1
UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE
ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DE INHAMBANE
DEPARTAMENTO DO TURISMO
Curso: Informa...
2
Índice
1.Introduçao........................................................................................................
3
1.Introduçao
O presente trabalho apresentado na cadeira de Geografia de Moçambique fala da divisao politico
administrati...
4
1. ENQUADRAMEN TO TERRITORIAL DE MOÇAMBIQUE
2.1 Localização geográfica e limites
Moçambique é um país localizado no cont...
5
Comprimento Maximo
Linha recta entre a foz do rio Rovuma e o rio Maputo 1.800km
Largura máxima
Desde a ponta Janga na pe...
6
Manica 61.661 km2 Cidade capital Chimoio
Sofala 68.018 km2 Cidade capital Beira
Sul
Inhambane 68.615 km2 Cidade capital ...
7
Distritos
Moçambique está também dividido em 150 distritos, os 128 que já existiam desde 1986, mais os 22
novos distrito...
8
Pemba (Ex-Porto Amélia) A vila de Porto Amélia (homenagem à última rainha portuguesa) foi
elevada a cidade em 18/10/1958...
9
Nampula
Região norte (21 distritos): Nampula (capital com museus), Angoche [com a praia Nova], Ilha de
Moçambique [com m...
10
A cerca de 6 km da cidade a natureza caprichou-se ao esculpir um plano por de cima de uma serra
Serra da Mesa , local q...
11
Diz-se que o nome de Nacala tem a sua origem na língua kikua falada pelas populações locais, que
são da raça macua. Seg...
12
Beira (cidade natal de Edgar) Beira está no centro de Moçambique, a cerca 1.200 km de Maputo...
Catedral, Porto da Beir...
13
Nascentes De Água Quente Perto das cidades de Gilé, Lugela e Morrumbala.
Gaza
Região sul (11 distritos): Xai-Xai (capit...
14
3. Conclusao
Depois da realizaçao do trabalho pudemos concluir que Moçambique situa se na Africa Austral e
administrati...
15
4. Referencias Bibliograficas
CNF Clube Nacional de Filatelia (www.caleida.pt/filatelia)
www.filatelicamente.online.pt/...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Enquadramento Geral do territorio Mocambicano, Trabalho de geografia, informacao turistica,1 ano, 2014

3.753 visualizações

Publicada em

Mozambican Territory

Publicada em: Meio ambiente
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Enquadramento Geral do territorio Mocambicano, Trabalho de geografia, informacao turistica,1 ano, 2014

  1. 1. 1 UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DE INHAMBANE DEPARTAMENTO DO TURISMO Curso: Informação Turística, nível I DIVISÃO TERRITORIAL DE MOÇAMBIQUE Discentes: Ibrahim Ayoub Dhahabu Judite Lourenco Vilanculos Nordino Arlindo Neves Paulo Arnaldo Matsinhe Sheila Anacleta Cheveia Docente: dr. Samuel Junior Inhambane, Agosto de 2014
  2. 2. 2 Índice 1.Introduçao.............................................................................................................................................. 3 2. REVISAO BIBLIOGRAFICA ............................................................................................................. 4 2.1 Localização geográfica ....................................................................................................................... 4 2.2 Limites................................................................................................................................................ 4 2.3 Localizacao cosmica ........................................................................................................................... 4 2.5 Subdivisões de Moçambique .............................................................................................................. 5 2.6 Extensao territorial de cada provincia .............................................................................................. 5 2.7 Número de postos administrativos, localidades e vilas por provincia .............................................. 6 3. Conclusao..............................................................................................................................................14 4. Referencias Bibliograficas ....................................................................................................................15
  3. 3. 3 1.Introduçao O presente trabalho apresentado na cadeira de Geografia de Moçambique fala da divisao politico administrativa de Moçambique, as mudanças que ela foi sofrendo no percurso do tempo, a populaçao total de cada unidade administrativa e de mais aspectos que tem a ver com a divisao administrativa de Moçambique.
