Introdução a Navegação Aérea - Comissário de Voo - Modulo 1

2.697 visualizações

Publicada em

Aula introdutória de navegação aérea para o curso de comissários de voo.
Contexto histórico, tipos de navegação,
instrumentos básicos de navegação,
Orientação na superfície da Terra.

Base bibliográfica: GF Escola de Aviação, Navegação Visual - Bianchi Pilot Training Center, Pilot Flying Handbook - FAA.
Para maiores informações marcinhsd@gmail.com
Um abraço.

Publicada em: Carreiras
1 comentário
12 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Senhores, informo que há algumas falhas de escrita no módulo, ratifico, apenas há erros de Digitação ou diagramação dos Slides.
    *Obs: Os comentários das aulas não puderam ser incluídos nos slides devido a forma de armazenagem e compartilhamento do SLIDESHARE
    **Encorajo aos que já baixaram e aos que baixarem este módulo, possam dar um feedback para que possamos aprimorar as aulas!
    Obrigado, estude mesmo que a ANAC já tá no papo!
    Forte abraço, Márcio H.D
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.697
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
157
Comentários
1
Gostaram
12
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução a Navegação Aérea - Comissário de Voo - Modulo 1

  1. 1. COMISSÁRIO DE VOO 1Márcio Henrique
  2. 2.  A Terra é um planeta rochoso do Sistema Solar, é o mais denso do sistema e o terceiro mais próximo do Astro Rei.  É conhecida como o Planeta Azul ou Planeta Água devido a cerca de 71% de sua superfície ser coberta pelas águas dos oceanos.  Quanto a forma, ela não é totalmente redonda pois há um achatamento nos pólos, devido ao movimento de rotação. 2 Márcio Henrique
  3. 3. 3 Márcio Henrique
  4. 4.  A estrutura interna é dividia em três partes ou camadas: 1. Crosta terrestre(Litosfera): camada mais externa,sólida que circunda aTerra constituída por rochas e solo, abriga minerais 2. Manto: logo abaixo da litosfera e vai até quase metade do raio daTerra, constituída por rochas diversificadas em altas temperaturas e pastosas chamadas de magma 3. Núcleo: Camada mais interna daTerra abrigando altíssimas temperaturas local onde se formam metais como ferro e níquel. 4 Márcio Henrique
  5. 5.  Sua denominação é um Geoide; Esse termo foi designado pelo físico Gauss, quando desenvolveu um modelo aperfeiçoado da figura da Terra, considerando sua superfície irregular limitado com o campo gravitacional e coincidindo com o nível do mar.  Essa determinação é muito importante principalmente para a navegação aérea; sistemas de navegação por Satélite como o GNSS que determina altitudes acima do nível do mar partir das diferenças das superfícies geoides.  A Título de ANAC é possível dizer que a forma da Terra é o de uma Esferoide. Para efeitos de estudo e navegação a Terra é uma esfera perfeita. 5 Márcio Henrique
  6. 6.  ATerra gira em torno de seu eixo imaginário que tem cerca de 23,5º de inclinação. Uma rotação completa dura 24 horas, acarretando na sucessão dos dias e noites, esse movimento é denominado Rotação. 6 Márcio Henrique O movimento de rotação ocorre no sentido Anti-horário gerando a impressão de o Sol nascer no lado leste e se por no oeste; Movimento Aparente do Sol.
  7. 7.  Translação: ATerra executa esse movimento ao redor do Sol e não do seu próprio eixo como na rotação; a duração desse movimento é cerca de 365 dias e 6 horas, equivalente a um ano, também é o movimento responsável pelas 4 estações do ano. 7 Márcio Henrique OBS:rotação e translação são movimentos diferentes,independentes e ocorrem de modo simultâneo
  8. 8.  Movimento que a Terra faz inclinando os polos para um lado e para o outro. Dá origem ao inverno e verão nos polos.  Há também o movimento de Precessão que se refere ao movimento do eixo da Terra a longo prazo; Nutação que o de curto prazo. Os mais importantes, rotação e translação, são mais comumente abordados nas bancas da ANAC. Márcio Henrique 8
  9. 9.  Intro: Pode-se afirmar que navegação aérea surgiu em meados de 1709, apresentado pela primeira vez por, um padre brasileiro oriundo de Santos-SP. Bartolomeu de Gusmão – “O Padre Voador”. Ele demonstrou a corte seu experimento; Que o brinquedo chinês, um balão de ar quente poderia não apenas alçar voo mas transportar “carga útil”. 9 Márcio Henrique
