jornaldocastelo@gmail.com
Belo Horizonte - Ano 6 - Nº 79 - Dezembro de 2013
Telefones (31) 2511-1200 / 8805-6057
Distribui...
2

Dezembro de 2013

Nota
Natal cultural

Fala

Castelo!
2511-1200

JORNALDOCASTELO@GMAIL.COM

(31)2511-1200
Quem busca op...
3

Dezembro de 2013

Festa

Empresários e moradores do
Castelo fazem um Natal solidário
Ações paralelas arrecadaram mais d...
4

Dezembro de 2013

Economia

Produtos da ceia de Natal podem
variar até 332%, revela pesquisa
Também houve queda no preç...
Dezembro de 2013

5
6

Dezembro de 2013
7

Dezembro de 2013

Por Dentro

Preço da entrada no Zoológico
de BH foi reajustado
Visitas ao Jardim Botânico
e ao Zoológ...
8

Lazer

Dezembro de 2013

Filhote de zebra é o mais novo
morador do Zoológico de BH
Os últimos nascimentos da espécie na...
9

Dezembro de 2013

Novidade

Museu Brasileiro do Futebol
está sendo ampliado

O Museu Brasileiro do Futebol, inaugurado ...
ARUN SANKAR KAP

10

Mundo

CLICK - No dia 5 de

dezembro o mundo perdeu um
dos homens mais importantes
do século XX: o pa...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Dicas de Finanças de fim de ano Dez/2013

316 visualizações

Publicada em

Dicas de Finanças de fim de ano Dez/2013

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
316
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dicas de Finanças de fim de ano Dez/2013

