E.E.M. NAZARÉ GUERRA“Projeto Escola que     Protege”   LAGOA DO MATO – ITATIRA – CEARÁ                2012
1. Caracterização:    A Escola de Ensino Médio Nazaré Guerra, sito à Av. Nossa Senhora do Carmo, N/SCentro, Distrito de La...
3. OBJETIVO GERAL:     O objetivo do programa Escola que Protege é prevenir e romper o ciclo daviolência contra crianças e...
5. PRICIPAIS AÇÕES   Divulgação através da rádio escola.   Panfletagem.   Divulgação através da internet (Blog).   Fazer u...
reflexão e com base no texto,     Educação Físicaexibir um vídeo de poucos minutosque retrate a temática, (vídeo acritério...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Projeto Escola que Protege

158 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
158
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto Escola que Protege

  1. 1. E.E.M. NAZARÉ GUERRA“Projeto Escola que Protege” LAGOA DO MATO – ITATIRA – CEARÁ 2012
  2. 2. 1. Caracterização: A Escola de Ensino Médio Nazaré Guerra, sito à Av. Nossa Senhora do Carmo, N/SCentro, Distrito de Lagoa do Mato, Itatira-Ce levando em considerações as seguintesdiscussão em torno da violência presente em diversos setores sociais, em especial noambiente escolar, dando uma atenção ao assunto, resolvendo contemplar as discursõesobre o projeto “ESCOLA QUE PROTEGE”. Levando em conta seu papel social que estaintimamente ligada ao ato de formar cidadãos críticos e participativo e atuante nasociedade. Tendo como objetivo a preservação de agressões contra crianças eadolescente que possa amenizar de certo modo o convívio da família, escolar e social.Levando em consideração a realidade de muitas famílias na nossa comunidade que, jásofreram casos de agressões físicas ou similares, com caráter de prevenção. Entra ai aparticipação da Escola buscando conscientizar e valorizar de forma reflexiva a paz nosdiversos setores da nossa sociedade.2. JUSTIFICATIVA: Diante da necessidade de promover uma reflexão das ações de cada instituiçãoda sociedade e dos indivíduos que as fazem, devido ao alto índice de violência ocorridono nosso município, buscamos de maneira envolver toda a comunidade escolar, a fimde buscar um convívio pacífico dentro das diferencias de cada individuo. Perante a uma sociedade cada vez mais agressiva, que a violência vem sendobanalizada pela mídia sensacionalista, e com a interiorização deste fenômeno social,percebemos que é de extrema urgência desenvolvermos ações que possaconscientizar a população dos prejuízos causados pela pratica banalizada da violência. Percebemos que a escola tem uma fundamental importância na reversão destequadro social, diante dos fatos que nos torna seres sócias capazes de desempenhamosnosso papel de educadores, contribuindo na formação de cidadãos críticos e quesaibam conviver harmoniosamente dentro das diferenças sociais que é característicado mundo globalizado exige. Devido à necessidade de desenvolvermos um projeto que buscasse desenvolver osprincípios éticos, morais entre outros valores que busque preservar a integridade dosjovens e adolescentes. Tendo como meta desenvolver ideias de relevância daeducação para a escola que protege.
  3. 3. 3. OBJETIVO GERAL: O objetivo do programa Escola que Protege é prevenir e romper o ciclo daviolência contra crianças e adolescentes no município. Pretende-se, portanto, que osprofissionais sejam capacitados para uma atuação qualificada em situações deviolência identificadas ou vivencia no ambiente escolar.3.1. Objetivos Específicos: Formar profissionais de educação para a identificação de evidências de situações de exploração do trabalho infantil, de violência física, psicológica, negligência e abandono. A composição da rede de proteção Integral local são todas as políticas públicas, serviços, instituições, órgãos atores voltadas às crianças e adolescentes. Protagonismo Juvenil promover a participação ativa de crianças e adolescentes em todas as instâncias de discussão, mobilização e definição de ações de defesa de seus direitos. Sensibilizar e conscientizar a comunidade escolar sobre os prejuízos causados pelas diversas formas de violência (física, psicológica, sexual, negligência, abandono, exploração do trabalho infantil) no desenvolvimento social das crianças, adolescentes e à família como um todo.4. METAS Promover dois encontros na escola com parcerias, conselho tutelar, ação social, e CRAS. Interagir com 80% da juventude, promovendo atividades que desenvolva a participação em ações junto à escola. Desenvolver palestras de conscientização abrangendo 70% da participação dos pais, e parceiros e o núcleo gestor escolar.
  4. 4. 5. PRICIPAIS AÇÕES Divulgação através da rádio escola. Panfletagem. Divulgação através da internet (Blog). Fazer uma reuniu-os com as famílias (comportamento, rendimento e infrequência). Levantamento ou pesquisa com os alunos sobre os tipos de violência que tenham sofrido. Palestra mediante a pesquisa, de conscientização.5.1. Cronograma de Ações ÁREA DE MÊS DETALHAMENTO DA AÇÃO RESPONSABILIDADEMAIO Divulgação através da internet Língua Portuguesa (Blog). Fazer uma reuniu-os com as famílias (comportamento, rendimento e infrequência) Levantamento ou pesquisa com os Ciências Humanas alunos sobre os tipos de violência que tenham sofrido.JUNHO Apresentação do projeto para Língua Portuguesa cada turma. Palestra mediante a pesquisa, de conscientização. Exibição de Filme: Aos treze. Debate sobre o filme assistido. E solicitação de uma síntese do filme. Textos reflexivos: Leitura de Língua Estrangeira, Artes e
  5. 5. reflexão e com base no texto, Educação Físicaexibir um vídeo de poucos minutosque retrate a temática, (vídeo acritério do professor).

×