GEOGRAFIA<br />Aulas 19 a 30<br />Aluna: Giorgia Marrone<br />Série: 1° colegial / n° 16 / Sala P02<br />Professor: Luiz R...
A organização política do Brasil<br />Com a constituição promulgada em 5 de outubro de 1988, a sétima Carta Constitucional...
O Poder Executivo<br />O poder executivo estrutura-se em 3 níveis: federal, estadual e municipal, cabendo a cada um, em su...
O Poder Executivo<br />
O Poder Executivo<br />O poder Executivo Estadual é exercida pelo governador:<br />No Paraná:<br />Beto Richa<br />
O Poder Executivo<br />O poder Executivo Municipal é exercido pelo prefeito:<br />Em Londrina<br />Barbosa Neto<br />
O Poder Legislativo<br />O poder legislativo também se organiza em três níveis: federal, estadual e municipal, cabendo a c...
O Poder Legislativo<br />
O Poder Legislativo<br />O poder Legislativo Estadual se efetiva na Assembléia Legislativa Estadual, com os deputados esta...
O Poder Legislativo<br />O poder Legislativo Municipal se efetiva na Câmara Municipal, com os vereadores que representam a...
O Poder Judiciário<br />O Poder Judiciário exerce o papel de mediador nos conflitos de interesses existentes na sociedade,...
O Poder Judiciário<br />
O Poder Judiciário<br />A seguir, tratando de aspectos mais específicos do Direito, estão o:<br />Supremo Tribunal de Just...
Tem que saber...<br />Poder Executivo – presidente, governador, prefeito.<br />Poder Legislativo – senador e deputados fed...
Divisão política e regionalização<br />A república federativa do Brasil, segundo a Constituição de 1998, compõe-se de 27 u...
Divisão política e regionalização<br />No processo que resultou na divisão do Brasil em cinco macrorregiões, levou-se em c...
Divisão política e regionalização<br />A identificação no país, por parte dos geógrafos citados, de quatro grandes regiões...
Divisão política e regionalização<br />No processo de definição desses complexos regionais privilegiaram-se, para individu...
Divisão política e regionalização<br />A área abrangida pelo Complexo Regional da Amazônia apresenta uma abrangência menor...
Tem que saber...<br />A regionalização de Pedro Pinchas Geiger leva em consideração os aspectos naturais e socioeconômicos...
Tem que saber...<br />As macro-regiões do IBGE – Norte, Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Respeitando  as característ...
Tem que saber...<br />A regionalização de Milton Santos destaca uma região caracterizada pela concentração de ciência, tec...
Noções básicas de geologia<br />O que a geologia estuda?<br />A geologia é a ciência que estuda a crosta terrestre – ou se...
Noções básicas de geologia<br />Essa idéia apoiava-se, entre outros fatores, na observação de que as temperaturas no inter...
Noções básicas de geologia<br />Essa teoria ganhou terreno, nas últimas décadas, especialmente pelo avanço do estudo  do c...
As camadas da Terra<br />O raio médio da Terra, que equivale à distância média entre a sua superfície irregular e o seu ce...
As camadas da Terra<br />Esses estudos constataram, pela análise da propagação de ondas, que existem diferenças físicas no...
O núcleo<br />O núcleo tem uma espessura da ordem de 3.480 km e uma densidade média muito elevada, sendo composto basicame...
O manto<br />O manto apresenta uma espessura da ordem de 2.870 km e uma densidade média bem menor a do núcleo, sendo compo...
A crosta<br />A crosta representa à camada mais superficial da Terra, na qual se encontram os recursos necessários ao dese...
Agentes endógenos<br />Internos<br />Ex:<br />Abalos sísmicos<br />O vulcanismo<br />Movimento das <br />Placas tectônicas...
Agentes Exógenos<br />Externo<br />Ex:<br />Processos esculturais <br />que atuam modificando <br />as paisagens como: <br...
Dobramentos modernos<br />Pouco desgaste<br />Cordilheira do Himalaia<br />Montanhas mais altas<br />
Dobramentos antigos<br />Desgaste<br />Montanhas baixas como no Brasil...<br />
A teoria tectônica das placas<br />A teoria tectônica das placas afirma que a crosta terrestre subdivide-se em várias plac...
