Autoscopia final

422 visualizações

Publicada em

Conceitos básicos sobre consumo de SPA e PLA

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
422
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Autoscopia final

  1. 1. Formação de Profissionais de Saúde na Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências Conceitos básicos sobre o consumo de substâncias psicoativas e seus efeitos (álcool, cannabis, heroína, cocaína, …) Os Problemas Ligados ao Álcool e Dependências Efeitos do Consumo de Álcool
  2. 2. Uma das formas de avaliar o consumo de álcool é através da unidade de bebida padrão 12 a 16 gramas de álcool por unidade •Valor diário aceitável • 3 unidades • 2 unidades
  3. 3. Álcool – unidade padrão A criação de padrões de consumo de álcool é importante porque permite a predição das consequências do consumo de álcool 12 a 16 gramas de álcool por unidade
  4. 4. Consumo de Risco Padrão de consumo que pode vir a implicar dano físico ou mental se esse consumo persistir
  5. 5. Consumo Nocivo Padrão de consumo que causa danos à saúde, quer físicos quer mentais (todavia não satisfaz os critérios de dependência)
  6. 6. Dependência Padrão de consumo constituído por um conjunto de aspetos clínicos e comportamentais que podem desenvolver-se após repetido uso de álcool • Desejo intenso de consumir bebidas alcoólicas • Descontrolo no se uso • Continuação dos consumos apesar das consequências • Grande importância dada aos consumos em desfavor de outras atividades e obrigações • Aumento da tolerância ao álcool • Necessidade de quantidades crescentes da substância para atingir o efeito desejado ou • Diminuição acentuada do efeito com a utilização da mesma quantidade • Sintomas de privação quando o consumo é descontinuado
  7. 7. Álcool - Níveis de risco Consumo de baixo risco 3 unid/dia 15/semana (2 dias/ semana sem consumir) 2 unid/dia 10/semana (2 dias / semana sem consumir) Consumo de risco 3-7 unid/dia 22 –49/semana 2-5 unid/dia 15 – 35/semana Consumo nocivo + 7 unid/dia + de 50/ semana +5 unid/dia + 35/ semana (OMS: Guide to mental health in primary care)
  8. 8. Consumo de álcool Fortemente enraizado na nossa cultura É a substância mais consumida em Portugal Presença indispensável em festas e comemorações Frequentemente se constata o seu USO EXCESSIVO
  9. 9. Por se tratar de uma substância legal não se valoriza os riscos que representa para a saúde
  10. 10. Efeitos do Consumo de Álcool Em quantidades elevadas • Vómito • Cefaleias • Falta de coordenação • Lentificação dos reflexos • Vertigens • Visão dupla • Perda do equilíbrio
  11. 11. Efeitos do Consumo de Álcool Intoxicação aguda • amnésia dos acontecimentos • Perda de consciência • coma etílico • risco de morte por depressão cardiorrespiratória
  12. 12. Efeitos do Consumo de Álcool A longo prazo • Deterioração e atrofia do cérebro • Diminuição da capacidade imunitária • Alterações cardíacas e hepáticas
  13. 13. Efeitos do Consumo de Álcool A nível psicológico e neurológico • Irritabilidade • delírio de ciúme • ideação paranoide • Demência alcoólica
  14. 14. SABIA QUE: • 10% da população portuguesa tem graves incapacidades ligadas ao álcool • 60% da população adulta é bebedora regular de álcool. • Um doente alcoólico gasta, em média, por ano, 1500 euros em bebidas alcoólicas. • Cada pessoa ingere, em média, por ano, 10,8L de álcool. • Portugal é o 3º maior consumidor mundial de álcool.

×