SlideShare uma empresa Scribd logo

1ª aula biologia celular

1 de 55
Baixar para ler offline
INTRODUÇÃO À BIOLOGIA
CELULAR
Profa. M.Sc. Glívia Barros*
*Graduação em Fisioterapia- UFPE
Mestre em Patologia– Núcleo de Pós-Graduação em Patologia/UFPE
Coordenadora de Fisioterapia- Santa Casa de Misericórdia de Recife
MBA – Gestão em Saúde
*Docente FASE- Gestão Hospitalar – 2011- Atual
* Docente Estácio- Recife – Fisioterapia/Enfermagem – 2011 - Atual
A Biologia Celular (antiga Citologia) é a
parte da Biologia que estuda todas as
organelas celulares e seus
comportamentos. Procura diferenciar as
células tanto animais como vegetais,
observando também as grandes
semelhanças.
INTRODUÇÃO À BIOLOGIA CELULAR
1ª PARTE
AVI
TEÓRICA - 8,0 PONTOS;
ATIVIDADES ESPECÍFICAS EM SALA: 2,0 PONTOS
FORMAS DE AVALIAÇÃO
2ª PARTE
AV2
TEÓRICA - 8,0 PONTOS;
SEMINÁRIOS: 2,0 PONTOS
3ª PARTE- EMBRIOLOGIA E HISTOLOGIA
AV3
TEÓRICA - 10,0 PONTOS;
BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA:
MATERIAL DA ESTÁCIO!!!
TEMPO PRESENTE MUITO EM BREVE
BIBLIOTECA VIRTUAL DA ESTÁCIO!!!
E como eu acesso?
http://estacio.bvirtual.com.br/login
Sugestões
1- Consulte periodicamente o plano de curso para
acompanhar a evolução dos conteúdos da disciplina
2- Visite regularmente a biblioteca física e a biblioteca
virtual...
3 – Retire as dúvidas com o Professor sempre que achar
necessário. Não acumule assuntos. Não vá pra casa com
dúvidas!!!

Recomendados

Aula Citologia
Aula CitologiaAula Citologia
Aula Citologiabradok157
 
Aula biologia celular
Aula   biologia celularAula   biologia celular
Aula biologia celularsanthdalcin
 
Aula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introduçãoAula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introduçãoAmarildo César
 
Aula 1 origem e evolução das células
Aula 1   origem e evolução das célulasAula 1   origem e evolução das células
Aula 1 origem e evolução das célulasNayara de Queiroz
 
Aula Introdução à Citologia
Aula Introdução à CitologiaAula Introdução à Citologia
Aula Introdução à CitologiaThiago Manchester
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Membrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETOMembrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETOSheila Cassenotte
 
Introdução a citologia
Introdução a citologiaIntrodução a citologia
Introdução a citologiaemanuel
 
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células João Monteiro
 
Células procariontes e eucariontes
Células procariontes e eucariontesCélulas procariontes e eucariontes
Células procariontes e eucariontesNaiiane Da Motta
 
Níveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosNíveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosFatima Comiotto
 
Introdução à biologia celular
Introdução à biologia celularIntrodução à biologia celular
Introdução à biologia celularprofatatiana
 
Organelas celulares
Organelas celularesOrganelas celulares
Organelas celularesmainamgar
 
Histologia humana - Tecido Epitelial
Histologia humana - Tecido Epitelial Histologia humana - Tecido Epitelial
Histologia humana - Tecido Epitelial César Milani
 
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humana
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humanaAula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humana
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humanaRonaldo Santana
 
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia HumanaFisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia HumanaHerbert Santana
 

Mais procurados (20)

Membrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETOMembrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETO
 
Embriologia
EmbriologiaEmbriologia
Embriologia
 
Introdução a citologia
Introdução a citologiaIntrodução a citologia
Introdução a citologia
 
Histologia humana
Histologia humanaHistologia humana
Histologia humana
 
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
 
Aula sistema imunologico
Aula sistema imunologicoAula sistema imunologico
Aula sistema imunologico
 
2 os tecidos
2   os tecidos2   os tecidos
2 os tecidos
 
Células procariontes e eucariontes
Células procariontes e eucariontesCélulas procariontes e eucariontes
Células procariontes e eucariontes
 
Níveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosNíveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivos
 
Aula bactérias
Aula bactériasAula bactérias
Aula bactérias
 
Celula eucariotica
Celula eucariotica Celula eucariotica
Celula eucariotica
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
 
