Oclusão dentária protec 2013

19.905 visualizações

Publicada em

0 comentários
17 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
19.905
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4.258
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
444
Comentários
0
Gostaram
17
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Oclusão dentária protec 2013

  1. 1. DISCIPLINA DE INTRODUÇÃO À PRÓTESE ODONTOLÓGICA E OCLUSÃO OCLUSÃO DENTÁRIA GEORJE DE MARTIN PROF. GEORJE DE MARTIN PROF. CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA 1
  2. 2. O QUE É OCLUSÃO ? A oclusão, corresponde a qualquer contato entre os dentes superiores e os inferiores. No entanto, a definição só está completa quando considerado a relação dinâmica, morfológica e funcional entre todos os componentes do órgão mastigatório, dos quais, os dentes, as estruturas de suporte dos dentes, sistema neuromuscular, articulações temporomandibulares e esqueleto crâniofacial o constituem. GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA 2
  3. 3. TIPOS DE OCLUSÃO OCLUSÃO FISIÓLOGICA Uma oclusão fisiológica é aquela que permite ao paciente ter função com eficácia e em conforto e é bem tolerada pelo periodonto, pela ATM e músculos que participam da mastigação. OCLUSÃO NÃO-FISIOLÓGICA Aquela na qual os tecidos do sistema perderam seu equilíbrio funcional ou homeostático, em resposta à demandas funcionais. GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  4. 4. TIPOS DE OCLUSÃO OCLUSÃO FISIÓLOGICA As forças agindo sobre os dentes são dissipadas normalmente, havendo equilíbrio entre estas forças e a capacidade adaptativa dos tecidos de suporte, músculos mastigadores e ATMs. Este tipo de oclusão é tipicamente visto em pacientes saudáveis que não requerem tratamento dentário, mesmo se a oclusão presente não seja do tipo estereotipada ou “ideal” (OCLUSÃO IDEAL) GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  5. 5. TIPOS DE OCLUSÃO OCLUSÃO FISIÓLOGICA OCLUSÃO IDEAL Contatos oclusais bilaterais e simultâneos GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  6. 6. TIPOS DE OCLUSÃO OCLUSÃO FISIÓLOGICA OCLUSÃO IDEAL Movimentos livres e sem interferências oclusais (guias) GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  7. 7. TIPOS DE OCLUSÃO OCLUSÃO FISIÓLOGICA OCLUSÃO IDEAL Saúde dos componentes do sistema estomatognático: dentes, periodonto, músculos e articulações (ATM) GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  8. 8. TIPOS DE OCLUSÃO OCLUSÃO FISIÓLOGICA OCLUSÃO IDEAL Forças direcionadas ao longo eixo dos dentes e contatos interproximais estabelecidos GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  9. 9. TIPOS DE OCLUSÃO OCLUSÃO FISIÓLOGICA OCLUSÃO IDEAL Relação Classe I de Angle e Linha média coincidente GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  10. 10. TIPOS DE OCLUSÃO OCLUSÃO FISIÓLOGICA OCLUSÃO IDEAL Relação Classe I de Angle e Linha média coincidente GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  11. 11. TIPOS DE OCLUSÃO OCLUSÃO FISIÓLOGICA OCLUSÃO IDEAL Sobreposição dos dentes superiores aos dentes inferiores (Sentido Horizontal e Vertical) Overjet e Overbite acentuados GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  12. 12. TIPOS DE OCLUSÃO OCLUSÃO FISIÓLOGICA OCLUSÃO IDEAL Ausência de contatos em dentes anteriores com a mandíbula em posição de MIH (máxima intercuspidação habitual) GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  13. 13. TIPOS DE OCLUSÃO OCLUSÃO NÃO FISIÓLOGICA MÁ OCLUSÃO (MALOCLUSÃO) Aquela na qual os tecidos do sistema perderam seu equilíbrio funcional ou homeostático, em resposta à demandas funcionais. Mordida Profunda GEORJE DE MARTIN Mordida Aberta Posterior CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA Mordida Cruzada Posterior
  14. 14. TIPOS DE OCLUSÃO OCLUSÃO ÓTIMA O tratamento “tende” a produzir uma relação maxilo-mandibular ideal, com os dentes alinhados “corretamente”, arcadas e maxilares “otimamente” relacionados sob o ponto de vista anátomo-funcional. Atualmente, o tratamento deve ser considerado sob o ponto de vista individual, baseado na estrutura específica envolvida na terapia e nas necessidades fisiológicas dos vários tecidos do sistema. GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  15. 15. TIPOS DE OCLUSÃO OCLUSÃO ÓTIMA GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  16. 16. TIPOS DE OCLUSÃO OCLUSÃO ÓTIMA GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  17. 17. TIPOS DE OCLUSÃO OCLUSÃO ÓTIMA GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  18. 18. TIPOS DE OCLUSÃO OCLUSÃO ÓTIMA OS TRATAMENTOS DEVEM BUSCAR SOMENTE A ESTÉTICA ?????? GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  19. 19. Posicionamento Dentário GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA 19
