SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 29
Baixar para ler offline
Estimulando a postura
 ética no ambiente de
            trabalho.
“Vigie seus pensamentos, porque eles se
tornarão palavras; vigie suas palavras, porque
elas se tornarão atos; vigie seus atos porque
eles se tornarão seus hábitos; vigie seus
hábitos, porque eles se tornarão seu caráter;
vigie seu caráter, porque ele será o seu
destino”.
                    Poeta anônimo americano
   Destacar os principais
    valores éticos apreciados
    pelo mercado de
    trabalho.
   Apresentar a ética como
    um diferencial
   Combater o
    comportamento antiético
    no ambiente de
    trabalho.
O termo ética deriva do grego ethos (caráter,
modo de ser de uma pessoa). Ética é um
conjunto de valores morais e princípios que
norteiam a conduta humana na sociedade. A
ética serve para que haja um equilíbrio e bom
funcionamento social, possibilitando que
ninguém saia prejudicado. Em outras palavras
ser ético, nada mais é do que agir direito,
proceder bem sem prejudicar os outros.
Roland Barthes disse que um profissional de
talento é aquele que soma 2 pontos de
esforço, 3 pontos de talento e 5 pontos de
caráter. A pontuação máxima é para o
caráter; isso nos mostra que o perfil dos
profissionais exigido pelas empresas, não
está centrado em suas capacidades técnicas
apenas, ele terá de ser ético.
Honestidade:       Está
relacionada com a
confiança que nos é
depositada. É muito
fácil encontrar a falta
de        honestidade
quando      existe    a
fascinação       pelos
lucros, privilégios e
benefícios      fáceis,
pelo enriquecimento
ilícito em cargos que
outorgam autoridade.
Atenção: Depois de fazer o teste online, faça um
Print da tela e envie sua pontuação.
Sigilo: O respeito aos
segredos das pessoas,
ou das empresas, é
uma       característica
obrigatória para todo
profissional.
Coragem:      Precisamos
dela      para      tomar
algumas          decisões
importantes em nossa
vida.    Além    de   ser
bastante útil para nos
ajudar a reagir às
críticas, também nos
ajuda a enfrentar a
verdade.
Humildade: O profissional
precisa ter humildade
suficiente para admitir
que não é o dono da
verdade, para ouvir o que
os outros têm a dizer,
aceitar    sugestões    e
reconhecer que o sucesso
individual é resultado do
trabalho em equipe.
Imparcialidade: Para ser
justo é preciso ser
imparcial;    logo,    a
justiça depende muito
da imparcialidade.
Otimismo: Em face das
perspectivas            das
sociedades modernas, o
profissional precisa e deve
ser otimista para acreditar
na      capacidade       de
realização    da     pessoa
humana, no poder do
desenvolvimento,
enfrentando o futuro com
energia e bom-humor.
Flexibilidade: O mundo atual
com         suas        constantes
transformações faz com que as
mudanças ocorram com alta
frequência. Isso tem feito da
flexibilidade       uma        das
competências profissionais mais
valorizadas pelo mercado de
trabalho. Ser flexível é acima de
tudo aceitar a realidade sem
criar barreiras e estar disposto a
mudar quando as circunstâncias
assim exigirem.
Integridade: dificilmente um
líder adquire o respeito de
seus semelhantes, passa
confiança        a       seus
subordinados      e    inspira
credibilidade ao mercado
sem essa característica. A
integridade        é       tão
importante ao ser humano
que se torna difícil imaginar
um profissional sério que
não seja íntegro.
Competir com ética é a saída para o crescimento
           pessoal e profissional.
   Tenha sempre em sua mente a
    missão a visão e os valores de
    sua empresa.
   Saiba quais são suas atribuições e
    responsabilidades.
   Procure não falar mal do
    comportamento e muito menos
    do desempenho dos seus colegas
    de trabalho.
   Seja assíduo e pontual.
   Respeite a hierarquia.
   Trate todos com respeito.
   Exerça sua função com zelo,
    eficiência e competência.
   Seja honesto em qualquer
    situação.
   Nunca faça algo escondido que
    você não possa assumir em
    público.
   Seja    humilde,   tolerante e
    flexível.
   Dê crédito a quem merece. Nem
