A mídia como evidenciadora do racismo no futebol

923 visualizações

Publicada em

Trabalho de conclusão do curso de Comunicação Social: Habilitação em Jornalismo, orientado pelo professor Benami Bacaltchuk, Ph.D.

Publicada em: Esportes
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
923
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A mídia como evidenciadora do racismo no futebol

  1. 1. Universidade de Passo Fundo Faculdade de Artes e ComunicaçãoCurso de Comunicação Social: Hab. Em Jornalismo A MÍDIA COMO EVIDENCIADORA DO RACISMO NO FUTEBOL Paulo Roberto D’Agustini Orientador: Dr. Benami Bacaltchuk 27 de novembro de 2006
  2. 2. INTRODUÇÃO A UM CONFLITO SOCIAL EMPOTENCIAL  Analisar a cobertura da mídia sobre os fatos envolvendo questões raciais no futebol.  Ela enfatiza fatos provocando o conflito social?  Redações mantêm postura utopicamente imparcial?  A massa pode crucificar o responsável por ato racista?  Jornalistas podem ser levianos tema social relevante?  Futebol ainda é uma forma de integração social?  Castigos financeiros mudam a educação em relação discriminação racial?  Verificar quais as causas e as conseqüências destes atos racistas.  Se são provocados ou evidenciados pela poderosa mídia.
  3. 3. CONSTRUÇÃO DO TRABALHO  1° O esporte como instrumento de ascensão social.  2° Jogos fatídicos.  3° As questões gramaticais e jurídicas.  4° Racismo na história.  5° Comunicação de massa.  6° Mídia na sociedade.  7° Discussão sobre o futebol, promoção de conflitos, interpretações da legislação.
  4. 4. O ESPORTE COMO INSTRUMENTO DEASCENSÃO SOCIAL PARA ETNIASMINORITÁRIAS  Ascensão social rápida e segura do esporte para os negros.  Tentativas de ser explicado o seu sucesso no esporte.  Todas sinônimas de preconceito.  Pertencemos à raça humana.  Independência de países africanos.
  5. 5. Paolo Di CanioLazio contra o Livorno, em RomaDia 12 de dezembro de 2005
  6. 6. Antônio CarlosJuventude contra o Grêmio, em Caxias do SulDia 5 de março de 2006
  7. 7. Leandro DesábatoSão Paulo contra o Quilmes, em São PauloDia 13 de abril de 2005
  8. 8. A Questão Racial no Futebol Gaúcho  Estado de colonizadores alemães e italianos.  Coros racistas.  Grêmio não aceitava jogadores negros.  Década de 70, locais públicos com placas que proibiam a entrada de negros.
  9. 9. RACISMO E SUAS DECORRÊNCIASGRAMATICAIS E JURÍDICAS  A discriminação é diferenciada do racismo na esfera legal.  Na esfera jurídica, a calúnia diferencia-se da difamação e distingue-se da calúnia.  Subterfúgio fora criado como tese de defesa.  A intenção do agente é essencial para o seu enquadramento.
  10. 10. RACISMO: ECONOMIA, HISTÓRIA E POLÍTICA  Existência de raças humanas superiores umas as outras.  Dominador e Cativo.  “Índios” que lá habitavam eram classificados como animais.  O conceito de racismo apoiado no aspecto econômico.  Declaração Universal dos Direitos do Homem acabou com qualquer diferença entre matrizes raciais.  Conceito etnia para classificar povos de diferentes regiões.
  11. 11. COMUNICAÇÃO DE MASSA: DA INVENÇÃO DEGUTENBERG A ALDEIA GLOBAL DE MCLUHAN  Meios deveriam ser denominados veículos de massa.  A primeira forma de extensão dos sentidos do homem foi à escrita.  O conhecimento e a formalização do olhar fizeram com que o homem transformasse o seu relacionamento.  Padrão de vida e felicidade a ser alcançado.  Meios de comunicação controladores.
  12. 12. MÍDIA E SUAS FORMAS DE INTERAÇÃO COM ASOCIEDADE  “Aldeia global”.  Balança do equilíbrio e do conflito na sociedade midiática.  Conjunto de necessidades da sociedade.  Escola funcionalista.  Forma como nações podem se comunicar melhor entre si.A Mídia como Formadora de Opinião  Construção de imagem e realidade.  Poder sobre a difusão de idéias e a opinião pública.  A mídia busca a todo custo atingir seus objetivos.  Sensacionalismo.
  13. 13. A Mídia como Manipuladora Social  Expressão dos interesses classistas.  Valores éticos mediados pela comunicação.  Massificação.A Mídia como Instrumento de Desenvolvimento  Instrumento gerador de conhecimentos.  Problema comportamental.A Mídia como Instrumento de Justiça Social  Consciência X Emprego.A Mídia como Educadora  Relacionar os meios de comunicação e a escola.
  14. 14. DISCUTINDO O FUTEBOL, AS NECESSIDADESMIDIÁTICAS COMO INSTIGADORAS DECONFLITOS SOCIAIS E A INTERPRETAÇÃO DALEI  O futebol significa sonho, atualmente caso de polícia.  O esporte em países com grandes diferenças sociais.  Tentativas biológicas de explicar o sucesso dos negros.  Brasil, o futebol é o paraíso de encantamentos.  Reação das classes dominantes.
  15. 15. CONCLUSÃO SOBRE AS EVIDÊNCIAS DAMÍDIA E O RACISMO NO FUTEBOL  Demonstrar o racismo existente dentro do futebol.  Até que ponto a mídia colaborou para resolver?  Ou será que ela incentivou a geração de tal conflito?  Não estaria a mídia atuando como geradora de conflito?  A perda do poder afeta a personalidade a ponto de agir contrários as esperadas regras comportamentais sociais.  Dúvidas quanto as suas interpretações jurídicas. Não estaria ocorrendo uma premeditação orquestrada?  Não seria a mídia também racista?  Uma nova agenda está criada.

×