Introdução à biologia celular
Introdução à biologia celularIntrodução à biologia celular
Introdução à biologia celular
 
Organelas celulares
Organelas celularesOrganelas celulares
Organelas celulares
 
Organelas Celulares I
Organelas Celulares IOrganelas Celulares I
Organelas Celulares I
 
Slides fungos
Slides  fungosSlides  fungos
Slides fungos
 
Histologia humana - Tecido Epitelial
Histologia humana - Tecido Epitelial Histologia humana - Tecido Epitelial
Histologia humana - Tecido Epitelial
 
Teoria Celular
Teoria CelularTeoria Celular
Teoria Celular
 
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humana
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humanaAula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humana
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humana
 
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia HumanaFisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
 

Destaque

Destaque (20)

Introdução à biologia celular
Introdução à biologia celularIntrodução à biologia celular
Introdução à biologia celular
 
Introduçao biologia celular
Introduçao biologia celularIntroduçao biologia celular
Introduçao biologia celular
 
Biologia Celular
Biologia CelularBiologia Celular
Biologia Celular
 
A Célula - Unidade básica da vida
A Célula - Unidade básica da vidaA Célula - Unidade básica da vida
A Célula - Unidade básica da vida
 
Revisão - Biologia celular
Revisão - Biologia celularRevisão - Biologia celular
Revisão - Biologia celular
 
Introdução à biologia 1º ano
Introdução à biologia   1º anoIntrodução à biologia   1º ano
Introdução à biologia 1º ano
 
Aula 1 - Biologia Celular
Aula 1 - Biologia CelularAula 1 - Biologia Celular
Aula 1 - Biologia Celular
 
Biologia celular
Biologia celularBiologia celular
Biologia celular
 
Aula 1 conceitos em biologia celular
Aula 1 conceitos em biologia celularAula 1 conceitos em biologia celular
Aula 1 conceitos em biologia celular
 
Aula 2 introdução a biologia - 1º ano
Aula 2 introdução a biologia - 1º anoAula 2 introdução a biologia - 1º ano
Aula 2 introdução a biologia - 1º ano
 
Aula introdutória - Conceito de Biologia
Aula introdutória - Conceito de BiologiaAula introdutória - Conceito de Biologia
Aula introdutória - Conceito de Biologia
 
Aula sobre células
Aula sobre célulasAula sobre células
Aula sobre células
 
A Célula
A CélulaA Célula
A Célula
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
II. 1 As células
II. 1 As célulasII. 1 As células
II. 1 As células
 
Aula 1 origem e evolução das células
Aula 1   origem e evolução das célulasAula 1   origem e evolução das células
Aula 1 origem e evolução das células
 
Introdução a biologia
Introdução a biologiaIntrodução a biologia
Introdução a biologia
 
A célula - unidade básica da vida
A célula - unidade básica da vidaA célula - unidade básica da vida
A célula - unidade básica da vida
 
Aula 01 Origem da Biologia Celular
Aula 01   Origem da Biologia CelularAula 01   Origem da Biologia Celular
Aula 01 Origem da Biologia Celular
 
Aula 1 Componentes químicos da célula
Aula 1  Componentes químicos da célulaAula 1  Componentes químicos da célula
Aula 1 Componentes químicos da célula
 

Semelhante a 1ª aula biologia celular

Semelhante a 1ª aula biologia celular (20)

Aulão 2° ano - Ensino Médio
Aulão 2° ano - Ensino MédioAulão 2° ano - Ensino Médio
Aulão 2° ano - Ensino Médio
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Introdução a Citologia
Introdução a CitologiaIntrodução a Citologia
Introdução a Citologia
 
Biologia celular
Biologia celularBiologia celular
Biologia celular
 
Teoria celular
Teoria celularTeoria celular
Teoria celular
 
Introdução a citologia - Alberts
Introdução a citologia - AlbertsIntrodução a citologia - Alberts
Introdução a citologia - Alberts
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Celula ensinomedio
Celula ensinomedioCelula ensinomedio
Celula ensinomedio
 
A Célula
A CélulaA Célula
A Célula
 
10ºano: A célula
10ºano: A célula10ºano: A célula
10ºano: A célula
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
Plano de aula 1ano eja(2)
Plano de aula 1ano eja(2)Plano de aula 1ano eja(2)
Plano de aula 1ano eja(2)
 
Tema 0 biologia pdf
Tema 0   biologia pdfTema 0   biologia pdf
Tema 0 biologia pdf
 
