SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Baixar para ler offline
São manifestações gráficas e musicais, de
importante valor histórico, criadas para
transmitir o sentimento de união nacional e
mostrar a soberania do país. Foram definidos na
Lei 5.700 de 1º de setembro de 1971. Além de
estabelecer quais são os símbolos, esta lei
também fez determinações sobre como devem
ser usados, padrões e formatos, significados,
etc.
Bandeira Nacional
A Bandeira Nacional foi instituída no dia 19 de
novembro de 1889, 4 dias depois da Proclamação da
República. É o resultado de uma adaptação na
tradicional Bandeira do Império Brasileiro, onde o
escudo Imperial português dentro do losango amarelo
foi substituído por um círculo azul com estrelas na cor
branca. A esfera azul de nossa bandeira representa
nosso céu estrelado, ao centro com a frase "Ordem e
Progresso". São 27 estrelas, representando os 26
estados e o Distrito Federal. O losango amarelo ao
centro representa o ouro e o retângulo verde,
representa nossas matas e florestas.
As Armas Nacionais ou Brasão Nacional representam a
glória, a honra e a nobreza do Brasil e foram criadas na mesma
data que a Bandeira Nacional. No centro há um escudo circular
sobre uma estrela verde e amarela de cinco pontas. O cruzeiro
do sul está ao centro, sobre uma espada. Um ramo de café está
na parte direita e um de fumo a esquerda. Uma faixa sobre a
parte do punho da espada apresenta a inscrição "República
Federativa do Brasil". Em outra faixa, abaixo, apresenta-se "15
de novembro" (direita) e "de 1889" (esquerda).
É obrigatório o uso das armas nos edifícios dos três poderes
(Executivo, Legislativo e Judiciário) dos governos federal,
estaduais e municipais, e também nos quartéis militares e
policiais e em todos os papéis oficiais de nível federal
(publicações, convites entre outros).
O Selo Nacional é utilizado
para autenticar documentos
oficiais e atos do governo. É
usado também para autenticar
diplomas e certificados emitidos
por unidades de ensino
reconhecidas. É constituído por
uma esfera com as estrelas
(semelhante a da bandeira
brasileira), apresentando a
inscrição República Federativa
do Brasil.
O Hino Nacional foi composto por Joaquim Osório
Duque Estrada (1870 – 1927) e a música é de Francisco
Manuel da Silva (1795-1865). Tornou-se oficial no dia 1 de
setembro de 1971, através da lei nº 5700.
Existem várias regras que devem ser seguidas no
momento da execução do hino, entre elas o respeito à
Bandeira Nacional e ao presidente da República. É
executado junto com o hasteamento da Bandeira Nacional
em determinadas situações, entre elas: solenidades e
eventos oficiais do governo, eventos esportivos e culturais
e nas escolas.
Estes símbolos são de
extrema importância
para nossa nação, pois
representam o Brasil
dentro e fora do
território nacional.
Logo, devem ser
respeitados por todos
os cidadãos
brasileiros.
Mary Alvarenga

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 1 A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...
Aula 1  A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...Aula 1  A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...
Aula 1 A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...Prof. Noe Assunção
 
Atividade sobre o filme - Viva - A vida é uma festa.pdf
Atividade sobre o filme - Viva - A vida é uma festa.pdfAtividade sobre o filme - Viva - A vida é uma festa.pdf
Atividade sobre o filme - Viva - A vida é uma festa.pdfJoseaneFeitosa2
 
Historia do teatro II
Historia do teatro IIHistoria do teatro II
Historia do teatro IIjosenmd
 
Dia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência NegraDia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência NegraPaulo Medeiros
 
A ocupação humana na América
A ocupação  humana na América    A ocupação  humana na América
A ocupação humana na América Mary Alvarenga
 
Arte - Símbolos Nacionais do Brasil.
Arte - Símbolos Nacionais do Brasil.Arte - Símbolos Nacionais do Brasil.
Arte - Símbolos Nacionais do Brasil.Mary Alvarenga
 
