Prof. Dr. Emanoel Barreto                                e.barreto@ufrnet.br                                   @VelhoBarre...
DA FORMA AO SENTIDO Século XXI e o jornalismo impresso:    A inserção do computador nas artes gráficas, e a ameaça corri...
DA FORMA AO SENTIDOFORMA E CONTEÚDO  Os dispositivos de imprensa escrita são caracterizados por exigências relativas à: ...
DA FORMA AO SENTIDO Visibilidade  Ligada a um importante princípio de percepção visual: a simplicidade.  Aquilo que se ...
DA FORMA AO SENTIDO Legibilidade Tipografia: tem a tarefa de tornar o texto escrito legível; É ela um das responsáveis p...
DA FORMA AO SENTIDOInteligibilidade     Compreensão dos fatos;     O aprofundamento     Comentários dos acontecimentos...
DA FORMA AO SENTIDO Identidade   Paleta de cores: cada caderno deve ter tons derivados de sua cor principal, que serão u...
NOVO JORNAL Diagramação do  impresso passou  por alterações ao  longo dos anos; Hoje em dia, é  considerado  referência ...
http://kiosko.net/CAPAS – JORNAIS PELO MUNDO
Jornal   da forma ao sentido
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal da forma ao sentido

1.278 visualizações

Publicada em

Aula relativa a preparação de um jornal, desde a sua diagramação até o conteúdo opinativo/ informativo.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.278
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
204
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal da forma ao sentido

  1. 1. Prof. Dr. Emanoel Barreto e.barreto@ufrnet.br @VelhoBarreto Monitora: Silvia Correia JORNALISMO IMPRESSODa forma ao sentido
  2. 2. DA FORMA AO SENTIDO Século XXI e o jornalismo impresso:  A inserção do computador nas artes gráficas, e a ameaça corriqueira da internet como nova fonte de informação, tem levado o design a ganhar relevância como estratégia da diferenciação e forte instrumento para uma reformulação no fazer jornalístico. Design jornalístico  Nicho do design gráfico dedicado às publicações jornalísticas (jornais e revistas);  Um dos componentes da gramática produtiva do discurso jornalístico;  É a partir dele que o discurso é estruturado;  A estratégia comunicativa imposta pelo design de um jornal é realizada de acordo com as regras do projeto gráfico do periódico e das orientações editoriais.  Características:  Valorização do conteúdo pela organização da página, com adoção de níveis para criar diferentes velocidades de leitura (hierarquização);  Modulação e modelização como forma de padronização da diagramação;  Divisão dos conteúdos em peças para os diferentes gêneros jornalísticos;  Rigor no uso da tipografia;  Parcimônia no uso de cores e respeito aos preceitos da cor-informação;  Ênfase na edição de fotografias  Uso consistente da infografia
  3. 3. DA FORMA AO SENTIDOFORMA E CONTEÚDO  Os dispositivos de imprensa escrita são caracterizados por exigências relativas à:  Visibilidade  Legibilidade  Inteligibilidade  Identidade  Organização  Diversidade  Um jornal/revista deve compor páginas em que as notícias estejam facilmente identificadas e apreendidas pelo leitor;  A exposição de assuntos deve ser a mais clara e legível possível;  Deve levar ao entendimento do porquê e do como das notícias, por meio de comentários e desdobramentos dos fatos.
  4. 4. DA FORMA AO SENTIDO Visibilidade  Ligada a um importante princípio de percepção visual: a simplicidade.  Aquilo que se apresenta de forma simples é mais fácil de ser identificado, imaginado e memorizado.  É tendência a simplificação e o bom ordenamento das páginas no design jornalístico atual;  Diferentes recursos visuais têm sido utilizados para criar áreas de atração visual;  Os projetos gráficos têm dedicado mais atenção às coordenações e subordinações dos elementos visuais.
  5. 5. DA FORMA AO SENTIDO Legibilidade Tipografia: tem a tarefa de tornar o texto escrito legível; É ela um das responsáveis por dar energia e vida ao texto; A missão da tipografia é honrar o texto e que as letras têm vida e dignidade próprias – Robert Bringhurst:“Letras que honram e elucidam o que os homens observam e dizem também merecem ser honradas. Palavras bem escolhidas merecem letras bem escolhidas; estas, por sua vez, merecem ser compostas com carinho, inteligência, conhecimento e habilidade. A tipografia é um elo, e como tal deve ser tão forte quanto o resto da corrente, por uma questão de honra, cortesia ou puro deleite” Para cada tipo de texto existe uma forma adequada de uso da tipografia; As camadas de cada nível do texto devem ser formalmente consistentes, distintas e harmônicas; Funções da tipografia, segundo Bringhurst:  Convite à leitura;  Revelação do teor e significado do texto;  Clareza da estrutura;  Ordem do texto  Conexão do texto a outros elementos  Indução a um estado de repouso energético, que é a condição ideal da leitura
  6. 6. DA FORMA AO SENTIDOInteligibilidade  Compreensão dos fatos;  O aprofundamento  Comentários dos acontecimentos;  Fragmentação da matéria em peças  No jornalismo, o ordenamento dos conteúdos se dá a partir do valor-notícia atribuído a cada assunto, visando a estruturar uma hierarquia, a qual será expressa na diagramação da página.  Hierarquização das matérias por ordem de importância (destaque para os assuntos com maior valor-notícia).  Destaque:  Área que a matéria ocupa;  Lugar na página;  Pelo tratamento tipográfico;  Serve também para identificar o posicionamento discursivo do periódico  Fragmentação do texto  Tendência que vem crescendo ao longo da história do jornalismo;  Atingiu o auge com o advento do computador como ferramenta de produção jornalística;  Ganhou força com a internet por influência do modo de leitura atual;  Enunciação jornalística atual:  Busca atingir leitores habituados à leitura hipertextual, não linear, fragmentada em diversas janelas;  Os conteúdos jornalísticos fragmentam-se em pequenas peças explicativas, informativas ou opinativas
  7. 7. DA FORMA AO SENTIDO Identidade  Paleta de cores: cada caderno deve ter tons derivados de sua cor principal, que serão usados tanto na capa do jornal quanto nas páginas internas, para reforçar a identidade temática. Organização  Os textos, as fotos e os infográficos são editados de acordo com espaços pré-estabelecidos e fixos. Diversidade  Títulos especiais: formas diferentes de usar fonte e título possibilitaram o tratamento especial de páginas e reportagens, sem que se perca a identidade do conjunto do jornal
  8. 8. NOVO JORNAL Diagramação do impresso passou por alterações ao longo dos anos; Hoje em dia, é considerado referência no RN com seu projeto gráfico e visual http://www.novojornal.jor.br/publicadas/agosto_2012
  9. 9. http://kiosko.net/CAPAS – JORNAIS PELO MUNDO

×