Apresentação Instituto Agires

940 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
940
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Instituto Agires

  1. 1. 02
  2. 2. Entendemos que é conectar e promover encontros, é criar diálogo, é integrar valores. 03
  3. 3. É a partir dessa articulação que o Instituto Agires transforma desafios em oportunidades de sucesso. 04
  4. 4. Quem somos 05
  5. 5. Com 20 anos de experiência, o Instituto Agires é uma organização social sem fins lucrativos que visa a promover o desenvolvimento de cidadãos e comunidades a partir da articulação entre os setores público e privado. Com forte expertise em leis de incentivo e uma equipe multidisciplinar, o Agires idealiza, planeja, desenvolve e gerencia projetos ambientais, sociais e de sustentabilidade. 06
  6. 6. Nossos projetos já beneficiaram mais de quatro milhões de pessoas, promovendo a cidadania e a transformação da realidade social de crianças, jovens e adultos em situação de vulnerabilidade social. 07
  7. 7. atingirmos Para esse marco, todas as nossas iniciativas são construídas com: 08
  8. 8. relevância social educação cidadã consciência ambiental desenvolvimento cultural sustentabilidade respeito 09
  9. 9. Projetos 10
  10. 10. As Casas de Cultura e Cidadania são espaços que têm como objetivo promover a formação, expressão e lazer para crianças, jovens e adultos, a tuando também como polos culturais nas comunidades de baixa renda nos locais onde estão inseridas. O projeto está presente com seis unidades no Estado de São Paulo - Barra Bonita, Caconde, Lins, Osasco, São José do Rio Pardo e São Paulo - e uma unidade no Estado do Rio Grande do Sul - em Novo Hamburgo. Parceria: • 8 anos de atividade • 7 municípios em 2 Estados • 35 mil alunos • 1,5 milhão pessoas atendidas A Casa: •Cursos em diversas linguagens artísticas para crianças e adolescentes, para jovens e adultos e EJA. oficinas de lazer e de geração de renda •Espetáculos e sessões de cinema abertos às comunidades. Realizado com incentivo fiscal (Lei de Incentivo à Cultura). 11
  11. 11. Parceria: • 6 anos de atividade • 4 núcleos com 23 mil crianças e jovens atendidas • 2,8 mil alunos participam de torneios internos e externos de Ginástica Artística O Núcleo de Esporte e Cidadania é um projeto de Ginástica Artística que tem como objetivo atender crianças e jovens, de 6 a 17 anos, de 4 unidades da Casa de Cultura e Cidadania: São Paulo, São José do Rio Pardo, Lins e Caconde. Com profissionais e estruturas adequadas, o Núcleo de Esporte e Cidadania possibilita que os participantes passem a desenvolver suas potencialidades esportivas simultaneamente à assimilação de valores éticos de convivência humana e exercício da cidadania, democratizando a prática de Ginástica Artística Feminina e Masculina. Realizado pela Lei de Incentivo ao Esporte. 12
  12. 12. Projeto sociocultural que capacita alunos de escolas públicas, por meio de oficinas, para produção de histórias que dão origem a roteiros de curtas-metragens. O projeto proporciona aos alunos uma experi ê ncia pioneira. Além de produzirem o roteiro, serem avaliados pela criatividade e trabalho em equipe, eles entram neste fantástico mundo cinematográfico. Cada cidade participante tem um roteiro selecionado que é filmado com a participação dos alunos envolvidos. Os filmes são exibidos para as comunidades em sessões abertas de cinema. Realizado com incentivo fiscal (Lei de Incentivo à Cultura). • 3 anos de atividade • 218 escolas • 10 mil alunos inscritos nas oficinas • 39 apresentações teatrais • 28 exibições de cinema • 31 mil participantes • 3º Lugar no prêmio do FEMA - Festivais de Mídias Alternativas de Osasco 13