    sonhe em aceitar elogios pelo
    trabalho de outra pessoa.
   Evite criticar os colegas de
    trabalho     ou     culpar  um
    subordinado pelas costas. Se
    tiver de corrigir ou repreender
    alguém, faça-o em particular,
    cara a cara.
   Respeite a privacidade dos
    outros.    É proibido mexer na
    mesa,      nos    pertences   e
    documentos de trabalho dos
    colegas e do chefe. Também.
    devolva tudo o que pedir
    emprestado rapidamente e não
    esqueça de agradecer.
   Faça o que disse e prometeu.
    Quebrar         promessas        é
    imperdoável.
   Aja de acordo com seus
    princípios    e    assuma    suas
    decisões,    mesmo que isso
    implique ficar contra a maioria.
   Afaste-se das fofocas. Só o fato
    de prestar atenção nelas pode
    lhe dar a fama de fofoqueiro. E
    aquele que lhe conta a última,
    pode     levar,    também,     um
    comentário péssimo sobre você.
   Evite falar de sua vida pessoal com
    quem você não conhece o caráter.
   Não comente com qualquer um os
    seus resultados positivos, prêmios
    e novos projetos que lhe foram
    confiados.
   Caso trabalhe com alguém de
    quem       não     gosta,    troque
    cumprimentos,             mantenha
    distância e não comente a
    antipatia que sente. Isso minimiza
    os atritos e evita que os outros
    reparem a incompatibilidade e
    façam fofocas.
I.     Não use o computador para
       prejudicar as pessoas.
II.    Não interfira no trabalho de
       outras pessoas.
III.   Não se intrometa nos arquivos
       alheios.
IV.    Não use o computador para
       roubar.
V.     Não use o computador para
       obter falsos testemunhos.
VI.     Não use nem copie softwares
        pelos quais você não pagou.
VII.    Não use os recursos de
        computadores alheios sem pedir
        permissão.
VIII.   Não se aproprie de idéias que
        não são suas.
IX.     Pense nas conseqüências sociais
        causadas pelo que você escreve.
X.      Use o computador de modo que
        demonstre consideração e
        respeito
Segundo Aristóteles, o estudo da ética não
serve apenas para ensinar o que é virtude,
mas para nos ensinar a tornar-nos virtuosos,
pois de outra maneira este estudo seria
completamente inútil. Comente como esta
lição foi importante para sua vida.
Algumas empresas no Brasil e no mundo
descobriram como lucrar com a ética, e
explorá-la através do marketing social. Como
você poderia tirar melhor proveito da ética e
também explorá-la em seu marketing
pessoal?
O TST (Tribunal Superior do Trabalho), órgão
máximo quando se trata de questões
trabalhistas, em decisões recentes, conferiu aos
empregadores o direito de fiscalizar o uso que
os funcionários fazem dos e-mails fornecidos
pelas empresas, assim como o de outros bens
de sua propriedade, como é o caso dos
computadores, no intuito de prevenir o uso
indevido dos mesmos. E isso tem sido causa de
muitas demissões por justa causa. Foi o que
aconteceu recentemente com uma funcionária
de uma empresa de telecomunicações de Brasília
que usava o e-mail profissional para assuntos
particulares.
Mas ela ainda recorreu à justiça, alegando
que a empresa teria usado cópias de e-
mails para justificar sua demissão, e esse
procedimento       seria    proibido   pela
Constituição Federal. A Justiça considerou
que as mensagens provavam que a
funcionária     descumpria     normas   da
empresa: utilizava o e-mail comercial para
fins pessoais e desrespeitava clientes da
empresa. Esses procedimentos justificam
justa causa, disse o juiz na sentença.
Em    torno    desse   dilema     que    os
funcionários     possuem       o    direito
constitucional à privacidade, você acha
que as empresas onde eles trabalham
possuem o direito de violar a sua
privacidade e até mesmo o sigilo em suas
comunicações, para fiscalizar o uso que
eles estão fazendo dos recursos das
empresas e prevenir a utilização indevida?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ética profissional
Ética profissional Ética profissional
Ética profissional JUCILANA
 
