Slides do texto teoria e pratica ciêntifica 14 09 2011

2.023 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.023
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slides do texto teoria e pratica ciêntifica 14 09 2011

  1. 1. Universidade Federal de S. Carlos Ufscar<br />INTRODUCAO A PESQUISA CIENTIFICA<br />Professora Luciana Gracioso<br />Aluno: Marco Antonio Hrastel Carnaz RA 404993<br />1º Ano de Biblioteconomia e Ciência da Infomação <br />
  2. 2. Teoria e Prática Científica <br />Através do texto verificamos que a ciência é algo recente, surgido na modernidade e que quebrou laços com o modo metafísico de pensar, oriundo da Antiguidade e Idade Média <br />A ciência se alicerça em pressupostos filosóficos baseados em práticas e técnicas metodológicas que se sustentam em fundamentos epistemológicos.<br />
  3. 3.
  4. 4. No inicio a ciência surge com a pretensão de ser um saber único, a ser construído sob um único paradigma e conduzida por um único método, isto garantiu a unidade das Ciências Naturais. Quando se passou a estudar cientificamente o homem, com suas peculiaridades, através das Ciências Humanas, quebrou-se este sistema, devido a múltiplos paradigmas epistemológicos para se dar conta da integralidade de sua condição. <br />
  5. 5. pt-br.wordpress.com/tag/ciencias-humanas/<br />
  6. 6. Para que se inicie uma pesquisa, a ciência utiliza-se de um método que lhe é peculiar, ou seja o “método cientifico” este segue procedimentos que são: observação, visualizar o que diferencia um fato cotidiano de um a ser estudado, qual a causa do fenômeno, então formula-se uma hipótese, a verificação experimental e através desta, se confirmada ,tem-se a lei. Pode acontecer que um conjunto maior de fatos aparentemente diferentes se resumirem numa única lei/teoria, o que gera o sistema.<br />
  7. 7. Epistemologia – Wikipédia, a enciclopédia livrept.wikipedia.org/wiki/Epistemologia<br />
  8. 8. Como observamos no quadro, um método cientifico é apresentado da seguinte forma: preposições são o modo experimental (Indutivo), união de crenças e verdades o momento matemático (Dedutivo), o conhecimento é o resultado da união das duas práticas. Através deste método deu-se a origem a técnica, que é a aplicação do conhecimento principalmente na industria ,o que ampliou sobremaneira, o poder do homem em manipular a natureza. <br />
  9. 9. http://www.qualifund.org/imagens/foto005.jpg<br />
  10. 10. As ciências naturais esta baseada na modalidade que só existiria um único método universal e verdadeiro e único para se tratar a ciência e que isto deveria ser aplicado também nas ciências humanas. Para ela o homem se constitui em um organismo vivo regido pela natureza, tanto individualmente como socialmente e isto determina seu modo de ser e agir e ele passou a ser estudado como um fenômeno natural, como, astronomia, física ou biologia. <br />
  11. 11. http://www.google.com.br/search?q=imagens+de+homem+como+ser+natural&hl=pt-BR&biw=1252&bih=572&prmd=imvns&source=lnms&tbm=isch&ei=-0x5T<br />
  12. 12. Na visão dos inauguradores da ciências que encaravam o homem como objeto, ele seria um ser natural como todos os outros (naturalismo) submisso assim as leis de regularidades(determinismo), acessível portanto aos procedimentos de observação e de experimentação (experimentalismo) disto surgiu a idéia de criar a uma “física social” encarando o homem como objeto, individuo ou sociedade. <br />
  13. 13. No século XIX, em função de um pluralismo epistemológico, ou seja, varias possibilidades de se entender a relação sujeito/objeto, surgiu a referência teórico-metodológica do funcionalismo, que é a que toda atividade social e cultural é funcional, ou seja, desempenha uma função determinada .<br />
