Novo Acordo Ortografico 3

611 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
611
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
42
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Novo Acordo Ortografico 3

  1. 1. Novo Acordo Ortográfico
  2. 2. Novo Acordo Ortográfico - Bandeiras
  3. 3. Novo Acordo Ortográfico • O motivo principal deste acordo é promover a unificação ortográfica dos países que têm o português como língua oficial. • Alguns professores já usam livros didáticos com as novas regras para que os alunos se acostumem aos poucos e estejam ambientados com as mesmas. • Há, ainda, dicionários disponíveis com a nova grafia, como o famoso Volp (Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa) de autoria da própria Academia Brasileira de Letras.
  4. 4. Novo Acordo Ortográfico - Bandeiras
  5. 5. Novo Acordo Ortográfico • A partir de 1º de janeiro de 2009 passou a vigorar no Brasil e em todos os países da CLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa) o período de transição para as novas regras ortográficas que se finaliza em 31 de dezembro de 2015.
  6. 6. Novo Acordo Ortográfico • Os países que envolvem esse novo acordo ortográfico que têm o português como língua oficial são: Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Timor Leste, Brasil e Portugal. • As modificações vem no sentido de promover a união e proximidade dos países.
  7. 7. Novo Acordo Ortográfico • Esse Novo Acordo Ortográfico visa simplificar as regras ortográficas da língua Portuguesa e aumentar o prestígio social da língua no cenário internacional. • Sua implementação no Brasil segue os seguintes parâmetros: 2009 – vigência ainda não obrigatória, 2010 a 2012 – adaptação completa dos livros didáticos, às novas regras; • A partir de 2013 – vigência obrigatória em todo o território nacional. Cabe lembrar que esse “Novo Acordo Ortográfico” já se encontrava assinado desde 1990 por oito países que falam a língua portuguesa, inclusive pelo Brasil, mas só agora é que teve sua implementação.
  8. 8. Novo Acordo Ortográfico
  9. 9. Novo Acordo Ortográfico  Alfabeto: • A influência do inglês no nosso idioma agora é oficial. Há muito tempo as letras “k”, “w” e “y” faziam parte do nosso idioma, isto não é nenhuma novidade. Elas já apareciam em nomes próprios em unidades de medidas como exemplo: • Km, kg
  10. 10. Novo Acordo Ortográfico - Mudanças • Trema: O trema cai, de vez, em desuso, exceto em nomes próprios e seus derivados. Grafado nos casos em que o “u” é átono e pronunciado (que, qui, gue, gui), o sinal não será mais utilizado nas palavras da língua portuguesa. Antes: lingüiça, conseqüência, freqüência Depois: linguiça, consequência e frequência
  11. 11. Novo Acordo Ortográfico - Mudanças • Hífen • O sinal não poderá ser mais usado quando a primeira palavra terminar com vogal e a segunda começar com consoante. Antes: anti-rugas, auto-retrato, ultra-som Depois: antirrugas, autorretrato, ultrassom O hífen também não deve ser grafado quando a primeira palavra terminar com letra diferente da que começar a segunda Antes: auto-estrada, infra-estrutura Depois: autoestrada, infraestrutura
  12. 12. Novo Acordo Ortográfico - Mudanças • Hífen • O sinal deverá ser usado quando a palavra seguinte começa com b, h, r, m, n ou com vogal igual à ultima do prefixo Antes: anti-imperialista, super-homem, inter-regional, subbase Depois: anti-imperialista, super-homem, inter-regional, sub-base Outro caso que se faz necessário o uso do hífen é quando a primeira palavra terminar com vogal ou consoante igual à letra que começar a segunda Antes: microônibus, contraataque, microondas Depois: micro-ônibus, contra-ataque, micro-ondas

×