A teoria tectônica das placas<br />As massas continentais, por exemplo, são arrastadas pela deriva das placas rígidas que ...
Tem que saber: Placa Filipina, Sul-Americana, Pacífico, Eurasiana (Japão)<br />
A teoria tectônica das placas<br />A movimentação das placas tectônicas provoca a ocorrência, em suas áreas de contato, de...
Tem que saber...<br />Pangéia é do período pré-cambriano<br />
A teoria tectônica das placas<br />As rochas são agregados naturais de um ou mais minerais presentes na constituição  da c...
As rochas Magmáticas ou Ígneas<br /> São classificadas de plutônicas (ou intrusivas), quando formadas no interior da crost...
As rocha Sedimentares <br />Originam-se da agregação de sedimentos, em áreas deprimidas, provenientes da agregação de detr...
As rochas Metamórficas<br />Originam-se da transformação da composição e estrutura de outras rochas por ação de elevadas t...
Solo de Londrina	<br />Derramamento de Lava = fendas<br />Origem: magmática = lavas cristalizaram (leva milhões de anos)<b...
Movimentos da Crosta<br />A crosta terrestre é constituída de conjuntos rochosos cujas formas estão em contínua transforma...
Epirogenéticas<br />São as que provocam soerguimento ou rebaixamento de grandes extensões da crosta, sem provocar, no enta...
Orogenéticas <br />São as que provocam a deformação da crosta, como o enrugamento e dobramento de extensas áreas da crosta...
Geomorfologia<br />6. O processo de orogenia em zonas de contato de placas tectônicas é normalmente acompanhado de uma sér...
Geomorfologia<br />8. A ocorrência de terremotos no Brasil é rara e de pequena magnitude, o que acontece por ele estar sit...
Geomorfologia<br />10. Os agentes externos ou erosivos, como a água, o gelo e o vento, são os responsáveis pela modelagem ...
Mapa Jurandyr Ross<br />A mais recente classificação de relevo do Brasil, elaborada por Jurandyr L. S. Ross, apoiou-se em ...
VERY IMPORTANT<br />
Perguntas:<br />Qual a relação que existe entre a ocorrência de vulcões e as placas tectônicas?<br />O território brasilei...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Geografia cap. 19 a 30

458 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
458
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
44
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Geografia cap. 19 a 30

  1. 1. GEOGRAFIA<br />Aulas 19 a 30<br />Aluna: Giorgia Marrone<br />Série: 1° colegial / n° 16 / Sala P02<br />Professor: Luiz Rigolon<br />2° Bimestre<br />
  2. 2. A organização política do Brasil<br />Com a constituição promulgada em 5 de outubro de 1988, a sétima Carta Constitucional que o país tem desde a sua independência, a República Federativa do Brasil passou a ser composta por 26 estados mais o Distrito Federal, onde se localiza a capital do País.<br />Pela Constituição, a Lei Maior, o Brasil é um Estado democrático e de direito, o que significa que o governo reconhece a soberania popular e a obrigatoriedade de se submeter à lei. A Constituição brasileira define os direitos e os deveres dos cidadãos e afirma também a independência dos três poderes: o Executivo, o Legislativo e o Judiciário.<br />
  3. 3. O Poder Executivo<br />O poder executivo estrutura-se em 3 níveis: federal, estadual e municipal, cabendo a cada um, em sua esfera de poder, a administração da coisa pública, a proposição de novas leis e a aplicação das leis já aprovadas.<br />O poder Executivo Federal, ou da União, está representado pelo presidente da República:<br />
  4. 4. O Poder Executivo<br />