  1. 1. jornaldocastelo@gmail.com Belo Horizonte - Ano 6 - Nº 79 - Dezembro de 2013 Telefones (31) 2511-1200 / 8805-6057 Distribuição gratuita nos bairros Castelo - Ouro Preto - Alípio de Melo - Serrano - Condomínio Fazenda da Serra ACESSE O SITE www.jornaldocastelobh.com.br Natal: hora de ajudar Moradores e empresários do bairro Castelo se uniram nos últimos meses em uma corrente de solidariedade e prometem fazer um Natal inesquecível para centenas de crianças carentes e moradores de rua de Belo Horizonte e da Região Metropolitana. Juntos, arrecadaram mais de 400 presentes! A ajuda veio dos amigos e clientes. A empresária Gabriela Fernandes (foto) promoveu até um café da manhã em seu Pet Shop, com direito a algodão doce e brindes, Página 3 para os clientes que levassem alguma doação. Afinal, é Natal! Tempo de refletir e ajudar! O preço dos ingressos para o Zoológico de BH está mais caro. Filhote de zebra é a mais nova atração do lugar. Páginas 7 e 8 O Museu Brasileiro do Futebol, no Mineirão, está passando por reformas e vai ganhar mais cinco salas. Página 9 Montar a ceia de Natal exige pesquisa Um levantamento realizado pelo site Mercado Mineiro revelou que os produtos mais consumidos na ceia de Natal podem ter preços com variação de até 332% em determinadas lojas do Mercado Central e em diferentes supermercados de Belo Horizonte. A dica dos especialistas é checar os panfletos antes de sair às compras. Página 4
  2. 2. 2 Dezembro de 2013 Nota Natal cultural Fala Castelo! 2511-1200 JORNALDOCASTELO@GMAIL.COM (31)2511-1200 Quem busca opções gratuitas de lazer no mês de dezembro não pode deixar de visitar a tradicional iluminação de Natal da Praça da Liberdade, inaugurada no último dia 3, e os nove museus do Circuito Cultural Praça da Liberdade. Em dezembro, todos os espaços que compõem o circuito estão em funcionamento em dias e horários variados: às quintas-feiras, o atendimento está sendo estendido até às 22h. O acesso a todos os nove museus é gratuito e a programação atende ao público de todas as idades. Além das exposições fixas de cada museu, os interessados vão encontrar atrações como contadores de histórias, apresentações musicais, visitas temáticas, entre outras. Os detalhes da programação de cada espaço podem ser consultados pelo site www.circuitoculturalliberdade.com.br ou pelo telefone (31) 3239-2000. Expediente Rua dos Médicos, 904 - Alípio de Melo - CEP: 30.840-020 Belo Horizonte - Minas Gerais - Telefone: (31) 2511-1200 Email: jornaldocastelo@gmail.com Editor Responsável: Lívio Barbosa - MG 10.524 JP Projeto Gráfico e Diagramação: Edições Geraes Ltda. Impressão: Sempre Editora Ltda. - Tel.: (31) 2101-3000 Tiragem: 7.000 exemplares - Peridiocidade: Mensal Distribuição: Mega Som - Tel.: (31) 3381-6628 Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do jornal, sendo de inteira responsabilidade de seus respectivos autores. FAX: (31) 3471-1734 RUA DOS MÉDICOS, 904, ALÍPIO DE MELO CEP 30840/020, BH-MG PEGUE SEU JORNAL! O JORNAL DO CASTELO também pode ser encontrado na Drogaria Serrano (Av. Serrano, 115, Serrano), a mais tradicional drogaria do bairro, na Imobiliária Dorgival, na padaria Mixpão (Av. Miguel Perrela, 29, Castelo), na padaria Kidelícia (Rua Romualdo Lopes Cançado, 10, Castelo) e na Cerveja & Cia Distribuidora de Bebidas, na Av. Engenheiros, 1510. Pelo menos 150 exemplares estarão à disposição dos moradores e comerciantes, todos os meses, sempre à partir do último dia de cada mês. O jornal será colocado em um expositor, onde poderá ser retirado gratuitamente. È o nosso jornal fazendo parcerias inteligentes, levando informação séria e de credibilidade ao alcance de mais pes­ oas. Boa leis tura a todos!
  3. 3. 3 Dezembro de 2013 Festa Empresários e moradores do Castelo fazem um Natal solidário Ações paralelas arrecadaram mais de 400 presentes para crianças carentes e moradores de rua de BH e Região Metropolitana Boa ideia arbosa doce e brindes para os clientes que levassem um presente para ser doado. Foi um sucesso. A arrecadação terminou no dia 21 de dezembro, com vários embrulhos ao pé da árvore de Natal da empresa. “Aprendi desde pequena a importância de ajudar o próximo e me sinto muito honrada em ajudar as crianças. Sempre arrecadamos de vizinhos e amigos, porém, nunca tínhamos feito uma campanha maior. Ajudar é muito importante, mas não só na época natalina, pois as necessidades A empresária Gabriela Fernandes pediu são inúmeras durante doações aos clientes de seu pet shop todo o ano. Se temos um pouco a oferecer, já é uma último aniversário, realizada em imensidão pra quem recebe. outubro. Ao invés de um presenFaz bem não apenas para quem te pra ela, pediu aos convidados recebe, mas para quem doa tam- homens que levassem uma bola ou carrinhos. Para as mulheres bém”, ressalta. pediu kits de maquiagem, bonecas, entre outros brinquedos femininos. Os amigos e familiares adeA empresária e moradora do bairro Castelo, Caroline de Cás- riram à idéia e colaboraram. No sia Baeta, teve uma idéia dife- último dia 18, com