Aula sobre Cândido Portinari

6.300 visualizações

Publicada em

Planejamento e relatório de como foi a aula sobre Cândido Portinari com os alunos do 2º ano.

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.300
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
28
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
51
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula sobre Cândido Portinari

  1. 1. PLANEJAMENTO SOBRE AS OBRAS DE PORTINARI PROFESSORA MULTIPLICADORA TECNOLÓGICA BIANCA ABRANTES MACHADO TOLEDO 1. Escola Municipal do Braga 2. Segmento ou nível de ensino: segundo ano do Ensino Fundamental I 3. Período de duração (nº de aulas): Duas aulas 4. Disciplina e tema da aula: Fazendo Arte 5. Conteúdos curriculares: Português, Artes 6. Objetivos: *Conhecer a biografia e as obras de Cândido Portinari, principalmente as obras que mostram brincadeiras de criança e demais obras que os alunos tenham interesse. *Praticar a leitura de imagens, mostrando o que há em uma obra e o que diferencia uma da outra. *Despertar a curiosidade e o gosto pela arte. 7. Artista e obras a serem trabalhadas: Cândido Portinari Obras: Plantando Bananeira, Guerra, Paz, Praia de Ipanema, Dança de Roda, Espantalho, Soltando Pipas, Flora e Fauna Brasileira, Rio Tietê, A Morte Cavalgando, Pulando Carniça. 8. Metodologia (estratégias/procedimentos didáticos) 1º momento: Explanação sobre uma parte da biografia de Portinari. “O artista Cândido Portinari é famoso por retratar cenas do cotidiano brasileiro desde as colheitas de café até a industrialização do país. Portinari ingressou nas artes ainda muito novo, estudou fora do país, porém, logo voltou para retratar a sua gente. Atuante na elite intelectual brasileira, tinha como amigos poetas, jornalistas, escritores e diplomatas. Nesse período o atual presidente Getúlio Vargas, atuava como mecenas, visto que o país passava por uma transformação na atitude estética com o movimento de Arte moderna.” 2º Momento: Apresentação para os alunos de algumas obras de Portinari pesquisadas no google imagens e através do baú Portinari que fica na Sala de Leitura. 3º Momento: Propor para os alunos escolherem uma obra e retratá-la no programa KolourPaint do Linux, auxiliando sempre o uso das ferramentas que o programa proporciona. 9 – Material a ser utilizado – (incluindo material tecnológico) Imagens das obras de Portinari, baú com as obras de Portinari, computadores do LIED com LINUX, programa Kolour Paint, máquina fotográfica.
  2. 2. Relatório de Aplicação Prática – AP 1 PROFESSORA MULTIPLICADORA TECNOLÓGICA BIANCA ABRANTES MACHADO TOLEDO 1. Escola Municipal do Braga 2. Segmento ou nível de ensino: segundo ano do Ensino Fundamental I 3. Período de duração (nº de aulas): Duas aulas. 4. Artista e obras trabalhadas: Cândido Portinari Obras: Plantando Bananeira, Guerra, Paz, Praia de Ipanema, Dança de Roda, Espantalho, Soltando Pipas, Flora e Fauna Brasileira. 5. Relato de aplicação: Descrição das atividades desenvolvidas e reação dos alunos Na primeira aula faltou luz na escola, então, levei os alunos para o pátio junto com o baú Portinari, fiz perguntas sobre o que podia ter dentro do baú, os alunos falaram logo é o baú do Portinari. A partir daí fiz várias perguntas referente à Portinari: -Quem é Portinari? -O que ele fez? -Alguém já viu a sua pintura? -Ele vive? -O que tem de comum nas obras de Portinari? -O que cada obra nos fala? -O que diferencia uma obra da outra? Os alunos ficaram eufóricos em saber o que tinha dentro do baú e em responder as perguntas, alguns souberam responder e outros não. Mostrei todas as obras de Portinari, comentamos o que mostra a obra que os alunos ficaram mais interessados e que foi citado acima e falei sobre a sua biografia. Os alunos conheciam algumas obras porque as professoras da sala de aula e da sala de leitura já tinham mostrado e falado um pouco sobre Portinari. Ficou mais fácil para os alunos escolherem as obras para nós retratarmos, como não tinha luz entreguei folhas em branco com lápis de cor e caneta hidrocor para eles pintarem no pátio a obra que eles mais se identificaram. Foi muito bom esse momento no pátio, pois os alunos puderam ficar mais livres para reproduzirem o trabalho. Na segunda aula aconteceu no LIED normalmente, mostrei novamente as obras contidas no baú Portinari e os alunos retrataram suas obras no programa Kolour Paint, auxiliando sempre o uso das ferramentas contidas no programa. Cada aluno falou sobre o que retratou da obra de Portinari. 6. Pontos positivos Os alunos ficaram muito interessados com o baú Portinari por poderem manusear as
  3. 3. obras, a falta de luz foi também um ponto positivo tornando a aula diferente em outro local que proporcionasse mais liberdade aos alunos. O fato de ter complementado a aula das professoras de sala de aula e sala de leitura foi muito bom porque enriqueceu o conhecimento e o trabalho artístico. Retratar um obra artística no programa Kolour Paint foi difícil porque os alunos falavam “eu não sei fazer”, mas com encorajamento e estimulo da autoestima dos alunos fizeram enfrentar esse conceito de que não sabe. 7. Pontos negativos Alguns alunos são muito agitados sem limites tendo que às vezes voltar ao assunto e repetir de uma outra forma para concluir o objetivo. 8. Releitura das obras de arte, realizadas pelos alunos (2 alunos) e suas reflexões: “A morte cavalgando.” “Praia de Ipanema com muitas ondas fortes.”
  4. 4. “O menino plantando bananeira porque ele gosta de brincar.” Daniel Nunes “Um espantalho morto na cruz.” Ihan “O espantalho espantando pássaros.”
  5. 5. Rio Tietê com peixe. “O espantalho preso na cruz.” “O menino brincando de plantar bananeira com a sua ovelha.”
  6. 6. “A Floresta Amazônica com muitas coisas bonitas.” Rodrigo 9. Fotos do processo: Fotos da primeira aula:
  7. 7. Fotos da segunda aula:

×