Poluição - Texto e atividade de Ciências
Poluição  - Texto e atividade de Ciências Poluição  - Texto e atividade de Ciências
Poluição - Texto e atividade de Ciências Mary Alvarenga
 
Formação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiroFormação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiroferaps
 

Mais procurados (20)

INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: CUIDE DAS SUAS ATITUDES – 8º OU 9º ANO
INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: CUIDE DAS SUAS ATITUDES – 8º OU 9º ANOINTERPRETAÇÃO DE TEXTO: CUIDE DAS SUAS ATITUDES – 8º OU 9º ANO
INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: CUIDE DAS SUAS ATITUDES – 8º OU 9º ANO
 
Aula 1 A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...
Aula 1  A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...Aula 1  A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...
Aula 1 A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...
 
Atividade sobre o filme - Viva - A vida é uma festa.pdf
Atividade sobre o filme - Viva - A vida é uma festa.pdfAtividade sobre o filme - Viva - A vida é uma festa.pdf
Atividade sobre o filme - Viva - A vida é uma festa.pdf
 
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais  Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
 
Atividade sobre a evolução do homem 6º ano
Atividade sobre a evolução do homem 6º anoAtividade sobre a evolução do homem 6º ano
Atividade sobre a evolução do homem 6º ano
 
Meios de transporte
Meios de transporteMeios de transporte
Meios de transporte
 
Estado nacao e governo
Estado nacao e governoEstado nacao e governo
Estado nacao e governo
 
Historia do teatro II
Historia do teatro IIHistoria do teatro II
Historia do teatro II
 
Aulas de protagonismo juvenil ef
Aulas de protagonismo juvenil efAulas de protagonismo juvenil ef
Aulas de protagonismo juvenil ef
 
Projeto de vida
Projeto de vidaProjeto de vida
Projeto de vida
 
Desigualdade Social
Desigualdade SocialDesigualdade Social
Desigualdade Social
 
Dia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência NegraDia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência Negra
 
Zumbi dos Palmares
Zumbi dos PalmaresZumbi dos Palmares
Zumbi dos Palmares
 
Revisao de geografia paisagem
Revisao de geografia paisagemRevisao de geografia paisagem
Revisao de geografia paisagem
 
A ocupação humana na América
A ocupação  humana na América    A ocupação  humana na América
A ocupação humana na América
 
Migrações no brasil
Migrações no brasilMigrações no brasil
Migrações no brasil
 
Arte - Símbolos Nacionais do Brasil.
Arte - Símbolos Nacionais do Brasil.Arte - Símbolos Nacionais do Brasil.
Arte - Símbolos Nacionais do Brasil.
 
Poluição - Texto e atividade de Ciências
Poluição  - Texto e atividade de Ciências Poluição  - Texto e atividade de Ciências
Poluição - Texto e atividade de Ciências
 
Os fluxos migratórios
Os fluxos migratóriosOs fluxos migratórios
Os fluxos migratórios
 
Formação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiroFormação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiro
 

Semelhante a Símbolos Nacionais

Conhecendo os símbolos nacionais are,ivanilda e neila
Conhecendo os símbolos nacionais are,ivanilda e neilaConhecendo os símbolos nacionais are,ivanilda e neila
Conhecendo os símbolos nacionais are,ivanilda e neilaivanildadeoliveira
 
A bandeira do Brasil
A bandeira do BrasilA bandeira do Brasil
A bandeira do BrasilSylvio Bazote
 
Bandeira nacional
Bandeira nacionalBandeira nacional
Bandeira nacionalRose Fico
 
Bandeira nacional
Bandeira nacionalBandeira nacional
Bandeira nacionalRose Fico
 
A bandeira do brasil e 4 curiosidades sobre ela
A bandeira do brasil e 4 curiosidades sobre elaA bandeira do brasil e 4 curiosidades sobre ela
A bandeira do brasil e 4 curiosidades sobre elaDemocracy Brasil
 
Símbolos nacionais e das foraçs armadas
Símbolos nacionais e das foraçs armadasSímbolos nacionais e das foraçs armadas
Símbolos nacionais e das foraçs armadasElsa Fernandes
 