  5. 5. O Poder Executivo<br />O poder Executivo Estadual é exercida pelo governador:<br />No Paraná:<br />Beto Richa<br />
  6. 6. O Poder Executivo<br />O poder Executivo Municipal é exercido pelo prefeito:<br />Em Londrina<br />Barbosa Neto<br />
  7. 7. O Poder Legislativo<br />O poder legislativo também se organiza em três níveis: federal, estadual e municipal, cabendo a cada um deles, em sua esfera de poder, elaborar leis e fiscalizar ações do Poder Executivo.<br />O poder Legislativo Federal se efetiva no Congresso Nacional, também denominado Parlamento:<br />
  8. 8. O Poder Legislativo<br />
  9. 9. O Poder Legislativo<br />O poder Legislativo Estadual se efetiva na Assembléia Legislativa Estadual, com os deputados estaduais, que representam a população do estado.<br />
  10. 10. O Poder Legislativo<br />O poder Legislativo Municipal se efetiva na Câmara Municipal, com os vereadores que representam a população do município.<br />
  11. 11. O Poder Judiciário<br />O Poder Judiciário exerce o papel de mediador nos conflitos de interesses existentes na sociedade, sendo o responsável pela garantia do respeito aos direitos constitucionais e legais da população.<br />Este poder se organiza apenas nos níveis federal e estadual e apresenta uma hierarquia que realça o papel do Supremo Tribunal Federal (STF), a principal instância jurídica do País, encarregado de julgar os outros poderes. Os 11 ministros que o compões são todos escolhidos pelo presidente da República e nomeados após a aprovação por maioria absoluta de votos no senado.<br />
  12. 12. O Poder Judiciário<br />
  13. 13. O Poder Judiciário<br />A seguir, tratando de aspectos mais específicos do Direito, estão o:<br />Supremo Tribunal de Justiça (STJ)<br />Tribunal Superior do Trabalho (TST)<br />Supremo Tribunal Militar (STM)<br />Tribunal Superior Eleitoral (TSE).<br />
  14. 14. Tem que saber...<br />Poder Executivo – presidente, governador, prefeito.<br />Poder Legislativo – senador e deputados federais.<br />Poder Judiciário – juízes, STF, TSE.<br />
  15. 15. Divisão política e regionalização<br />A república federativa do Brasil, segundo a Constituição de 1998, compõe-se de 27 unidades políticas, sendo 26 estados e um Distrito Federal, onde se localiza a sede do governo federal.<br />O IBGE identifica a existência, como pode ser observado no mapa abaixo, de cinco grandes macrorregiões – Norte, Nordeste, Sudeste, Sul e Centro-Oeste.<br />
  16. 16.
  17. 17. Divisão política e regionalização<br />No processo que resultou na divisão do Brasil em cinco macrorregiões, levou-se em conta a existência de semelhanças geográficas de natureza física, humana e econômica, que lhes conferem uma relativa identidade no âmbito do território nacional.<br />Os geógrafos Milton Santos e Maria Laura Silveira propuseram, em obra de 2001, a existência no país de quatro regiões: Concentrada, Centro-Oeste, Nordeste e Amazônia:<br />
  18. 18.
  19. 19. Divisão política e regionalização<br />A identificação no país, por parte dos geógrafos citados, de quatro grandes regiões foi baseada no conceito de meio tecnocientífico-informacional. Dessa forma, a região concentrada corresponde, no país, a que apresenta maior densidade do sistema de relações que intensifica os fluxos de mercadorias, capitais e informações. A parte central é a cidade de São Paulo.<br />Outra divisão regional utilizada no país foi elaborada pelo geógrafo Pedro Pinchas Geiger, em 1967, que identifica a existência, no Brasil, de 3 grandes complexos regionais: Amazônia, Nordeste e Centro-Sul:<br />
  20. 20.