RELAÇÕES INTERPESSOAIS
RELAÇÕES INTERPESSOAISRELAÇÕES INTERPESSOAIS
RELAÇÕES INTERPESSOAISAndréa Dantas
 
Relacionalmento interpessoal
Relacionalmento interpessoalRelacionalmento interpessoal
Relacionalmento interpessoalLeandro Lopes
 
ÉTica No Trabalho
ÉTica No TrabalhoÉTica No Trabalho
ÉTica No Trabalhoaroudus
 
Atividade de ética profissional
Atividade de ética profissionalAtividade de ética profissional
Atividade de ética profissionalWaldeval Sousa
 
Trabalho em equipe e ética no trabalho
Trabalho em equipe e ética no trabalhoTrabalho em equipe e ética no trabalho
Trabalho em equipe e ética no trabalhoLeonardo Melo Santos
 
etica no trabalho
 etica no trabalho etica no trabalho
etica no trabalhoMila Rosa
 
Comportamento no Trabalho
Comportamento no TrabalhoComportamento no Trabalho
Comportamento no TrabalhoMaria Lemos
 
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outro
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outroEmpatia - A arte de se colocar no lugar do outro
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outroVera Lessa
 
Postura profissional e ética valores
Postura  profissional e ética valoresPostura  profissional e ética valores
Postura profissional e ética valoresRafaela Alves
 
Ética e Integridade Empresarial
Ética e Integridade EmpresarialÉtica e Integridade Empresarial
Ética e Integridade EmpresarialPriscila Stuani
 
Relacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoalRelacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoalNome Sobrenome
 
Etica e trabalho em grupo
Etica e trabalho em grupoEtica e trabalho em grupo
Etica e trabalho em grupodrdanilopires
 

Mais procurados (20)

Ética profissional
Ética profissional Ética profissional
Ética profissional
 
Aula 2 ética profissional
Aula 2   ética profissionalAula 2   ética profissional
Aula 2 ética profissional
 
RELAÇÕES INTERPESSOAIS
RELAÇÕES INTERPESSOAISRELAÇÕES INTERPESSOAIS
RELAÇÕES INTERPESSOAIS
 
Relacionalmento interpessoal
Relacionalmento interpessoalRelacionalmento interpessoal
Relacionalmento interpessoal
 
ÉTica No Trabalho
ÉTica No TrabalhoÉTica No Trabalho
ÉTica No Trabalho
 
Atividade de ética profissional
Atividade de ética profissionalAtividade de ética profissional
Atividade de ética profissional
 
Trabalho em equipe e ética no trabalho
Trabalho em equipe e ética no trabalhoTrabalho em equipe e ética no trabalho
Trabalho em equipe e ética no trabalho
 
etica no trabalho
 etica no trabalho etica no trabalho
etica no trabalho
 
Ética no cotidiano profissional
Ética no cotidiano profissionalÉtica no cotidiano profissional
Ética no cotidiano profissional
 
Relacionamento Interpessoal 20h
Relacionamento Interpessoal 20hRelacionamento Interpessoal 20h
Relacionamento Interpessoal 20h
 
Comportamento no Trabalho
Comportamento no TrabalhoComportamento no Trabalho
Comportamento no Trabalho
 
Apresentação motivacional
Apresentação motivacionalApresentação motivacional
Apresentação motivacional
 
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outro
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outroEmpatia - A arte de se colocar no lugar do outro
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outro
 
Relações humanas
Relações humanasRelações humanas
Relações humanas
 
Postura profissional e ética valores
Postura  profissional e ética valoresPostura  profissional e ética valores
Postura profissional e ética valores
 
Ética e Integridade Empresarial
Ética e Integridade EmpresarialÉtica e Integridade Empresarial
Ética e Integridade Empresarial
 
Motivação
MotivaçãoMotivação
Motivação
 
Relacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoalRelacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoal
 