a ajuda de rente: arrecadou brinquedos para voluntários e dos membros da o Natal durante a festa de seu Organização Não Governamen- Liv io B É Natal! Portanto, hora de festejar. Claro! Mas é preciso mais... No mês em que os corações batem mais fortes e a sensibilidade está aflorada também é hora de ajudar. Foi pensando em fazer do Natal um momento especial para algumas crianças carentes e moradores de rua de Belo Horizonte e da Região Metropolitana, que empresários e moradores do bairro Castelo resolveram se unir antes mesmo da chegada do Papai Noel. Pediram doações de brinquedos e roupas a seus clientes e amigos, em ocasiões diferentes, e tiveram muito sucesso na campanha em prol de um Natal mais solidário. Ao todo, mais de 400 presentes foram arrecadados em pouco mais de dois meses. A empresária Gabriela Fernandes, proprietária do pet shop Dog’Space, pediu a doação de brinquedos novos, ou em bom estado de conservação, para presentear crianças carentes da capital e de Nova Lima, na Grande Belo Horizonte. Montou uma árvore de Natal na entrada da loja e se emocionava a cada doação que recebia. A campanha foi iniciada no dia 29 de novembro. No dia seguinte, ela organizou, dentro da loja, um café da manhã com distribuição de algodão tal (ONG) Encontro dos Amigos (EDA), a qual Caroline também faz parte, foram embrulhados todos os presentes. Dezenas de peças de roupas e sapatos que a ONG recebeu durante todo ano também receberam embrulhos no mesmo dia. A distribuição de brinquedos e roupas estava prevista para o dia 22. “Ajudo algumas famílias em outras datas, mas no Natal é diferente. A gente fica mais comovida, o coração mais mole. Acho que o Natal dessas crianças será inesquecível. A experiência foi valida e já estou pensando em fazer a mesma coisa no ano que vem. O mais legal de tudo é ver o agradecimento nos olhos das crianças. O sorriso que recebemos de volta é recompensador, vale qualquer esforço”, avalia. Um dos fundadores da EDA, o empresário Marcelo Marcucci, também morador do Castelo, agradeceu a todos os colaboradores pelo sucesso de mais uma campanha realizada no Natal. “O sentimento é de gratidão. Quando idealizei o projeto o objetivo era compartilhar todo o processo; da arrecadação à entrega. A prova de que está dando certo é que chegaram presentes de várias iniciativas pessoais e todos querem ajudar nas tarefas. A felicidade é completa”, comemora Marcucci. Artigo Por Frederico Gomes Dares* Intervalo de almoço reduzido gera hora extra integral Cresce em ritmo cada vez mais acelerado o número de ações trabalhistas com o objetivo de receber horas extras pela não concessão integral do horário para alimentação e descanso. Isso porque, caso o empregado não usufrua integralmente do seu horário de almoço, que normalmente é de 1 hora, terá o direito de receber essa hora como extra, com direito a adicional de no mínimo 50% sobre o valor da hora normal de trabalho. Esse foi o entendimento do Tribunal Superior do Trabalho ao editar a súmula de nº 437 que dispõe: “a não concessão ou a concessão parcial do intervalo intrajornada mínimo, para repouso e alimentação, a empregados urbanos e rurais, implica o pagamento total do período correspondente, e não apenas daquele suprimido, com acréscimo de, no mínimo, 50% sobre o valor da remuneração da hora normal de trabalho (art. 71 da CLT), sem prejuízo do cômputo da efetiva jornada de labor para efeito de remuneração” Desse modo, a título exemplificativo, caso o empregado gaste 40 minutos para almoçar voltando em seguida ao trabalho, terá o direito de receber 1 hora extra com adicional de no mínimo 50%, e não só pelos 20 minutos faltantes. Como se vê, existe uma desproporcionalidade nesse entendimento, já que a não concessão ou a concessão parcial do intervalo para alimentação são tratadas da mesma forma, apesar da primeira situação ser bem mais grave que a segunda. Nesse contexto, considerando-se que é bastante comum haver, por diversas razões, redução de alguns minutos no horário de almoço do empregado, deve o empregador ficar atendo diante da possibilidade de um grande passivo trabalhista. Sendo indicado que empresa procure identificar tal situação no controle de ponto dos funcionários. Lado outro, cabe ao empregado verificar se está usufruindo corretamente de seu horário destinado a alimentação e descanso, já que caso contrário, poderá buscar judicialmente seus direitos. 31 3273-6330 * Frederico Gomes Dares é advogado do escritório Bregunci, Dares & Cantarino Advogados. Frederico@bdcadvogados.com.br www.bdcadvogados.com.br
