SlideShare uma empresa Scribd logo

Aulão 9º anos 2018 I.pdf

aulão para turmas dos 9º anos sobre ciências células, organelas, tecidos ... questões resolvidas Instituto Federal

Aulão 9º anos 2018 I.pdf

1 de 95
Baixar para ler offline
Profª.: Msc.Delma
Aulão de
ciências/
2018
A célula
A célula
Aula 1:
Conceito
Estrutura
Tipos de célula
Constituição básica
As células constituem os seres vivos
Os seres vivos são constituídos por células.
É a menor parte dos seres vivos com forma e
função definidas - unidade estrutural compõe o
corpo de todos os seres vivos.
– Teoria Celular
Célula é a unidade funcional dos seres vivos.
- menor estrutura que desempenha as funções
característica dos seres vivos.
A célula
 Podem variar em relação a diversas
características ( forma, tamanho,
funções...)
Mas todas elas tem composição
semelhante:
-Formadas basicamente por :
Membrana plasmática;
Citoplasma; e
Material genético
A célula
Tipos de células
As células podem diferir quanto à presença
ou ausência de determinadas estruturas.
Considerando a organização de seu
material genético, há dois tipos de
células: as procariontes e as eucariontes.
Anúncio

Recomendados

As células constituem os seres vivos
As células constituem os seres vivosAs células constituem os seres vivos
As células constituem os seres vivosBerenice Nunes
 
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulaspreuniversitarioitab
 
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células João Monteiro
 

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Aulão 9º anos 2018 I.pdf

Biologia Celular 8 ano
Biologia Celular 8 anoBiologia Celular 8 ano
Biologia Celular 8 anodenizecardoso
 
1 s aula 3__célula_ diversidade e estruturas básicas_março2014
1 s  aula 3__célula_ diversidade e estruturas básicas_março20141 s  aula 3__célula_ diversidade e estruturas básicas_março2014
1 s aula 3__célula_ diversidade e estruturas básicas_março2014Ionara Urrutia Moura
 
1 s aula 3__célula_ diversidade e estruturas básicas_março2014
1 s  aula 3__célula_ diversidade e estruturas básicas_março20141 s  aula 3__célula_ diversidade e estruturas básicas_março2014
1 s aula 3__célula_ diversidade e estruturas básicas_março2014Ionara Urrutia Moura
 
Ciências biológica citologia
Ciências  biológica   citologiaCiências  biológica   citologia
Ciências biológica citologiaKarina Rayne
 
Organização dos organismos- Células
Organização dos organismos- CélulasOrganização dos organismos- Células
Organização dos organismos- CélulasCarlos Priante
 
8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivos8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivosSarah Lemes
 
Organização do Organismo
Organização do OrganismoOrganização do Organismo
Organização do OrganismoClécio Bubela
 
Apresentação sobre células citologia
Apresentação sobre células    citologiaApresentação sobre células    citologia
Apresentação sobre células citologiaTeus_matt
 
Introdução a biologia e citologia objetivo
Introdução a biologia e citologia objetivoIntrodução a biologia e citologia objetivo
Introdução a biologia e citologia objetivoMarcos Albuquerque
 
organização geral das celulas
organização geral das celulasorganização geral das celulas
organização geral das celulasRenata Cabral
 

Semelhante a Aulão 9º anos 2018 I.pdf (20)

Células ppt
Células   pptCélulas   ppt
Células ppt
 
Biologia Celular 8 ano
Biologia Celular 8 anoBiologia Celular 8 ano
Biologia Celular 8 ano
 
Orgânulos do citoplasma
Orgânulos do citoplasmaOrgânulos do citoplasma
Orgânulos do citoplasma
 
1 s aula 3__célula_ diversidade e estruturas básicas_março2014
1 s  aula 3__célula_ diversidade e estruturas básicas_março20141 s  aula 3__célula_ diversidade e estruturas básicas_março2014
1 s aula 3__célula_ diversidade e estruturas básicas_março2014
 
1 s aula 3__célula_ diversidade e estruturas básicas_março2014
1 s  aula 3__célula_ diversidade e estruturas básicas_março20141 s  aula 3__célula_ diversidade e estruturas básicas_março2014
1 s aula 3__célula_ diversidade e estruturas básicas_março2014
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Ciências biológica citologia
Ciências  biológica   citologiaCiências  biológica   citologia
Ciências biológica citologia
 
Célula 2
Célula 2Célula 2
Célula 2
 
Organização dos organismos- Células
Organização dos organismos- CélulasOrganização dos organismos- Células
Organização dos organismos- Células
 