  4. 4. 4 1. ENQUADRAMEN TO TERRITORIAL DE MOÇAMBIQUE 2.1 Localização geográfica e limites Moçambique é um país localizado no continente Africano, a Sudeste da Africa Austral, na costa oriental, é banhado pelo oceano Indico que o separa de Madagascar, uma ads maiores ilhas do mundo. 2.2 Limites A norte- Republica da Tanzania; A oeste- Zambia, Zimbabwe e Africa do Sul; A noroeste- Malawi; A sudoeste- Suazilandia; A sul- Republica da Africa do Sul; A este- Oceano Indico. 2.3 Localização cósmica Refere-se a posicao astronomica, isto é, localizacao com base em coordenadas geograficas. Localiza-se entre as coordenadas: 10º 27 (em quionga, provicia de Cabo Delgado) e, 26º 52 de Latitude Sul (em catuane, provincia de Nampula). 30º 12 (em Zumbo, provincia de Tete) e 41º 51 (em Matibane, provincia de Nampula) de Longitude Oestes. 2.4 Dimensões e divisão administrativa Terra firme- 786.380 85,5 Águas interiores- 13.000 1,4 Superfície marinha -120.000 13,0 Total- 919.380 100arâmetro Critério e local de medição Valor
  5. 5. 5 Comprimento Maximo Linha recta entre a foz do rio Rovuma e o rio Maputo 1.800km Largura máxima Desde a ponta Janga na península de Mossuril até a intercepcao do paralelo 15º e o rio Aruangua 963 km Largura mínima Entre o farol da Catembe a Este e o marco Sivayana a Oeste 47,5 km Altitude maxima Monte Binga na cadeia de Chimanimani 2.436m Profundidade Lago Niassa 706m 2.5 Subdivisões de Moçambique Mocambique subdivide se em: Províncias Distritos Postos administrativos Localidades Municípios. Administrativamente Mocambique divide-se em 11 províncias, 150 distritos, 398 postos administrativos, 1042 localidades e 68 vilas. 2.6 Extensão territorial de cada provincia Província Superfície Capital Norte Niassa 129.056 km2 Cidade capital Lichinga Cabo Delgado 82.625 km2 Cidade capital Pemba Nampula 81.606 km2 Cidade capital Nampula Centro Tete 100.724 km2 Cidade capital Tete Zambézia 105.008 km2 Cidade capital Quelimane
  6. 6. 6 Manica 61.661 km2 Cidade capital Chimoio Sofala 68.018 km2 Cidade capital Beira Sul Inhambane 68.615 km2 Cidade capital Inhambane Gaza 75.709 km2 Cidade capital Xai-Xai Maputo 25.756 km2 Cidade capital Matola Cidade de Maputo 602 km2 cidade Capital Maputo. 2.7 Número de postos administrativos, localidades e vilas por provincia Cabo Delgado: 56 postos administrativos, 136 localidades e 5 vilas Niassa: 38 postos administrativos, 73, localidades e 5 vilas Nampula: 61 postos administrativos 126 localidades e 13 vilas Zambézia: 45 postos administrativos, 185 localidades e 8 vilas Tete: 34 postos administrativos, 114 localidades e 4 vilas Manica: 34 postos administrativos, 99 localidades e 4 vilas Sofala: 30 postos administrativos, 52 localidades e 6 vilas Inhambane: 26 postos administrativos, 76 localidades e 8 vilas Gaza: 43 postos administrativos, 105 localidades e 6 vilas Maputo provincia: 26 postos administrativos, 76 localidades e 9 vilas Maputo Capital: 5 postos administrativos. Total 398 postos administrativos, 1042localidades e 68 vilas. Municípios Existem, desde 2013, 53 municípios em Moçambique, dos quais 33 foram criados em 1998, marcando o início de um processo de descentralização que deve levar ao estabelecimento progressivo de mais autarquias locais. Em 2 de abril de 2008, o governo moçambicano anunciou a criação de mais 10 municípios, um por província, e o mesmo processo se repetiu em 15 de Maio de 2013. Os municípios são as capitais provinciais (10), a cidade capital, também com estatuto provincial (Maputo), todas as outras cidades (12) e três vilas em cada província (30).
