. Pronomes relativos. 
Exemplos: 
Este é o lugar onde me sinto bem. 
A professora que me mostrou a prova não veio hoje.
www.normativagramatica.blogspot.com.br/ 
Página 2 
Por Evaí Oliveira 
E. Pronomes interrogativos. 
Exemplos: 
Quem me viu chegar? 
Qual lhe interessa? 
F. Pronomes demonstrativos. 
Exemplos: 
Isto me faz bem! 
Aquilo me fez mudar de opinião. 
G. Conjunções subordinativas. 
Exemplos: 
Espero que nos vejamos breve. 
Ela desmaiou logo que lhe contaram o acontecido. 
H. Palavras de valor exclamativo. 
Exemplos: 
Como te iludes! 
Macacos me mordam! 
I. Nas construções em + gerúndio. 
Exemplos: 
Em se comentando o caso, seja discreto. 
Em se tratando de belezas naturais, o Brasil é um dos países mais belos do mundo. 
J. Nas frases optativas. 
Exemplos: 
Que Deus te abençoe! 
Deus nos ajude!
www.normativagramatica.blogspot.com.br/ 
Página 3 
Por Evaí Oliveira 
MESÓCLISE 
Quando o pronome se posiciona no meio do verbo. 
Ocorre mesóclise: 
A. Com verbos no futuro do presente. 
Exemplos: 
Far-lhe-ei uma sugestão. 
A prova realizar-se-á neste sábado. 
Convidar-me-ão para solenidade de posse da nova diretora. 
Mostrar-lhe-ei meus textos. 
B. Com verbos no futuro do pretérito. 
Exemplos: 
Dar-te-ia um beijo se me recitasses um poema. 
Falar-vos-iam a verdade? 
Convidá-la-ia para viajar comigo, se pudesse. 
Enviar-lhe-íamos os arquivos. 
Observação: 
Nos casos em que a próclise é obrigatória é obrigatória, o pronome fica proclítico mesmo diante de verbos no futuro. 
Exemplos: 
Todos o ajudariam na pesquisa. 
Não se aceitarão passaportes vencidos.
www.normativagramatica.blogspot.com.br/ 
Página 4 
Por Evaí Oliveira 
ÊNCLISE 
Quando o pronome se posiciona depois do verbo. 
Ocorre ênclise: 
A. Nas orações imperativas afirmativas. 
Exemplos: 
Amem-se uns aos outros. 
Sigam-me. 
B. Quando um verbo inicia o período. 
Exemplos: 
Cansei-me de esperar. 
Diga-lhe que estou aqui. 
C. Quando verbo estiver no infinitivo. 
Exemplos: 
Gostaria de convidar-te para jantar. 
Viver é adaptar-se. 
D. Quando o verbo estiver no gerúndio. 
Exemplos: 
Modificou a frase, tornando-a ambígua. 
Alice não prestou atenção, fazendo-se de boba. 
E. Quando houver vírgula ou pausa antes do verbo. 
Exemplos: 
Se não tiver outro jeito, alisto-me no exército. 
Em se dizendo coordenador do festival, ofereceu-nos dois ingressos.
www.normativagramatica.blogspot.com.br/ 
Página 5 
Por Evaí Oliveira 
OBSERVAÇÕES GERAIS 
Quando o pronome oblíquo é O, A, OS, AS, devemos considerar o seguinte: 
Quando o verbo termina em R, S ou Z, cortam-se essas letras e acrescenta-se L antes do pronome oblíquo. 
Exemplos: 
enviar + o = enviá-lo 
quis + o = qui-lo 
fiz + o = fi-lo 
Quando o verbo termina em M, ÃO ou ÕE, cortam-se essas letras e acrescenta-se N antes do pronome oblíquo. 
Exemplos: 
ajudem + a = ajudem-na 
dão + o = dão-no 
põe + o = põe-no
www.normativagramatica.blogspot.com.br/ 
Página 6 
Por Evaí Oliveira 
BIBLIOGRAFIA 
LOPES, Karolina. Minimanual de gramática. 1. ed. São Paulo: DCL, 2010. 
MARTINO, Agnaldo. Português esquematizado: gramática, interpretação de texto, redação oficial, redação discursiva. 1. ed. São Paulo: Editora Saraiva, 2012. 
MARTINS, Dileta Silveira; ZILBERKNOP, Lúbia Scliar. Português Instrumental. 20. ed. Porto Alegre: Editora Sagra Luzzatto, 1999. SARMENTO, Leila Lauar. Gramática em textos. 2. ed. rev. São Paulo: Moderna, 2005.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Apresentação de colocação pronominal
Apresentação de colocação pronominalApresentação de colocação pronominal
Apresentação de colocação pronominal
 
