Critica da midia

1.381 visualizações

Publicada em

Journalism is more than singing in the bathroom. The mission of media criticism.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.381
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Critica da midia

  1. 1. Crítica da mídia:observação a partir de um panópticon Profa. Thaïs de Mendonça Jorge Núcleo de Estudos sobre Mídia e Política Universidade de Brasília
  2. 2. Crítica da mídia “Jornalismo deve ser alguma coisa mais do que cantar no banheiro ou proferir solilóquios, embora manificentes, no deserto.” (Lippmann) Jornalismo não é um monólogo dedicado a uma audiência escrava que finge estar escutando. Uma vez jornalistas e, portanto, seres humanos, todos nós estamos sujeitos a erros e preconceitos.
  3. 3. Crítica da mídiaA DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS COMPLETOU 60 ANOS. NO ARTIGO XIX ESTÁ ESCRITO: “TODO HOMEM TEM DIREITO À LIBERDADE DE OPINIÃO E EXPRESSÃO; ESTE DIREITO INCLUI A LIBERDADE DE, SEM INTERFERÊNCIAS, TER OPINIÕES E PROCURAR, RECEBER E TRANSMITIR INFORMAÇÕES E IDÉIAS POR QUAISQUER MEIOS E INDEPENDENTEMENTE DE FRONTEIRAS”.
  4. 4. Crítica da mídiaA imagem de um prelo sendo carregado pela multidão, no dia da Queda da Bastilha, mostra o valor da imprensa na época.A imprensa ajudou a: acabar com os privilégios da aristocracia e do clero; combater as desigualdades; restaurar a liberdade.
  5. 5. Crítica da mídia MISSÕES DA IMPRENSA  Formar – função educativa dos meios  Informar – função principal dos meios, fazer circular os dados  Entreter – ajudar na busca da felicidade.
  6. 6. Crítica da mídiaHoje, a mídia vive uma época de questionamentos: Será que toda a humanidade – ou pelo menos todos os brasileiros – estão desfrutando do direito a se expressar e opinar? Será que os brasileiros têm a liberdade de receber e transmitir idéias e informações sem fronteiras?
  7. 7. Crítica da mídia Será que os ideais de liberdade, igualdade e fraternidade estão sendo cumpridos? Será que a missão da imprensa, de formar, informar e entreter é exercitada no nosso dia a dia?
  8. 8. Crítica da mídia A IMPRENSA DEVE NOS AJUDAR A DEFINIR NOSSA CULTURA, A CRIAR UMA LINGUAGEM E CONHECIMENTOS COMUNS BASEADOS NA REALIDADE. O JORNALISMO DEVE AJUDAR A IDENTIFICAR OS OBJETIVOS DE UMA COMUNIDADE, SEUS INTERESSES E PRINCIPAIS CARÊNCIAS, SEUS HERÓIS E VILÕES. “TALVEZ, NO FINAL DAS CONTAS, OJORNALISMO SIMPLESMENTE SIGNIFIQUEAMPLIAR E LEVAR ADIANTE AS CONVERSASDAS PESSOAS” (CAREY)
  9. 9. Crítica da mídiaA MÍDIA ESTÁ FAZENDO ISTO?Se estivesse cumprindo seu papel não precisaríamos estar aqui, não precisaríamos de observatórios.Os observatórios são panópticons para vigiar a imprensa e os seus atores.Funções dos observatórios fiscalizar os meios e os profissionais alfabetizar, em mídia, o cidadão comum.
  10. 10. Crítica da mídiaCritérios do Mídia&Política - dizem respeito às funções que a mídia não vem cumprindo para com o cidadão:1) Verificar a presença de preconceitos, estereótipos ou pré-julgamentos. Também precisamos ver se estão presentes as causas, os antecedentes e as conseqüências sociais do evento narrado.
  11. 11. Crítica da mídia/ critérios M&P2) Os cidadãos devem ser informados sobre as políticas públicas e isso precisa estar expresso nas matérias.3) Qual o enquadramento dado ao fato e por que esta moldura foi escolhida em detrimento de outra ou de outras versões. E se as fontes consultadas pelo jornalista são adequadas à transmissão de informações credíveis.
  12. 12. Crítica da mídiaDesafios do jornalista contemporâneo TICS – Internet dissocia o jornalismo da geografia, rompe laços afetivos com o produto da comunicação Globalização – noção de cidadania e comunidade fica obsoleta Conglomeração – mediocrização dos conteúdos, mcdonaldização do jornalismo. (Kovack e Rosenstiel)
  13. 13. Crítica da mídia A IMPRENSA NÃO APENAS LIVRE, MAS CONSCIENTE, PODE CONTAR A VERDADE E ZELAR PARA QUE O FLUXO DE INFORMAÇÃO REALMENTE CONTRIBUA PARA A CIDADANIA.
  14. 14. Bibliografia1. LIPPMANN, W. Uma imprensa livre. In: AMARAL, L. Técnica de jornal e periódico. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro; Brasília: INL, 1978.2. KOVACH, B.; ROSENSTIEL, T. Os elementos do jornalismo. São Paulo: Geração Editorial, 2004.3. LIMA, V.A. Mídia. Teoria e política. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2001.4. AZNAR, H. Ética de la comunicación y nuevos retos sociales. Barcelona: Paidós Ibérica, 2005.
  15. 15. Crítica da mídia: observação a partir de um panópticon Professora Thaïs de Mendonça Jorgethaism@unb.brNúcleo de Estudos de Mídia e Políticahttp://www.ceam/nemp.unb.brSite Mídia&Políticahttp://www.midiaepolitica.unb.br

×