Nossos simbolos patrios, bandeira e hinos nacional e a bandeira 851kb
Nossos simbolos patrios, bandeira e hinos nacional e a bandeira 851kbNossos simbolos patrios, bandeira e hinos nacional e a bandeira 851kb
Nossos simbolos patrios, bandeira e hinos nacional e a bandeira 851kbG. Gomes
 
Bandeiras na copa 2014
Bandeiras na copa 2014Bandeiras na copa 2014
Bandeiras na copa 2014RosangelaVaz
 
O Hino Nacional Brasileiro
O Hino Nacional BrasileiroO Hino Nacional Brasileiro
O Hino Nacional BrasileiroSylvio Bazote
 
Bandeiranacional 090812181700-phpapp02
Bandeiranacional 090812181700-phpapp02Bandeiranacional 090812181700-phpapp02
Bandeiranacional 090812181700-phpapp02becastanheiradepera
 
Brasil e suas bandeiras
Brasil e suas bandeirasBrasil e suas bandeiras
Brasil e suas bandeirasGilberto Cantu
 

Semelhante a Símbolos Nacionais (20)

SÍMBOLOS NACIONAIS
SÍMBOLOS NACIONAISSÍMBOLOS NACIONAIS
SÍMBOLOS NACIONAIS
 
A bandeira gui
A bandeira guiA bandeira gui
A bandeira gui
 
Conhecendo os símbolos nacionais are,ivanilda e neila
Conhecendo os símbolos nacionais are,ivanilda e neilaConhecendo os símbolos nacionais are,ivanilda e neila
Conhecendo os símbolos nacionais are,ivanilda e neila
 
A bandeira do Brasil
A bandeira do BrasilA bandeira do Brasil
A bandeira do Brasil
 
19 de novembro
19 de novembro19 de novembro
19 de novembro
 
Bandeira Nacional
Bandeira NacionalBandeira Nacional
Bandeira Nacional
 
Bandeira nacional
Bandeira nacionalBandeira nacional
Bandeira nacional
 
Bandeira Brasileira
Bandeira BrasileiraBandeira Brasileira
Bandeira Brasileira
 
Bandeira nacional
Bandeira nacionalBandeira nacional
Bandeira nacional
 
Bandeira nacional
Bandeira nacionalBandeira nacional
Bandeira nacional
 
A bandeira do brasil e 4 curiosidades sobre ela
A bandeira do brasil e 4 curiosidades sobre elaA bandeira do brasil e 4 curiosidades sobre ela
A bandeira do brasil e 4 curiosidades sobre ela
 
Símbolos nacionais e das foraçs armadas
Símbolos nacionais e das foraçs armadasSímbolos nacionais e das foraçs armadas
Símbolos nacionais e das foraçs armadas
 
Nossos simbolos patrios, bandeira e hinos nacional e a bandeira 851kb
Nossos simbolos patrios, bandeira e hinos nacional e a bandeira 851kbNossos simbolos patrios, bandeira e hinos nacional e a bandeira 851kb
Nossos simbolos patrios, bandeira e hinos nacional e a bandeira 851kb
 
Bandeiras na copa 2014
Bandeiras na copa 2014Bandeiras na copa 2014
Bandeiras na copa 2014
 
Bandeira
BandeiraBandeira
Bandeira
 
Brasil
BrasilBrasil
Brasil
 
História da bandeira do Brasil
História da bandeira do  BrasilHistória da bandeira do  Brasil
História da bandeira do Brasil
 
O Hino Nacional Brasileiro
O Hino Nacional BrasileiroO Hino Nacional Brasileiro
O Hino Nacional Brasileiro
 
Bandeiranacional 090812181700-phpapp02
Bandeiranacional 090812181700-phpapp02Bandeiranacional 090812181700-phpapp02
Bandeiranacional 090812181700-phpapp02
 
Brasil e suas bandeiras
Brasil e suas bandeirasBrasil e suas bandeiras
Brasil e suas bandeiras
 