Etica e trabalho em grupo
Etica e trabalho em grupoEtica e trabalho em grupo
Etica e trabalho em grupo
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 

Semelhante a Aula 3 noções de ética profissional

nocoes de etica profissional
nocoes de etica profissionalnocoes de etica profissional
nocoes de etica profissionalRASC EAD
 
Aula 4 noções de ética profissional versáo online
Aula 4   noções de ética profissional versáo onlineAula 4   noções de ética profissional versáo online
Aula 4 noções de ética profissional versáo onlineLuiz Siles
 
NOÇÕES DE ETICA PROFISSIONAL CUROS FIC.pptx
NOÇÕES DE ETICA PROFISSIONAL CUROS FIC.pptxNOÇÕES DE ETICA PROFISSIONAL CUROS FIC.pptx
NOÇÕES DE ETICA PROFISSIONAL CUROS FIC.pptxalbemarialeite061084
 
Aula 01 ética no trabalho
Aula 01  ética no trabalhoAula 01  ética no trabalho
Aula 01 ética no trabalhoGabriela Souza
 
Assistente Administrativo
Assistente AdministrativoAssistente Administrativo
Assistente AdministrativoLiberty Ensino
 
Comunicação e Relações Humanas.pptx
Comunicação e Relações Humanas.pptxComunicação e Relações Humanas.pptx
Comunicação e Relações Humanas.pptxCrasCariniHumbertoAl
 
Etica e trabalho em grupo
Etica e trabalho em grupoEtica e trabalho em grupo
Etica e trabalho em grupodrdanilopires
 
Radical Candor - Liderança Humana 2.0.pdf
Radical Candor - Liderança Humana 2.0.pdfRadical Candor - Liderança Humana 2.0.pdf
Radical Candor - Liderança Humana 2.0.pdfSilas Serpa
 
5w1h livro 2 licoes 31 a 40
5w1h livro 2   licoes 31 a 405w1h livro 2   licoes 31 a 40
5w1h livro 2 licoes 31 a 40SOMOSMAISQUE1
 
Atitude Empreendedora Brazys
Atitude Empreendedora   BrazysAtitude Empreendedora   Brazys
Atitude Empreendedora BrazysNelson Brazys
 
Aula 02- Ética Profissional .pptx
Aula 02- Ética Profissional .pptxAula 02- Ética Profissional .pptx
Aula 02- Ética Profissional .pptxDrikaSato
 
A importância do comp. ético nas...... (1)
A importância do comp. ético nas...... (1)A importância do comp. ético nas...... (1)
A importância do comp. ético nas...... (1)Adaias Ramos
 
Como se tornar um lider
Como se tornar um liderComo se tornar um lider
Como se tornar um liderAdvancerepemp
 

Semelhante a Aula 3 noções de ética profissional (20)

nocoes de etica profissional
nocoes de etica profissionalnocoes de etica profissional
nocoes de etica profissional
 
Aula 4 noções de ética profissional versáo online
Aula 4   noções de ética profissional versáo onlineAula 4   noções de ética profissional versáo online
Aula 4 noções de ética profissional versáo online
 
Aula 3
Aula 3Aula 3
Aula 3
 
NOÇÕES DE ETICA PROFISSIONAL CUROS FIC.pptx
NOÇÕES DE ETICA PROFISSIONAL CUROS FIC.pptxNOÇÕES DE ETICA PROFISSIONAL CUROS FIC.pptx
NOÇÕES DE ETICA PROFISSIONAL CUROS FIC.pptx
 
Aula 01 ética no trabalho
Aula 01  ética no trabalhoAula 01  ética no trabalho
Aula 01 ética no trabalho
 
Assistente Administrativo
Assistente AdministrativoAssistente Administrativo
Assistente Administrativo
 
Comunicação e Relações Humanas.pptx
Comunicação e Relações Humanas.pptxComunicação e Relações Humanas.pptx
Comunicação e Relações Humanas.pptx
 
Etica e trabalho em grupo
Etica e trabalho em grupoEtica e trabalho em grupo
Etica e trabalho em grupo
 