  7. 7. 7 Distritos Moçambique está também dividido em 150 distritos, os 128 que já existiam desde 1986, mais os 22 novos distritos criados pela Assembleia da República em Março de 2013, cuja lei foi promulgada no final do mesmo ano. Destes novos distritos 10 coincidem com as capitais provinciais (menos a cidade de Maputo) e mais 13 novos distritos foram criados nas províncias de Manica, Nampula, Tete e Zambézia. Nesta reforma administrativa também se registou a mudança de nome de alguns distritos e transferências territoriais entre outros. Moçambique está ainda dividido em 405 postos administrativos que se encontram abixo mencionadas. Cabo Delgado Região norte (19 distritos): Pemba (capital com aeroporto; ex-Porto Amélia), Ancuabe (ou Ankuabe), Balama, Chiúre, Ibo, Macomia, Mecúfi, Meluco, Mocimboa de Praia, Montepuez (Montepuezi ou Montepués), Mueda, Muidumbe, Namuno, Nangade, Palma, Praia do Wimbe, Pemba Metuge, Quissanga. A província de Cabo Delgado, a mais ao norte de Moçambique, tem uma área de 77.867 quilômetros quadrados e uma população de 1.380.202 habitantes (censo 1997). Sua capital, a cidade de Pemba, está localizada cerca de 2.600 quilômetros ao norte da capital do país, Maputo. Cabo Delgado faz fronteira com a Província do Niassa (leste), com a Tanzânia (norte) e é banhado pelo Oceano Índico (leste). Nesta região, infelizmente, caçadores ainda atuam com suas armadilhas... A ex-Porto Amélia, era a cidade mais favorecida do litoral moçambicano. Situada no interior de uma magnífica baía, a baía de Pemba, à entrada com uma milha e meia de largura que se estende depois por sete milhas. A segurança que oferece e a sua ordem de grandeza, colocam a baía a par das maiores do mundo (terceira maior do mundo, na sua margem sul). Para servir o distrito de Cabo Delgado, foi inaugurado em 1957, o porto natural de Porto Amélia, na baía de Pemba. Notável em todo o distrito era o artesanato que na região de Mueda, ocupada pela etnia Maconde, é famosa por suas belíssimas esculturas em madeira de pau preto a conhecida Arte Makonde . Aliás, Cabo Delgado é o berço do grupo étnico dos Macondes.
  8. 8. 8 Pemba (Ex-Porto Amélia) A vila de Porto Amélia (homenagem à última rainha portuguesa) foi elevada a cidade em 18/10/1958. A cidade regressou à designação Pemba depois da independência nacional, em março de 1976. Situada na enorme baía de Pemba, com diversos mercados tradicionais que podem ser encontrados nos bairros Paquitequete, Natite e Cariacô. Ponto de partida para se explorar o norte do país. Pemba é uma cidade moçambicana, sede de município e capital da província de Cabo Delgado. De acordo com o censo de 1997, a cidade tem uma população de 84.897 habitantes. Não há registo de ocupação permanente no período pré-colonial, sendo a área visitada por pescadores suaíles e malgaches. A primeira tentativa de ocupação portuguesa apenas ocorreu em meados do século XIX, com a construção de um fortim, que foi abandonado poucos anos depois. A ocupação definitiva apenas viria a ter lugar em 1898, quando a recém-formada Companhia do Niassa, que detinha poderes de administração do território, elevou um pequeno posto comercial à categoria de povoação. Com o fim da concessão da Companhia do Niassa em 1929, Pemba torna-se capital do recém-criado Distrito de Cabo Delgado. Este fato põe ponto final à transferência da administração portuguesa desta região da vila do Ibo para Pemba. Esta transferência correspondeu a mudanças no transporte marítimo navios maiores que beneficiavam das excelentes características do porto natural de Pemba, e à ocupação e exploração do interior do território, para a qual Pemba estava melhor localizada. Arquipélago Das Quirimbas Arquipélago que se estende por mais de 200 km pela costa. Ilha Do Ibo Ilha que faz parte do arquipélago de Quirimbas. Forte de S. João Baptista. A ilha do Ibo é um repositório do passado, antigo entreposto de tráfico de escravos, tendo sido considerado monumento o núcleo urbano da mesma. O Ibo, juntamente com as ilhas ao longo da costa até Palma guardam muitas ruínas árabes e cristãs do tempo passado. Praias Praia de Wimbe ou Uimbe, nos arredores da cidade; Praia do Farol; Praia de Mecúfi; Mocímboa da Praia; Praia de Chuiba. Outros Pangane e Palma
