Roteiro PortuguéS Alicia

1.191 visualizações

Publicada em

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.191
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Roteiro PortuguéS Alicia

  1. 1. Roteiro Pré-Histórico pela região do Alentejo Alicia Prada Gallardo
  2. 2. Pré-história <ul><li>Megalitismo é uma manifestação funerária das primeiras sociedades agro-pastoris </li></ul>
  3. 3. SITUAÇÃO
  4. 4. <ul><li>Um MENIR é uma pedra alongada posta verticalmente no solo. A forma claramente fálica de alguns menires leva-nos a associá-los à fertilidade dos campos. </li></ul><ul><li>Os menires podem apresentar-se isolados, alinhados ou formando recintos (cromeleques). </li></ul><ul><li>Para além de objectos de culto, os menires terão servido, igualmente, como marcos territoriais. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Um DOLMEN, ou ANTA, é uma construção funerária neolítica, normalmente obtida por grandes pedras (esteios), formada por um espaço central, a câmara, e por um corredor que a ligava ao exterior. Originalmente, toda a estrutura era envolvida pela mamoa constituída por terra e pedra. </li></ul><ul><li>Nestes monumentos eram depositados os restos mortais de alguns indivíduos da comunidade, acompanhados de oferendas fúnebres (espólio). </li></ul>
  6. 6. <ul><li>e </li></ul>Texto Texto ÉVORA
  7. 7. Évora: Cromeleque dos Almendres
  8. 8. Évora: Menir dos Almendres
  9. 9. Évora: Anta Grande do Zambujeiro
  10. 10. Évora: Rocha dos Namorados O Menir da Rocha dos Namorados ou Rocha dos Namorados localiza-se na freguesia do Corval, em Portugal . Trata-se de um menir constituído por um bloco de granito natural, com cerca de dois metros de altura, que apresenta uma forma semelhante à de um cogumelo . Esta rocha está associada a um secular rito pagão de fertilidade, que consiste em: as raparigas em idade de contrair matrimónio , vão consultar a rocha (como se de um oráculo se tratasse, para saberem quanto tempo ainda falta para se efectuar o casamento. Para esse efeito atiram para cima do menir uma pedra. Se essa pedra não ficar em cima da rocha e cair no solo, quer dizer que têm de esperar mais um ano para o casamento. Esta consulta à rocha dos namorados era feita geralmente na Segunda Feira de Páscoa . Entre a Ermida de Nossa Senhora do Rosário e a aldeia do Mato (actual São Pedro do Corval), era habitual fazer-se uma procissão em época de seca. Essa procissão passava junto à Rocha dos Namorados.
  11. 12. Reguengos de Monsaraz
  12. 13. Monsaraz É uma vila que cresce sobre uma colina, protegida por um castelo da época da reconquista, no século XIV. É uma vila que fala de história, e é uma das mais recomendadas para apreciar arte e cultura. Monsaraz é Património Nacional de Portugal. Com muralhas,monumentos megalíticos, cemitérios pré-romanos e ruínas romanas, Monsaraz é um dos melhores lugares para visitar, próximo de Évora, na região do Alentejo Central.
  13. 19. Menir de Outeiro
  14. 20. Cromeleque do Xarez
  15. 21. Anta de Olival de Pega
  16. 22. Montemor-O-Novo
  17. 23. Anta-Capela de São Brissos
  18. 24. Gruta do Escoural
  19. 27. Pavia
  20. 28. Pavia De características tipicamente alentejanas, é considerada uma das vilas brancas menos atacada pelo mau gosto das tintas berrantes, dos azulejos hidráulicos nas paredes e dos alumínios. Pavia mantém, ainda hoje, o rosto do povoado antiquíssimo que é, dominado pelas construções de um só piso térreo, portais à escala humana e chaminés ressaltadas com volumes típicos. Falar de Pavia em termos de urbanização é também descrever uma harmoniosa disposição de ruas compridas, ora ladeadas de grandes espaços abertos, ora de pequenas e estreitas vielas transversais, que apesar das suas modestas proporções, oferecem singular luminosidade. A vila oferece, assim, uma imagem real do passado e do presente, de uma terra do Alto Alentejo, com um sistema de economia rural, orientado para a exploração do latifúndio, desde o tempo dos Romanos.
  21. 29. Dolmen Capela de São Dinis
  22. 31. Marvão
  23. 32. Menir da Meada
  24. 34. Museu
  25. 35. Menir do Corregedor
  26. 42. Castelo de Vide
  27. 43. Castelo de Vide: Centro de Interpretação do megalitismo
  28. 44. Elementos de adorno pessoal
  29. 45. Placas de Xisto
  30. 46. Facas em Sílex
  31. 47. Moinho de pedra (dormente e moedera)
  32. 48. Cerâmica
  33. 49. Cerâmica
  34. 50. Pontas de Seta
  35. 51. Machados e enxós de pedra polida
  36. 52. Pedra de afiar e seixo rolado
  37. 53. <ul><li>Obrigada pela vossa atenção </li></ul>

×