SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
Grau dos Adjectivos
Chama-se adjectivo à palavra que atribuí qualidades ao nome. Os
adjectivos concordam sempre em género e em número com os nomes
que acompanham.
Nos adjectivos verificam-se variações de grau para expressar maior ou
menor intensidade.
Exemplo:
Normal  A rã era magra
Superioridade A rã era mais magra do que ...
Comparativo Igualdade  A rã era tão magra como ...
Inferioridade  A rã era menos magra do que ...
Superioridade A Rã era a mais...
Relativo Inferioridade  A rã era a menos...
Superlativo
Absoluto Analítico  A rã era muito magra.
Sintético  A rã era magríssima.

Mais conteúdo relacionado

Destaque (20)

Tricodamp
 Tricodamp Tricodamp
Tricodamp
 
Eu digo-que-sim
Eu digo-que-simEu digo-que-sim
Eu digo-que-sim
 
Edital Convocações Audiências Públicas
Edital Convocações Audiências Públicas Edital Convocações Audiências Públicas
Edital Convocações Audiências Públicas
 
Fazer com amor
Fazer com amorFazer com amor
Fazer com amor
 
Encontrão Escoteiro do Ar
Encontrão Escoteiro do ArEncontrão Escoteiro do Ar
Encontrão Escoteiro do Ar
 
Video de rafael
Video de rafaelVideo de rafael
Video de rafael
 
13
1313
13
 
Final recopila gibrlt bcn 1
Final recopila gibrlt bcn 1Final recopila gibrlt bcn 1
Final recopila gibrlt bcn 1
 
Wanderley samuel ferreira
Wanderley samuel ferreiraWanderley samuel ferreira
Wanderley samuel ferreira
 
Relatorio inquerito policial
Relatorio inquerito policialRelatorio inquerito policial
Relatorio inquerito policial
 
Previc e Sppc preparam projeto de ensino à distância para dirigentes de funda...
Previc e Sppc preparam projeto de ensino à distância para dirigentes de funda...Previc e Sppc preparam projeto de ensino à distância para dirigentes de funda...
Previc e Sppc preparam projeto de ensino à distância para dirigentes de funda...
 
EPN-Adro
EPN-AdroEPN-Adro
EPN-Adro
 
Exercicio linha e arco
Exercicio linha e arcoExercicio linha e arco
Exercicio linha e arco
 
05 arminianismo eh-equilibrio
05 arminianismo eh-equilibrio05 arminianismo eh-equilibrio
05 arminianismo eh-equilibrio
 
Cadastro tamonarua
Cadastro tamonaruaCadastro tamonarua
Cadastro tamonarua
 
Dr. Faleiros é elogiado por Aécio Neves
Dr. Faleiros é elogiado por Aécio NevesDr. Faleiros é elogiado por Aécio Neves
Dr. Faleiros é elogiado por Aécio Neves
 
N fe35140604823539000100550020000090941508945846 8025990840395513077
N fe35140604823539000100550020000090941508945846 8025990840395513077N fe35140604823539000100550020000090941508945846 8025990840395513077
N fe35140604823539000100550020000090941508945846 8025990840395513077
 
James
JamesJames
James
 
Tornou
TornouTornou
Tornou
 
Horario setimo semestre 2013 1
Horario setimo semestre 2013 1Horario setimo semestre 2013 1
Horario setimo semestre 2013 1
 

Mais de 7f14_15

Teste2 (1)
Teste2 (1)Teste2 (1)
Teste2 (1)7f14_15
 
Teste1 (1)
Teste1 (1)Teste1 (1)
Teste1 (1)7f14_15
 
Pt7cdr teste5
Pt7cdr teste5Pt7cdr teste5
Pt7cdr teste57f14_15
 
Pt7cdr teste4
Pt7cdr teste4Pt7cdr teste4
Pt7cdr teste47f14_15
 
Pt7cdr teste3
Pt7cdr teste3Pt7cdr teste3
Pt7cdr teste37f14_15
 
Pt7cdr solucoes testes
Pt7cdr solucoes testesPt7cdr solucoes testes
Pt7cdr solucoes testes7f14_15
 