  9. 9. 9 Nampula Região norte (21 distritos): Nampula (capital com museus), Angoche [com a praia Nova], Ilha de Moçambique [com museus], Liúpo, Malema [com planaltos e vales], Meconta, Mecuburi [com reservas florestais], Memba, Mogincul [com a praia Quinga], Moma, Monapo, Mossuril [com águas termais], Muecate, Murrupula, Nacala [com a praia Fernão Veloso], Nacala Velha, Nacarôa, Namapa, Nametil, Namialo, Quissimajulo [com a praia Relanzapo], Rapele, Ribaué. Tanto a Ilha de Moçambique como a cidade de Angoche foram fundadas como colônias comerciais no século XV, por mercadores árabes. Superfície: 78.197 km². Limites: Cabo Delgado e Niassa a norte, Zambézia a sudoeste e Oceano Índico a este. Principais produtos: caju, algodão, tabaco, pedras preciosas e urânio. Densidade Populacional: 38 habitantes/km². Esta província apresenta paisagens surpreendentes assim como a sua história. Seu nome provém de Mpula (furar). As florestas de miombo alternam com enormes cumes rochosos arredondados e escarpados. A sua capital está no interior rodeada de planícies e de elevadas formações montanhosas. Nampula Cidade mais desenvolvida do Norte de Moçambique é considerada o berço do país e, desde 1992, considerada pela UNESCO como patrimônio mundial. A cidade é famosa pelo característico uso de mussiro nos rostos das mulheres e pela tradicional feira dominical do artesanato. A capital da província com o mesmo nome apresenta características diferentes das restantes capitais provinciais do país e está localizada no interior da província não obstante possuir uma linha de costa. É uma cidade do interior, rodeada de planícies salpicadas de elevadas formações rochosas, lisas e arredondadas no topo. Uma vez no centro da cidade, a partir de cada entrocamento constatar-se que ao fundo de cada avenida/rua está uma montanha com rochas bem evidentes que convidam à escalada (alpinismo). Isto a confirmar que a cidade está em volta de montanhas. Catedral de Nampula é um edifício com duas torres e uma cúpula maciça. Museu Nacional de Etnologia ou Museu de Nampula (único do país) expõe diversas obras de arte ilustrativas da cultura moçambicana. Endereço: Av. Eduardo Mondlane. Museu da Escola Militar (com uma carta de autorização para visita). Barragem do Monapo. Mercado de Artesanato.
  10. 10. 10 A cerca de 6 km da cidade a natureza caprichou-se ao esculpir um plano por de cima de uma serra Serra da Mesa , local que se pretende tornar um verdadeiro destino turístico. Ilha De Moçambique A Ilha de Moçambique foi a 1ª capital da República de Moçambique, a qual foi visitada pela frota de Vasco de Gama no dia 02/03/1498. Ganhou da UNESCO, em 1991, o status de Patrimônio Mundial da Humanidade, numa tentativa desesperada de salvar os monumentos que restaram. A parte antiga da ilha, cerca de dois terços de sua área, com edifícios de pedra de coral e cal, bastante degradada pelo tempo. É ligada ao continente por uma ponte. A 190 km da cidade de Nampula encontra-se a cidade de Moçambique, na ilha do mesmo nome, que foi a primeira capital da Província até 1898, título que perdeu a favor de Lourenço Marques. A ilha de Moçambique e a sua cidade, caíram num certo marasmo quando de lá saiu a sede do Distrito, continuou, no entanto, a ser o atrativo principal do distrito, pois os seus monumentos setecentistas e respectivo recheio faziam dela um autêntico museu de recordações da epopéia dos descobrimentos. Os monumentos ali existentes foram recuperados pelo arquitecto Quirino da Fonseca, e também nas Cabaceiras e Ilha de Goa. Fornece alojamento atráves do Hotel OMUHIPITI de quatro estrelas; Na zona do Lumbo Complexo Casuarina Campyng (Bahia Club). Tem os seguintes pontos de interesse: Museu de Arte Sacra; Palácio de São Paulo; Capela de Nossa Sr do Baluarte; Fortaleza de São Sebastião da Ilha de Moçambique mandada construir em 1532, durante o reinado de D. João III de Portugal, para a defesa contra um possível golpe de mão de árabes e turcos da Ilha e também para prevenir qualquer invasão por parte de uma potência marítima rival da monarquia portuguesa, esta obra grandiosa só teve o seu verdadeiro início em 1558. Antes, havia apenas um baluarte português com artilharia para a defesa da entrada do porto e que tinha ao lado outra construção denominado precisamente Nossa Senhora de Baluarte. Praia das Chocas A 40 minutos da Ilha de Moçambique, mas no continente, é uma praia muito procurada pelos habitantes de Nampula para os fins de semana ou férias. Podendo pernoitar no Complexo Turístico Namarralo. Nacala Porto A 193 km da cidade está a cidade de Nacala com as suas belas e lindas praias. Praia de Fernão Veloso (situa-se próximo de Nacala, 80 km a norte da Ilha de Moçambique), é uma praia que toda a gente Nacala e cidade de Nampula passam o seu fim de semana, com principais locais de alojamento com Hotel Maraia, Complexo Turístico Napala; Bela Vista.
