Esteretiposdavelhice 100530181507-phpapp01

243 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
243
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Esteretiposdavelhice 100530181507-phpapp01

  1. 1. Mitos e Estereótipos da Velhice Psicologia do Desenvolvimento Sónia Sousa n.º 900234 Turma 1
  2. 2. Mitos e Estereótipos da VelhiceO envelhecimento é um processo que está repleto de concepções falsas, temores, crenças, mitos e preconceitos. “O nosso inconsciente ignora a velhice, alimenta a ilusão da eterna juventude.” (Simone de Beauvoir, 1908)
  3. 3. Mitos e Estereótipos da Velhice MITO FACTO• A velhice começa aos 65 anos; • A velhice não começa numa idade cronológica uniforme, mas sim variável e individualizada;• • A não produtividade pode O reformado passou a uma fase de não produtividade; interpretar-se de diversas formas, dependendo das circunstâncias de cada indivíduo;
  4. 4. Mitos e Estereótipos da Velhice MITO FACTO• Progressivo afastamento dos • Muitas pessoas não só continuam interesses ; interessadas nos diversos planos sociais e familiares, como também é nesta etapa que participam ainda mais; • Os mais velhos têm muitas• Os mais velhos acham-se muito faculdades vitais; limitados nas suas aptidões da vida;
  5. 5. Mitos e Estereótipos da Velhice MITO FACTO• Os mais velhos são inflexíveis e • Muitos não só são capazes de incapazes de mudar e adaptar-se adaptar-se continuamente a novas a novas situações; situações, mas ensinam-nos através do seu exemplo;• O envelhecimento vem • A perda de memória pode existir acompanhado da perda de em qualquer Idade. Existe memória. A inteligência diminui; modificação;
  6. 6. Mitos e Estereótipos da Velhice MITO FACTO• O envelhecimento é uma etapa • O envelhecimento é uma etapa totalmente negativa; vital peculiar;• O mais velho é conservador e • Cada pessoa reflecte a essência defensor da tradição; da sua personalidade á medida que cumpre os seus anos;• Envelhecer implica ter que • Com a idade não desaparece a renunciar á sexualidade, perde o sexualidade. Ocorre redução da interesse e a capacidade sexual; frequência, falta de interesse, de parceiros;
  7. 7. Mitos e Estereótipos da Velhice MITO FACTO • Aprendem e prestam atenção ao• O velho não aprende, é desatento, que lhes interessa, ao que não presta atenção a nada; corresponde às suas “Caduco…” necessidades, aos seus anseios;• Velho não tem futuro. Já deu o • As pessoas devem preparar-se que tinha para dar; para envelhecer, fazer planos e “Isso já não é para a minha idade…” projectos. O projecto da vida pressupõe criatividade, autonomia, educação permanente;
  8. 8. Cuidados com os IdososRespeitar as individualizações, evitandogeneralizações;Não infantilizar;Não tratar como doentes e incapazes;Oferecer-lhe cuidados específicos para a suafaixa etária;Reservar a sua independência e autonomia;Ajudá-lo a desenvolver aptidões;Promover a estimulação psicossocial;O idoso deve ser interpretado como um sujeitosingular dotado de inteligência e vontade;Sujeito com direitos( pode reivindicar);
  9. 9. Cuidados com os IdososSubsiste por si como indivíduo;Estilos de vida e necessidades variadas;Os idosos são livres de escolher como e onde querem viver;A grande maioria dos idosos é em geral saudável;A maior parte dos idosos é membro activo na sociedade e deseja continuar a sê-lo;As necessidades de saúde e as necessidades de serviços sociais variam muitoentre os “jovens idosos” e os “velhos idosos” e também entre os homens idosos eas mulheres idosas;A manutenção da autonomia da pessoa idosa está mais ligada a factores sócio-económicos e familiares que a serviços profissionais.
  10. 10. Ideias ChaveA velhice é uma parte do período vital com valores e gratificaçõespróprias;Não há formulas milagrosas nem remédios para a eterna juventude;Chegar a esta etapa da vida pode ser interpretado como voltar acomeçar, a realizar projectos que noutra etapa da vida não se chegoua concretizar;A atitude que adoptamos ao olhar para esta etapa marcará a formacomo a viveremos e a desfrutemos.

×