Mais de Mary Alvarenga

Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do BrasilMary Alvarenga
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
Ciclo de vida do mosquito Aedes aegypti e cruzadinha
Ciclo de vida do mosquito Aedes aegypti  e cruzadinhaCiclo de vida do mosquito Aedes aegypti  e cruzadinha
Ciclo de vida do mosquito Aedes aegypti e cruzadinhaMary Alvarenga
 
Mat - Casos prováveis de dengue (2023 - 2024)
Mat - Casos  prováveis de dengue (2023 - 2024)Mat - Casos  prováveis de dengue (2023 - 2024)
Mat - Casos prováveis de dengue (2023 - 2024)Mary Alvarenga
 
Caça palavras - BULLYING
Caça palavras  -  BULLYING  Caça palavras  -  BULLYING
Caça palavras - BULLYING Mary Alvarenga
 
Cruzadinha da dengue - Mosquito Aedes aegypti
Cruzadinha da dengue - Mosquito Aedes aegyptiCruzadinha da dengue - Mosquito Aedes aegypti
Cruzadinha da dengue - Mosquito Aedes aegyptiMary Alvarenga
 
Poema sobre o mosquito Aedes aegipyti -
Poema sobre o mosquito Aedes aegipyti  -Poema sobre o mosquito Aedes aegipyti  -
Poema sobre o mosquito Aedes aegipyti -Mary Alvarenga
 
Texto informativo - Bullying não é brincadeira
Texto informativo  - Bullying não é brincadeiraTexto informativo  - Bullying não é brincadeira
Texto informativo - Bullying não é brincadeiraMary Alvarenga
 
Texto informatico - Mosquito Aedes Aegypti
Texto informatico - Mosquito Aedes AegyptiTexto informatico - Mosquito Aedes Aegypti
Texto informatico - Mosquito Aedes AegyptiMary Alvarenga
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da MulherMary Alvarenga
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
Regimento escolar - Deveres do aluno.
Regimento escolar -  Deveres do aluno.Regimento escolar -  Deveres do aluno.
Regimento escolar - Deveres do aluno.Mary Alvarenga
 
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.Mary Alvarenga
 
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiais
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiaisO impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiais
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiaisMary Alvarenga
 
Coletânea de poesias
Coletânea de poesias Coletânea de poesias
Coletânea de poesias Mary Alvarenga
 
Caça palavras bullying
Caça palavras  bullying Caça palavras  bullying
Caça palavras bullying Mary Alvarenga
 

Mais de Mary Alvarenga (20)

Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
Ciclo de vida do mosquito Aedes aegypti e cruzadinha
Ciclo de vida do mosquito Aedes aegypti  e cruzadinhaCiclo de vida do mosquito Aedes aegypti  e cruzadinha
Ciclo de vida do mosquito Aedes aegypti e cruzadinha
 
Mat - Casos prováveis de dengue (2023 - 2024)
Mat - Casos  prováveis de dengue (2023 - 2024)Mat - Casos  prováveis de dengue (2023 - 2024)
Mat - Casos prováveis de dengue (2023 - 2024)
 
Caça palavras - BULLYING
Caça palavras  -  BULLYING  Caça palavras  -  BULLYING
Caça palavras - BULLYING
 
Cruzadinha da dengue - Mosquito Aedes aegypti
Cruzadinha da dengue - Mosquito Aedes aegyptiCruzadinha da dengue - Mosquito Aedes aegypti
Cruzadinha da dengue - Mosquito Aedes aegypti
 
Poema sobre o mosquito Aedes aegipyti -
Poema sobre o mosquito Aedes aegipyti  -Poema sobre o mosquito Aedes aegipyti  -
Poema sobre o mosquito Aedes aegipyti -
 
Texto informativo - Bullying não é brincadeira
Texto informativo  - Bullying não é brincadeiraTexto informativo  - Bullying não é brincadeira
Texto informativo - Bullying não é brincadeira
 
Texto informatico - Mosquito Aedes Aegypti
Texto informatico - Mosquito Aedes AegyptiTexto informatico - Mosquito Aedes Aegypti
Texto informatico - Mosquito Aedes Aegypti
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
Regimento escolar - Deveres do aluno.
Regimento escolar -  Deveres do aluno.Regimento escolar -  Deveres do aluno.
Regimento escolar - Deveres do aluno.
 
