Aula 1 _etica_e_moral

2.241 visualizações

Publicada em

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.241
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
230
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 1 _etica_e_moral

  1. 1. Ética
  2. 2. ÉTICA 2 Etica – Estudo dos juizos de apreciação que se referem à conduta humana suscetivel de qualificacão do ponto de vista do bem e do mal, quer de modo absoluto para qualquer tempo ou lugar , quer para o grupo ou pessoa determinada. Conjunto de princípios que norteia uma maneira de viver bem , consigo próprio e com os outros. ETHOS – Modo de ser , caráter, costume De acordo com a filosofia Grega : ETHOS – Morada do Homem A ética é o abrigo que confere proteção e segurança aos cidadãos, aqueles responsáveis pelos destinos das cidades.
  3. 3. ÉTICA 3 A ética é uma caracteristica inerente a toda a ação humana e, por essa razão, é um elemento vital na produção da realidade social. Todo homem possui um senso ético, uma espécie de consciencia moral, estando constantemente avaliando e julgando suas ações para saber se são boas ou más, certas ou erradas, justas ou injustas. Via de regra está fundamentada nas idéias de bem e virtude, enquanto valores percebidos por todo o ser humano e cujo alcance traduz uma existencia plena e feliz.
  4. 4. ÉTICA 4 Hábitos Virtudes Costumes LEIS A ética seria produto das leis elaboradas pelos costumes , virtudes e hábitos gerados pelo caráter dos indivíduos
  5. 5. ÉTICA 5 Para a prática da etica existem dois condicionantes: 1.Caráter (Interno) 2.Costumes ( Externos) A prática do bem e da justiça envolve : 3.Respeito as leis das cidades 4.Intenção 5.Educação
  6. 6. ÉTICA 6 A função da ÉTICA é promover a excelencia moral , ou seja a prática de virtudes.
  7. 7. Problemas Morais e Problemas Éticos 7 Em nossa relações diárias estamos sempre diante de problemas do tipo: Devo sempre dizer a verdade ou existem ocasiões em que posso mentir Será que é certo tomar tal atitude Devo ajudar um amigo em perigo, mesmo correndo risco de vida Existe alguma ocasião em que seria correto atravessar o sinal vermelho O homem é um ser do mundo , coexiste com outras pessoas e suas decisões afetam a si mesmo e aos outros, naturalmente tem que exixtir regras que coordenem e harmonizam a relação entre as pessoas. São os códigos culturais que nos obrigam , mas ao mesmo tempo nos protegem.
  8. 8. MORAL 8 A palavra moral tem sua origem no latim : MOS - MORES – significa COSTUMES , no sentido de conjunto de normas ou regras, princípios e valores adquiridas por hábito e que determinam a conduta do indivíduo. A moral tem um forte caráter social , estando apoiada na tríade cultural, histórica e natureza humana, É algo adquirido como herança e preservado pela comunidade. A moral se constitui em um processo de formação do caráter da pessoa humana, partindo-se normalmente de uma maneira de como foi direcionado pelos ensinamentos dos pais, cujos princípos tem origem com a religião dos pais.
  9. 9. DIFERENÇAS ENTRE ÉTICA E MORAL 9 REFLEXÃO AÇÃO
  10. 10. MORAL 10 O DESENVOLVIMENTO MORAL DE UMA SOCIEDADE, BEM COMO AQUELA CONCERNENTE AOS INDIVÍDUOS, DEPENDE NÃO APENAS DO INTERESSE COLETIVO , MAS IGUALMENTE DA VONTADE DE CADA UM. Obrigação Moral = liberdade de escolha ( direitos) limitada pelos deveres. Refere-se a Responsabilidade e Liberdade Valores – Liberdade, Responsabilidade, Justiça, Solidariedade, Respeito e Entendimento Mútuos.
  11. 11. QUESTÃO CENTRAL DA ÉTICA 11 Como devo agir em relação aos outros
  12. 12. A Ética Revela que : 12 Nossas ações tem efeito sobre a sociedade Cada ser humano deve ser livre e responsável por suas atitudes A justiça é a principal das virtudes Nosso valores tem uma origem histórica Cada moral e filha do seu tempo Devemos adequar as nossas vontades às obrigações sociais
