Webfotojornalismo documental

224 visualizações

Publicada em

Aula sobre webfotojornalismo documental.

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
224
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Webfotojornalismo documental

  1. 1. Webfotojornalismo documental Universidade  Federal  de  Santa  Catarina     Centro  de  Comunicação  e  Expressão     Departamento  de  Jornalismo   Profa.  Dra.  Flávia  Garcia  Guido@    
  2. 2. Fotojornalismo X Fotografia Documental FOTOJORNALISMO FOTOGRAFIA DOCUMENTAL Prima por registrar fatos pontuais Prima por registrar o contexto social de uma comunidade por certo período de tempo Requer pouco conhecimento prévio sobre o tema Requer pré-pesquisa elaborada sobre o assunto e planejamento da abordagem do tema Pouco tempo para execução do trabalho Muito tempo para execução do trabalho Produto menos elaborado esteticamente Produto mais elaborado esteticamente Busca a produção de poucas fotos Busca a produção de muitas fotos Imagens feitas para a publicação imediata Imagens feitas sem o compromisso com o imediato Nem sempre sabe exatamente o que vai fotografar. Foco no dia-a-dia; cotidiano; tragédias; fotos ilustrativas. Elabora com antecedência as estratégias para a obtenção das imagens Divulgação em jornais e revista impressos ou para web Divulgação em livros, websites e exposições Adaptação  de  Miranda  (2013)    
  3. 3. Tipos de fotodocumentarismo •  Denúncia Social •  Antropologia •  Raças e etnias •  Antropologia Urbana •  Sujeitos e cenas do cotidiano •  Memória arquitetônica Fotografia documental de cunho social Denúncia social – deixam transparecer dor, sofrimento condições desumanas de trabalho e vida. Cunho humanístico – enquadramento contextualizado. Empenho em modificar a realidade. “O sucesso desse modelo se deu graças ao enorme desejo de conhecer o outro, de saber como ele vive, o que pensa, como vê o mundo e com o que se importa. As palavras são insuficientes.” (SOUSA, 2004, p.55) Fotodocumentarismo de denúncia social – temas relacionados com ser humano e seu ambiente, aponta e denuncia problemas de origem social. É atemporal. “em razão da veemência do imagético, ela gera maior impacto que outros meios.” (BONI, 2008, p. 3)
  4. 4. Precursoresdafotografia documentaldecunhosocial Lewis Hine (1874-1940) – exploração da mão-de-obra infantil JohnThompson(1837-1921) “StreetLifeinLondon”(1862) JacobRiis(1849-1914) guetosnova-iorquinos
  5. 5. 1996 1997 1999 1999 2000 2000 2003 2004 2005 2007 2013 Sebastião Salgado
  6. 6. Fotodocumentarismo comunitário: Retorno ao social Início dos anos 90 do séc. XX – advento do terceiro setor (Projetos Sociais, ONG) Início do séc. XXI – educação visual como ferramenta de inclusão social “Uma sociedade ou um grupo social quando abre mão de produzir a sua própria imagem está renunciando a si mesmo, e assim, começa a deixar de existir enquanto sociedade ou grupo social distinto. [...] esse abrir mão não significa deixar de produzir imagens, mas delegar a outrem a produção de sua própria imagem.” (GURAN, 2008) Sujeitos particulares como atores sociais – documentaristas de sua própria realidade – transformadores sociais – enxergam mais Foto – diminui distância entre comunidades e aproxima o olhar de diferentes comunidades. Novo – composto de muitas subjetividades, muitas vozes (desalienam suas imagens)