Preposição
PreposiçãoPreposição
Preposição
 
7.4 pronomes
7.4   pronomes7.4   pronomes
7.4 pronomes
 
Gramática - Pronomes
Gramática - PronomesGramática - Pronomes
Gramática - Pronomes
 
Slide 04 emprego de pronomes
Slide 04 emprego de pronomesSlide 04 emprego de pronomes
Slide 04 emprego de pronomes
 
Slide pronomes
Slide  pronomesSlide  pronomes
Slide pronomes
 
Preposicao cópia
Preposicao   cópiaPreposicao   cópia
Preposicao cópia
 
Aula 07 pronome
Aula 07   pronomeAula 07   pronome
Aula 07 pronome
 
9 elementos_conectores
9  elementos_conectores9  elementos_conectores
9 elementos_conectores
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
 
Preposição - Auxiliar de Promotoria I
Preposição - Auxiliar de Promotoria IPreposição - Auxiliar de Promotoria I
Preposição - Auxiliar de Promotoria I
 
78051327 resumo-de-portugues
78051327 resumo-de-portugues78051327 resumo-de-portugues
78051327 resumo-de-portugues
 
Inglês técnico - Aula 4
Inglês técnico - Aula 4Inglês técnico - Aula 4
Inglês técnico - Aula 4
 
Adverbs
AdverbsAdverbs
Adverbs
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
 
Dicas de português
Dicas de portuguêsDicas de português
Dicas de português
 
Preposicao
PreposicaoPreposicao
Preposicao
 
Morofologia - Preposicao
Morofologia - PreposicaoMorofologia - Preposicao
Morofologia - Preposicao
 
Possessive case
Possessive casePossessive case
Possessive case
 

Destaque

Destaque (10)

Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
 
Colocação Pronominal
Colocação PronominalColocação Pronominal
Colocação Pronominal
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
 
8ª Série Gramática Colocação Pronominal
8ª Série Gramática   Colocação Pronominal8ª Série Gramática   Colocação Pronominal
8ª Série Gramática Colocação Pronominal
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
 
Colocação Pronominal
Colocação PronominalColocação Pronominal
Colocação Pronominal
 

Semelhante a Colocação pronominal

Semelhante a Colocação pronominal (20)

Colocação Pronominal
Colocação PronominalColocação Pronominal
Colocação Pronominal
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
 
Colocação pronominal e pronomes.ppt
Colocação pronominal e pronomes.pptColocação pronominal e pronomes.ppt
Colocação pronominal e pronomes.ppt
 
Colocação Pronominal
Colocação PronominalColocação Pronominal
Colocação Pronominal
 
Pronome.pdf
Pronome.pdfPronome.pdf
Pronome.pdf
 
Pronomes
Pronomes Pronomes
Pronomes
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Blog
BlogBlog
Blog
 
Colocação Pronominal
Colocação PronominalColocação Pronominal
Colocação Pronominal
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
 
7 161029234052
7 1610292340527 161029234052
7 161029234052
 
COLOCAÇÃO PRONOMINAL.pptx
COLOCAÇÃO PRONOMINAL.pptxCOLOCAÇÃO PRONOMINAL.pptx
COLOCAÇÃO PRONOMINAL.pptx
 
Aula 3 - Gramática Normativa: Pronome I
Aula 3 - Gramática Normativa: Pronome IAula 3 - Gramática Normativa: Pronome I
Aula 3 - Gramática Normativa: Pronome I
 
Pronomes marlos
Pronomes marlosPronomes marlos
Pronomes marlos
 
Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
 
Tabelas.pronomes demonstrativos e etc
Tabelas.pronomes demonstrativos e etcTabelas.pronomes demonstrativos e etc
Tabelas.pronomes demonstrativos e etc
 
Pronomes incompleto (3)
Pronomes   incompleto (3)Pronomes   incompleto (3)
Pronomes incompleto (3)
 
Colocação Pronominal.pptx
Colocação Pronominal.pptxColocação Pronominal.pptx
Colocação Pronominal.pptx
 
Os pronomes oblíquos átonos
Os pronomes oblíquos átonosOs pronomes oblíquos átonos
Os pronomes oblíquos átonos
 
Presentación de os acentos.
Presentación de os acentos.Presentación de os acentos.
Presentación de os acentos.
 