  10. 10.  As primeiras 2 tentativas foram frustradas e logo o descrédito dos convidados foram manifestos. Muitos dos que o invejavam,o acusaram de fazer “Pacto com o Diabo” devido aos balões terem se elevado parcialmente e em seguida incendiado. Entretanto D.JoãoV, o Magnânimo vislumbrou a ideia e nas suas pretensões de ser pioneiro permitiu a Bartolomeu de Gusmão o direito de explorar a atividade. No mesmo ano em Agosto de 1709 o experimentou maravilhou a todos.  Assim o Pai da Navegação Aérea determinou os princípios de navegação que até hoje são utilizados nesse tipo aeróstato, o Balão. 10 Márcio Henrique
  11. 11. Balões são aeróstatos que voam pelo princípio de Arquimedes, ao sabor dos ventos. 11 Márcio Henrique
  12. 12.  Definição: Do Latim navigatio, “navegação”, de navis, “nau, navio, embarcação”  É a arte ou ciência de navegar ou mover- se de um ponto de partida(origem) até um ponto de destino.  Principais Métodos: NavegaçãoVisual ou por Contato, Navegação Estimada, Navegação Eletrônica, Radionavegação, Navegação Celestial e Navegação por Satélite. 12 Márcio Henrique
  13. 13.  Navegação aérea visual é também conhecida como navegação por contato; é onde o piloto estabelece contato visual com diversos referenciais no solo, como rios, lagos, estradas, pontes, morros, ferrovias, aeródromos, etc.  É o método mais simples de navegação aérea e mais utilizado na aviação de pequeno porte devido a baixa performance: voo a baixa altura e com baixas velocidades. 13 Márcio Henrique
  14. 14. 14 Márcio Henrique Contato visual com referencias no solo > linhas de transmissão,ferrovias, lagos ,rios,etc.
  15. 15. 15 Márcio Henrique Representação na carta WAC de referencias para a navegação visual
  16. 16. 16 Márcio Henrique  É o método pelo qual o piloto determina a rota através de cálculos estimando sua hora de chegada e/ou sobrevoo num determinado local (Waypoints).  Leva-se em consideração a direção e a velocidade do vento.  Instrumentos usados: Bússola, velocímetro e relógio.
  17. 17. 17 Márcio Henrique Considerando a velocidade e a direção do vento, com auxílio da c, bússola, IAS e relógio estima-se posições e o horário em cada posição numa carta.
  18. 18.  Navegação Eletrônica: É um método de navegação muito mais preciso e mais ágil do que as duas anteriores; capaz de determinar a posição de uma aeronave baseado em equipamentos eletrônicos modernos. 18 Márcio Henrique
  19. 19.  É também conhecida como navegação astronômica. É muito mais difundido na navegação marítima, é uma das maneiras mais antigas de se navegar. Baseia-se na aferição da distância em graus, por meio de um sextante, da de um corpo celeste com o horizonte. Ao determinar essa altitude em graus é possível conhecer a própria localização. 19 Márcio Henrique
  20. 20.  Equipamentos instalados nas aeronaves captam ondas de rádio emitidas através de estações em terra. O piloto interpreta corretamente a informação lida no instrumento e determina a posição de sua aeronave  Também conhecida como um palavrão: Navegação Radiogoniométrica  Os Instrumentos: ◦ A bordo, ReceptorVOR e o ADF ◦ No solo, EstaçãoVOR e o NDB 20 Márcio Henrique
  21. 21. 21 Márcio Henrique •VOR (Very High-FrequencyOmnidirection Range) é um transmissor de frequência muito alta que transmite sinais direcionais em 360º. AntenaVOR ReceptorVOR • NDB (No Directional Beacon) é uma estação radiofarol fixo que envia ondas de baixa frequência não direcionais entre 200 a 415Hz ou ondas na faixa de 560 a 1600KHz em Broadcasting (EmissoraAM). Os sinas são captados na aeronave por um receptor ADF – Automatic Direction Finder.
  22. 22.  Basicamente uma constelação mínima 24 satélites orbitando aTerra a aproximadamente 20.000Km. Enviam sinais a receptores estabelecendo de modo muito preciso uma posição geográfica.  O GPS é o principal elemento dessa maneira de navegar; Nos voos visuais cada vez mais o uso desse equipamento está presente. 22 Márcio Henrique
  23. 23. Aeróstatos: Aeronaves baseadas no princípio de Arquimedes, conhecidos como “mais leve que o ar” Astro Rei: Sol Esfera: é um corpo limitado, cuja superfície fica equidistante de um ponto central. Eixo imaginário: É uma linha imaginária que passa pelo centro da Terra no sentido dos pólos, em torno da qual ela executa seu movimento de rotação. IAS: Indicated Airspeed, Velocidade indicada do Ar. Pólos: São extremidades de um EIXO IMAGINÁRIO, em torno do qual a Terra gira no sentido anti-horário. A extremidade superior é chamada de Pólo Norte, a extremidade inferior é chamada de Pólo Sul. Princípio de Arquimedes: Todo corpo mergulhado num fluido recebe um empuxo(força) pra cima igual ao peso de fluido deslocado. Sextante: Aparelho usado por marinheiros baseado no principio de espelhos de Gauss para aferir distâncias angulares dos astros em relação ao horizonte. Márcio Henrique 23
  24. 24. 24

×