  7. 7. Fotodocumentarismo comunitário: Exemplos de projetos •  Nascidos em Bordéis (Calcutá) ONG Kids with cameras •  ONG Alfabetização visual (SP): Fotografia e cidadania na FEBEM; Deficientes Visuais •  OSCIP ImageMagica (SP) •  Escola de fotógrafos populares Imagens do Povo •  Viva Favela (portal de notícias de várias favelas do RJ, junto com jornalistas) – FotoFavela •  Foto Ativa (Belém) - Ed. Ambiental •  Olhares do morro (RJ)
  8. 8. Fotodocumentarismo comunitário: Resultados esperados Descoberta de universos micro Orientam e propõem discussões É possibilitado pelas novas tecnologias e Internet – divulgação via portais Inclusão digital – inclusão visual Olhar fotografias – pensar fotografias “Aprendemos a ver apenas o que praticamente precisamos ver. Atravessamos nossos dias com viseiras, observando apenas uma fração do que nos rodeia. Os homens modernos não são bons observadores, e o uso de uma máquina fotográfica pode auxiliar sua percepção.” (ANDRADE, 2002, p. 54) “O simples fato de olharmos a realidade já a transforma.” (KUBRUSLY, 2003, p. 69) “Com o auxílio de olhos de estrangeiro, ele nos leva a ver o diferente e, no diferente, a emoção de ser diferente, a viajar em nossa própria cultura e a conhecer um pouco de nos mesmos.” (ANDRADE, 2002, p. 19). Poder instigador das imagens – As fotos acabam por atribuir a realidade sentidos que ela própria desconhecia
  9. 9. Para refletir... A fotografia como elemento de luta “o maior problema das populações pobres não é propriamente a fome, mas a falta de cidadania que os impede de se tornarem sujeitos de história própria, inclusive de ver que a fome é imposta”. (DEMO, 2002, p. 5) “Eis o paradoxo: apesar de ter seus rostos expostos diariamente nas páginas dos jornais, as classes baixas não possuem familiaridade com sua auto-imagem. Isso as priva de lutar por sua própria causa, já que seus infortúnios são objeto de contemplação dos outros, não deles.” (FORIN JR e BONI, 2007, p. 82)
  10. 10. Fases do webfotojornalismo documental •  Transpositiva Somente fotografias (slideshows) •  Metafórica Fotos animadas com áudio (slideshow narrado, time-lapse) •  Webfotojornalismo documentário (multimídia interativa) - Interatividade - Personalização - Hipertextualidade - Multimidialidade - Memória - Instantaneidade
  11. 11. Webfotojornalismo documental: Segunda fase (metafórica) Jericos – uma história de lama, fumaça e velocidade no coração da Amazônia (Anderson Schneider) hJps://www.youtube.com/watch?v=uG8WWvHbryY  
  12. 12. Webfotojornalismo documental: Características •  Multimidialidade •  Fragmentação da narrativa O internauta decide o caminho da narrativa a partir das escolhas. •  Colaboração do usuário na construção do conteúdo O internauta pode contribuir enviando fotos, vídeos, depoimentos •  Integração com as redes sociais •  Personalização do conteúdo •  Exemplos: - Beyond 9/11 (Time + HBO) - Out my window - Rio de Janeiro – Autorretrato - Prision Valley
  13. 13. Beyond 9/11 hJp://content.Vme.com/Vme/beyond911/  
  14. 14. Outmywindow http://outmywindow.nfb.ca/#/outmywindow
  15. 15. Prison Valley http://prisonvalley.arte.tv/?lang=en
  16. 16. RiodeJaneiro-Autorretrato http://www.riodejaneiroautorretrato.com.br/riodejaneiroautorretrato/dev2011/
  17. 17. Insitu Alma, a filha da violência Gaza Sderot 18 days in Egypt http://insitu.arte.tv/fr/#/home http://gaza-sderot.arte.tv http://beta.18daysinegypt.com http://alma.arte.tv/en/webdoc/
  18. 18. Sites interessantes •  http://webdocumentario.com.br •  http://www.agifreu.com •  http://www.doclab.com •  http://www.docubase.com Concursos e festivais •  Word Press Photo