Radical Candor - Liderança Humana 2.0.pdf
Radical Candor - Liderança Humana 2.0.pdfRadical Candor - Liderança Humana 2.0.pdf
Radical Candor - Liderança Humana 2.0.pdf
 
Práticas de recepção - Aula 5
Práticas de recepção - Aula 5Práticas de recepção - Aula 5
Práticas de recepção - Aula 5
 
Postura no trabalho
Postura no trabalhoPostura no trabalho
Postura no trabalho
 
5w1h livro 2 licoes 31 a 40
5w1h livro 2   licoes 31 a 405w1h livro 2   licoes 31 a 40
5w1h livro 2 licoes 31 a 40
 
Como se tornar um líder
Como se tornar um líderComo se tornar um líder
Como se tornar um líder
 
Atitude Empreendedora Brazys
Atitude Empreendedora   BrazysAtitude Empreendedora   Brazys
Atitude Empreendedora Brazys
 
Aula 02- Ética Profissional .pptx
Aula 02- Ética Profissional .pptxAula 02- Ética Profissional .pptx
Aula 02- Ética Profissional .pptx
 
A importância do comp. ético nas...... (1)
A importância do comp. ético nas...... (1)A importância do comp. ético nas...... (1)
A importância do comp. ético nas...... (1)
 
éTica e profissão
éTica e profissãoéTica e profissão
éTica e profissão
 
Ebook: Como se tornar um Líder
Ebook: Como se tornar um LíderEbook: Como se tornar um Líder
Ebook: Como se tornar um Líder
 
Como se tornar um lider
Como se tornar um liderComo se tornar um lider
Como se tornar um lider
 
Maneiras
ManeirasManeiras
Maneiras
 

Mais de Luiz Siles

Sejam bem vindos!
Sejam bem vindos!Sejam bem vindos!
Sejam bem vindos!Luiz Siles
 
Modulo v defesa civil
Modulo v   defesa civilModulo v   defesa civil
Modulo v defesa civilLuiz Siles
 
Modulo iv as forcas policiais
Modulo iv   as forcas policiaisModulo iv   as forcas policiais
Modulo iv as forcas policiaisLuiz Siles
 
Modulo iii alistamento militar obrigatorio e inicio de carreira nas forcas ...
Modulo iii   alistamento militar obrigatorio e inicio de carreira nas forcas ...Modulo iii   alistamento militar obrigatorio e inicio de carreira nas forcas ...
Modulo iii alistamento militar obrigatorio e inicio de carreira nas forcas ...Luiz Siles
 
Modulo ii conheca as forcas armadas
Modulo ii   conheca as forcas armadasModulo ii   conheca as forcas armadas
Modulo ii conheca as forcas armadasLuiz Siles
 
Modulo i seguranca e defesa nacional
Modulo i   seguranca e defesa nacionalModulo i   seguranca e defesa nacional
Modulo i seguranca e defesa nacionalLuiz Siles
 
Perfil do aprendiz ead
Perfil do aprendiz eadPerfil do aprendiz ead
Perfil do aprendiz eadLuiz Siles
 
M apostila para iniciantes (1)
M apostila para iniciantes (1)M apostila para iniciantes (1)
M apostila para iniciantes (1)Luiz Siles
 
Aula 3 intoducao
Aula 3   intoducaoAula 3   intoducao
Aula 3 intoducaoLuiz Siles
 
Aula 2 parte 4 - direitos do aprendiz
Aula 2   parte 4 - direitos do aprendizAula 2   parte 4 - direitos do aprendiz
Aula 2 parte 4 - direitos do aprendizLuiz Siles
 
Aula 2 parte 3 - direitos dos aprendizes continuacao
Aula 2   parte 3 - direitos dos aprendizes continuacaoAula 2   parte 3 - direitos dos aprendizes continuacao
Aula 2 parte 3 - direitos dos aprendizes continuacaoLuiz Siles
 