  21. 21. Divisão política e regionalização<br />No processo de definição desses complexos regionais privilegiaram-se, para individualizá-los no âmbito territorial brasileiro, os aspectos vinculados a suas formações históricas e econômicas.<br />
  22. 22. Divisão política e regionalização<br />A área abrangida pelo Complexo Regional da Amazônia apresenta uma abrangência menor do que se denomina usualmente de Amazônia, pois essa designação é utilizada para definir o espaço natural na América do Sul, marcado pela existência da Floresta Equatorial (Mata Amazônica) e da Bacia Hidrográfica Amazônica.<br />É importante salientar ainda que a área abrangida pelo que se denomina de Amazônia Brasileira é menor do que a abrangida pela área do que se denomina no país de Amazônia Legal, uma vez que a área da Amazônia Legal, definida politicamente pelo governo com a finalidade de promover o desenvolvimento em seus domínios, abrange a totalidade do território do Mato Grosso e Tocantins.<br />
  23. 23. Tem que saber...<br />A regionalização de Pedro Pinchas Geiger leva em consideração os aspectos naturais e socioeconômicos, sendo bem mais dinâmica (geoeconômica), nela temos regiões Amazônica, Nordeste e Centro-Sul.<br />(Não respeitam os limites do estado).<br />
  24. 24. Tem que saber...<br />As macro-regiões do IBGE – Norte, Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Respeitando as características e os limites estaduais.<br />(Respeitam os limites do estado)<br />
  25. 25. Tem que saber...<br />A regionalização de Milton Santos destaca uma região caracterizada pela concentração de ciência, tecnologia e informações denominada região concentrada (Sul+Sudeste), essa regionalização ainda apresenta as regiões Amazônia, Nordeste e Centro-Oeste.<br />
  26. 26. Noções básicas de geologia<br />O que a geologia estuda?<br />A geologia é a ciência que estuda a crosta terrestre – ou seja, a camada mais superficial do planeta – quanto a sua composição e dinâmica física, analisa ainda as hipóteses sobre a origem do planeta.<br />Durante muitos anos aceitou-se, de forma generalizada, a idéia da origem quente da Terra, ou seja, a de que o nosso planeta se tenha originado de uma quente e extensa esfera gasosa, assim como todos os planetas do Sistema Solar.<br />
  27. 27. Noções básicas de geologia<br />Essa idéia apoiava-se, entre outros fatores, na observação de que as temperaturas no interior do planeta eram elevadas e na hipótese de que a esfera gasosa que lhe deu origem tivesse se desprendido do Sol ou tivesse sido formada pela aglomeração de gases dispersos em nuvens que giravam em torno dele.<br />Nos dias atuais, essa concepção vem sendo desconsiderada, pois é cada vez mais aceita a origem fria da Terra, ou seja, que o nosso planeta e todo o Sistema Solar tenham se originado de uma nuvem extensa e fria formada de gases e poeira cósmica.<br />
  28. 28. Noções básicas de geologia<br />Essa teoria ganhou terreno, nas últimas décadas, especialmente pelo avanço do estudo do comportamento físico-químico dos isótopos radioativos – que possibilitou o desenvolvimento de outra hipótese sobre o aquecimento do interior da Terra: a de que esse aquecimento pode ter sido resultado da ocorrência de violentas reações físico-químicas de âmbito nuclear, em um ambiente de alta pressão, e não como resultado do fato de o planeta ter se originado de uma nuvem gasosa quente.<br />
  29. 29. As camadas da Terra<br />O raio médio da Terra, que equivale à distância média entre a sua superfície irregular e o seu centro de massa, é de 6.371 km, ao longo dos quais conhecemos por observação direta (como resultado, principalmente , dos trabalhos de prospecção petrolífera) no máximo 10 km.<br />Os conhecimentos sobre a natureza física do interior da Terra, portanto, foram obtidos por meio de estudos indiretos. Nesse caso, mais precisamente por meio da análise da propagação de ondas sísmicas na massa terrestre, decorrentes de tremores de terra ou de eventos vulcânicos.<br />
  30. 30.
  31. 31.
  32. 32.
  33. 33. As camadas da Terra<br />Esses estudos constataram, pela análise da propagação de ondas, que existem diferenças físicas no interior da Terra, o que permitiu a descoberta da existência de 3 camadas na massa terrestre: o núcleo, o manto e a crosta:<br />
  34. 34.
  35. 35. O núcleo<br />O núcleo tem uma espessura da ordem de 3.480 km e uma densidade média muito elevada, sendo composto basicamente por elementos metálicos como:<br />O níquel<br />E o ferro<br />O que explica o fato de ser também denominado de “nife”. As pesquisas indicam ainda que as temperaturas médias dessa camada central do planeta são muito elevadas (em torno dos 5.000°C) e que ela se subdivide em dois estratos distintos: o núcleo interno, que se acredita estar no estado sólido; e o núcleo externo, que se acredita estar no estado líquido ou pastoso.<br />
  36. 36.