  11. 11. 11 Diz-se que o nome de Nacala tem a sua origem na língua kikua falada pelas populações locais, que são da raça macua. Segundo algumas opiniões a palavra seria formada dos dois vocábulos Na Cala e significaria lugar do caranguejo . Outros opinam que o nome da Nacala tem origem no vocábulo kikua Nacala , com a designação de quietude , dado às águas mansas da baía. Malema Um distrito que encontra-se a 232 km da cidade, com suas belas montanhas, uma vista as cordilheiras de Namuli, é obrigatória e interessante, é uma zona para a prática de turismo de montanha (alpinismo), podendo chegar através da via rodoviária e ferroviária. Manica Região central (10 distritos): Chimoio (capital), Catandica, Gondola, Guro, Machaze, Machimpanda, Macossa, Sussundenga, Tambara, Vila Manica ou Vila de Manica. Esta província vive essencialmente da exploração/produção agrícola de citrinos, flores, hortícolas, tabaco, da extração de minérios, tendo como principais produtos o ouro, fluorite e mica... Na Província de Manica não existe parque, mas uma reserva, a Reserva Nacional de Chimanimani, 4 Coutadas Oficiais e Áreas de Conservação (onde Edgar trabalha)... Chimoio Monte Bengo (vulgarmente conhecido por Cabeça do Velho , por ter formato de uma cabeça de um velho deitado), Barragem Chicamba Real, Instituto Agrário de Chimoio (onde Edgar estudou), Monte Binga é o ponto mais alto de Moçambique, com 2.436 metros localiza-se dentro da Reserva Nacional de Chimanimani. Vila Manica Museu de Geologia, Montanha Penha Longa, Minas de Bauxite (exploração mineira), Pinturas Rupestres de Chinhamapere. Sofala Região central (16 distritos): Beira (capital; com aeroporto), Buzi, Caia, Chemba, Chibabava, Dondo, Gorongoza, Inhaminga, Machanga, Macúti, Mafambisse, Manga, Maríngue, Marromeu, Muanza, Nhamatanda. Fundada como colônia comercial no século XV, por mercadores árabes, os portugueses ocuparam Sofala, em 1506. Importante região de silvicultura, onde se destacam as madeiras semi-preciosas. É conhecida internacionalmente pelo açúcar e pesca do camarão.
  12. 12. 12 Beira (cidade natal de Edgar) Beira está no centro de Moçambique, a cerca 1.200 km de Maputo... Catedral, Porto da Beira, Praça do Metical, Praia de Makuti, Mercado Tchungamoto, Mercado Maquinin, Mercado da Praia, Largo do Município, Biblioteca, Estação dos Caminhos de Ferro, Farol. Tete Região central (13 distritos): Tete (capital; cidade pitoresca, histórica e mais quente de Moçambique, com aeroporto, Ponte Suspensa, Igreja de Boroma), Changara, Chifunde, Chiúre, Macanga, Magoé, Marávia, Moatize [Minas de Moatize], Mutarara [ponte sobre o Zambeze], Songo, Tsangano, Ulongué, Zumbo. Esta região é conhecida pela famosa barragem de Cabora Bassa. É rica pelos seus recursos minerais: carvão, ferro, ouro e pedras preciosas. A penetração nestas regiões data dos princípios do século 16. Em meados desse século, assinala-se a presença de missionários que acompanharam as expedições de Francisco Barreto. No século 17, Tete era o centro da penetração comercial para o interior. Centro de uma região mineira, a cidade de Tete foi um dos mais antigos aglomerados portugueses em terras do interior de África. Como pontos de interesse da região de Tete, salientam-se as paisagens da Marávia e Angónia, com quedas de água ao longo do Zambeze. Barragem De Cahora Bassa É a segunda maior barragem do Continente Africano e quinta mundial. Os imensos recursos do rio Zambeze deram prioridade ao estudo do aproveitamento regional da zona, designada genericamente por Vale do Zambeze , de que resultou a construção da barragem, cuja obra se iniciou em 1970. Zambézia Região central (17 distritos): Quelimane (capital), Alto-Mulocué, Chinde ou Vila de Chinde, Gilé, Gurué [Montanha de Gurue], Ille, Inhassunge, Lugela, Maganja da Costa, Milange, Mocuba, Mopeia, Morrumbala, Namarroi, Nicoadala, Namacura, Pebane. Quelimane foi fundada como colônia comercial no século XV, por mercadores árabes. Localizada no Rio dos Bons Sinais, possui a Catedral Velha e a Mesquita de Quelimane. Província coberta por extensos palmares e grandes produções de chá. Nela, encontramos um pouco de tudo: campo, praia, montanha e vida selvagem. Praia de Zalala; Montanha Namúli; Vila de Luabo; Vila de Micuane.
