Skate

810 visualizações

Publicada em

Uma pesquisa sobre a história do skate ao longo dos anos

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
810
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Skate

  1. 1. skate
  2. 2. Historia e origem: • O Skateboard (ou skate como e conhecido no Brasil) teve sua origem no final da década de 50, por surfistas da Califórnia que esta vão cansados de ondas fracas nos dias de maré baixa, tiveram a brilhante ideia de colocar rodinhas de patins nas pranchas de surf, para que pudessem imitar as manobras nas ruas; • O primeiro skate fabricado e comercializado foi o Roller Derby, sua shapes era de madeira os trucks e rodas de fero e eram vendidos a 5 dólares; • Devido a inúmeros acidentes ocorridos por suas rodas serem feitas de feros que os tornavam extremamente escorregadios o “brinquedo” foi retirados da lojas e o esporte caiu e declínio; • Mas no inicio da década de 60 o sidewalk surfing (surf de calçada) como era chamado, logo se espalhou por todo os Estado Unidos e em 1963 já tinha ganhado sua próprias identidade e passado a ter um nome definitivo: Skateboard.
  3. 3. Década de 60 e 70: • Em 1963 foi feita a primeira competição de Skate em Hermosa Beach, na California, vencida por Larry Stevenson. • E em 1964 lançava a primeira revista especializada no assunto a The Quarterly Skateboarder; • Nesta época o skate ainda era bastante ligado ao Surf e influenciado por ele; • Porém o grande acontecimento foi a invenção da roda de poliuretano em 1972 criada pelo químico Frank Nashworthy; • Esse acontecimento deu um grande impulso ao skate pois as novas rodas deram mais facilidade e segurança aos praticantes do esporte que se consolidava popular; • Outro acontecimento foi as modalidade que deu inicio ao skate moderno; • Mas novamente o esporte sofreria um declínio, devido ao grande numero de acidentes ocorridos no Skate parks, os lugares foram fechando as portas e patrocínios aos profissionais do esporte; • Nesta mesma época o esporte se ligava as contraculturas como os Punk e os New Wave;
  4. 4. Década de 80 e 90: • Década de 80 foi caracterizado por uma explosão de rampas de madeira feitas pelos próprios skatistas em ruas, praças e quintais de casa devido à crise existente; • A criação de tecnologia para os equipamentos e inovações no período fazia com que os equipamentos de Skate mudassem muito em pouco tempo; • Em 1982 Rodney Mullen inventava o ollie de chão que influenciaria tanto o Freestyle quanto o Street; • O Street começou a ser praticado em terrenos até então virgens para o Skate, com as manobras em corrimão, paredes e escadas. • Nesta época o Skate viraria tema para filmes com DE VOLTA PARA O FUTURO, 1982 e GLEAMING THE CUBE, 1989; • No final da década de 80, o Skate sofreria mas uma crise, o que afastou muitos praticantes do esporte, o que criou a “teoria dos 10 anos”; • Na década de 90 o esporte teve seu rumo ao profissionalismo; • O equipamento se tornaria mais leves o que permitiam manobras grandes e poderosas; • Mais ainda sofrendo com a crise o esporte lutou para manter sua identidade, a ESPN criaria o X-Game e começou a limpar o nome do Skate; • A XCS (World Cup of Skateboarding) se consolidou e criou a Campeonato Mundial de Skate; • No final de 1999 é lançado o jogo de videogame Tony Hawk's Pro Skater que tornaria o mais vendido e popular do mundo:
  5. 5. 2000: • O esporte na sofria com nenhuma crise e estava mais forte do que nunca; • Estava mais estruturado e profissional, aconteciam competições transmitidas pela tv ao vivo e turnês mundiais mais frequentes; • Os Skatistas estavam expondo obras em galerias e escrevendo livros; • Em 2004 e criada a Federação Internacional de Skateboard (FIS), sendo a CBSk uma das fundadoras; • Mas o acontecimento maior foi a criação da mega rampa por Danny Way em 2002, que leva o Skate vertical ao um outro patamar.