  4. 4. 4 Dezembro de 2013 Economia Produtos da ceia de Natal podem variar até 332%, revela pesquisa Também houve queda no preço de alguns itens no comparativo dos dois últimos anos Um levantamento realizado entre os dias 19 e 22 de novembro, pelo site de pesquisas Mercado Mineiro, revelou que o mesmo produto da ceia de Natal pode ser encontrado, em Belo Horizonte, com preços que variam em mais de 300%. Foram consultados os principais supermercados da capital, inclusive os existentes no bairro Castelo, e todas as lojas do Mercado Central. De acordo com a pesquisa, dentre os 77 produtos pesquisados, a maior variação foi de 332,36%, encontrada no quilo da castanha de caju torrada salgada. O produto pode custar entre R$ 20,80 e R$ 89,93. Já o quilo da ameixa seca com caroço pode custar de R$ 8,00 a R$ 19,95, uma variação de 234,74%. Quem não dispensa uma bacalhoada na ceia de Natal deve ficar atento aos preços. O Bacalhau do Porto apresentou variação de 114,75%, podendo custar de R$ 41,90 a R$ 89,98. O chocotone da marca Bauducco pode ser comprado a R$ 13,49 e até a R$ 18,90, uma variação de 40,10%. O site de pesquisa também fez um levantamento dos preços das bebidas mais consumidas nessa época do ano. A maior variação encontrada foi no preço O maior aumento, de 53,04%, foi no preço do quilo da ameixa seca com caroço. Em 2012 o produto custava cerca de R$ 9,20 e em 2013 passou a custar R$ 14,08. “O preço de alguns produtos estão diretamente ligados às questões de transporte, clima e armazenamento. Isso pode, em alguns casos, explicar porque houve queda ou aumento nos preços. Mas o poder A maior variação de preço foi de 332,36%, encontrada no quilo da castanha de caju torrada de compra dos superdo vinho tinto chileno Cabernet de preço entre as redes mais mercados também interfere. A Santa Helena (750ml). A bebida sofisticadas (Super Nosso) e os dica é pegar o panfleto de cada foi encontrada a R$ 24,00 e a R$ supermercados mais populares. estabelecimento antes de sair de 37,90, uma variação de 57,92%. Apesar da qualidade ser notável, casa”, ressalta Abreu. Dentre os produtos que Já o vinho tinto Santa Felicidade ainda assim vou escolher pelo apresentaram queda, a maior pode ser comprado por preços preço”, disse. redução, de 12,67%, foi no que vão de R$ 7,70 a R$ 12,00, preço de vinho tinto Almaden uma variação de 55,84%. Cordilheira Merlot (750ml), A dona de casa Marilda da Durante a pesquisa também Assunção Cordeiro, moradora foram comparados os preços que custava cerca de R$ 15,86 do bairro Castelo, estava assus- médios dos mesmos produtos em 2012 e em 2013 passou a tada com os preços dos produ- em novembro de 2012 e novem- custar cerca de R$ 13,85. O quilo da ameixa importatos da ceia de Natal em alguns bro de 2013. Segundo Feliciano supermercados do bairro. No Abreu, coordenador da pesqui- da, que no ano passado custava dia 18, saiu de casa para fazer sa, foram detectados aumentos cerca de R$ 14,12, passou a uma pesquisa e elegeu o Super- e quedas de preço em alguns custar R$12,67, uma queda mercados BH como aquele com produtos. Portanto, é preciso de 10,27%. A pesquisa comos preços mais convidativos. pesquisar muito antes de encher pleta está disponível no site www.mercadomineiro.com.br. “É impressionante a diferença o carrinho de compras. Comparativo Artigo Carlos Renato de Almeida* Dicas Relâmpagos de Finanças Pessoais Caro amigo leitor mais um ano se aproxima do fim e espero que o nosso “bate-papo” sobre finanças o tenha auxiliado a viver uma vida financeira mais equilibrada. Sei que as ideias expostas em nossos artigos, não o levou a riqueza ou ao estado de milionário. Entretanto, acredito que muito dos que tentaram seguir as dicas de nossos artigos, conseguiram entender um pouco mais do universo financeiro e principalmente da necessidade de investir parte de seu tempo no estudo, controle e planejamento de seu orçamento. Sabe-se que o final do ano é uma época corrida para todos nós. Então, deixarei alguns pontos de atenção para finalizarmos com excelência este ano de muita luta e conquistas para todos nós trabalhadores, que temos que gerenciar nossas receitas e despesas. Balanço Patrimonial Todas as empresas independentes do setor, ao chegar o fim do ano, iniciam o fechamento de seus balanços Patrimoniais. Este balanço consiste nos levantamentos dos valores de seus Ativos (bens e direitos) e Passivos (despesas e obrigações). Faça você também seu balanço e analise a evolução de seu patrimônio pessoal. Orçamento 2014 As instituições também já estão finalizando a projeção de seus orçamentos para o próximo ano. Estes orçamentos consistem nos sonhos e desejos, ou seja, metas e objetivos a serem atingidos em 2014. Nós pessoas físicas também devemos aprender com as pessoas jurídicas e devemos fazer nossos orçamentos. Este orçamento nada mais é do que a listinha de planos para 2014, o diferencial é que nesta listinha, temos que acrescentar de onde virá o dinheiro para realização dos planos. O Leão Ainda é possível amenizar a mordida do leão do Imposto de Renda. Para os que investem em previdência privada podem ainda fazer um aporte maior em suas previdências. Lembrando, que o valor máximo do depósito está limitado a 12% da receita anual e valores superiores não poderão ser abatidos na base de cálculo do imposto. Ainda é possível realizar gastos com educação e saúde, que poderão ser abatidos na base cálculo, desde que sejam desembolsados ainda no exercício do ano de 2013. Janeiro 2014 Não se esqueçam de fazer uma bela poupança para o início de 2014. Como já detalhei no artigo Janeiro é o mês dos I’s, disponível em nosso blog http://casrenato.blogspot.com , em janeiro além dos despendios de férias, material escolar, ainda somos obrigados a contribuir com os cofres públicos, a exemplo o IPVA e suas taxas, IPTU e ITR. Dezembro 2013 E por fim, finalize o ano de 2013 com muito amor e dedicação aos seus familiares e amigos mais íntimos, pois são eles que dão sentido as nossas vidas; E sem eles não há motivos para termos dinheiro, bens, patrimônios ou qualquer riqueza material. Pense nisto!! Saúde e Sucesso a todos que me leêm. Carlos Renato é Contador - http://twitter.com/Casrenato - http://casrenato.blogspot.com crenatoalmeida@gmail.com
