Trabalho metadologia Aluna Bianca

198 visualizações

Publicada em

Trabalho de sociologia par avaliação

Publicada em: Mídias sociais
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
198
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho metadologia Aluna Bianca

  1. 1. A CÊNCIA NA HISTÓRIA, CIÊNCIAS DA NATUREZA E CIÊNCIAS HUMANAS Aluna: Bianca de Souza Pinto
  2. 2. CiênCias na Historia As três principais concepções de ciência Historicamente, três têm sido as principais concepções de ciência ou de ideais de cientificidade: o racionalista, cujo modelo de objetividade é a matemática; o empirista, que toma o modelo de objetividade da medicina grega e da história natural do século XVII; e o construtivista, cujo modelo de objetividade advém da idéia de razão como conhecimento aproximativo.
  3. 3. A concepção racionalista – que se estende dos gregos até o final do século XVII – afirma que a ciência é um conhecimento racional dedutivo e demonstrativo como a matemática, portanto, capaz de provar a verdade necessária e universal de seus enunciados e resultados, sem deixar qualquer dúvida possível. A concepção empirista – que vai da medicina grega e Aristóteles até o final do século XIX – afirma que a ciência é uma interpretação dos fatos baseada em observações e experimentos que permitem estabelecer induções e que, ao serem completadas, oferecem a definição do objeto, suas propriedades e suas leis de funcionamento. A teoria científica resulta das observações e dos experimentos. A concepção construtivista – iniciada no século passado – considera a ciência uma construção de modelos explicativos para a realidade e não uma representação da própria realidade. O cientista combina dois procedimentos – um, vindo do racionalismo, e outro, vindo do empirismo.
  4. 4. A CIÊNCIA ANTIGA E MODERNA A ciência Antiga era uma ciência teórica ,a técnica era um saber empírico, ligada as práticas necessárias à vida e nada tinha a oferecer à ciência nem a receber dela. A ciência moderna tecnológica, quantitativa. Qualitativamente diferenciados; os objetos físicos investigados pelo cientista começam por ser purificados de todas as qualidades sensoriais – cor, tamanho, odor, peso, matéria, forma, líquido, sólido, leve, grande, pequeno, etc. -, isto é, de todas as qualidades sensíveis, porque estas são meramente subjetivas.
  5. 5. As ciências da Natureza As ciências da Natureza estudam duas ordens de fenômenos: os físicos e os vitais, ou as coisas e os organismos vivos. Constituem, assim, duas grandes ciências: a física, de que fazem parte a química, a mecânica, a óptica, a acústica, a astronomia, o estudo dos sólidos, líquidos e gasosos, etc., e a biologia, ramificada em fisiologia, botânica, zoologia, paleontologia, anatomia, genética, etc. •Estudam fatos observáveis que podem ser submetidos aos procedimentos de experimentação. •A experimentação permite ao cientista formular hipóteses sobre o fenômeno. •O método experimental é hipotético-indutivo e hipotético-dedutivo.
  6. 6. Métodos Hipotéticoi-ndutivo: o cientista observa inúmeros fatos variando as condições da observação; elabora uma hipótese e realiza novos experimentos ou induções para confirmar ou negar a hipótese; se esta for confirmada, chega-se à lei do fenômeno estudado. Hipotético-dedutivo: tendo chegado à lei, o cientista pode formular novas hipóteses, deduzidas do conhecimento já adquirido, e com elas prever novos fatos, ou formular novas experiências, que o levam a conhecimentos novos.
  7. 7. As ciências humanas Ciências que tem o próprio ser humano como objeto. Campos de estudo das ciências humanas: Psicologia Sociologia Antropologia Psicanálise Linguística , etc.
  8. 8. A INVESTIGAÇÃO SE DEU DE TRÊS MANEIRAS: HUMANISMO: IDEIA RENASCENTISTA DA DIGNIDADE DO HOMEM COMO CENTRO DO UNIVERSO . POSITIVISMO: ENFATIZA A IDEIA DE HOMEM COM UM SER SOCIAL E PROPÕE O ESTUDO CIENTÍFICO DA SOCIEDADE HISTORICISMO: HERDEIRA DO IDEALISMO ALEMÃO, INSISTE NA DIFERENÇA ENTRE HOMEM E NATUREZA. OS FATOS HUMANOS SÃO HISTÓRICOS DOTADOS DE VALOR E SENTIDO, DE SIGNIFICAÇÃO E FINALIDADE, ESSAS CARACTERÍSTICAS OS DESTINGUE DA NATUREZA.
  9. 9. Correntes de pensamentos que contribuíram para a consolidação das ciências humanas , Fenomenologia: permitiu a definição e a delimitação dos objetos das ciências humanas Estruturalismo: Permitiu uma metodologia que chega às leis dos fatos humanos sem que seja necessário imitar ou copiar as ciências naturais. Marxismo: permitiu compreender que os fatos humanos são historicamente determinados e que a historicidade, longe de impedir que sejam conhecidos, garante a interpretação racional deles e o conhecimento de suas leis
  10. 10. Referências: CHAUI, Marilena. Convite à filosofia. Unidade 7, cap 2,3 e 4. São Paulo, Ática, 2000.

×