Aula 2 parte 2 - direitos do aprendiz - salarios ferias e decimo terceiro
Aula 2   parte 2 - direitos do aprendiz - salarios ferias e decimo terceiroAula 2   parte 2 - direitos do aprendiz - salarios ferias e decimo terceiro
Aula 2 parte 2 - direitos do aprendiz - salarios ferias e decimo terceiroLuiz Siles
 
Aula 2 introducao a aprendizagem profissional
Aula 2   introducao a aprendizagem profissionalAula 2   introducao a aprendizagem profissional
Aula 2 introducao a aprendizagem profissionalLuiz Siles
 
Aula 3 cada familia tem a sua historia
Aula 3   cada familia tem a sua historiaAula 3   cada familia tem a sua historia
Aula 3 cada familia tem a sua historiaLuiz Siles
 
Aula 2 seu nome, sua historia
Aula 2   seu nome, sua historiaAula 2   seu nome, sua historia
Aula 2 seu nome, sua historiaLuiz Siles
 
Aula 1 quem e voce
Aula 1   quem e voceAula 1   quem e voce
Aula 1 quem e voceLuiz Siles
 
Conjuntosnumericos
ConjuntosnumericosConjuntosnumericos
ConjuntosnumericosLuiz Siles
 
Conhecendo deus
Conhecendo deusConhecendo deus
Conhecendo deusLuiz Siles
 

Mais de Luiz Siles (20)

Sejam bem vindos!
Sejam bem vindos!Sejam bem vindos!
Sejam bem vindos!
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Modulo v defesa civil
Modulo v   defesa civilModulo v   defesa civil
Modulo v defesa civil
 
Modulo iv as forcas policiais
Modulo iv   as forcas policiaisModulo iv   as forcas policiais
Modulo iv as forcas policiais
 
Modulo iii alistamento militar obrigatorio e inicio de carreira nas forcas ...
Modulo iii   alistamento militar obrigatorio e inicio de carreira nas forcas ...Modulo iii   alistamento militar obrigatorio e inicio de carreira nas forcas ...
Modulo iii alistamento militar obrigatorio e inicio de carreira nas forcas ...
 
Modulo ii conheca as forcas armadas
Modulo ii   conheca as forcas armadasModulo ii   conheca as forcas armadas
Modulo ii conheca as forcas armadas
 
Modulo i seguranca e defesa nacional
Modulo i   seguranca e defesa nacionalModulo i   seguranca e defesa nacional
Modulo i seguranca e defesa nacional
 
Perfil do aprendiz ead
Perfil do aprendiz eadPerfil do aprendiz ead
Perfil do aprendiz ead
 
M apostila para iniciantes (1)
M apostila para iniciantes (1)M apostila para iniciantes (1)
M apostila para iniciantes (1)
 
Aula 4
Aula 4Aula 4
Aula 4
 
Aula 3 intoducao
Aula 3   intoducaoAula 3   intoducao
Aula 3 intoducao
 
Aula 2 parte 4 - direitos do aprendiz
Aula 2   parte 4 - direitos do aprendizAula 2   parte 4 - direitos do aprendiz
Aula 2 parte 4 - direitos do aprendiz
 
Aula 2 parte 3 - direitos dos aprendizes continuacao
Aula 2   parte 3 - direitos dos aprendizes continuacaoAula 2   parte 3 - direitos dos aprendizes continuacao
Aula 2 parte 3 - direitos dos aprendizes continuacao
 
Aula 2 parte 2 - direitos do aprendiz - salarios ferias e decimo terceiro
Aula 2   parte 2 - direitos do aprendiz - salarios ferias e decimo terceiroAula 2   parte 2 - direitos do aprendiz - salarios ferias e decimo terceiro
Aula 2 parte 2 - direitos do aprendiz - salarios ferias e decimo terceiro
 
Aula 2 introducao a aprendizagem profissional
Aula 2   introducao a aprendizagem profissionalAula 2   introducao a aprendizagem profissional
Aula 2 introducao a aprendizagem profissional
 
Aula 3 cada familia tem a sua historia
Aula 3   cada familia tem a sua historiaAula 3   cada familia tem a sua historia
Aula 3 cada familia tem a sua historia
 