  5. 5. Dezembro de 2013 5
  6. 6. 6 Dezembro de 2013
  7. 7. 7 Dezembro de 2013 Por Dentro Preço da entrada no Zoológico de BH foi reajustado Visitas ao Jardim Botânico e ao Zoológico de Belo Horizonte vão pesar um pouco mais no bolso dos turistas e moradores da capital. O preço dos ingressos, que há três anos não sofria aumento, foi reajustado no último dia 3, conforme Decreto Municipal nº 15405/2013. De acordo com a Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte (FZB-BH), o reajuste foi necessário em função dos investimentos feitos ao longo dos anos em melhorias no Suziane Fonseca O acesso gratuito oferecido nas terças-feiras e no primeiro sábado de cada mês não existe mais acesso, conforto, segurança e na qualidade dos serviços prestados ao público que visita o Jardim Botânico, o Zoológico e o Parque Ecológico da Pampulha. Agora, o ingresso para pedestre no Jardim Botânico e Zoológico custa R$ 3.00, de terça à sexta-feira; R$ 4,00, aos sábados, e R$ 6,00 nos domingos e feriados. O acesso ao Aquário do Rio São Francisco custa R$ 6.00, de terça à domingo e nos feriados. O preço Jardim Botânico e Zoológico Terça a sexta R$ 3,00 Sábado R$ 4,00 Aquário Domingo e feriado R$ 6,00 Terça a domingo e feriado R$ 6,00 INGRESSOS DE VEÍCULOS Categorias Automóvel (até 7 passageiros) Motocicletas Veículo médio Terça a sábado (acima de 7 passageiros e micro ônibus) Ônibus de turismo e de escola particular Ônibus destinados ao transporte dos grupos vinculados a instituições públicas de ensino, unidade de saúde e de assistência social, das esferas municipal, estadual ou federal, e entidades que possuem o certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (Cebas) Domingo e feriado R$ 10,00 R$ 15,00 R$ 4,00 R$ 8,00 R$ 30,00 R$ 40,00 R$ 50,00 R$ 70,00 Isento Isento para quem chegar de carro ou ônibus ao Zoológico vai variar de acordo com o número de passageiros e do dia (veja quadro). O acesso gratuito que era oferecido nas terças-feiras e no primeiro sábado de cada mês passa a ser exclusivo para pessoas cadastradas em Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e aos grupos comprovadamente vinculados a instituições públicas de ensino, unidades de saúde e de assistência social, sejam elas municipais, estaduais ou federais, e, ainda, entidades que possuem o Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (Cebas). Para o presidente da Fundação Zoo-Botânica, Jorge Espeschit, a modificação não atinge apenas a cobrança dos ingressos, mas também como o público será recebido. “Estamos trabalhando para proporcionar à população um passeio mais tranquilo e prazeroso. Nos últimos meses, temos conversado com visitantes e funcionários para saber de quais mudanças nossos espaços precisam. Identificamos a necessidade de termos maior controle no fluxo de pessoas que nos visitam, pois locais tumultuados atrapalham a visitação, os trabalhos de educação ambiental e de preservação aqui realizados”, esclarece Jorge. Ele explica ainda, que mesmo com o reajuste, os preços dos ingressos vão continuar abaixo das tabelas praticadas pela maioria dos zoológicos e aquários do Brasil como, por Artigo Zaine Martins(*) Recomeçar? Em todos os dias, com o nascer do sol, recomeçamos. A vida sempre continua, mas recomeçamos. Nosso recomeço é uma constante em nossa caminhada. Quase sempre não notamos que a oportunidade nos foi dada novamente, mas ela está lá, nos aguardando para a caminhada pela vida rumo ao nosso destino. Mesmo o brilho maravilhoso do sol que anuncia sem barulho mais esse dia, nossa percepção nem sempre nos faz sentir a importância daquilo que temos diante de nós. Em nossas mãos, em nossas palavras, nossas atitudes, nos companheiros de jornada compostos por nossos familiares, colegas de trabalho, etc. Mas, a vida continua e nós fazemos parte dela. Muitas vezes esse dia começa com a angústia da desesperança para aqueles que têm o corpo físico atingido por enfermidades, na dor causada pela mágoa daqueles que se sentiram ofendidos, na tristeza por não ter o trabalho necessário ao sustento dos familiares, no desânimo pela demora na realização dos sonhos, na desilusão pelo coração que ainda espera a alma gêmea, no abandono pela falta daquele que seria o lar. Enfim, recomeçamos... Passamos então quase sempre a atitudes que o mundo