Plano de Aula I - Caroline Cerqueira
Plano de Aula I - Caroline CerqueiraPlano de Aula I - Caroline Cerqueira
Plano de Aula I - Caroline Cerqueira
 
Plano de Aula I - Caroline Cerqueira
Plano de Aula I - Caroline CerqueiraPlano de Aula I - Caroline Cerqueira
Plano de Aula I - Caroline Cerqueira
 
Plano de aula I
Plano de aula IPlano de aula I
Plano de aula I
 
Resumo de Introdução a Citologia
Resumo de Introdução a CitologiaResumo de Introdução a Citologia
Resumo de Introdução a Citologia
 
Teoria celular-
Teoria celular-Teoria celular-
Teoria celular-
 
Resumo teoria-celular
Resumo   teoria-celularResumo   teoria-celular
Resumo teoria-celular
 

1ª aula biologia celular

  • 1. INTRODUÇÃO À BIOLOGIA CELULAR Profa. M.Sc. Glívia Barros* *Graduação em Fisioterapia- UFPE Mestre em Patologia– Núcleo de Pós-Graduação em Patologia/UFPE Coordenadora de Fisioterapia- Santa Casa de Misericórdia de Recife MBA – Gestão em Saúde *Docente FASE- Gestão Hospitalar – 2011- Atual * Docente Estácio- Recife – Fisioterapia/Enfermagem – 2011 - Atual
  • 2. A Biologia Celular (antiga Citologia) é a parte da Biologia que estuda todas as organelas celulares e seus comportamentos. Procura diferenciar as células tanto animais como vegetais, observando também as grandes semelhanças. INTRODUÇÃO À BIOLOGIA CELULAR
  • 3. 1ª PARTE AVI TEÓRICA - 8,0 PONTOS; ATIVIDADES ESPECÍFICAS EM SALA: 2,0 PONTOS FORMAS DE AVALIAÇÃO 2ª PARTE AV2 TEÓRICA - 8,0 PONTOS; SEMINÁRIOS: 2,0 PONTOS 3ª PARTE- EMBRIOLOGIA E HISTOLOGIA AV3 TEÓRICA - 10,0 PONTOS;
  • 4. BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA: MATERIAL DA ESTÁCIO!!! TEMPO PRESENTE MUITO EM BREVE
  • 5. BIBLIOTECA VIRTUAL DA ESTÁCIO!!! E como eu acesso? http://estacio.bvirtual.com.br/login
  • 6. Sugestões 1- Consulte periodicamente o plano de curso para acompanhar a evolução dos conteúdos da disciplina 2- Visite regularmente a biblioteca física e a biblioteca virtual... 3 – Retire as dúvidas com o Professor sempre que achar necessário. Não acumule assuntos. Não vá pra casa com dúvidas!!!
  • 7. Você sabia? • Que a nossa média para aprovação é de 6,0 pontos? • Que a AV1 é avaliação de menor quantidade de conteúdos de todo o semestre? As demais avaliações (AV2 e AV3) são cumulativas; • Que o aluno tem direito a 25% de ausências e que não pode realizar a AV3 se já estiver reprovado por faltas? • Que o aluno não terá direito a fazer AV3 se tiver obtido duas médias abaixo de 4,0 pontos? • Que o Professor é um canal permanente de comunicação para qualquer dúvida ou dificuldade do aluno, inclusive no que tange às faltas? • Que os sábados letivos são uma realidade comum a qualquer curso da área de Saúde, de qualquer faculdade? • Que o Professor não lançará faltas nos alunos quando as aulas forem aos sábados? • Que você pode realizar a AV3, em caráter opcional, para melhorar a média?
  • 9. HISTÓRIA DA BIOLOGIA CELULAR -Hans e Zacharias Janssen (sec XVI): invenção do microscópio. A história da citologia, na realidade, acompanhou a história do microscópio O primeiro microscópio 1595 Zacharias Janssen 10 X a 30X
  • 10. • As primeiras observações de células foram feitas no século XVII, por Robert Hooke (um dos maiores gênios das ciências experimentais do século), na Inglaterra. * Cortiça = súber ⇒ tecido vegetal morto
  • 11. OBSERVAÇÃO DA CÉLULA • Célula : unidade estrutural e funcional dos seres vivos – a maioria só pode ser observada com auxílio do microscópio. Microscópios: - Microscópio Óptico Comum ou Composto (MOC) = aumento de até 2.000x – pode-se observar células vivas (“a fresco”) ou mortas (“fixadas). Podem ser utilizados corantes para realçar as estruturas celulares.
  • 12. • Microscópio Eletrônico (ME) – aumento de até 160.000 x. Pode-se observar a ultra- estrutura celular. Bactéria Escherichia coli - aumento de 10.000x Piolho moderno (Pediculus humanus) visto ao microscópio eletrônico
  • 13. CARACTERÍTICAS GERAIS DOS SERES VIVOS  ORGANIZAÇÃO CELULAR  COMPOSIÇÃO QUÍMICA  REPRODUÇÃO  CRESCIMENTO  DESENVOLVIMENTO  METABOLISMO (anabolismo e catabolismo)  EVOLUÇÃO  RESPOSTAS A ESTÍMULOS AMBIENTAIS  HOMEOSTASE