Aula 2 seu nome, sua historia
Aula 2   seu nome, sua historiaAula 2   seu nome, sua historia
Aula 2 seu nome, sua historia
 
Aula 1 quem e voce
Aula 1   quem e voceAula 1   quem e voce
Aula 1 quem e voce
 
Conjuntosnumericos
ConjuntosnumericosConjuntosnumericos
Conjuntosnumericos
 
Conhecendo deus
Conhecendo deusConhecendo deus
Conhecendo deus
 

Aula 3 noções de ética profissional

  • 1. Estimulando a postura ética no ambiente de trabalho.
  • 2. “Vigie seus pensamentos, porque eles se tornarão palavras; vigie suas palavras, porque elas se tornarão atos; vigie seus atos porque eles se tornarão seus hábitos; vigie seus hábitos, porque eles se tornarão seu caráter; vigie seu caráter, porque ele será o seu destino”. Poeta anônimo americano
  • 3. Destacar os principais valores éticos apreciados pelo mercado de trabalho.  Apresentar a ética como um diferencial  Combater o comportamento antiético no ambiente de trabalho.
  • 4. O termo ética deriva do grego ethos (caráter, modo de ser de uma pessoa). Ética é um conjunto de valores morais e princípios que norteiam a conduta humana na sociedade. A ética serve para que haja um equilíbrio e bom funcionamento social, possibilitando que ninguém saia prejudicado. Em outras palavras ser ético, nada mais é do que agir direito, proceder bem sem prejudicar os outros.
  • 5. Roland Barthes disse que um profissional de talento é aquele que soma 2 pontos de esforço, 3 pontos de talento e 5 pontos de caráter. A pontuação máxima é para o caráter; isso nos mostra que o perfil dos profissionais exigido pelas empresas, não está centrado em suas capacidades técnicas apenas, ele terá de ser ético.
  • 6. Honestidade: Está relacionada com a confiança que nos é depositada. É muito fácil encontrar a falta de honestidade quando existe a fascinação pelos lucros, privilégios e benefícios fáceis, pelo enriquecimento ilícito em cargos que outorgam autoridade.
  • 7. Atenção: Depois de fazer o teste online, faça um Print da tela e envie sua pontuação.
  • 8.
  • 9. Sigilo: O respeito aos segredos das pessoas, ou das empresas, é uma característica obrigatória para todo profissional.
  • 10. Coragem: Precisamos dela para tomar algumas decisões importantes em nossa vida. Além de ser bastante útil para nos ajudar a reagir às críticas, também nos ajuda a enfrentar a verdade.
  • 11. Humildade: O profissional precisa ter humildade suficiente para admitir que não é o dono da verdade, para ouvir o que os outros têm a dizer, aceitar sugestões e reconhecer que o sucesso individual é resultado do trabalho em equipe.
  • 12. Imparcialidade: Para ser justo é preciso ser imparcial; logo, a justiça depende muito da imparcialidade.
  • 13. Otimismo: Em face das perspectivas das sociedades modernas, o profissional precisa e deve ser otimista para acreditar na capacidade de realização da pessoa humana, no poder do desenvolvimento, enfrentando o futuro com energia e bom-humor.
  • 14. Flexibilidade: O mundo atual com suas constantes transformações faz com que as mudanças ocorram com alta frequência. Isso tem feito da flexibilidade uma das competências profissionais mais valorizadas pelo mercado de trabalho. Ser flexível é acima de tudo aceitar a realidade sem criar barreiras e estar disposto a mudar quando as circunstâncias assim exigirem.
  • 15. Integridade: dificilmente um líder adquire o respeito de seus semelhantes, passa confiança a seus subordinados e inspira credibilidade ao mercado sem essa característica. A integridade é tão importante ao ser humano que se torna difícil imaginar um profissional sério que não seja íntegro.
  • 16. Competir com ética é a saída para o crescimento pessoal e profissional.
  • 17. Tenha sempre em sua mente a missão a visão e os valores de sua empresa.  Saiba quais são suas atribuições e responsabilidades.  Procure não falar mal do comportamento e muito menos do desempenho dos seus colegas de trabalho.  Seja assíduo e pontual.  Respeite a hierarquia.  Trate todos com respeito.