nos ensina todos os dias: Lamentações, revolta, mau humor, palavras de ofensa, impaciência, para com aqueles que cruzam conosco e assim, caminhamos... Mas o dia, também recomeça, em outras oportunidades: com a saúde abençoada do corpo físico, a tolerância dos outros para com nossos erros, a oportunidade do trabalho remunerado, a conquista da moradia simples ou sofisticada, a presença do companheiro de jornada, os pais que tanto nos apóiam e a família que nos acolhe com segurança. Em qualquer que seja a nossa posição, rico ou pobre, saudável ou doente, sozinhos ou acompanhados, a vida continua para todos nós. O recomeço é o que chamamos de agora, é o que a vida nos dá de presente. É preciso verdadeiramente recomeçar, não um ciclo que se repete sem direção definida e sim com a atenção para a linguagem da vida que nos fala em todo momento. Busquemos nossa direção, para que assim possamos entender o destino que nos aguarda. É necessário parar: parar de correr com a vida, contra a vida, parar de fugir de nós mesmos e descobrir para onde caminhamos. Não basta lamentar, reclamar, revoltar, é preciso primeiro entender para depois notar que existe um “mapa”, um “guia”, para a nossa felicidade. Não uma felicidade de aparências, de conquistas materiais, mas uma felicidade duradoura, permanente, que nunca sairá de dentro de nós. Cobramos, culpamos, julgamos e não entendemos. Não entendemos a dor, não entendemos a angústia e também não procuramos as causas onde elas realmente se encontram. Para que essa caminhada seja segura é preciso conhecer em nós, todos os obstáculos para que assim descubramos os nossos principais desafios. É primordial realizarmos uma viagem para dentro de nosso ser para conhecer as nossas fraquezas e nossas forças. Seguir o tão sonhado “mapa”, que é o amor, o “guia” é todo aquele que cruza nosso caminho e que a cada dia, nos convida a recomeçar... Bom recomeço para todos vocês em 2014!!!! Zaine Martins é Psicóloga do Núcleo do Ser - Consultório de Psicologia Contatos: (31) 3474-7338 / (31) 8736-5671 - www.nucleodoser.com.br exemplo, os Zoológicos de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. “O incremento das ações de preservação e educação ambiental, a criação de novos atrativos, o trabalho e o cuidado intensivo com a estrutura e os animais, a ampliação do acervo de plantas, a inauguração do Banco de Sementes do Jardim Botânico e as reformas nas unidades administrativas resultaram no aumento significativo dos gastos com o custeio, o que justifica o reajuste”, disse Jorge.
  8. 8. 8 Lazer Dezembro de 2013 Filhote de zebra é o mais novo morador do Zoológico de BH Os últimos nascimentos da espécie na capital ocorreram nos anos 80; o animal não corre risco de extinção pintura”, disse. Segundo o presidente da Fundação Zoo-Botânica, Jorge Espeschit, a reprodução de animais silvestres em cativeiro só é bem sucedida quando as condições em que são mantidos são boas, em ambientes semelhantes aos do habitat natural. “O trabalho realizado em nosso plantel é voltado para o bem-estar dos animais, garantindo a preservação das espécies. Assim, conseguimos bons resultados, como, por exemplo, a reprodução, neste ano, dos hipopótamos, das antas e agora das zebras”, explicou. oto S D aniel Alv es rizonte fazia tempo que não se registrava um nascimento da espécie. “Os últimos nascimentos de zebra aqui no Zoológico ocorreram nos anos 80. Agora, o casal Mila e Zuk nos presenteou com esse filhote, que vem enriquecer o nosso plantel”, comentou a bióloga. A enfermeira Cíntia Alves, que visitava o Zoológico com a filha poucos dias após o nascimento do filhote, gostou da novidade. “Encontrar um filhotinho de zebra foi uma bela surpresa. Achei interessante, pois ele já nasce grande e fica sempre próximo da mãe. Suas cores mais parecem uma F Ele tem pouco mais de 20 dias de nascido, ainda não recebeu um nome oficial, mas já está encantando os visitantes do Zoológico de Belo Horizonte. Estamos falando do filhote de zebra (Equus burchelli) macho, que nasceu no dia 1º de dezembro, mas já passeia pelo recinto, ao lado da mãe, como “gente grande”. De acordo com os tratadores e biólogos, além de reconhecer o seu novo lar aos cuidados da mãe, o mais novo morador do Zoológico gosta de descansar à sombra e de se alimentar. Talvez isso explique o seu tamanho e peso: o filhote mede mais de 1 metro e pesa aproximadamente 35 quilos. O recém chegado é cria do casal Mila e Zuk, que chegaram ao Zoológico da capital em 2006. Segundo a bióloga Valéria Pereira, chefe da Seção de Mamíferos do Zoológico, essa espécie, conhecida como Zebra de Grant ou Zebra das Planícies, encontra-se em baixo risco de extinção. No entanto, por causa da caça e da perda de habitat natural para criações de gado e outros animais domésticos, a população selvagem vem sendo reduzida. No Zoológico de Belo Ho- Curiosidade As zebras são mamíferos da família Equidae, a mesma dos cavalos. Ocorrem em uma variedade de habitats, incluindo savanas, bosques mais abertos e áreas de gramíneas do sul da Etiópia até o norte da África do Sul. O período de gestação é, em média, de 12 meses, nascendo um único filhote que pode pesar até 35 kg e mamar até atingir pouco mais de 1 ano de idade. A alimentação com ervas se inicia na primeira semana. As zebras vivem em grupos compostos por um macho adulto dominante e, em média, sete fêmeas reprodutivas junto com seus filhotes. As fêmeas jovens, sexualmente maduras, deixam o grupo para se juntar a um harém vizinho, e os machos jovens se afastam em torno dos 4 anos de idade, para se juntar a um grupo de solteiros e formar o próprio harém. (Com FZB)