  37. 37. O manto<br />O manto apresenta uma espessura da ordem de 2.870 km e uma densidade média bem menor a do núcleo, sendo composto basicamente de silicatos ferromagnesianos (silício, ferro e magnésio). <br />As pesquisas indicam ainda que as temperaturas médias nessa camada giram em torno dos 3.500°C e que ela se apresenta predominantemente no estado sólido.<br />
  38. 38.
  39. 39. A crosta<br />A crosta representa à camada mais superficial da Terra, na qual se encontram os recursos necessários ao desenvolvimento do ciclo da vida no planeta: os nutrientes e os minerais.<br />A densidade média dessa camada é quase quatro vezes menor do que a do núcleo, sendo constituída basicamente de basalto, na sua porção que funciona como substrato dos oceanos, e de granito, na sua porção continental.<br />
  40. 40.
  41. 41. Agentes endógenos<br />Internos<br />Ex:<br />Abalos sísmicos<br />O vulcanismo<br />Movimento das <br />Placas tectônicas<br />
  42. 42. Agentes Exógenos<br />Externo<br />Ex:<br />Processos esculturais <br />que atuam modificando <br />as paisagens como: <br />Intemperismo, Ação das <br />águas, Vento, Mar, Gelo<br />
  43. 43. Dobramentos modernos<br />Pouco desgaste<br />Cordilheira do Himalaia<br />Montanhas mais altas<br />
  44. 44. Dobramentos antigos<br />Desgaste<br />Montanhas baixas como no Brasil...<br />
  45. 45. A teoria tectônica das placas<br />A teoria tectônica das placas afirma que a crosta terrestre subdivide-se em várias placas rígidas que se movimentam. Segundo os pesquisadores, essas placas, que apresentam dimensões variadas, deslocam-se continuamente sobre a camada superior do manto, alterando com isso, permanentemente, a configuração da superfície do planeta.<br />
  46. 46. A teoria tectônica das placas<br />As massas continentais, por exemplo, são arrastadas pela deriva das placas rígidas que lhes servem de sustentação, o mesmo ocorrendo com as placas que servem de substrato para os oceanos. Essa deriva determina a ocorrência de série de fenômenos na crosta terrestre, dentre os quais se destacam: a contínua mudança da posição dos continentes na superfície do planeta e o surgimento de grandes cadeias montanhosas cujas bordas sofrem destruição em decorrência dos abalos sísmicos e das erupções vulcânicas.<br />
  47. 47. Tem que saber: Placa Filipina, Sul-Americana, Pacífico, Eurasiana (Japão)<br />
  48. 48. A teoria tectônica das placas<br />A movimentação das placas tectônicas provoca a ocorrência, em suas áreas de contato, de cadeias montanhosas e intensa atividade sísmica e vulcânica<br />A idade da Terra é da ordem de 4,6 bilhões de anos, ao longo dos quais ocorreram inúmeros eventos geológicos, que são datados, geologicamente, em três eons - e eras- <br />FANEROZOICO CENOZOICA<br />PROTEROZOICO MESOZOICA<br />ARQUEANO PALEOZOICA<br />
  49. 49. Tem que saber...<br />Pangéia é do período pré-cambriano<br />
  50. 50. A teoria tectônica das placas<br />As rochas são agregados naturais de um ou mais minerais presentes na constituição da crosta terrestre. Segundo a sua origem, elas são classificadas como magmáticas, sedimentares e metamórficas:<br />
  51. 51. As rochas Magmáticas ou Ígneas<br /> São classificadas de plutônicas (ou intrusivas), quando formadas no interior da crosta (como o granito), ou vulcânicas (ou extrusivas) quando formadas na superfície (como o basalto).<br />São formadas pelo Magma<br />2° melhor do mundo (1° é o preto)<br />
  52. 52.
  53. 53.