Célula vegetal e osmose
Célula vegetal e osmoseCélula vegetal e osmose
Célula vegetal e osmose
 
Celula
CelulaCelula
Celula
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
Organelas
OrganelasOrganelas
Organelas
 
8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivos8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivos
 
Organização do Organismo
Organização do OrganismoOrganização do Organismo
Organização do Organismo
 
Apresentação sobre células citologia
Apresentação sobre células    citologiaApresentação sobre células    citologia
Apresentação sobre células citologia
 
Introdução a biologia e citologia objetivo
Introdução a biologia e citologia objetivoIntrodução a biologia e citologia objetivo
Introdução a biologia e citologia objetivo
 
organização geral das celulas
organização geral das celulasorganização geral das celulas
organização geral das celulas
 
Celula
CelulaCelula
Celula
 

Último

Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e Apps
Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e AppsApresentação Aula Usabilidade Web Jogos e Apps
Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e AppsAlexandre Oliveira
 
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxPLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxfran50171
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxTEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxAssisTeixeira2
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfkeiciany
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...manoelaarmani
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...Colaborar Educacional
 
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...pj989014
 
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...Unicesumar
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfkeiciany
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfalexandrerodriguespk
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfkeiciany
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfalexandrerodriguespk
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 

Último (20)

Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e Apps
Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e AppsApresentação Aula Usabilidade Web Jogos e Apps
Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e Apps
 
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxPLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxTEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
 