  14. 14. Neste trabalho, trata-se apenas de paradigmas epistemológicos, cujo pressuposto epistemológico refere-se à forma pela qual é concebida a relação sujeito/objeto no processo do conhecimento e os métodos a serem aplicados, pertinentes e compatíveis com paradigma, dai se falar em referencial teórico-metodológico.<br />
  15. 15. No caso de Ciências Naturais há praticamente um único paradigma teórico-metodológico, sendo que nas ciências humanas, além deste, existem os paradigmas de epistemológicos alternativos, e isto se chama pluralismo paradigmático, e é a pluralidade de tentar explicar a relação sujeito/homem.<br />
  16. 16. A ciência contemporânea, tem uma característica subjetivista, que propõe a relação de reciprocidade entre sujeito e objeto que é o caso da Fenomenologia,da Hermenêutica e da Arqueogenealogia.<br />Fenomenologia é o método investigativo que sob sua inspiração aplique algumas regras negativas e outras positivas.<br />Hermenêutica toda interpretação que o sujeito faz a partir das expressões simbólicas, das produções humanas e dos signos culturais.<br />Arqueogenealogiapresente nos dias atuais e com sua tradição ligada a tradição subjetivista é derivada da arqueologia e genealogia .<br />
  17. 17. Alguns pensadores atuais assumindo uma posição extremamente crítica com relação ao iluminista da modernidade, estão defendendo uma outra dimensão para nossa subjetividade, buscando desidentificá-la da racionalidade. Desejam substituir a economia da razão sobre a economia da desejo, priorizando a ordem do conhecimento. Outras dimensões que não seja a lógica racional. Com isto resgatando o sentimento, a paixão, a vitalidade e as energias instintivas. <br />
  18. 18. Dialética tendência de reciprocidade entre sujeito /objeto, interação social que se forma ao longo do tempo. Segundo os pensadores, não é uma questão apenas de saber, mas também de poder <br /> Como vimos a ciência é constituída de técnicas, métodos e apóia-se em fundamentos epistemológicos.<br />
  19. 19. www.fotosearch.com.br/health...e-pesquisa-cientifica/UNM158<br />
  20. 20. Totalidade a inteligência não se entende separadamente das partes pressupõe sua articulação como um todo; no caso o individuo não se explica isoladamente da sociedade.<br />Historicidade instante não se entende separadamente da totalidade temporal do movimento, ou seja, cada momento é articulação de um processo histórico mais abrangente. <br />Complexidade o real é simultaneamente uno e múltiplo, articula-se tanto estrutural quanto historicamente, um fluxo permanente de transformações<br />Dialeticidade o desenvolvimento histórico não é uma evolução linear, a história se constitui de uma luta de contrários, movia por um permanente conflito imanente à realidade. <br />
  21. 21. Uma diferenciação que podemos fazer é da pesquisa quantitativa e pesquisa qualitativa.<br />A ciência quantitativa é aquela que é fundada na pretensão do acesso racional à essência dos objetos, é a relação de causa e efeito que só podia ser comprovada como uma função matemática mas isto não foi eficaz nas ciências humanas.<br />Ciência qualitativa é que estuda o conteúdo <br />
  22. 22. Pesquisa etnográfica visa compreender a cotidianidade, os processos do dia-a-dia em suas diversas modalidades. Aplica métodos e técnicas compatíveis com a abordagem qualitativa. <br />
  23. 23. Conclusão – Como podemos verificar os princípios aplicados nas ciências naturais na Antiguidade e Idade Média, usando o homem como objeto, através da utilização de método único, nas ciências humanas foi substituído pelos fundamentos epistemológicos, pois verificou-se que estudar o ser humano como objeto pertencente à natureza não condizia com a realidade, pois é um ser modificador, dotado de sentimentos, angustias e esperanças, dentre tantos outros abstratismo que fazem parte de nosso intelecto, que somente através das diversidades epistemológica é que se pode separar as ciências naturais das ciências humanas e diferenciar seus métodos e técnicas de estudos. <br />

×