Prevenção rodoviária

16.143 visualizações

Publicada em

1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
16.143
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
85
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
214
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Prevenção rodoviária

  1. 1. Prevenção Rodoviária<br />Trabalho realizado pelos alunos do 9ºF:<br /><ul><li> João Varela Nº16
  2. 2. Paulo André Nº22
  3. 3. Pedro Henrique Nº23</li></li></ul><li>Introdução<br />A prevenção rodoviária interessa a todos os cidadãos. Todos têm um importante papel a desempenhar para tornar as estradas mais seguras. Não impedindo a eficácia das acções já realizadas, na União Europeia o número de vítimas das estradas continua a ser demasiado elevado: 1,3 milhões de acidentes rodoviários por ano que provocam 43 000 mortos e 1,7 milhões de feridos. O comportamento dos condutores é, reconhecidamente, a primeira causa dos acidentes mortais: velocidade, consumo de álcool ou droga, cansaço, falta de cinto de segurança ou capacete.<br />
  4. 4. Causas de acidentes rodoviários<br /> - Existem, praticamente, quatro tipos de acontecimentos que provocam acidentes rodoviários. São eles:<br />Falhas Humanas;<br />Más condições dos veículos;<br />Más condições atmosféricas e de luminosidade;<br />Mau estado das estradas e da sinalização<br />
  5. 5. Falhas Humanas<br /> - De todos os tipos de causas de acidentes rodoviários, o que causa mais danos e preocupações, é sem dúvida as falhas humanas. Portanto as principais são:<br />Excesso de velocidades;<br />Ultrapassagens arriscadas;<br />Desrespeito pela sinalização;<br />Desrespeito pelas regras de trânsito;<br />Condução sobre o efeito de álcool, drogas ou medicamentos;<br />Cansaço e sonolência<br />
  6. 6. Consequências dos acidentes rodoviários<br /> - Como nem todas as pessoas respeitam as regras de segurança e de circulação adequada nas estradas, acabam por existir bastantes acidentes rodoviários durante todo o ano. As principais consequências desses acidentes são:<br />Milhares de mortes dos condutores e, por vezes dos peões;<br />Feridos ligeiros, graves ou coma;<br />Danos nas estradas (sinais, raids)<br />Danos em veículos e outros espaços;<br />Prejuízos económicos, sociais e demográficos. <br />
  7. 7. Sinais de trânsito<br />Existem diversos sinais de trânsito, com diferentes significados e que se distinguem muitas das vezes pelo seu formato e pela sua cor:<br />Sinais de obrigação - são redondos e têm fundo azul. Se estes apresentarem um traço a vermelho a atravessá-los indica o fim da obrigação.<br />Sinal de obrigação de contornar placa ou obstáculo<br />Sinal de contornar rotunda<br />Sinal de sentido obrigatório<br />
  8. 8. Sinais de perigo - são triangulares e apresentam orla vermelha.<br />Sinal de cruzamento ou entroncamento<br />Sinal de curva à esquerda e contracurva<br />Sinal de passagem de nível sem guarda<br />Sinais de proibição – são redondos e apresentam orla vermelha.<br />Sinal de proibição de ultrapassar<br />Sinal de proibição de virar à esquerda<br />Sinal de sentido proibido<br />
  9. 9. Sinais de informação – são quadrados ou rectangulares e têm fundo azul.<br />Sinal de estacionamento autorizado<br />Sinal de via pública sem saída<br />Sinal de trânsito de sentido único<br />Se os sinais de perigo, de obrigação e de proibição apresentarem fundo amarelo, anunciam carácter temporário. <br />Sinal que indica obras temporárias na estrada<br />
  10. 10. Prevenção Rodoviária<br /> - Para prevenir os acidentes rodoviários ocorridos nas estradas todos os dias, é necessário respeitar os seguintes pontos:<br />Estacionar em locais seguros e de autorização;<br />Usar o triângulo de emergência em caso de acidente ou avaria;<br />Não fumar enquanto se conduz;<br />Respeitar o código da estrada;<br />Não consumir bebidas alcoólicas ou drogas antes da viagem; <br />Continua<br />
  11. 11. Manter a distância de segurança;<br />Fazer a revisão periódica do veículo;<br />Descansar de 2 em 2 horas durante longas viagens;<br />Não falar ao telemóvel enquanto se conduz;<br />Respeitar os sinais de trânsito;<br />Não ultrapassar os limites de velocidade;<br />Não realizar manobras perigosas.<br />

×