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.
 
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiais
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiaisO impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiais
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiais
 
Coletânea de poesias
Coletânea de poesias Coletânea de poesias
Coletânea de poesias
 
Poemas de Natal
Poemas de Natal Poemas de Natal
Poemas de Natal
 
Caça palavras bullying
Caça palavras  bullying Caça palavras  bullying
Caça palavras bullying
 

Último

A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
MAPA - TEOL - PANORAMA BÍBLICO - 51/2024
MAPA - TEOL - PANORAMA BÍBLICO - 51/2024MAPA - TEOL - PANORAMA BÍBLICO - 51/2024
MAPA - TEOL - PANORAMA BÍBLICO - 51/2024Dl assessoria 18
 
Camões, poesia, lírica camoniana. Lusíadas, Camões épico.pdf
Camões, poesia, lírica camoniana. Lusíadas, Camões épico.pdfCamões, poesia, lírica camoniana. Lusíadas, Camões épico.pdf
Camões, poesia, lírica camoniana. Lusíadas, Camões épico.pdfssuserf541be
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
QUIZ JOSE.pptx JOSÉ DO EGITO - QUIZ DO CONHECIMENTO
QUIZ JOSE.pptx JOSÉ DO EGITO - QUIZ DO CONHECIMENTOQUIZ JOSE.pptx JOSÉ DO EGITO - QUIZ DO CONHECIMENTO
QUIZ JOSE.pptx JOSÉ DO EGITO - QUIZ DO CONHECIMENTORenataUbeda
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfSandra Pratas
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfaulasgege
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
A_CONQUISTA-DA_MATEMATICA_MP_6_DIVULGACAO.pdf
A_CONQUISTA-DA_MATEMATICA_MP_6_DIVULGACAO.pdfA_CONQUISTA-DA_MATEMATICA_MP_6_DIVULGACAO.pdf
A_CONQUISTA-DA_MATEMATICA_MP_6_DIVULGACAO.pdfJocelei Miranda
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
IV JOAMS - JORNADA ACADÊMICA MULTIDISCIPLINAR EM SAÚDE
IV JOAMS - JORNADA ACADÊMICA MULTIDISCIPLINAR EM SAÚDEIV JOAMS - JORNADA ACADÊMICA MULTIDISCIPLINAR EM SAÚDE
IV JOAMS - JORNADA ACADÊMICA MULTIDISCIPLINAR EM SAÚDEValriaBispo5
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturaPizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturagomescostamma
 
CONGREGAÇÃO MARIANA - CANTOS EM POWER POINT.pptx
CONGREGAÇÃO MARIANA - CANTOS EM POWER POINT.pptxCONGREGAÇÃO MARIANA - CANTOS EM POWER POINT.pptx
CONGREGAÇÃO MARIANA - CANTOS EM POWER POINT.pptxMiguelAntnioPereira1
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
MAPA - TEOL - PANORAMA BÍBLICO - 51/2024
MAPA - TEOL - PANORAMA BÍBLICO - 51/2024MAPA - TEOL - PANORAMA BÍBLICO - 51/2024
MAPA - TEOL - PANORAMA BÍBLICO - 51/2024
 