  20. 20. POSICIONAMENTO DENTÁRIO 1º Forças opostas da musculatura circundante GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  21. 21. POSICIONAMENTO DENTÁRIO 2º Forças de hábitos orais GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  22. 22. POSICIONAMENTO DENTÁRIO 3º Contato entre os dentes adjacentes (contatos interproximais) GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  23. 23. POSICIONAMENTO DENTÁRIO 4º Contatos Oclusais (dentes antagonistas) GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  24. 24. POSICIONAMENTO DENTÁRIO 5º Morfologia dos arcos dentários: Tamanho e forma das bases ósseas GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  25. 25. POSICIONAMENTO DENTÁRIO Os dentes superiores sobrepõem os dentes inferiores tanto no sentido horizontal quanto no sentido vertical GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  26. 26. POSICIONAMENTO DENTÁRIO Curva de Spee GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  27. 27. Posições Mandibulares GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA 27
  28. 28. POSIÇÕES MANDIBULARES POSIÇÃO DE REPOUSO Posição postural, imagina-se uma pessoa em pé ou sentada olhando para frente e para longe, com os lábios em leve contato e a musculatura relaxada, somente em tônus. É esta a posição de repouso da mandíbula, na qual os músculos mandibulares estão em contração mínima, contraídos apenas o suficiente para manter a postura. Os dentes superiores e inferiores não estão em contato e o espaço entre eles é chamado espaço funcional livre ou interoclusal (cerca de 3mm) GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  29. 29. POSIÇÕES MANDIBULARES POSIÇÃO DE REPOUSO A medida feita da espinha nasal anterior a base do mento nesta posição determina a Dimensão Vertical de Repouso (DVR) GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  30. 30. POSIÇÕES MANDIBULARES POSIÇÃO DE REPOUSO Dimensão Vertical de Repouso (DVR) GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  31. 31. POSIÇÕES MANDIBULARES POSIÇÃO DE REPOUSO Dimensão Vertical de Repouso (DVR) GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  32. 32. POSIÇÕES MANDIBULARES POSIÇÃO DE MÁXIMA INTERCUSPIDAÇÃO HABITUAL (MIH) A partir da posição de repouso, a mandíbula pode ser elevada até o contato máximo dos dentes inferiores com os superiores, que é a posição de maior número de contatos entre os dentes. Obs: Em MIH “não há contato” de dentes anteriores GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  33. 33. POSIÇÕES MANDIBULARES POSIÇÃO DE MÁXIMA INTERCUSPIDAÇÃO HABITUAL (MIH) Pode-se também fazer uma medida dos mesmos pontos utilizados para se fazer a Dimensão Vertical de Repouso (DVR), porém com a mandíbula em MIH que determinará a Dimensão Vertical de Oclusão (DVO) Tem-se assim: DVO = DVR – EFL (3mm) GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  34. 34. POSIÇÕES MANDIBULARES RELAÇÃO CÊNTRICA (RC) Diz respeito a posição da ATM (articulação temporomandibular) Onde a cabeça da mandíbula se encontra em uma posição mais superior e posterior dentro da fossa articular Esta posição é independente da presença ou ausência de dentes. Sendo utilizada como referência nas reabilitações orais extensas, na qual o paciente já não possui mais MIH GEORJE DE MARTIN Quando existe a coincidência de RC com MIH temos a ORC (Oclusão em Relação Cêntrica) CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  35. 35. Movimentos Bordejantes GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA 35
  36. 36. CLASSICAÇÃO DE ANGLE GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA 36
  37. 37. Padrão de Oclusão dos Dentes Anteriores GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA 37
  38. 38. PADRÃO DE OCLUSÃO DOS DENTES ANTERIORES Ausência de contato em MIH GUIA ANTERIOR Contato das Bordas Incisais dos Incisivos inferiores em contato com as faces linguais (a partir do terço médio) dos Incisivos Superiores durante o movimento de Protrusão Mandibular (Oclusão Mutuamente Protegida) GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  39. 39. PADRÃO DE OCLUSÃO DOS DENTES ANTERIORES Ausência de contato em MIH GUIA CANINA Contato do bordo incisal do canino inferior na face lingual do canino superior durante o movimento de lateralidade (lado de trabalho) desocluindo os dentes do lado de não trabalho. GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA
  40. 40. Padrão de Oclusão dos Dentes Posteriores GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA 40
  41. 41. GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA 41
  42. 42. GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA 42
  43. 43. GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA 43
  44. 44. GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA 44
  45. 45. GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA 45
  46. 46. OBRIGADO PELA ATENÇÃO GEORJE DE MARTIN CAÍQUE ARAUJO SIQUEIRA

×