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
 
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
 
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 

Aulão 9º anos 2018 I.pdf

  • 3. A célula Aula 1: Conceito Estrutura Tipos de célula Constituição básica
  • 4. As células constituem os seres vivos Os seres vivos são constituídos por células. É a menor parte dos seres vivos com forma e função definidas - unidade estrutural compõe o corpo de todos os seres vivos. – Teoria Celular Célula é a unidade funcional dos seres vivos. - menor estrutura que desempenha as funções característica dos seres vivos. A célula
  • 5.  Podem variar em relação a diversas características ( forma, tamanho, funções...) Mas todas elas tem composição semelhante: -Formadas basicamente por : Membrana plasmática; Citoplasma; e Material genético A célula
  • 6. Tipos de células As células podem diferir quanto à presença ou ausência de determinadas estruturas. Considerando a organização de seu material genético, há dois tipos de células: as procariontes e as eucariontes.
  • 7. Tipos de células Células procariontes: • O material genético fica disperso no citoplasma – não é delimitado por membranas. • Os seres que apresentam essas células são chamados procariontes e são todos unicelulares. Ex.: bactérias
  • 8. Tipos de células Células eucariontes: Material genético envolto por membrana -carioteca; Os organismos que apresentam essas células são chamados eucariontes e podem ser unicelulares ou pluricelulares .
  • 9. Tipos de células Procariontes x Eucariontes Eucariontes são células que apresentam um núcleo; possuem carioteca. Procariontes são células cujo material genético está disperso; sem núcleo.
  • 10. A célula eucarionte animal Membrana plasmática Citoplasma Núcleo – Carioteca Membrana Plasmática
  • 11. A célula eucarionte vegetal Parede celular – Celulose Proteção Parede celular é uma camada rígida que envolve as células vegetais.
  • 12. Membrana celular • Membrana plasmática Membrana Plasmática é uma fina camada que envolve e delimita a célula. Permeabilidade seletiva Permeabilidade Seletiva é a propriedade da membrana que determina o que entra ou sai da célula. - funciona como um portão: permite a passagem de certas substâncias e impede a passagem de outras.
  • 13. Membrana celular Estrutura da membrana – Lipídios e proteínas • Lipoproteica
  • 15. Citoplasma, citosol ou hialoplasma Citoplasma é a parte da célula que fica entre a membrana celular e o núcleo. Nele há um material gelatinoso, chamado citosol, onde várias organelas estão mergulhadas. -várias transformações químicas fundamentais para o organismo. (do grego kytos, célula, e plasma, aquilo que dá forma, que modela)
  • 16. • Ribossomos (“ribo” se refere ao ácido ribonucleico presente nessa organela – RNA's). – Função: Síntese de proteínas – fabricam proteínas, substância importante para formação da células de todos os seres vivos. – Ocorrência: Todas as células vivas. Organelas citoplasmáticas
  • 17. • Retículo Endoplasmático Uma rede de pequenos canais e bolsas que formam uma estrutura semelhante a um labirinto dentro da célula. Organelas citoplasmáticas Muitas substâncias, como as proteínas e os lipídios, podem ser levados a diferentes partes da célula por meio desses canais.
  • 18. • Retículo Endoplasmático – Função: Produz e transporta substâncias ( proteínas e lipídios...). – Ocorrência: Células animais e vegetais – Tipos: • R. E. Rugoso (possui ribossomos aderidos às membranas) – Proteínas • R. E. Liso ( não possui ribossomos aderidos às membranas) – Lipídios (gorduras) Organelas citoplasmáticas
  • 19. • Complexo Golgiense – Função: modificar, armazenar e exportar proteínas que serão transferidas para fora da célula (ex.: enzimas usadas na digestão, hormônios e muco). • As proteínas são fabricadas pelos ribossomos grudados ao RER, depois são encaminhadas para o o complexo Golgiense, onde ficam armazenadas até serem enviadas para fora da célula. Organelas citoplasmáticas
  • 21. • Mitocôndria (do grego mitos, 'filamento', e condria, 'partícula') • Organela encarregada de extrair energia dos nutrientes utilizando o gás oxigênio. • A célula usa essa energia para realizar suas atividades. Organelas citoplasmáticas
  • 22. • Mitocôndria -respiração celular aeróbica (do grego aér, 'ar'): processo que ocorre no interior das mitocôndrias que libera energia por meio de reações químicas. Organelas citoplasmáticas
  • 23.  Mitocôndria -respiração celular aeróbica (do grego aér, 'ar'):  A principal substância utilizada pela célula para liberação de energia é uma açúcar – glicose. A respiração aeróbica utiliza o gás oxigênio e produz gás carbônico e água. Organelas citoplasmáticas Glicose + oxigênio gás carbônico + água + energia
  • 24.  Lisossomos (do grego lise, 'quebra', 'destruição', e soma, 'corpo') São pequenos “pacotes de enzimas” (enzimas são substâncias que facilitam as reações químicas). Organelas citoplasmáticas