  13. 13. 13 Nascentes De Água Quente Perto das cidades de Gilé, Lugela e Morrumbala. Gaza Região sul (11 distritos): Xai-Xai (capital), Bilene [com a Lagoa de Bilene], Chibuto, Chicualacuala, Chidenguele, Chilembene, Chokwé, Mabalane, Macia, Manjacaze, Massingir. Gaza é conhecida como o celeiro do país, onde se cultiva principalmente arroz no vale do rio Limpopo. É também uma importante origem de produtos como a banana, algodão e milho. Banhada a leste pelo Oceano Índico, com a Foz do Rio Limpopo, esta Província é conhecida também por suas praias, como a Praia de Bilene, a Praia de Xai-Xai e a Praia do Chonguene, por exemplo. Xai-Xai Localizada na margem do rio Limpopo, Xai-Xai cediou a criação do Parque Transfronteiriço Grande Limpopo. Inhambane Região sul (15 distritos): Inhambane (capital), Cumbane, Funhalouro, Homoine, Inharrime, Inhassoro [centro pesqueiro com ótima praia], Jangamo, Mabote, Massinga, Maxixe [cidade predominantemente comercial], Morrumbenega, Nova-Mambone, Panda, Quissico [capital do distrito de Zavala possui lagoas e praias com paisagens lindíssimas], Vilanculos ou Aldeia de Vilankulo. Limitada ao sul e a leste pelo Oceano Índico, sua costa possui extensas praias e plantações de palmares e cajueiros. Inhambane Uma das povoações mais antigas da África Austral, onde não deve deixar de visitar a Catedral e a Casa de Cultura. Praia Do Tofo Uma das praias mais procuradas de Inhambane, tanto para banhos como para pesca. Praia Da Barra Praia sossegada. Ponta Linga Linga Acessível por barco. Závora Zona turística. Um dos melhores locais para a prática de mergulho. Praia de Závora; Praia de Paindane; Baía dos Cocos; Baia de Guinjata. Praia De Morrungulo Praia excelente para pesca e mergulho, com uma paisagem muito bonita.
  14. 14. 14 3. Conclusao Depois da realizaçao do trabalho pudemos concluir que Moçambique situa se na Africa Austral e administrativamente Moçambique divide-se em 11 províncias, 150 distritos, 398 postos administrativos, 1042 localidades e 68 vilas. Cosmicamente Moçambique localiza se entre os 10º 27 (em quionga, provicia de Cabo Delgado) e, 26º 52 de Latitude Sul (em catuane, provincia de Nampula). 30º 12 (em Zumbo, provincia de Tete) e 41º 51 (em Matibane, provincia de Nampula) de Longitude Oeste.
  15. 15. 15 4. Referencias Bibliograficas CNF Clube Nacional de Filatelia (www.caleida.pt/filatelia) www.filatelicamente.online.pt/r106/artigo_html/revista106_3.html MANSO e SOTARIA (2010) Geografia 10ª classe, Longman Moçambique. Www.academia.edu/.../Estrutura_Politica_Local_e_Seu...foi consultado nodia 06.08.2014, em 19:25

×