  • 18. Exerça sua função com zelo, eficiência e competência.  Seja honesto em qualquer situação.  Nunca faça algo escondido que você não possa assumir em público.  Seja humilde, tolerante e flexível.  Dê crédito a quem merece. Nem sonhe em aceitar elogios pelo trabalho de outra pessoa.
  • 19. Evite criticar os colegas de trabalho ou culpar um subordinado pelas costas. Se tiver de corrigir ou repreender alguém, faça-o em particular, cara a cara.  Respeite a privacidade dos outros. É proibido mexer na mesa, nos pertences e documentos de trabalho dos colegas e do chefe. Também. devolva tudo o que pedir emprestado rapidamente e não esqueça de agradecer.
  • 20. Faça o que disse e prometeu. Quebrar promessas é imperdoável.  Aja de acordo com seus princípios e assuma suas decisões, mesmo que isso implique ficar contra a maioria.  Afaste-se das fofocas. Só o fato de prestar atenção nelas pode lhe dar a fama de fofoqueiro. E aquele que lhe conta a última, pode levar, também, um comentário péssimo sobre você.
  • 21. Evite falar de sua vida pessoal com quem você não conhece o caráter.  Não comente com qualquer um os seus resultados positivos, prêmios e novos projetos que lhe foram confiados.  Caso trabalhe com alguém de quem não gosta, troque cumprimentos, mantenha distância e não comente a antipatia que sente. Isso minimiza os atritos e evita que os outros reparem a incompatibilidade e façam fofocas.
  • 22. I. Não use o computador para prejudicar as pessoas. II. Não interfira no trabalho de outras pessoas. III. Não se intrometa nos arquivos alheios. IV. Não use o computador para roubar. V. Não use o computador para obter falsos testemunhos.
  • 23. VI. Não use nem copie softwares pelos quais você não pagou. VII. Não use os recursos de computadores alheios sem pedir permissão. VIII. Não se aproprie de idéias que não são suas. IX. Pense nas conseqüências sociais causadas pelo que você escreve. X. Use o computador de modo que demonstre consideração e respeito
  • 24.
  • 25. Segundo Aristóteles, o estudo da ética não serve apenas para ensinar o que é virtude, mas para nos ensinar a tornar-nos virtuosos, pois de outra maneira este estudo seria completamente inútil. Comente como esta lição foi importante para sua vida.
  • 26. Algumas empresas no Brasil e no mundo descobriram como lucrar com a ética, e explorá-la através do marketing social. Como você poderia tirar melhor proveito da ética e também explorá-la em seu marketing pessoal?
  • 27. O TST (Tribunal Superior do Trabalho), órgão máximo quando se trata de questões trabalhistas, em decisões recentes, conferiu aos empregadores o direito de fiscalizar o uso que os funcionários fazem dos e-mails fornecidos pelas empresas, assim como o de outros bens de sua propriedade, como é o caso dos computadores, no intuito de prevenir o uso indevido dos mesmos. E isso tem sido causa de muitas demissões por justa causa. Foi o que aconteceu recentemente com uma funcionária de uma empresa de telecomunicações de Brasília que usava o e-mail profissional para assuntos particulares.
  • 28. Mas ela ainda recorreu à justiça, alegando que a empresa teria usado cópias de e- mails para justificar sua demissão, e esse procedimento seria proibido pela Constituição Federal. A Justiça considerou que as mensagens provavam que a funcionária descumpria normas da empresa: utilizava o e-mail comercial para fins pessoais e desrespeitava clientes da empresa. Esses procedimentos justificam justa causa, disse o juiz na sentença.
  • 29. Em torno desse dilema que os funcionários possuem o direito constitucional à privacidade, você acha que as empresas onde eles trabalham possuem o direito de violar a sua privacidade e até mesmo o sigilo em suas comunicações, para fiscalizar o uso que eles estão fazendo dos recursos das empresas e prevenir a utilização indevida?