  • 25.  Lisossomos (do grego lise, 'quebra', 'destruição', e soma, 'corpo')  As enzimas do lisossomo atuam na digestão de alguns alimentos que certas células obtêm do ambiente ou mesmo na digestão de organelas da própria célula (aqui agem na renovação de partes da célula). Organelas citoplasmáticas
  • 26. Peroxissomos A semelhança direta com os lisossomos ocasionou grande confusão entre as organelas. Isso porque, até pouco tempo, acreditava-se que os peroxissomos eram lisossomos. No entanto, ambas as estruturas se diferem muito por causa do tipo de enzimas que carregam. Os peroxissomos, contêm enzimas com funções bastante específicas. Além de possuírem estes grupos de substâncias que quebram moléculas de gordura e proteína, também apresentam as enzimas catalase. * Os peroxissomos fazem parte de descobertas recentes em pesquisas novas. Por esse motivo, sua específica função no metabolismo da célula ainda é um mistério. Entretanto, cientistas atrelam aos peroxissomos as funções de participação no processo de desintoxicação celular. Organelas citoplasmáticas
  • 27.  Núcleo É o centro de controle da célula onde estão os cromossomos (do grego kroma, 'cor', e soma, 'corpo') Organelas citoplasmáticas
  • 28. Nos cromossomos se encontra o ácido desoxirribonucleico ou DNA. O DNA é o material químico do qual é feito o gene, contido no cromossomo. Organelas citoplasmáticas  Núcleo
  • 29. - Cromossomo e - Cariótipo Organelas citoplasmáticas  Núcleo
  • 30. O gene, por sua vez , é a unidade básica da hereditariedade, pois ele controla a produção de proteínas na célula, e as proteínas atuam nas características dos seres vivos: cor dos olhos, cor da pele, tipo de nariz... Organelas citoplasmáticas cromossomos (do grego kroma, 'cor', e soma, 'corpo')
  • 31.  No núcleo encontra-se também o nucléolo. É nele que o material químico que vai formar os ribossomos se acumula antes de migrar para o citoplasma. Organelas citoplasmáticas
  • 32.  O centro celular é formado por dois cilindros (chamados centríolos) que ajudam nos movimentos dos cromossomos quando a célula se divide em duas. Organelas citoplasmáticas
  • 33.  Cloroplastos  São um tipo de cromoplastos que contém pigmento chamado clorofila, que são capazes de absorver a energia da luz solar e a convertem em energia química por um processo chamado fotossíntese.  Ocorrência: célula vegetal Organelas citoplasmáticas
  • 34. São envolvidos por membrana - Tonoplasto e no seu interior há um líquido chamado suco celular. Organelas citoplasmáticas A turgidez da célula confere rigidez aos tecidos vegetais tornando a planta ereta, por exemplo.  reserva de substâncias, como amido e pigmentos;  Vacúolos  controlam a turgidez ou flacidez da célula.
  • 35.  Vacúolos  Estão também envolvidos na quebra de macromoléculas e na reciclagem de seus componentes dentro da célula.  Devido a sua atividade digestivas, os vacúolos são compatíveis em função aos lisossomos que ocorrem nas células animais. Organelas citoplasmáticas
  • 36. CÉLULA ANIMAL CÉLULA VEGETAL NÚCLEO ( NUCLÉOLO) NÚCLEO ( NUCLÉOLO) RETICULO ENDOPLASMÁTICO (L. E R.) RETICULO ENDOPLASMÁTICO (L. E R.) COMPLEXO GOLGIENSE COMPLEXO GOLGIENSE RIBOSSOMOS RIBOSSOMOS LISOSSOMOS VACÚOLO MITOCÔNDRIA MITOCÔNDRIA CENTRÍOLOS CLOROPLASTOS CITOPLASMA CITOPLASMA MEMBRANA PLASMÁTICA MEMBRANA PLASMÁTICA PAREDE CELULAR
  • 40. Da célula ao organismo  Todos nós já fomos, algum dia, uma única célula, a célula-ovo ou zigoto (zigo indica 'união').  A célula-ovo é formada pela união de duas outras células: o espermatozoide e o óvulo. Essa união do espermatozoide com o óvulo recebe o nome de fecundação.
  • 42. Da célula ao organismo  Logo depois de formada, a célula-ovo se divide e dá origem a duas células- células-filhas.  Em um processo que se repete muitas vezes, as células-filhas vão se dividir até formar todas as células do corpo e dar origem a um novo indivíduo.
  • 43. Da célula ao organismo Além da divisão celular as células vão se tornando diferentes umas das outras e se tornando especializadas... dando origem aos tecidos.
  • 44. Existem 2 tipos de processos de divisão celular: -Mitose -Meiose Divisão celular
  • 45. Divisão celular Mitose: Produz células idênticas à célula inicial. -Crescimento -Reposição de células mortas Meiose: Produz células com metade do número de cromossomos da célula inicial. - Reprodução
  • 49. Tecidos do corpo humano Tecido é um conjunto de células semelhantes que desempenham uma mesma função.
  • 50.  DE REVESTIMENTO – Revestir e proteger o corpo e os órgãos. Epitélio simples – rim. Tecido Epitelial
  • 51. DE REVESTIMENTO – Revestir e proteger o corpo e os órgãos. Endotélio vascular Tecido Epitelial
  • 52.  DE REVESTIMENTO – Revestir e proteger o corpo e os órgãos. Epitélio simples – intestino delgado. Tecido Epitelial
  • 53.  DE REVESTIMENTO – Revestir e proteger o corpo e os órgãos. Epitélio estratificado – esôfago. Tecido Epitelial
  • 54.  DE REVESTIMENTO – Revestir e proteger o corpo e os órgãos. Epitélio estratificado queratinizado – pele Tecido Epitelial
  • 55. Glândula sudorífera Glândula sebácea epiderme derme O tecido epitelial que se encontra na pele é chamado de epiderme.