Pt7cdr teste1
Pt7cdr teste1Pt7cdr teste1
Pt7cdr teste17f14_15
 
Proporcionalidade inversa
Proporcionalidade inversaProporcionalidade inversa
Proporcionalidade inversa7f14_15
 
Probabilidades 9c2ba-ano-alterado
Probabilidades 9c2ba-ano-alteradoProbabilidades 9c2ba-ano-alterado
Probabilidades 9c2ba-ano-alterado7f14_15
 
Isometrias
Isometrias Isometrias
Isometrias 7f14_15
 
Intervalos de-numeros-reais
Intervalos de-numeros-reaisIntervalos de-numeros-reais
Intervalos de-numeros-reais7f14_15
 
Referencialcartesiano
ReferencialcartesianoReferencialcartesiano
Referencialcartesiano7f14_15
 
Ficha500
Ficha500Ficha500
Ficha5007f14_15
 
Ficha491
Ficha491Ficha491
Ficha4917f14_15
 
Ficha400
Ficha400Ficha400
Ficha4007f14_15
 
Ficha490
Ficha490Ficha490
Ficha4907f14_15
 
Ficha399
Ficha399Ficha399
Ficha3997f14_15
 
Ficha370
Ficha370Ficha370
Ficha3707f14_15
 

Mais de 7f14_15 (20)

Teste2
Teste2Teste2
Teste2
 
Teste2 (1)
Teste2 (1)Teste2 (1)
Teste2 (1)
 
Teste1
Teste1Teste1
Teste1
 
Teste1 (1)
Teste1 (1)Teste1 (1)
Teste1 (1)
 
Pt7cdr teste5
Pt7cdr teste5Pt7cdr teste5
Pt7cdr teste5
 
Pt7cdr teste4
Pt7cdr teste4Pt7cdr teste4
Pt7cdr teste4
 
Pt7cdr teste3
Pt7cdr teste3Pt7cdr teste3
Pt7cdr teste3
 
Pt7cdr solucoes testes
Pt7cdr solucoes testesPt7cdr solucoes testes
Pt7cdr solucoes testes
 
Pt7cdr teste1
Pt7cdr teste1Pt7cdr teste1
Pt7cdr teste1
 
Proporcionalidade inversa
Proporcionalidade inversaProporcionalidade inversa
Proporcionalidade inversa
 
Probabilidades 9c2ba-ano-alterado
Probabilidades 9c2ba-ano-alteradoProbabilidades 9c2ba-ano-alterado
Probabilidades 9c2ba-ano-alterado
 
Isometrias
Isometrias Isometrias
Isometrias
 
Intervalos de-numeros-reais
Intervalos de-numeros-reaisIntervalos de-numeros-reais
Intervalos de-numeros-reais
 
Referencialcartesiano
ReferencialcartesianoReferencialcartesiano
Referencialcartesiano
 
Ficha500
Ficha500Ficha500
Ficha500
 
Ficha491
Ficha491Ficha491
Ficha491
 
Ficha400
Ficha400Ficha400
Ficha400
 
Ficha490
Ficha490Ficha490
Ficha490
 
Ficha399
Ficha399Ficha399
Ficha399
 
Ficha370
Ficha370Ficha370
Ficha370
 

Último

TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º BimestreProfaCintiaDosSantos
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 

Último (20)

TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 

Graus dos Adjectivos

  • 1. Grau dos Adjectivos Chama-se adjectivo à palavra que atribuí qualidades ao nome. Os adjectivos concordam sempre em género e em número com os nomes que acompanham. Nos adjectivos verificam-se variações de grau para expressar maior ou menor intensidade. Exemplo: Normal  A rã era magra Superioridade A rã era mais magra do que ... Comparativo Igualdade  A rã era tão magra como ... Inferioridade  A rã era menos magra do que ... Superioridade A Rã era a mais... Relativo Inferioridade  A rã era a menos... Superlativo Absoluto Analítico  A rã era muito magra. Sintético  A rã era magríssima.