Brasil dados principais

8.340 visualizações

Publicada em

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.340
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
546
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
290
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Brasil dados principais

  1. 1. ESPAÇO TERRITORIAL BRASILEIRO
  2. 2. ESPAÇO TERRITORIAL BRASILEIRO <ul><li>Brasil: 8.514.876 km 2 – Maior país da América do Sul e quinto do mundo;
  3. 3. Totalmente localizado no hemisfério ocidental (oeste do Meridiano de Greenwich) e possui terras no hemisfério norte (7%) e maior parte no hemisfério sul (93%)
  4. 4. Atravessado pela Linha do Equador e pelo Trópico de Capricórnio. Maior parte do território na zona térmica tropical e uma porção menor na zona temperada sul. </li></ul>
  5. 8. ESPAÇO TERRITORIAL BRASILEIRO <ul><li>Posição longitudinal do território permite três fusos horários: Ilhas Oceânicas, Brasília e Acre;
  6. 9. Pontos extremos:
  7. 10. Sul: Arroio Chuí (RS);
  8. 11. Oeste: Nascente do Rio Moa – Serra de Contamana (AC)
  9. 12. Leste: Ponta do Seixas (PB);
  10. 13. Norte: Nascente do rio Ailã – Monte Caburaí (RR) </li></ul>
  11. 16. ESPAÇO TERRITORIAL BRASILEIRO <ul><li>O país é composto por 26 Estados e um Distrito Federal;
  12. 17. População: 193 milhões de habitantes;
  13. 18. Densidade demográfica: 23 hab/km 2
  14. 19. Distribuída irregularmente pelo território, grande parte habita a região litorânea, onde se encontram as maiores cidades;
  15. 20. PIB – 2 trilhões de dólares;
  16. 21. Renda per capita: 10.000 dólares;
  17. 22. 8ª economia do mundo; </li></ul>
  18. 24. ESPAÇO TERRITORIAL BRASILEIRO Faça uma linha de tempo cronológica a partir da História da configuração do espaço geográfico brasileiro. Apostila 4 – páginas 2, 3 e 4
  19. 25. ESPAÇO TERRITORIAL BRASILEIRO <ul><li>Regionalizar: divisão de um espaço ou território em áreas com características comuns, pode ser criada com base em critérios físicos, socioeconômicos ou políticos.
  20. 26. Regionalização brasileira: IBGE, Geoeconômica e Região Concentrada; </li></ul>
  21. 27. IBGE INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA <ul><li>O IBGE regionalizou o Brasil pelo conceito de região natural (elementos naturais) de 1941 a 1968;
  22. 28. Com as transformações sociais e econômicas ocorridas no espaço geográfico brasileiro devido ao processo de industrialização e urbanização, em 1969 o IBGE estabeleceu regiões baseadas na combinação e predominância de aspectos naturais, sociais e econômicos: Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul; </li></ul>
  23. 31. GEOECONÔMICA <ul><li>Em 1967, o geógrafo Pedro Pinchas Geiger propôs outra divisão regional do país, em três regiões geoeconômicas ou complexos regionais, baseada no processo histórico de formação do território brasileiro, leva em conta, sobretudo, os efeitos da industrialização e urbanização.
  24. 32. As três regiões são: Amazônia, Nordeste e Centro-Sul;
  25. 33. Os complexos regionais não se limitam às fronteiras entre os Estados; </li></ul>
  26. 35. AMAZÔNIA Predomina economia baseada no extrativismo animal, vegetal e mineral. Destacam-se também o polo petroquímico da Petrobrás e o industrial de Manaus, que fabrica boa parte dos produtos eletrônicos brasileiros.
  27. 36. NORDESTE Ocupação mais antiga, é a região que apresenta os maiores problemas sociais e econômicos do país. Nos últimos anos, estão ocorrendo expressivas modificações em sua estrutura econômica.
  28. 37. CENTRO-SUL Corresponde à região mais populosa do país. Caracteriza-se por grande concentração urbana e industrial, sendo a mais dinâmica e diversificada do ponto de vista econômico. As cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte são as de maior destaque.
  29. 38. REGIÃO CONCENTRADA <ul><li>Na década de 1990, outra proposta regional, elaborada por Milton Santos e Maria Laura Silveira, dividiu o Brasil em quatro regiões, registrando a difusão diferencial do meio-técnico-científico-informacional, caracterizada pela densidade do sistema de relações que intensificava o fluxo de mercadorias, capitais e informações. </li></ul>

×