  • 56. Tecido Epitelial  Tecido epitelial encontrado na pele epiderme. Função proteção:  contra organismos invasores;  contra ação de certos produtos químicos;
  • 57. Tecido Epitelial  Tecido epitelial encontrado na pele – epiderme. Função proteção  atrito do sol;  impede a perda excessiva de água – produção de queratina (substância impermeabilizante).
  • 58. GLANDULAR Glândulas são estruturas que secretam substâncias no corpo, tais como: hormônios, lágrimas, suor... Tecido Epitelial
  • 59. GLANDULAR Tecido Epitelial Glândulas exócrinas: secretam substâncias para fora do corpo ou para dentro de uma cavidade corporal. Ex: glândula mamária, glândulas salivares, sudoríparas.
  • 60. GLANDULAR Tecido Epitelial Glândulas endócrinas (ou de secreção interna) - Substâncias por elas elaboradas passam diretamente para o sangue Ex: Supra-renais, hipófise, ovário, testículo.
  • 61. GLANDULAR Tecido Epitelial Glândulas endócrinas (ou de secreção interna) - Substâncias por elas elaboradas passam diretamente para o sangue Ex: Supra-renais, hipófise, ovário, testículo.
  • 62. GLANDULAR Tecido Epitelial Mistas: secretam tanto para dentro quanto para fora do corpo. Ex: pâncreas, testículos e ovários. O Pâncreas possui uma parte exócrina que lança o suco pancreático no intestino, e uma parte endócrina, que lança no sangue o homônimo insulina e glucagon.
  • 63. Tecido conjuntivo Tecido conjuntivo (ou conectivo – conjuntare e connectare = unir, juntar)
  • 64. Tecido conjuntivo Possui um material entre as células, a substância intercelular,que colabora em suas funções. Em cada tipo de tecido a substância intercelular e as células assumem uma função.
  • 65. Tecido conjuntivo Células afastadas; muita substância intercelular.
  • 66. Tecido conjuntivo Propriamente Dito: Está presente em todos os órgãos e abaixo da epiderme. Sustentação e nutrição de epitélios. Ex.: dão resistência e elasticidade à pele.
  • 67. Tecido conjuntivo Na derme, o tecido conjuntivo propriamente dito, contém substâncias intercelulares gelatinosa e fios microscópicos de proteínas – as fibras – que dão resistência e elasticidade à pele.
  • 68. Tecido conjuntivo Fibras colágenas; feitas de proteína chamada colágeno ( do grego, kolla, cola e gennon, produzir) são muito resistentes a tração.
  • 69. Tecido conjuntivo Fibras elásticas; feitas de proteína elastina. Possuem bastante elasticidade.
  • 70. Tecido conjuntivo Tecido adiposo:  Rico em células que armazenam gordura, as células adiposas ou adipócitos.
  • 72. Tecido conjuntivo Tecido Ósseo: Substância intercelular rica em sais minerais de cálcio e fibras de colágeno, o que torna o osso rígido e resistente.
  • 74. Tecido conjuntivo Tecido cartilagíneo ou cartilaginoso:  Resistente, mas flexível.  Encontrado em áreas onde a sustentação e a flexibilidade são necessárias.
  • 76. Tecido conjuntivo Tecido sanguíneo:  Suas células estão mergulhadas em uma substância intercelular líquida – o plasma.
  • 78. Tecido muscular Células capazes de se contrair, diminuir de tamanho. São essas contrações que geram os movimentos do corpo.
  • 80. Tecido muscular Tecido muscular estriado cardíaco Tecido muscular não estriado (ou liso) Tecido muscular estriado esquelético
  • 81. Tecido muscular Forma os músculos preso aos ossos, os músculos esqueléticos. Tecido muscular estriado esquelético
  • 82. Tecido muscular Por serem alongada, essas células musculares costumam ser denominadas fibras musculares ou miócitos ( do grego, mys, músculo). Tecido muscular estriado esquelético  Vistas ao microscópio, elas apresentam listras ou estiras transversais – dai o termo estriado.
  • 83. Tecido muscular Os músculos esqueléticos possuem contração voluntária – voluntários.
  • 84. Tecido muscular Encontrado no coração;  Suas contrações tem a função de impulsionar o sangue pelo corpo.  Músculo involuntário. Tecido muscular estriado cardíaco
  • 85. Tecido muscular Formado por células alongadas e afinadas nas pontas. Músculo involuntário. Tecido muscular não estriado ou liso
  • 86. Tecido muscular Encontrada em diversos órgãos ocos do nosso corpo: Tecido muscular não estriado ou liso
  • 88. Tecido nervoso Possui células com capacidade de receber, gerar e transmitir impulsos nervosos.  Neurônios e células glia.
  • 89. Tecido nervoso Possui células com capacidade de receber, gerar e transmitir impulsos nervosos.  Neurônios e células glia.
  • 93. Questões IF 2016 Questão 25 - O corpo humano apresenta diferentes tipos de células que são organizadas em tecidos, e estes formam os órgãos. Com relação aos tecidos e órgãos e seu funcionamento no corpo humano, julgue cada proposição a seguir, colocando V se for verdadeira ou F se for falsa. ( ) O coração é um órgão formado principalmente por tecido nervoso. ( ) As células do sangue são formadas dentro da medula óssea. ( ) O suor é produzido e excretado por glândulas do tecido epitelial. ( ) Nos adultos, o tecido ósseo é formado principalmente por células mortas. Marque a sequência CORRETA. a) F – F – F – V b) V – F – F – V c) F – V – V – F d) V – V – F – F e) F – V – F – F F V F V