Sudeste e Centro-Oeste lideram crescimento de
inadimplentes no país, revela indicador SPC Brasil
Aumentos foram de 5,41% e...
O impacto de cada região
As regiões Sudeste e Sul contribuíram, respectivamente, com 2,14 e 0,46
pontos percentuais para o...
Outros 2,77% -1,84% -0,32% -5,55% -8,39%
Baixe o material completo e a análise do indicador
Informações à imprensa
Guilher...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sudeste e Centro-Oeste lideram crescimento de inadimplentes no país

314 visualizações

Publicada em

Aumentos foram de 5,41% e de 5,03%, respectivamente. Segmento de Comunicação lidera a alta no número de dívidas na maior parte das regiões do país

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
314
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sudeste e Centro-Oeste lideram crescimento de inadimplentes no país

  1. 1. Sudeste e Centro-Oeste lideram crescimento de inadimplentes no país, revela indicador SPC Brasil Aumentos foram de 5,41% e de 5,03%, respectivamente. Segmento de Comunicação lidera a alta no número de dívidas na maior parte das regiões do país As regiões Sudeste e Centro-Oeste apresentaram, no mês de dezembro de 2014, os maiores crescimentos na quantidade de pessoas com dívidas em atraso no país, em relação a dezembro de 2013. Os aumentos foram de 5,41% e de 5,03%, respectivamente ― bem acima da média nacional divulgada na semana passada, de 3,45%. O dado é do Indicador Regional de Inadimplência do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Na outra ponta, a região Nordeste registrou crescimento inferior à média do país: de 1,70%. Norte e Sul registraram, respectivamente, altas de 3,66% e 3,58%. Variação anual – Por região Fonte: SPC Brasil. Aregião considerada é a de moradia do devedor A participação de cada região Assim como ocorrido nos meses anteriores, a região Sudeste foi a que teve a maior participação no número total de pessoas inadimplentes no Brasil (40,35%), seguida pelo Nordeste (26,04%), Sul (12,92%), Norte (8,89%) e Centro-Oeste (7,78%). Segundo a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, não houve mudanças significativas no ranking de participação de pessoas inadimplentes em relação ao que foi observado no mês anterior. Pessoas Inadimplentes Participação de cada região no total (em dezembro de 2014)
  2. 2. O impacto de cada região As regiões Sudeste e Sul contribuíram, respectivamente, com 2,14 e 0,46 pontos percentuais para o crescimento de 3,45% no crescimento de pessoas inadimplentes em todo o país. Já Norte e Centro-Oeste tiveram um impacto menor na alta nacional, com contribuições de 0,32 e 0,39 pontos percentuais, respectivamente. Comunicação lidera dívidas na maior parte das regiões A abertura dos dados por setor credor da economia mostra que o segmento de Comunicação (telefonia, internet, TV a cabo, entre outros serviços) lidera o crescimento no número de dívidas no Brasil. Em dezembro de 2014, o número de dívidas deste segmento cresceu 16,11% na média nacional, em relação ao mesmo mês no ano anterior. No Norte, a alta deste segmento foi de 37,18%. Em segundo lugar para o Brasil aparece o setor de Água e Luz, com alta 7,73%. Para Marcela Kawauti, outro setor que merece destaque é o Comércio, que em dezembro registrou queda no número de dívidas (-1,01%) para o país como um todo, na comparação com dezembro de 2013. No Nordeste, esse número foi de - 4,56%. O setor de Bancos é o que apresenta maior participação no total das dívidas no Brasil, concentrando 46,39%. Dívidas por região x CNAE Crescimento anual – dez/2014 Centro Oeste Nordeste Norte Sudeste Sul Água e Luz 33,31% 5,53% -5,43% 11,15% 13,78% Comércio 2,72% -4,56% 0,67% 0,28% -0,26% Comunicação 9,67% 21,14% 37,18% 14,44% 11,39% Bancos 1,66% 2,78% 4,14% 1,82% 2,95% 26,04% 40,35% 12,92% 7,78% 8,89%
  3. 3. Outros 2,77% -1,84% -0,32% -5,55% -8,39% Baixe o material completo e a análise do indicador Informações à imprensa Guilherme de Almeida (61) 8350 3942 | (61) 9558 guilherme.dealmeida@inpressoficina.com.br Vinícius Bruno (11) 3251-2035 | (11) 9-7142-0742 | (11) 9-4161-6181 vinicius.bruno@inpressoficina.com.br

×