  • 14. Células • Células (do latim "cella", pequena cavidade). • É a menor porção de matéria viva. • Realizam as principais funções apresentadas por um organismo mais complexo. • Número de célula: a) Organismo unicelular: são formados por apenas uma célula. (definição) Exemplos: bactérias, protozoários e etc. b) Organismo pluricelular: são formados por duas ou mais células. (definição) Exemplos: seres humanos (10 trilhões), aves, peixes, samambaias e etc.
  • 18. Formas das células Esféricas Fusiformes (alongadas) Discóides Estreladas
  • 21. CLASSIFICAÇÃO DOS ORGANISMOS COM RELAÇÃO À CÉLULA ACELULARES – desprovidos de células – vírus CELULARES → procariontes – unicelulares – bactérias e cianobactérias → eucariontes •unicelulares – protozoários e algumas algas •pluricelulares – animais, vegetais, etc
  • 22. Não são constituídos por células, embora dependam delas para a sua multiplicação. Parasitas intracelulares obrigatórios Os vírus quando fora de organismos, possuem a forma de crisais (matéria, bruta). Voltam à atividade normal quando introduzidos em organismos.
  • 25. ORGANIZAÇÃO FUNCIONAL DAS CÉLULAS MEMBRANA PLASMÁTICA CITOPLASMA PAREDE CELULAR DNA OU NUCLEÓIDE FLAGELO PILI OU FÍMBRIA RIBOSSOMOS PROCARIONTES: BACTÉRIAS MESOSSOMO PLASMÍDEO
  • 28. QUAIS AS DIFERENÇAS ENTRE: •A fotossíntese e a respiração celular ocorre em membranas; •A fotossíntese ocorre nos cloroplastos; •A respiração celular ocorre nas Mitocôndrias; CÉLULA PROCARIÓTICA: CÉLULA EUCARIÓTICA: •Sem membrana nuclear; •Ausência de organelos com membranas; •Núcleo com membrana nuclear e nucléolo; •Grande variedade de organelos com membranas;
  • 32. Estruturas das células • Basicamente uma célula é formada por três partes básicas: – Membrana: “capa” que envolve a célula; – Citoplasma: região que fica entre a membrana e o núcleo; – Núcleo: estrutura que controla as atividades celulares.
  • 33. Esquema de uma célula animal
  • 34. A Membrana Plasmática • É uma “capa” dupla que envolve e protege todo o interior da célula. • Permeabilidade Seletiva: capacidade de selecionar as substâncias que entram e saem da célula.
  • 35. Parede celulósica • É constituída pela celulose. • Reduz a perda de água e promove a rigidez das células.
  • 36. Citoplasma • Fica entre a membrana e o núcleo; • É preenchido pelo hialoplasma; • É onde encontram-se dispersos os organóides (organelas citoplasmáticas) que garantem o bom funcionamento da célula;
  • 37. Organelas Citoplasmáticas Complexo de Golgi: É formado por pequenas bolsas. Serve para armazenar e descartar substâncias. Mitocôndria: Responsável pela respiração celular e produção de energia. Células que utilizam bastante energia tem muitas mitocôndrias, por exemplo, as células musculares.
  • 38. Lisossomos: São estruturas responsáveis pela digestão da célula. Retículo Endoplasmático: É responsável pelo transporte, distribuição e armazenamento de substâncias. Forma uma rede de canais que ocupam grande parte do Citoplasma.
  • 39. Centríolos: Participam do processo de formação de cílios e flagelos e da divisão celular (multiplicação das células). Cloroplastos: São responsáveis pela fotossíntese. É nestas estruturas que encontramos a CLOROFILA (pigmento verde). São encontrados apenas nas células vegetais!
  • 40. Núcleo O Núcleo atua na reprodução celular. Também é portador das características hereditárias e coordena as atividades celulares.
  • 54. TESTANDO APRENDIZAGEM 1.Como podemos dividir os seres vivos de acordo com quantidade de células que o compõe? 2.Cite quais os 2 tipos básicos de células e o que as difere? 3.Quais os constituintes das células eucariontes? 4.Apresente 3 características que diferenciem as células eucariontes animais das vegetais.
  • 55. DE ROBERTIS, Eduardo. Bases da Biologia Celular e Molecular. 4. ed. Rio de Janeiro: Gaunabara Koogan, 2006. CARVALHO, H. A célula. 2. ed. São Paulo: Manole, 2007.