  13. 13. A Ética se impõe como a condição fundamental de possibilidade para a prática das virtudes e o exercício da nossa cidadania. 13
  14. 14. A HISTÓRIA DA ÉTICA 14
  15. 15. O estudo da Ética é dividido em dois campos: -problemas gerais e fundamentais, como liberdade, consciência, bem, valor, lei, outros. -Problemas específicos ou concretos, como ética profissional, ética na política, ética sexual, ética matrimonial, bioética, etc.
  16. 16. ÉTICA na HISTÓRIA ÉTICA no DIREITO ÉTICA na SAÚDE ÉTICA na POLÍTICA ÉTICA no MEIO AMBIENTE ÉTICA na FILOSOFIA ÉTICA na ADMINISTRAÇÃO
  17. 17. O estudo da ética se defronta com problemas de variação de costumes. O que é moral na Etiópia não é moral no Brasil, por exemplo, a bigamia: Para os mulçumanos é honroso ter mais de uma esposa. Já os países católicos pregam a monogamia – MORAL E ÉTICA ANDAM DE MÃOS DADAS E SE CONFUNDEM. No centro da ética aparece o dever, ou obrigação moral, conduta correta.
  18. 18. Atividade:  Apresentações a ética através dos tempos. 18
  19. 19. PRINCÍPIOS ÉTICOS NAS RELAÇÕES INTER-PESSOAIS
  20. 20. 1- “Fazer algo pelo outro ou para ele não constitui subordinação ou servidão.” Boff, L.A.
  21. 21. 2-“Para se compreender o outro é necessário, a priori, que compreendamos a nós mesmos.” Freire,Paulo
  22. 22. 3-“Cada pessoa tem diferentes qualidades e dificuldades, conseqüentemente, cada ser humano necessita de algo diferente para sua própria vida.”Perrenoud, P.
  23. 23. 3-“Na ausência do outro, o homem não se constrói homem.” Vygotsky, Levi S.
  24. 24. 4-“Não sejamos indiferentes para com os outros.”Rogers, C.
  25. 25. CÓDIGO DE ÉTICA NAS RELAÇÕES INTER-PESSOAIS
  26. 26. 1- “Respeite a opinião dos outros”.
  27. 27. 2- “Leve em conta as necessidades e sentimentos dos outros.”
  28. 28. 3- “Seja positivo”.
  29. 29. 4-”A maioria de nós prefere falar a ouvir. OUÇA MAIS”.
  30. 30. 5-”Respeite as diferenças e não pisa os outros”.
  31. 31. 6- “Seja honesto”.
  32. 32. 7- “Seja generoso”.
  33. 33. 8-“Resolva, se possível,imediatamente os conflitos que surjam.”
  34. 34. PRECISAMOS Aprender a viver com os outros PARA Aprender a ser Pilares básicos da educação para todos Relatório comissão da UNESCO-Jacques Delors
  35. 35. Transmite valores acerca do bem e do mal, do justo e do injusto Elemento fundamental para a construção da sociabilidade Fornece as regras e ensinamentos morais aos indivíduos Orienta os juízos e decisões dos homens no seio da comunidade 2. E D U C A Ç Ã O
  36. 36. Prof. Ivanildo Macêdo41 Consciência Moral 1.Caminho psicanalítico 2.Caminho sociológico 3.Caminho comportamentalista
  37. 37. Prof. Ivanildo Macêdo42
  38. 38. Prof. Ivanildo Macêdo43
  39. 39. Prof. Ivanildo Macêdo44 • clientes • fornecedores • Estado (fiscais)
  40. 40. Castigo e obediência Satisfação Pessoal 1.Titulação acadêmica; 2.Idade; 3.Fortuna pessoal; 4.Cargo; 5.Religião; 6.Cultura; 7.Família. Conformidade Interpessoal Lei e Ordem (3 a 5%) Princípios éticos universais Prof. Ivanildo Macêdo45
  41. 41. Castigo e obediência Satisfação Pessoal Conformidade Interpessoal Lei e Ordem (3 a 5%) Princípios éticos universais Prof. Ivanildo Macêdo46
  42. 42. Prof. Ivanildo Macêdo47 1.Castigo e obediência - estágio “analgésico”; - o certo moral é o chefe; - Tudo que não é punido está certo moralmente; - não distingue o seu eu da ambiência - egoísta; - não reconhece o interesse dos outros.
  43. 43. 2.Satisfação pessoal - estágio “lei do Gerson”; - individualista: satisfação de suas necessidades ; - Os outros que defendam seus interesses; - o certo é levar vantagem; - punição menor que o benefício. Prof. Ivanildo Macêdo48