Camões, poesia, lírica camoniana. Lusíadas, Camões épico.pdf
Camões, poesia, lírica camoniana. Lusíadas, Camões épico.pdfCamões, poesia, lírica camoniana. Lusíadas, Camões épico.pdf
Camões, poesia, lírica camoniana. Lusíadas, Camões épico.pdf
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
QUIZ JOSE.pptx JOSÉ DO EGITO - QUIZ DO CONHECIMENTO
QUIZ JOSE.pptx JOSÉ DO EGITO - QUIZ DO CONHECIMENTOQUIZ JOSE.pptx JOSÉ DO EGITO - QUIZ DO CONHECIMENTO
QUIZ JOSE.pptx JOSÉ DO EGITO - QUIZ DO CONHECIMENTO
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
A_CONQUISTA-DA_MATEMATICA_MP_6_DIVULGACAO.pdf
A_CONQUISTA-DA_MATEMATICA_MP_6_DIVULGACAO.pdfA_CONQUISTA-DA_MATEMATICA_MP_6_DIVULGACAO.pdf
A_CONQUISTA-DA_MATEMATICA_MP_6_DIVULGACAO.pdf
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
IV JOAMS - JORNADA ACADÊMICA MULTIDISCIPLINAR EM SAÚDE
IV JOAMS - JORNADA ACADÊMICA MULTIDISCIPLINAR EM SAÚDEIV JOAMS - JORNADA ACADÊMICA MULTIDISCIPLINAR EM SAÚDE
IV JOAMS - JORNADA ACADÊMICA MULTIDISCIPLINAR EM SAÚDE
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturaPizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
 
CONGREGAÇÃO MARIANA - CANTOS EM POWER POINT.pptx
CONGREGAÇÃO MARIANA - CANTOS EM POWER POINT.pptxCONGREGAÇÃO MARIANA - CANTOS EM POWER POINT.pptx
CONGREGAÇÃO MARIANA - CANTOS EM POWER POINT.pptx
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 

Símbolos Nacionais

  • 1. São manifestações gráficas e musicais, de importante valor histórico, criadas para transmitir o sentimento de união nacional e mostrar a soberania do país. Foram definidos na Lei 5.700 de 1º de setembro de 1971. Além de estabelecer quais são os símbolos, esta lei também fez determinações sobre como devem ser usados, padrões e formatos, significados, etc.
  • 3. A Bandeira Nacional foi instituída no dia 19 de novembro de 1889, 4 dias depois da Proclamação da República. É o resultado de uma adaptação na tradicional Bandeira do Império Brasileiro, onde o escudo Imperial português dentro do losango amarelo foi substituído por um círculo azul com estrelas na cor branca. A esfera azul de nossa bandeira representa nosso céu estrelado, ao centro com a frase "Ordem e Progresso". São 27 estrelas, representando os 26 estados e o Distrito Federal. O losango amarelo ao centro representa o ouro e o retângulo verde, representa nossas matas e florestas.
  • 4.
  • 5. As Armas Nacionais ou Brasão Nacional representam a glória, a honra e a nobreza do Brasil e foram criadas na mesma data que a Bandeira Nacional. No centro há um escudo circular sobre uma estrela verde e amarela de cinco pontas. O cruzeiro do sul está ao centro, sobre uma espada. Um ramo de café está na parte direita e um de fumo a esquerda. Uma faixa sobre a parte do punho da espada apresenta a inscrição "República Federativa do Brasil". Em outra faixa, abaixo, apresenta-se "15 de novembro" (direita) e "de 1889" (esquerda). É obrigatório o uso das armas nos edifícios dos três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) dos governos federal, estaduais e municipais, e também nos quartéis militares e policiais e em todos os papéis oficiais de nível federal (publicações, convites entre outros).
  • 6. O Selo Nacional é utilizado para autenticar documentos oficiais e atos do governo. É usado também para autenticar diplomas e certificados emitidos por unidades de ensino reconhecidas. É constituído por uma esfera com as estrelas (semelhante a da bandeira brasileira), apresentando a inscrição República Federativa do Brasil.
  • 7. O Hino Nacional foi composto por Joaquim Osório Duque Estrada (1870 – 1927) e a música é de Francisco Manuel da Silva (1795-1865). Tornou-se oficial no dia 1 de setembro de 1971, através da lei nº 5700. Existem várias regras que devem ser seguidas no momento da execução do hino, entre elas o respeito à Bandeira Nacional e ao presidente da República. É executado junto com o hasteamento da Bandeira Nacional em determinadas situações, entre elas: solenidades e eventos oficiais do governo, eventos esportivos e culturais e nas escolas.
  • 8.
  • 9.
  • 10. Estes símbolos são de extrema importância para nossa nação, pois representam o Brasil dentro e fora do território nacional. Logo, devem ser respeitados por todos os cidadãos brasileiros. Mary Alvarenga