  9. 9. 9 Dezembro de 2013 Novidade Museu Brasileiro do Futebol está sendo ampliado O Museu Brasileiro do Futebol, inaugurado em 2013, no Mineirão, vai ganhar cinco novas salas a partir de janeiro de 2014. Serão mais 650 metros quadrados de muita informação sobre o esporte mais popular do país, ao alcance de todos. Desde a sua abertura, o museu já recebeu mais de 40 mil visitantes. Segundo o coordenador do museu, Thiago Costa, a exposição que ocupará os novos espaços privilegiará o acervo já existente no Mineirão, com mais objetos sobre os personagens que construíram a história do futebol brasileiro e mundial. “Além da interatividade que as novas salas possuem, o acervo histórico exibido nesses espaços é muito rico. Ele oferece um recorte humanizado e o visitante vai poder ver de perto objetos e fotos históricas do futebol brasileiro. Além disso, troféus, medalhas e pertences Fotos Objeto Design/Minas Arena da China Antiga até os dias de hoje. A sala “Campos Gerais” contará com acervo do antigo Mineirão, como as placas em bronze com os pés e mãos de grandes ídolos do estádio, objetos de colecionadores, além de um totem multimídia com um banco de dados que cataloga os municíO espaço chamado de Guarda Volumes recebeu o nome de vários ídolos do futebol brasileiro pios de Minas Gerais de jogadores completam o acer- qualidade a história que permeia por seus times de futebol. Já o espaço “Futebol e Ouas quatro linhas do gramado. vo”, explica. O planejamento museográ- Como o museu tem por objetivo tras Artes”, a última atração fico dos novos espaços é uma se tornar um centro de referência da exposição, destaca o futeconcepção da Objeto Design a e difusão da memória do futebol, bol como fenômeno cultural. serviço da empresa Minas Are- nada melhor que apresentar os As videoinstalações, imagens, na, administradora do estádio. objetos que integram e ilustram textos, sons e outros recursos Segundo o arquiteto Luis Gus- essa história”, explica. apresentarão os diálogos do tavo, sócio-fundador da Objeto esporte com a literatura, cineDesign, o projeto de expansão ma, artes visuais, dança, teatro está em andamento e não há e escultura. Em uma das novas salas do risco de atrasos. “A equipe está museu os visitantes poderão deiempenhada em resgatar com xar depoimentos sobre um dia inesquecível no O Museu Brasileiro do FuteMineirão. Este teste- bol está fechado para receber as munho será veicula- obras de integração da exposição do na própria exposi- atual com os novos espaços. No ção. A ideia é integrar entanto, a marcação de visitas o visitante ao espaço para grupos acima de 10 pessoas, expositivo e iniciar o no primeiro semestre de 2014, projeto de história oral está disponível desde o dia 17. do museu. Outro espaço Os interessados podem maré o “ABC do Futebol”, car data e horário para conhecer cuja proposta apresen- o Mineirão e o Museu Brasileiro ta, por meio de equi- do Futebol pelo telefone (31) pamentos multimídia, 3499-4333, ou através do e-mail a história do futebol, ouvidoria@minasarena.com.br. A sala Campos Gerais contará com acervo do antigo Mineirão Espaços Serviço Artigo Marcílio Coimbra(*) Preço tem que estar na vitrine “Quanto custa aquele produto na vitrine?”. Se você já fez esta pergunta, saiba que esta deveria ser a menos feita em uma loja. O Código de Defesa do Consumidor – CDC, em seu art. 6º, inciso III diz: “São direitos básicos do consumidor: III - a informação adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços, com especificação correta de quantidade, características, composição, qualidade, tributos incidentes e PREÇO,...;”. Mostrar o preço de um produto é, portanto, uma OBRIGAÇÃO dos lojistas, que com facilidade ultrapassa esta exigência legal. Uma observação mais apurada revela artimanhas apresentados pelos lojistas, como a colocação de placas dizendo “A partir de...”, sem que conste o produto individualizado em cada produto. Total falta de respeito! De acordo com o CDC, as informações nas vitrines precisam ser claras. Todos os produtos precisam ter seus preços revelados. É preciso informar também as condições de pagamentos – à vista ou parcelado – bem como o valor da taxa de juros e o número de parcelas. Se a loja não trabalha com instituições financeiras, não pode ser mais que 1% ao mês. A regra é simples: o consumidor deve entrar na loja sem qualquer dúvida. Procurar os vendedores para mais esclarecimentos sobre o que está exposto