O movimento Evolutivo
que é a Vida,
processa-se
através de um Círculo
activado por uma Cruz.
o Horóscopo é uma Mandala individual
exprime-se graficamente
pelo Circulo do Zodíaco,
activado por dois eixos em Cruz.
individual implica ser Uno e indivisível
cada pessoa torna-se
uma estrutura psíquica individualizada,
um Ser integral
ao r...
Num Tema Astrológico
os Signos
representam um dos
polos-do-movimento
que é a Vida.
Definem a qualidade vibratória,
que tra...
os Signos
simbolizam a qualidade
do nosso potencial
de auto-afirmação,
o modo como nos situamos
frente às situações
da exi...
as Casas Astrológicas
simbolizam
as situações da existência,
a realidade que estimula e impulsiona
um determinado Signo a ...
As Casas Astrológicas
são os campos–de-relação
do nosso Zodíaco interno.
da interacção
destes dois polos–de-relação,
nasce...
uma Casa Astrológica
pode identificar-se
com a área-do-conflito:
a cena iluminada, o palco,
o território de experiência,
o...
a Casa Astrológica
é o estímulo exterior,
que activa a confrontação
do meu Eu-subtil, interior.
O que permite objectivá-lo...
Qualquer acontecimento vivido,
é sempre o resultado
da relação Signo/Casa,
a que esse acontecimento pertence.
a relação en...
exemplo de um
Tema Astrológico
qualquer acontecimento
é sempre o resultado
do impacto
da subjectividade individual
com a objectividade que se lhe opõe.
D...
Se houver Planetas
numa determinada Casa,
acrescentam
a sua vibração,
potência
e qualidade própria
às experiências
da Casa...
exemplo de um
Tema Astrológico
o grau que se encontra no início
de uma Casa Astrológica
é chamado
a Cúspide da Casa.
a Cúspide de uma Casa
age como ponto...
O Planeta que rege o Signo
que se encontra na
Cúspide de uma Casa,
é a “chave” que “abre a porta”
para o tipo de experiênc...
podemos definir as Casas astrológicas,
ou seja, cada área de experiência de Vida,
a partir da simbologia
dos 3 níveis do M...
O 1º nível
situa o comportamento energético
na sua manifestação mais densa,
mais obscura,
mais lenta e menos inteligente.
...
o 2º nível
define-se como
a área-do-conflito.
Este nível situa as experiências
inerentes a qualquer dinâmica
de transforma...
o 3º nível
simboliza o fim de um Processo.
É já a dimensão mais Espiritual
da Casa, o apelo de
Transcendência,
o objectivo...
o 3º Nível
de uma
Casa astrológica
indica o estado Superior
da Consciência
que essa Casa proporciona
e que por ela pode se...
o 3º Nível
revela a Sabedoria implícita
e contida nas oportunidades
que essa Casa nos permite viver.
não há
Verdadeiro Conhecimento
aquém-do-Conflito,
mas além-do-Conflito.
11ª aula do 1º ano Estrutura do Tema (3ª aula)
11ª aula do 1º ano Estrutura do Tema (3ª aula)
11ª aula do 1º ano Estrutura do Tema (3ª aula)
11ª aula do 1º ano Estrutura do Tema (3ª aula)
11ª aula do 1º ano Estrutura do Tema (3ª aula)
11ª aula do 1º ano Estrutura do Tema (3ª aula)
11ª aula do 1º ano Estrutura do Tema (3ª aula)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

11ª aula do 1º ano Estrutura do Tema (3ª aula)

110 visualizações

Publicada em

o Horóscopo é uma mandala individual, exprime-se graficamente pelo círculo do zodíaco, activado por dois eixos em cruz. individual implica ser uno e indivisível. Ao resolver o par-de-opostos proposto pela cruz do seu tema, cada pessoa torna-se uma estrutura psíquica individualizada, um ser integral.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
110
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

11ª aula do 1º ano Estrutura do Tema (3ª aula)