Notas do Editor

  1. A Biologia Celular (antiga Citologia) é a parte da Biologia que estuda todas as organelas celulares e seus comportamentos. Procura diferenciar as células tanto animais como vegetais, observando também as grandes semelhanças.
  2. 1595: Invenção do microscópio pelos holandeses Francis e Zacarias Janssen, fabricantes de óculos. Seu microscópio aumentava a imagem de 10 a 30 vezes e foi usado pela primeira vez para observar pulgas e insetos.
  3. 1665: Robert Hooke, em eseu trabalho Microgafia, relatou pequenas cavidades ("cells") em cortes de cortiça, de onde se originou o termo célulaAs células foram descobertas em 1665 pelo inglês Robert Hooke. Ao observar em um microscópio rudimentar, um fino pedaço de cortiça, verificou que ela era constituída por cavidades, às quais chamou de células. Na prática observou células vegetais mortas. Em 1838 Mathias Scheiden e Theodor Schwann, estabeleceram o que ficou conhecido como teoria celular : " todo o ser vivo é formado por células". A teoria celular foi mais tarde derrubada, pois os vírus não são formados por células e são considerados seres vivos.
  4. As células podem ser: - Microscópicas: a absoluta maioria. - Macroscópicas: Alga Nitella, fibras de algodão, células de urtiga, fibras de linho. Os exemplos são poucos numerosos. A forma é muito variada.
  5. * ORGANIZAÇÃO CELULAR – com exceção dos vírus, que são desprovidos de uma organização celular, todos os demais seres vivos são formados por células. * COMPOSIÇÃO QUÍMICA – os seres vivos são formados por substâncias químicas semelhantes, que podem ser orgânicas e inorgânicas, em proporções variáveis. * REPRODUÇÃO – capacidade de originar descendentes, com características semelhantes. * CRESCIMENTO – acréscimo em tamanho, devido ao aumento em número e tamanho das células. * DESENVOLVIMENTO – seqüência de eventos que tornam a estrutura dos seres vivos mais complexa. * METABOLISMO – conjunto de processos químicos responsáveis pela transformação e utilização de matéria e energia pelo organismo. O metabolismo pode ser dividido em dois processos. anabolismo: síntese de substâncias utilizadas para o crescimento do organismo e recuperação de suas perdas. catabolismo: degradação de substâncias, com liberação da energia necessária as funções orgânicas. * EVOLUÇÃO – processo de modificações por que passam os seres vivos ao longo do tempo. As modificações favoráveis à adaptação do ser vivo ao ambiente são selecionadas e mantidas ao longo das gerações (seleção natural). * RESPOSTAS A ESTÍMULOS AMBIENTAIS – capacidade de detectar estímulos ambientais e de reagir a eles, permitindo a sobrevivência e a reprodução dos seres vivos. * HOMEOSTASE – capacidade do organismo de manter em equilíbrio seu meio interno
  6. teste
  7. 2 2 - - C CL LA AS SS SI IF FI IC CA AÇ ÇÃ ÃO O C CE EL LU UL LA AR R a) Quanto ao ciclo vital (Bizzozero) – lábeis, estáveis e permanentes. b) Quanto á estrutura – Procariontes e eucariontes - (VÍRUS são acelulares!!)
  8. Não são constituídos por células, embora dependam delas para a sua multiplicação. Não possuem enzimas e, portanto, nem metabolismo próprio, necessário à formação de novos vírus. Então, são parasitas intracelulares obrigatórios, formados apenas por um dos ácidos nucléicos (DNA e RNA), envolvido por um revestimento protéico. Os vírus que atacam os animais não atacam as células vegetais e vice-versa. Os vírus das bactérias são chamados bacteriófagos ou, simplesmente, fagos. Vírus (do latim — veneno): identificados em 1892 por Ivanovitch (botâncio russo) quando pesquisava folhas de fumo.