  19. 19. Referências ANDRADE, Rosane. Fotografia e Antropologia – Olhares fora-dentro. São Paulo: Estação liberdade; EDUC; 2002. BONI, Paulo César. O nascimento do fotodocumentarismo de denúncia social e seu uso como “meio” para transformações na sociedade. Anais do Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação. XXXI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Natal, RN – 2 a 6 de setembro de 2008. DEMO, Pedro. Charme da exclusão social. 2. ed. Campinas: Autores Associados, 2002. FORIN JR., Renato; BONI, Paulo César. Aspectos valorativos no fotodocumentarismo social de Sebastião Salgado. Conexão – Comunicação e Cultura, UCS, Caxias do Sul, v. 6, n. 12, jul./dez. 2007. p. 71-95. GURAN, Milton, O olhar engajado: inclusão visual e cidadania. Disponível em: <http://www.studium.iar.unicamp.br/ 27/06.html> Acesso em 1 abr. 2014. KUBRUSLY, Cláudio Araújo. O que é Fotografia. São Paulo: Brasiliense, 2003. PALÁCIOS, Marcos, et. al. Um mapeamento de características e tendências no jornalismo online brasileiro e português. Anais do INTERCOM – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Salvador/BA – 1 a 5 Set 2002. Disponível em: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2002/congresso2002_anais/2002_NP2PALACIOS.pdf. Acesso em: 1 abr. 2014. SOUSA, Jorge Pedro. Uma história crítica do fotojornalismo ocidental. Florianópolis: Letras Contemporâneas, 2000.
  20. 20. Referências complementares BARTHES, Roland. A Câmara Clara. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984. DEBORD, Guy. A sociedade do Espetáculo. São Paulo: Contraponto, 1997. DUBOIS, Philippe. O Acto Fotográfico. Lisboa: Vega, 1992. FERREIRA, Jorge Carlos Felz. A imagem na Web: fotojornalismo e Internet. BOCC. Disponível em: http://www.bocc.ubi.pt/pag/felz-jorge-imagem-web- fotojornalismo-internet.html. Acesso em: 28 jan. 2014. FERREIRA, Jorge Carlos Felz. Fotojornalismo na web: atualização de alguns conceitos e usos a partir da análise das imagens fotojornalísticas disponíveis no UOL Notícias. Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo. VI Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo. UMESP (Universidade Metodista de São Paulo), novembro de 2008 FERREIRA, Júlia Mariano; COSTA, Marcelo Henrique da. Olhares de pertencimento: novos fotodocumentaristas sociais. Discursos fotográficos. Londrina, v. 5, n. 6, p. 213-228, jan./ jun. 2009. LEDO, Margarita. Documentalismo fotográfico. Madrid: Cátedra, 1998. LOMBARDI, Kátia Hallak. Documentário imaginário: novas potencialidades da fotografia documental contemporânea. Dissertação (Mestrado em Comunicação Social) – Universidade Federal de Minas Gerais, 2007. MACHADO, Arlindo. A ilusão especular: introdução à fotografia. São Paulo: Brasiliense, 1984. MIRANDA, Cristiane Fontinha. Conexões fotográficas: a construção de uma nova narrativa visual. Florianópolis: CCE/ UFSC, 2013. NOGUEIRA, Leila. O webjornalismo audiovisual: uma análise de notícias no UOL News e na TV UERJ Online. Dissertação UFBA, Faculdade de Comunicação, Salvador, 2005. SCHAEFFER, Jean-Marie. A imagem precária. Campinas: Papirus, 1996. SCOLARI, Carlos. Hipermediaciones - elementos para una teoría de la comunicación digital interactiva. Barcelona: Gedisa, 2008. SONTAG, Susan. Sobre Fotografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.
  21. 21.   Webfotojornalismo  documentário  de  Flávia  Garcia  Guido@  está  licenciado  com  uma   Licença  CreaVve  Commons  -­‐  Atribuição-­‐NãoComercial-­‐SemDerivações_4.0_Internacional.   Criado  a  parVr  da  obra  hJp://pt.slideshare.net/flaviaguido@/webfotojornalismo-­‐documental        

×