  54. 54. As rocha Sedimentares <br />Originam-se da agregação de sedimentos, em áreas deprimidas, provenientes da agregação de detritos de outras rochas (como a areia), de materiais orgânicos (como o calcário) ou ainda provenientes da dissolução química de outras rochas (como os lateritos).<br />
  55. 55.
  56. 56.
  57. 57. As rochas Metamórficas<br />Originam-se da transformação da composição e estrutura de outras rochas por ação de elevadas temperaturas e pressões, como é o caso, por exemplo, do mármore.<br />Decomposição das magmáticas e sedimentares.<br />
  58. 58.
  59. 59. Solo de Londrina <br />Derramamento de Lava = fendas<br />Origem: magmática = lavas cristalizaram (leva milhões de anos)<br />Basalto<br />A decomposição do Basalto é chamado de “terra roxa” um dos mais férteis do Brasil.<br />
  60. 60. Movimentos da Crosta<br />A crosta terrestre é constituída de conjuntos rochosos cujas formas estão em contínua transformação de agentes internos e externos.<br />Os agentes internos, também denominados de tectônicos, provocaram alterações estruturais na crosta, dando origem as formas do relevo.<br />Segundo a deformação que os agentes ou forças tectônicas provocaram na crosta, elas são classificadas de epirogenéticas e orogenéticas. <br />
  61. 61. Epirogenéticas<br />São as que provocam soerguimento ou rebaixamento de grandes extensões da crosta, sem provocar, no entanto, sua deformação.<br />Origem lenta <br />Exemplo: Noruega, em 100 anos aumentou apenas 1 metro.<br />
  62. 62. Orogenéticas <br />São as que provocam a deformação da crosta, como o enrugamento e dobramento de extensas áreas da crosta, dando origem, por exemplo, a dobramentos modernos.<br />São a formação de montanhas rápido<br />Ex: Cordilheira do Himalaia, Andes e os Alpes.<br />
  63. 63.
  64. 64. Geomorfologia<br />6. O processo de orogenia em zonas de contato de placas tectônicas é normalmente acompanhado de uma série de fenômenos geológicos, como abalos sísmicos (terremotos) e atividade vulcânica.<br />7. Os abalos sísmicos ou terremotos são tremores de terra de curta duração e sua magnitude é medida por instrumentos, como o sismógrafo.<br />
  65. 65. Geomorfologia<br />8. A ocorrência de terremotos no Brasil é rara e de pequena magnitude, o que acontece por ele estar situado na parte central da placa continental ou tectônica em que se localiza, a Sul-Americana.<br />9. Denomina-se de vulcanismo as conseqüências que a ascensão do material magmático até a superfície da Terra traz para a paisagem da crosta terrestre, em decorrência da formação de relevo vulcânico.<br />
  66. 66. Geomorfologia<br />10. Os agentes externos ou erosivos, como a água, o gelo e o vento, são os responsáveis pela modelagem contínua da superfície do planeta e, portanto, do relevo terrestre. (Intemperismo)<br />11. A ação dos agentes erosivos no processo de modelagem da crosta realiza-se, entre outras formas, pela meteorização das rochas e pela ação corrosiva sobre as formas de relevo.<br />12. A meteorização ou intemperismo é o processo contínuo de transformação a que estão submetidos as rochas, por ação dos agentes erosivos terrestres.<br />
  67. 67. Mapa Jurandyr Ross<br />A mais recente classificação de relevo do Brasil, elaborada por Jurandyr L. S. Ross, apoiou-se em 3 tipos de informações a respeito das unidades morfológicas existentes no país: a predominância ou não em seus domínios de processos de erosão ou sedimentação; o nível altimétrico que elas se encontram e suas estruturas geológicas dominantes.<br />Planície – plana<br />Planalto – alto ondulado<br />Não possui limite altimétrico<br />
  68. 68. VERY IMPORTANT<br />
  69. 69.
  70. 70. Perguntas:<br />Qual a relação que existe entre a ocorrência de vulcões e as placas tectônicas?<br />O território brasileiro está situado em qual placa tectônica?<br />Por que o Brasil não é afetado por vulcões e terremotos de grande magnitude?<br />

×