  6. 6. Modalidade: • Street: modalidade mais comum praticada, baseia-se em obstáculos encontrados na rua, tais como bordas, corrimões, paredes inclinadas, saltar gaps e escadarias também e praticado em pistas com obstáculos que simulam situações encontradas na rua. • Freestyte: modalidade praticada no solo onde o skatista apresenta várias manobras em sequência, geralmente no chão em um tempo pré- estipulado. As manobras no freestyle são muito técnicas, sejam de equilíbrio ou com o skate girando nos pés. • High Jump: o skatista salta passando por cima do obstáculo (geralmente uma vara de marcação). • Slalon: modalidade que utiliza um skate mais estreito e menor .O skatista faz zigue-zague entre cones em um determinado circuito sendo o mais rápido não podendo derrubar os obstáculos. • Big Air: é a mais recente modalidade de skate criada. O skatista desce de uma rampa em alta velocidade, realiza uma manobra e desce em outra rampa.
  7. 7. Downhill (Montanha Abaixo): • Downhill sempre realizado com capacete e equipamentos de segurança o skatista desce ladeiras íngremes. Existem ladeiras em que os atletas atingem mais de 110 km/h. • O skate downhill pode ser dividido em outras modalidades como: • Stand Up: consiste em descer uma ladeira com os pés posicionados sobre a lixa, no menor tempo possível, usando técnicas de curvas e aerodinâmica. Além disso, o stand up deve ser praticado sempre com equipamentos adequados como: skate velozes, capacetes fechados e macacões de couro semelhante aos usados em motovelocidade. • Slide: descida em ladeiras com manobras de derrapadas no downhill slide é necessário o uso de rodas mais duras e escorregadias, além de joelheiras e luvas com nytai colados na palma da mão. • Longboard: esta modalidade utiliza shapes de tamanhos acima do convencional. Seus Tamanhos vão de 36 polegadas até 50 polegadas ou mais. Conciste em descer ladeiras com manobras de slide (derrapadas) e também fazendo estilos e trocas de pés. O skate downhill longboard lembra um pouco o surf. • Boardercross: descer a ladeira passando por cones, rampas, wallrides, bumps, etc. Dois atletas descem juntos e quem chegar primeiro leva a bateria.
  8. 8. Skate vertical: • O Skate Vertical é praticado em pistas com curvas, com 3,40 de altura ou mais sendo de madeira ou concreto, pode ser dividido em várias modalidades como: • Half Pipe: é praticado em rampas de 4 metros de altura em formato de "U". As manobras podem ser de aéreos, onde o skatista realiza um vôo e retoma na própria pista ou pode ser de borda onde se desliza por cima de uma borda metálica. • Big Air: modalidade criada por Danny Way que foi adotada e atualmente é a principal competição dos X-Games. Colocando modalidades que também refletem parte do que os skatistas querem mostrar para o mundo, como o fim da disputas do "skate park" e mostrar disputas de "street skate", em obstáculos que verdadeiramente reproduzem o que os skatistas de street fazem. • Bowl: consiste em uma pista em formato de piscina, geralmente acima de 3 metros de profundidade e termina em parede de 90°, onde o skatista concentra velocidade aliado às manobras • Banks: tem formato de piscina, com o fundo mais raso do que o bowl e não chega a ter 90° nas bordas. O skatista se concentra em linhas de velocidade e de manobras corridas de borda, se a pista tiver cotovelo, também se aplicam manobras de skate aéreo. No Brasil foi bastante popular no meio dos anos 80 e recentemente voltou ao auge com a construção de dezenas destas pistas. • Pool Riding: é tida como uma das modalidades mais loucas de skate, pois é praticado em piscinas vazias de fundo de quintal, que com suas paredes arredondadas são verdadeiras pistas de skate. Na realidade as pistas de skate em forma de Bowl (bacia) são inspiradas nas piscinas, que tinham a transição redonda: azulejos e coping. O fundo redondo das piscinas americanas é para o caso de a água congelar as paredes não arrebentarem, pois nesse caso o gelo se deslocaria para cima, não fazendo pressão nas paredes.
  9. 9. Equipamento: CAPACETE JOELHEIRAS COTOVELEIRAS PROTETRO DE PUSO
  10. 10. Partes do Skate:
  11. 11. Saúde suas vantagens: • A primeira auxilia o sistema cardiovascular e o equilíbrio; • A segunda vantagem está mais ligada à mente do que ao físico: é o raciocínio rápido. A prática desse esporte exige que o skatista tome decisões em segundos, a fim de realizar manobras mais perfeitas de acordo com o impulso e as condições de cada participação; • Um esporte bem completo, seu praticantes utilizam tanto os músculo inferiores, como coxa, panturrilha e quadril, quanto os superiores como braços e tronco; • Desenvolver a flexibilidade; • Andar de skate pode gastar de 400 a 600 calorias em uma hora, aproximadamente.

×