  44. 44. Prof. Ivanildo Macêdo 3.Conformidade interpessoal - “Maria vai com as outras” - moralidade do grupo - o certo é o meu grupo. 49 Quadro de Matisse
  45. 45. Prof. Ivanildo Macêdo 4.Lei e ordem - estágio “chester” - moral / cidadania - o certo moral é a lei, as regras gerais. 50
  46. 46. Prof. Ivanildo Macêdo 5. Princípios éticos universais -“exemplo a ser seguido”. - o certo moral são os valores éticos. - justiça pelos caminhos legais. 52 Prof. Ivanildo Macêdo51
  47. 47. 5.a. Princípios éticos universais - o certo são os valores éticos. - justiça acima da legalidade. - mártires. Prof. Ivanildo Macêdo52
  48. 48. Castigo e obediência Satisfação Pessoal Conformidade Interpessoal Lei e Ordem (3 a 5%) Princípios éticos universais Prof. Ivanildo Macêdo53
  49. 49. Prof. Ivanildo Macêdo54 1 2 2 3 3 4 5 5 4
  50. 50. Níveis de amadurecimento moral Necessidade da pessoa 1.Obediência e castigo Gerente íntegro - percepção de punição 2.Satisfação pessoal Vantagem em cumprir as regras (o crime não compensa) 3.Conformidade interpessoal Fazer parte de equipe/ambiência ética 4.Lei e ordem Regras claras 5.Valores éticos Praticar os princípios éticos Prof. Ivanildo Macêdo55
  51. 51. 1.Certeza de Consequências - punição e recompensas; 2.Código de conduta ética; 3.Auditorias éticas; 4.Comitê de Ética; 5.Educação para a cidadania; 6.Exemplo das lideranças; 7.Praticas de Gestão de Pessoas - foco no comportamento ético. Prof. Ivanildo Macêdo56
  52. 52. Verifique sua experiência Relacione comportamentos de cada um dos estágios de amadurecimento do julgamento moral. Prof. Ivanildo Macêdo57
  53. 53. 1.Ser assíduo com medo da punição. 2.Receber suborno caso perceba que não será punido. 3.Cumprir rigorosamente todas as ordens do superior hierárquico (sua referencia moral). 4.Humilhar pessoas se houver tolerância da organização. 5.Não fazer corretamente a avaliação de desempenho dos liderados, caso perceba que não será punido. Prof. Ivanildo Macêdo59
  54. 54. 1.Receber suborno se a recompensa for maior que o risco assumido. 2.Buscar vantagens pessoais em função da posição que ocupa. 3.Perseguir uma pessoa porque está criando dificuldades por seguir as regras. 4.A minha carreira está acima do que é melhor para a empresa. 5.Trocar favores visando benefício futuro. Prof. Ivanildo Macêdo61
  55. 55. 1.Usar o carro da empresa para atividades pessoais porque “todo mundo faz isso”. 2.Ficar após o horário regulamentar de trabalho porque “todo mundo faz isso”. 3.Recusar agrados de fim de ano porque “todo mundo faz isso”. 4.Tolerar incompetentes na equipe porque são amigos de pessoas poderosas na organização. “Todo mundo faz isso”. 5.Dar oportunidades e recompensas pelo critério da amizade porque “todo mundo faz isso”. Prof. Ivanildo Macêdo63
  56. 56. 1.Cumprir o que manda a regra, independente de ser amigo ou não. 2.Desobedecer ordens do superior hierárquico, se contrariar as normas estabelecidas pela empresa. 3. Qualquer um que desrespeitar regras deve ser exemplarmente punido. 4.Aplicar as multas contratuais previstas, caso empresas contratadas não cumpram com as exigências legais. 5.Dar oportunidades e recompensas conforme as regras da organização. Prof. Ivanildo Macêdo65
  57. 57. 1.Defender um colega de uma injustiça mesmo com risco de desgaste perante a empresa. 2.Recusar orientação para mentir, mesmo por ordem do superior hierárquico. 3.Não praticar nenhuma ação que possa prejudicar quem quer que seja. 4.Compromisso com os valores e metas da organização. 5.Ser justo na distribuição de recompensas e oportunidades. Prof. Ivanildo Macêdo67

×