Mais de Evaí Oliveira

Questões de Literatura - ENEM 2011
Questões de Literatura - ENEM 2011Questões de Literatura - ENEM 2011
Questões de Literatura - ENEM 2011Evaí Oliveira
 
Questões de Literatura - ENEM 2010
Questões de Literatura - ENEM 2010Questões de Literatura - ENEM 2010
Questões de Literatura - ENEM 2010Evaí Oliveira
 
Questões - termos da oração
Questões - termos da oraçãoQuestões - termos da oração
Questões - termos da oraçãoEvaí Oliveira
 
Conto - Segredos do Mar
Conto - Segredos do MarConto - Segredos do Mar
Conto - Segredos do MarEvaí Oliveira
 
Conto - O Ganhador da Promoção
Conto - O Ganhador da PromoçãoConto - O Ganhador da Promoção
Conto - O Ganhador da PromoçãoEvaí Oliveira
 
Caso 01: Morta pela boca
Caso 01: Morta pela bocaCaso 01: Morta pela boca
Caso 01: Morta pela bocaEvaí Oliveira
 
Variedades na comunicação oral
Variedades na comunicação oralVariedades na comunicação oral
Variedades na comunicação oralEvaí Oliveira
 
Castro Alves - O Poeta dos Escravos
Castro Alves - O Poeta dos EscravosCastro Alves - O Poeta dos Escravos
Castro Alves - O Poeta dos EscravosEvaí Oliveira
 
PCNs de Língua Portuguesa
PCNs de Língua PortuguesaPCNs de Língua Portuguesa
PCNs de Língua PortuguesaEvaí Oliveira
 
Estrutura e Funcionamento dos Níveis e Modalidades de Ensino
Estrutura e Funcionamento dos Níveis e Modalidades de EnsinoEstrutura e Funcionamento dos Níveis e Modalidades de Ensino
Estrutura e Funcionamento dos Níveis e Modalidades de EnsinoEvaí Oliveira
 
Biografia de Padre António Vieira
Biografia de Padre António VieiraBiografia de Padre António Vieira
Biografia de Padre António VieiraEvaí Oliveira
 
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 2
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 2Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 2
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 2Evaí Oliveira
 
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 1
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 1Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 1
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 1Evaí Oliveira
 
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 3
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 3Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 3
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 3Evaí Oliveira
 
Pronomes de tratamento
Pronomes de tratamentoPronomes de tratamento
Pronomes de tratamentoEvaí Oliveira
 

Mais de Evaí Oliveira (20)

Questões de Literatura - ENEM 2011
Questões de Literatura - ENEM 2011Questões de Literatura - ENEM 2011
Questões de Literatura - ENEM 2011
 
Questões de Literatura - ENEM 2010
Questões de Literatura - ENEM 2010Questões de Literatura - ENEM 2010
Questões de Literatura - ENEM 2010
 
Questões - termos da oração
Questões - termos da oraçãoQuestões - termos da oração
Questões - termos da oração
 
O Golpe da Raposa
O Golpe da RaposaO Golpe da Raposa
O Golpe da Raposa
 
Fonética e Fonologia
Fonética e FonologiaFonética e Fonologia
Fonética e Fonologia
 
Conto - Segredos do Mar
Conto - Segredos do MarConto - Segredos do Mar
Conto - Segredos do Mar
 
Conto - O Sequestro
Conto - O SequestroConto - O Sequestro
Conto - O Sequestro
 
Conto - O Ganhador da Promoção
Conto - O Ganhador da PromoçãoConto - O Ganhador da Promoção
Conto - O Ganhador da Promoção
 
A Reunião dos Gatos
A Reunião dos GatosA Reunião dos Gatos
A Reunião dos Gatos
 
Caso 01: Morta pela boca
Caso 01: Morta pela bocaCaso 01: Morta pela boca
Caso 01: Morta pela boca
 
Variedades na comunicação oral
Variedades na comunicação oralVariedades na comunicação oral
Variedades na comunicação oral
 
Castro Alves - O Poeta dos Escravos
Castro Alves - O Poeta dos EscravosCastro Alves - O Poeta dos Escravos
Castro Alves - O Poeta dos Escravos
 
PCNs de Língua Portuguesa
PCNs de Língua PortuguesaPCNs de Língua Portuguesa
PCNs de Língua Portuguesa
 
Incentivo à Leitura
Incentivo à LeituraIncentivo à Leitura
Incentivo à Leitura
 
Estrutura e Funcionamento dos Níveis e Modalidades de Ensino
Estrutura e Funcionamento dos Níveis e Modalidades de EnsinoEstrutura e Funcionamento dos Níveis e Modalidades de Ensino
Estrutura e Funcionamento dos Níveis e Modalidades de Ensino
 
Biografia de Padre António Vieira
Biografia de Padre António VieiraBiografia de Padre António Vieira
Biografia de Padre António Vieira
 
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 2
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 2Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 2
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 2
 
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 1
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 1Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 1
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 1
 
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 3
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 3Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 3
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 3
 
Pronomes de tratamento
Pronomes de tratamentoPronomes de tratamento
Pronomes de tratamento
 

Último

Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 

Último (20)

Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 

Colocação pronominal

  • 1. www.normativagramatica.blogspot.com.br/ Página 1 Por Evaí Oliveira Colocação Pronominal Os pronomes pessoais oblíquos átonos (o, a, os, as, lhe, lhes, me, te, se, nos e vos) podem aparecer em três posições diferentes em relação ao verbo: PRÓCLISE Quando o pronome se posiciona antes do verbo. Ocorre próclise sempre que há palavras que atraiam o pronome para antes do verbo, como: A. Palavras de valor negativo. Exemplos: Nunca te vi mais gordo. Ninguém me falou a respeito do casamento. B. Advérbios. Exemplos: Ele sempre nos repete os mesmos conselhos. Ontem me disseram que o livro foi publicado. C. Pronomes indefinidos. Exemplos: Todos se alegraram com a festa. Alguém te telefonou. D. Pronomes relativos. Exemplos: Este é o lugar onde me sinto bem. A professora que me mostrou a prova não veio hoje.
  • 2. www.normativagramatica.blogspot.com.br/ Página 2 Por Evaí Oliveira E. Pronomes interrogativos. Exemplos: Quem me viu chegar? Qual lhe interessa? F. Pronomes demonstrativos. Exemplos: Isto me faz bem! Aquilo me fez mudar de opinião. G. Conjunções subordinativas. Exemplos: Espero que nos vejamos breve. Ela desmaiou logo que lhe contaram o acontecido. H. Palavras de valor exclamativo. Exemplos: Como te iludes! Macacos me mordam! I. Nas construções em + gerúndio. Exemplos: Em se comentando o caso, seja discreto. Em se tratando de belezas naturais, o Brasil é um dos países mais belos do mundo. J. Nas frases optativas. Exemplos: Que Deus te abençoe! Deus nos ajude!
  • 3. www.normativagramatica.blogspot.com.br/ Página 3 Por Evaí Oliveira MESÓCLISE Quando o pronome se posiciona no meio do verbo. Ocorre mesóclise: A. Com verbos no futuro do presente. Exemplos: Far-lhe-ei uma sugestão. A prova realizar-se-á neste sábado. Convidar-me-ão para solenidade de posse da nova diretora. Mostrar-lhe-ei meus textos. B. Com verbos no futuro do pretérito. Exemplos: Dar-te-ia um beijo se me recitasses um poema. Falar-vos-iam a verdade? Convidá-la-ia para viajar comigo, se pudesse. Enviar-lhe-íamos os arquivos. Observação: Nos casos em que a próclise é obrigatória é obrigatória, o pronome fica proclítico mesmo diante de verbos no futuro. Exemplos: Todos o ajudariam na pesquisa. Não se aceitarão passaportes vencidos.
  • 4. www.normativagramatica.blogspot.com.br/ Página 4 Por Evaí Oliveira ÊNCLISE Quando o pronome se posiciona depois do verbo. Ocorre ênclise: A. Nas orações imperativas afirmativas. Exemplos: Amem-se uns aos outros. Sigam-me. B. Quando um verbo inicia o período. Exemplos: Cansei-me de esperar. Diga-lhe que estou aqui. C. Quando verbo estiver no infinitivo. Exemplos: Gostaria de convidar-te para jantar. Viver é adaptar-se. D. Quando o verbo estiver no gerúndio. Exemplos: Modificou a frase, tornando-a ambígua. Alice não prestou atenção, fazendo-se de boba. E. Quando houver vírgula ou pausa antes do verbo. Exemplos: Se não tiver outro jeito, alisto-me no exército. Em se dizendo coordenador do festival, ofereceu-nos dois ingressos.
  • 5. www.normativagramatica.blogspot.com.br/ Página 5 Por Evaí Oliveira OBSERVAÇÕES GERAIS Quando o pronome oblíquo é O, A, OS, AS, devemos considerar o seguinte: Quando o verbo termina em R, S ou Z, cortam-se essas letras e acrescenta-se L antes do pronome oblíquo. Exemplos: enviar + o = enviá-lo quis + o = qui-lo fiz + o = fi-lo Quando o verbo termina em M, ÃO ou ÕE, cortam-se essas letras e acrescenta-se N antes do pronome oblíquo. Exemplos: ajudem + a = ajudem-na dão + o = dão-no põe + o = põe-no
  • 6. www.normativagramatica.blogspot.com.br/ Página 6 Por Evaí Oliveira BIBLIOGRAFIA LOPES, Karolina. Minimanual de gramática. 1. ed. São Paulo: DCL, 2010. MARTINO, Agnaldo. Português esquematizado: gramática, interpretação de texto, redação oficial, redação discursiva. 1. ed. São Paulo: Editora Saraiva, 2012. MARTINS, Dileta Silveira; ZILBERKNOP, Lúbia Scliar. Português Instrumental. 20. ed. Porto Alegre: Editora Sagra Luzzatto, 1999. SARMENTO, Leila Lauar. Gramática em textos. 2. ed. rev. São Paulo: Moderna, 2005.