revela que algo na vitrine está errado. Bem sabemos a falha dos Brasileiros em reclamar. Assim abaixo segue alguns órgãos para reclamar. Alguns são por telefone, e a maioria tem que ser feito presencialmente. Contudo no site do Ministério Público de Minas Gerias – MPMG, pode-se fazer pela internet. PROCON – ASSEMBLEIA Rua Rodrigues Caldas, 30 Santo Agostinho CEP 30190-921 Belo Horizonte/MG Telefone: 31 2108-7000 PROCON - Câmara Municipal Av. dos Andradas, 3100 Santa Efigênia 30000000 Belo Horizonte / MG (31) - 3555 1268 No caso do site do MPMG, este encaminhará a denuncia para a Delegacia de Consumo para que seja investigada. Importante destacar que no site embora tenha a opção de anonimato, esta deve ser evitada, pois é muito comum as denuncias serem arquivadas por falta de mais informações. Entre no site: “www.mpmg.mp.br”, clique em “Serviço ao Cidadão” , “Procon-MG”, “Reclamação/Consultas”, “Atendimento (clique aqui)” e então em “Cadastrar Manifestação.”. Ao fazer uma denuncia, não esqueça anotar informações sobre a loja, testemunhas e fotos do local/produto. Faça sua parte, contribua para uma sociedade melhor. Reclame, denuncie! Marcílio Coimbra é Bacharel em Direito, Advogado, Membro Efetivo IEFI – Instituto de Estudos Fiscais, Membro da Comissão de Direito Tributário da OAB/MG e Diretor Executivo da CoimBra - Consultoria Empresarial Tributária. Dúvidas e informações (31) 9984-0300 ou marcilio@consultoriacoimbra.com.br do
  10. 10. ARUN SANKAR KAP 10 Mundo CLICK - No dia 5 de dezembro o mundo perdeu um dos homens mais importantes do século XX: o pacifista e ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela. Madiba, como era carinhosamente chamado, foi o primeiro presidente negro da África do Sul (1994 a 1999) e o homem que livrou milhões de negros do regime do Apartheid. Por sua incansável luta contra a segregação racial no seu país, foi coroado com o Prêmio Nobel da Paz em 1993. Mandela morreu aos 95 anos, cercado pela família, em casa, para onde havia sido levado depois de ficar três meses internado por causa de uma infecção pulmo- “A cada dia de nossa vida aprendemos com nossos erros e vitórias, o importante é saber que todos os dias vivemos algo novo. Que no novo ano que se inicia possamos viver intensamente cada momento com muita paz e esperança, pois a vida é uma dádiva e cada instante é uma benção de Deus. Feliz Ano Novo!” nar. Sua morte foi lamentada em todo o mundo. O líder sulafricano foi enterrado no dia 15 de dezembro conforme sua vontade: em Qunu, a cidade em que nasceu, na zona rural da África do Sul. Dezembro de 2013 Sim meus queridos! Fim de Ano tá batendo na porta. Como não podia deixar de ser, vamos dar dicas das tendências para festas, mas melhor que isso, vamos falar daquilo que NÃO VARIA e que salva em qualquer ocasião. Dá uma olhada! Ah! Se no jornal a foto estiver pequena, entra no blog pra ver maior: www.letismakeit.blogspot.com Para mim, todo ano é a mesma coisa. Chega Dezembro e tudo o que penso é na FESTA DE FIM DE ANO: “onde vou passar?”, “quem vai estar lá?”, “será que vai ser um baile?”, “casa de algum amigo?”, “sítio?”, “praia?”, “fazenda?”, “casinha de sapê?” Pensando nisso, esse ano resolvi adotar a seguinte medida: optar por uma tendência legal, que possa incorporar para qualquer ocasião. No caso, escolhi a trend do “Bling Bling” (como eles costumam dizer aqui no Canadá) dos dourados e prateados, dos paetês ou lurex. Mas vá com calma colega, porque esse brilho todo não veio pra te ofuscar! A dica é usar em uma das peças somente. Eu optei, em ambos exemplos, por usar o “Bling Bling” da cintura pra baixo, deixando o branco para a parte de cima, porque acho mais charmoso. Mas você pode fazer como quiser! Agora que já falamos da tendência bacaninha, vamos para os finalmentes: aquilo que NÃO VARIA (e salva a vida da gente!) 1 - Colar: Já que a roupa é dourada / prateada, escolha uma peça clássica de cor neutra. 2 - Brincos: a dica da cor neutra permanece. Escolha os brincos da mesma cor que o colar. 3 - Pulseira ou bracelete: esse pode ser da cor do seu “Bling Bling”. Prateado ou dourado... só não vale ser diferente do “Bling Bling”, ok?! 4 - Carteira: clutch pretinha, pequena, básica e só! 5 - Unhas: branquinhas, com ou sem brilhos (pouco viu gente! não é unha de gliter não... é só um brilhinho!) 6 - Make olho: faça o make do gatinho. Um puxadinho e voilá! 7 - se quiser usar sombras, opte pelas neutras. 8 - pode fazer bocão! vermelho! sim... porque é FIM DE ANO!!! Uebaaa! Bom gente querida! É isso... passou mais um ano e espero que vocês tenham gostado das dicas! Ano que vem a gente se vê mais! Beijokas! L etícia U esugi é publicitária , editora de vídeos , blogueira , colunista e acaba de descobrir mais uma paixão / função : cozinhar ! A dorou fazer quitutes para brasileiros no C anadá e pensa em passar receitas nutritivas, além das de beleza! Se você quer conhecer mais o trabalho d e s s a g a r o ta - m u lt i - f u n ç ã o a c e s s e : w w w . l e t i s m a k e i t . b lo g s p o t . c o m

×