  1. 1. O movimento Evolutivo que é a Vida, processa-se através de um Círculo activado por uma Cruz.
  2. 2. o Horóscopo é uma Mandala individual exprime-se graficamente pelo Circulo do Zodíaco, activado por dois eixos em Cruz.
  3. 3. individual implica ser Uno e indivisível cada pessoa torna-se uma estrutura psíquica individualizada, um Ser integral ao resolver o par-de-opostos proposto pela Cruz do seu Tema
  4. 4. Num Tema Astrológico os Signos representam um dos polos-do-movimento que é a Vida. Definem a qualidade vibratória, que trazemos ao nascer, e que vamos projectar na acção.
  5. 5. os Signos simbolizam a qualidade do nosso potencial de auto-afirmação, o modo como nos situamos frente às situações da existência.
  6. 6. as Casas Astrológicas simbolizam as situações da existência, a realidade que estimula e impulsiona um determinado Signo a manifestar-se. As Casas Astrológicas definem, simbolicamente o outro polo-do-movimento que é a vida na matéria
  7. 7. As Casas Astrológicas são os campos–de-relação do nosso Zodíaco interno. da interacção destes dois polos–de-relação, nasce um Destino, o Destino de cada um.
  8. 8. uma Casa Astrológica pode identificar-se com a área-do-conflito: a cena iluminada, o palco, o território de experiência, onde se confrontam as capacidades e respostas pessoais (Signos e Planetas) com as situações que obrigam essas capacidades a revelarem-se.
  9. 9. a Casa Astrológica é o estímulo exterior, que activa a confrontação do meu Eu-subtil, interior. O que permite objectivá-lo, dar-lhe forma, para que se cumpra a grande aventura da auto-expressão individual.
  10. 10. Qualquer acontecimento vivido, é sempre o resultado da relação Signo/Casa, a que esse acontecimento pertence. a relação entre o meu interior e o mundo exterior, nasce sempre da tensão entre quem Eu-Sou (Signo), e algo que não Sou-Eu (Casa).
  11. 11. exemplo de um Tema Astrológico
  12. 12. qualquer acontecimento é sempre o resultado do impacto da subjectividade individual com a objectividade que se lhe opõe. Deste “diálogo”, surge a resposta que cada um dá à Vida, a descoberta-de-Si-próprio. Resposta que a cada momento revela a progressiva evolução da personalidade.
  13. 13. Se houver Planetas numa determinada Casa, acrescentam a sua vibração, potência e qualidade própria às experiências da Casa em questão.
  14. 14. exemplo de um Tema Astrológico
  15. 15. o grau que se encontra no início de uma Casa Astrológica é chamado a Cúspide da Casa. a Cúspide de uma Casa age como ponto dinamizador dos seus possíveis acontecimentos.
  16. 16. O Planeta que rege o Signo que se encontra na Cúspide de uma Casa, é a “chave” que “abre a porta” para o tipo de experiências que essa Casa propõe. a esse Planeta chama-se o Regente da Casa
  17. 17. podemos definir as Casas astrológicas, ou seja, cada área de experiência de Vida, a partir da simbologia dos 3 níveis do Mundo.
  18. 18. O 1º nível situa o comportamento energético na sua manifestação mais densa, mais obscura, mais lenta e menos inteligente. É o mundo dos condicionalismos materiais a que todos estamos sujeitos.
  19. 19. o 2º nível define-se como a área-do-conflito. Este nível situa as experiências inerentes a qualquer dinâmica de transformação. Harmonizar contradições e polaridades é o preço fatal de qualquer aprendizagem.
  20. 20. o 3º nível simboliza o fim de um Processo. É já a dimensão mais Espiritual da Casa, o apelo de Transcendência, o objectivo a alcançar
  21. 21. o 3º Nível de uma Casa astrológica indica o estado Superior da Consciência que essa Casa proporciona e que por ela pode ser alcançado.
  22. 22. o 3º Nível revela a Sabedoria implícita e contida nas oportunidades que essa Casa nos permite viver.
  23. 23. não há Verdadeiro Conhecimento aquém-do-Conflito, mas além-do-Conflito.

×