  13. 13. Projeto social que oferece gratuitamente curso profissionalizante de eletricista com o objetivo de inserir mulheres de 18 a 39 anos no mercado de trabalho, gerar renda e melhoria na qualidade de vida das comunidades, considerando atuação próxima ao local de residência, para redução na emissão de poluentes em função do deslocamento, proporcionando maior tempo com a família. Parceria: •Pioneiro na formação de mulheres eletricistas. •Maior proximidade e melhoria no atendimento aos clientes da localidade. • 2 anos de atividade • Mais de 300 mulheres inscritas • 41 mulheres contratadas Fornecedor Cidadão oferece: 14
  14. 14. Projeto multidisciplinar que tem como foco a melhoria da qualidade de vida por meio da conscientização sobre o uso da energia elétrica. Uma das ações diretas é a visitação educativa aos consumidores, promovendo a troca de lâmpadas por modelos mais eficientes. O projeto conta também com palestras, eventos, atividades nas escolas, canal de diálogo com as lideranças comunitárias, eventos institucionais, plantões de atendimento ao cliente sobre serviços de energia e uma unidade volante (caminhão educativo). Parceria: Aplicação de recursos do programa de Eficiência Energética baixa renda da ANEEL como apoio para realização. 4 anos de atividade • • Presença em 344 comunidades • 49,5 mil visitantes em 88 eventos • 1.296,2 mi trocas de lâmpadas • 61,2 mil visitas educativas 15
  15. 15. O projeto Ventos de Asa Branca tem por objetivo desenvolver atividades culturais, artísticas, esportivas e ambientais com crianças e adolescentes no contraturno escolar. Além disso, oferece para a comunidade o Curso de Formação de Líderes. As atividades promovem um espaço de troca de conhecimento e resgate da identidade e memória cultural da comunidade. São espaços de formação de opinião e transformações no exercício da cidadania. Parceria: •Cursos de judô, música e arte sustentável. •Fornece ferramentas de criação e gestão de projetos comunitários, articulação de parcerias, conhecimento de leis para futuramente implementar projetos de desenvolvimento sociocultural e ambiental nas localidades. • Primeiro ano de atividade em 2014 • Mais de 360 alunos inscritos • 3 pólos do projeto no estado do Rio Grande do Norte • 60 alunos no curso de capacitação de líderes • 10 projetos sociais elaborados pelos líderes como trabalho de conclusão do curso O Ventos de Asa Branca oferece: 16
  16. 16. Com foco em difundir a arte e despertar um novo olhar sobre a realidade nas comunidades e nos alunos de escolas públicas, mostrando como é possível refletir e debater questões urgentes ligadas à sustentabilidade por meio de ricas manifestações artísticas, o projeto de educação ambiental e cultural está presente nos municípios onde existe a linha de concessão de estradas de rodagem do Grupo Ecorodovias. Os trabalhos realizados ao longo do ano são apresentados e compartilhados com a comunidade em mostras artísticas gratuitas. Parceria: O Ecoviver: •Estimulou e criou nos estados de São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul a formação de comissões intermunicipais para discussão da gestão de resíduos sólidos. •Reconhecimento com o prêmio “Top Ambiental”, do ADVB (Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil). •Projeto que teve como proponente a empresa parceira The Key e realização do Instituto Agires. • 7 anos de atividade • Presença em 22 cidades • 3 estados • 180 mil alunos envolvidos Realizado com incentivo fiscal (Lei de Incentivo à Cultura). 17