  9. Proto = Primitivo Cario = Núcleo Ontos = Ser Protocarontes (Reino Monera) (Sem envoltório - carioteca) Bactérias Seres unicelulares microscópicos, isolados ou coloniais, envontradas em todos os ambiente: água, solo, ar e orgânico. A maioria de vida libre e heterotrófica, muitas exercem importante papel no ciclo do nitrogênio na natureza. Outras, no entanto, são agentes patogênicos, causando numerosas infecções no homem, com tuberculose, peneumonia, lepra, meningite, tétano e outras.
  10. Eu = Verdadeiro Cario = Núcleo Ontos = Ser SÃO TODAS AS CÉLULAS CUJOS CONSTITUINTES DO NÚCLEO, SE ENCONTRAM SEPARADOS DO RESTO DA CÉLULA POR UMA MEMBRANA – MEMBRANA NUCLEAR Eucariontes Essas células têm duas partes bem distintas: o citoplasma, envolvido pela membrana plasmática, e o núcleo, envolvido pela carioteca.
  11. Responsável pela forma e proteção da célula. b) Delimitar o meio de dentro da célula (intracelular) e o meio de fora (extracelular). c) Selecionar as substâncias que entram e saem (semipermeável e seletiva). Membrana Plasmática Conceito É uma fina película, invisível ao microscópio óptico (MO) e visível ao microscópio eletrônico. De contorno irregular, elástica e lipoprotéica, apresenta um caráter seletivo, esto é, atua "selecionando" as substâncias que entram ou saem da célula, de acordo com suas necessidades. A membrana plasmática é conhecida também como citoplasmática, celular ou plasmalema. Características - Ocorre em todas as células animais e vegetais. - Tem 75 Angstron de espessura. - Visível apenas ao microscópio eletrônico. - Tem composição química lipoprotéica (predominante). - Possui capacidade de regeneração (sofrendo pequena lesão, é capaz de recompor a parte perdida antes qu o citoplasma extravase). - Permeabilidade seletiva.
  12. A célula vegetal é muito parecida com a célula animal, ela só se difere da segunda pelo fato de possuir algumas organelas a mais como, por exemplo, a parede celular e os cloroplastos. São revestidas pela mesma membrana plasmática encontrada nas células animais. Externamente a ela, porém, encontra-se outra membrana, chamada de parede celular , membrana celulósica ou ainda, parede esquelética. Parede celular é rígida composta basicamente de celulose, com função de proteção e de da forma às células. Estruturas típicas das células vegetais são também os plastos. Que são organelas que podem armazenar substâncias ou conter pigmentos. dentre eles, destacam-se os cloroplastos , que possuem pigmento verde ( clorofila ) e são responsáveis pela fotossíntese. Vacúolos: armazenam água, açúcar e outras substâncias.
  13. O espaço interno da célula entre a membrana plasmática e o núcleo. Preenchido por um material gelatinoso, onde as organelas estão mergulhadas. Organelas: mitocôndria, lisossomos, ribossomos . No geral, citoplasma é tudo o que compreende a célula menos o núcleo.
  14. MITOCONDRIA: Formado por duas camadas de membrana, uma externa e uma interna (formando pregas chamadas cristas). Função: respiração celular, Através da glicose e do oxigênio produz energia necessária para as células . Células dos músculos, sistema nervoso, espermatozoide tem grande quantidade dessa organela.
  15. LISOSSOMOS: Pequenas bolsas membranosas, geralmente esféricas que contêm enzimas digestivas. Função: digestão intracelular (dentro da célula). Presentes em praticamente todas as células eucariontes.
  16. Mergulhado no citoplasma. Geralmente esférico. É delimitado pela membrana nuclear. O núcleo possui três funções básicas: a) controla as atividades metabólicas da células. b) Armazenar as informações genéticas da célula. c) Realiza a divisão celular. Carioteca : membrana dupla e porosa que envolve o Núcleo, permitindo a comunicação com o Citoplasma; Nucleoplasma : massa fluída limitada pela Carioteca que ocupa o interior do núcleo; Cromatina : material constituído por DNA (material genético). Responsável pelas CARACTERÍSTICAS HEREDITÁRIAS. Nucléolo : estrutura que produz proteínas.