  17. 17. Projeto educativo baseado na metodologia Procel para capacitação de professores no desenvolvimento de atividades de conscientização para um consumo seguro e racional da energia elétrica. Esta ação, acrescida de um trabalho com nova metodologia especialmente desenvolvida pelo Instituto Agires e auditada pelo Ibope, ampliou e reforçou os conceitos originais obtendo resultados ainda mais significativos para o tema. • 4 anos de atividade • 18,2 mil professores capacitados com metodologia especial • 537,1 mil visitantes na unidade móvel de ensino • 1.319.176 mi de alunos capacitados nas escolas •Metodologia exclusiva do Instituto Agires gerou resultados de redução de consumo 12,9% maior que as demais. Se levados em conta a média de economia mensal e o número de domicílios impactados, o projeto gerou uma economia de 22 milhões de kWH. •Reconhecimento com o prêmio “Top Ambiental”, do Instituto Chico Mendes. Parceria: O AES Eletropaulo nas Escolas: 18
  18. 18. O projeto leva às comunidades atividades lúdicas e criativas, capazes de estimular o exercício da cidadania entre crianças e jovens. O Cidadão do Futuro está organizado em práticas interdisciplinares. As diferentes atividades oferecidas permitem a vivência dos princípios do projeto em todo o processo de realização, reforçando conceitos e práticas que levam à transformação social individual e coletiva. Os participantes frequentam, no contraturno das aulas, oficinas de inteligência múltipla, dança, teatro, música, esporte e circo. Um dos diferenciais do projeto está na qualificação e experiência pedagógica de sua equipe de profissionais, criteriosamente selecionada e capacitada para garantir a eficiência da implementação e manutenção do projeto. •Mostra de Talentos que envolve alunos, educadores e comunidade. Parceria: • 1 ano de atividade • Presença em 5 escolas • 3 cidades • 2 estados • 286 alunos participantes • 859 oficinas realizadas O Eu Sou um Cidadão do Futuro: 19
  19. 19. Projeto multidisciplinar que promove a educação para o uso consciente e seguro da energia elétrica, por meio de ações de inclusão social e promotoras da sustentabilidade, como palestras, oficinas, cursos, eventos, concursos nas escolas, obras de revitalização de praças e áreas de lazer e reestruturação de espaços nas comunidades, atuando no relacionamento com as comunidades de baixa renda, líderes, atores sociais, escolas, professores, alunos e gestões públicas, promovendo mudanças concretas de atitude em relação ao meio ambiente e uso eficiente da energia elétrica. Parceria: • 10 meses de atividade • Mais de 15 mil participantes em 12 eventos • Mais de 1,8 mil participantes em 60 palestras e oficinas • Mais de 1,5 mil participantes em 60 cursos livres e profissionalizantes • 20 escolas, 9 mil alunos, 64 educadores e 1,7 mil histórias em quadrinhos com o tema ‘Uso Consciente de Energia Elétrica’ 20 Aplicação de recursos do programa de Eficiência Energética baixa renda da ANEEL como apoio para realização.
  20. 20. A Cia Cênica Aruanã é um grupo formado por jovens artistas que se desenvolveram e hoje trabalham as linguagens cênicas de circo, teatro e dança. Fruto do grande trabalho desenvolvido pelo projeto Casa de Cultura e Cidadania, implementado desde 2008 na cidade de São José do Rio Pardo, a Cia Cênica proporciona, para os artistas selecionados, aulas de conhecimento geral e cultura, para que possam ter uma base sólida no desenvolvimento das áreas artísticas e humanas, preparando-os para o ingresso no mercado de trabalho. A Cia Cênica Aruanã promove, a cada ano, um espetáculo artístico. A Cia Cênica Aruanã oferece: •Espetáculos abertos às comunidades. •Profissionalização na área cultural. Parceria: • 2 anos de atividade • 43 participantes • 30 apresentações em 18 cidades para um público de 9,7 mil pessoas Realizado com incentivo fiscal (Lei de Incentivo à Cultura). 21
  21. 21. Na sua próxima ação faça a mesma diferença que nossos parceiros e outras marcas já fizeram: 22
  22. 22. Criando conexões Criando conexões Integrando valores Criando conexões conexões Criando conexões Integrando valores Integrando valores Integrando valores Integrando valores Fale conosco São Paulo/SP: Av. Jurema, 717 - Moema - (11) 5055.9314 www.agires.org.br

×